Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina Ci. agr. ; 40(2): 767-780, Mar.-Apr. 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19563

Resumo

Although phytase has been researched, new enzymes have been produced, leading to different animal responses. In this scenario, the present study proposes to evaluate the inclusion of a bacterial phytase produced by Escherichia coli in broiler diets based on corn and soybean meal, with or without nutrient reductions, on the performance, nutrient digestibility, phosphorus bioavailability, and bone minerals of those animals and on the economic viability of this practice. A total of 896 male broiler chickens were distributed into 32 experimental units, each housing 28 broilers. The experiment was set up as a completely randomized design with four treatments (Positive Control (PC)- diet meeting the nutritional requirements of the broiler chickens; Negative Control (NC) with reductions of 100kcal/kg of ME, 0.14% avP and 0.11% tCa; NC + phytase (500 FTU/kg); PC + phytase (500FTU/kg)) and 8 replicates. Phytase increased (p < 0.05) feed intake and body weight gain and improved feed conversion ratio in starter (1 to 21 days) and total (1 to 42 days) phases, respectively, compared with Negative Control diet without supplementation. The Negative Control + phytase diet also led to a feed intake similar to Positive Control in the starter and total phases. The inclusion of phytase without nutrient reductions improved (p < 0.05) feed conversion ratio in the starter phase, compared to...(AU)


Embora a fitase tenha sido estudada, novas enzimas foram produzidas, levando a respostas animais diferentes. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo avaliar a inclusão de fitase bacteriana produzida por Escherichia coli em dietas à base de milho e farelo de soja, com ou sem redução de nutrientes sobre o desempenho, digestibilidade dos nutrientes, biodisponibilidade de fósforo, minerais ósseos e viabilidade econômica. Foram distribuídos 896 frangos de corte machos em 32 unidades experimentais, cada unidade constituída por 28 frangos. O delineamento foi inteiramente casualizado com quatro tratamentos (Controle Positivo (CP) - dieta que satisfaz os requisitos nutricionais das aves; Controle Negativo (CN) - reduções de 100 kcal/kg EM; 0,14% avP e 0,11% tCa); CN + fitase (500 FTU/kg); CP + fitase (500 FTU/kg)) e 8 repetições. A fitase aumentou (p < 0,05) o consumo de ração, o ganho de peso médio e melhorou a conversão alimentar nas fases inicial (1 a 21 dias) e total (1 a 42 dias), respectivamente, em comparação com a dieta Controle Negativo, sem suplementação. O Controle Negativo + fitase também apresentou consumo de ração semelhante ao Controle Positivo nas fases inicial e total. A inclusão da fitase sem redução dos requerimentos nutricionais (Controle positivo + fitase) melhorou (p < 0,05) a conversão alimentar na fase inicial, em comparação com a dieta Controle...(AU)


Assuntos
Animais , Enzimas/administração & dosagem , Enzimas/análise , 6-Fitase/administração & dosagem , 6-Fitase/análise , Disponibilidade Biológica , Galinhas , Escherichia coli , Cálcio da Dieta , Fósforo na Dieta , Suplementos Nutricionais
2.
Acta Sci. Anim. Sci. ; 38(4): 411-416, oct.-dec. 2016. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-641

Resumo

This study aimed to evaluate different digestible lysine levels in diets for broilers chickens from different commercial strains, from 49 to 56 days of age, on performance and carcass characteristics. A total of 432 male broilers from 49 days old were used, with an average weight of 3560±250 g. It was used a completely randomized design in a factorial arrangement 3x4, and the birds, from three strains (Cobb 500, Hubbard Flex and Ross 308) were divided into four levels of digestible lysine (0.800, 0.950, 1.100 and 1.250%), with four replicates of 12 birds each. It was evaluated the weight gain, feed intake, feed conversion ratio, carcass yield, breast yield, breast meat yield and the yield of the thigh and drumstick. There was no interaction between lysine levels and commercial strains of broiler chickens. The different lysine levels did not influence (p 0.05) performance and carcass yield. There are significant differences between strains for feed intake and carcass characteristics. The Cobb 500 strain had higher breast yield and breast meat (p 0.05), while the Hubbard Flex and Ross 308 strains had higher yield of the thigh and drumstick (p<0.05).(AU)


Objetivou-se avaliar diferentes níveis de lisina digestível em rações para frangos de corte de diferentes linhagens comerciais na fase de 49 a 56 dias de idade sobre o desempenho e características de carcaça. Foram utilizados 432 frangos de corte machos de 49 dias de idade, com peso médio inicial de 3560±250 g. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 3x4, sendo que as aves, oriundas de três linhagens (Cobb 500, Hubbard Flex e Ross 308), foram distribuídas em quatro níveis de lisina digestível (0,800; 0,950; 1,100 e 1,250%), com quatro repetições de 12 aves cada. Avaliou-se o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar, o rendimento de carcaça, o rendimento de peito, o rendimento de carne de peito e o rendimento de coxa e sobrecoxa. Não houve interação entre os níveis de lisina digestível e as linhagens comerciais de frangos de corte. Os diferentes níveis de lisina não influenciaram (p ≥ 0,05) o desempenho e rendimento de carcaça. Existem diferenças significativas entre as linhagens para consumo de ração e características de carcaça. Sendo que a linhagem Cobb 500 teve maior rendimento de peito e carne de peito (p ≤ 0,05), enquanto as linhagens Hubbard Flex e Ross 308 tiveram maior rendimento de coxa e sobrecoxa (p ≤ 0,05).(AU)


Assuntos
Animais , Lisina/administração & dosagem , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/crescimento & desenvolvimento , Galinhas/genética
3.
Acta sci., Anim. sci ; 38(4): 411-416, oct.-dec. 2016. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1459683

Resumo

This study aimed to evaluate different digestible lysine levels in diets for broilers chickens from different commercial strains, from 49 to 56 days of age, on performance and carcass characteristics. A total of 432 male broilers from 49 days old were used, with an average weight of 3560±250 g. It was used a completely randomized design in a factorial arrangement 3x4, and the birds, from three strains (Cobb 500, Hubbard Flex and Ross 308) were divided into four levels of digestible lysine (0.800, 0.950, 1.100 and 1.250%), with four replicates of 12 birds each. It was evaluated the weight gain, feed intake, feed conversion ratio, carcass yield, breast yield, breast meat yield and the yield of the thigh and drumstick. There was no interaction between lysine levels and commercial strains of broiler chickens. The different lysine levels did not influence (p 0.05) performance and carcass yield. There are significant differences between strains for feed intake and carcass characteristics. The Cobb 500 strain had higher breast yield and breast meat (p 0.05), while the Hubbard Flex and Ross 308 strains had higher yield of the thigh and drumstick (p<0.05).


Objetivou-se avaliar diferentes níveis de lisina digestível em rações para frangos de corte de diferentes linhagens comerciais na fase de 49 a 56 dias de idade sobre o desempenho e características de carcaça. Foram utilizados 432 frangos de corte machos de 49 dias de idade, com peso médio inicial de 3560±250 g. Utilizou-se o delineamento inteiramente casualizado em arranjo fatorial 3x4, sendo que as aves, oriundas de três linhagens (Cobb 500, Hubbard Flex e Ross 308), foram distribuídas em quatro níveis de lisina digestível (0,800; 0,950; 1,100 e 1,250%), com quatro repetições de 12 aves cada. Avaliou-se o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar, o rendimento de carcaça, o rendimento de peito, o rendimento de carne de peito e o rendimento de coxa e sobrecoxa. Não houve interação entre os níveis de lisina digestível e as linhagens comerciais de frangos de corte. Os diferentes níveis de lisina não influenciaram (p ≥ 0,05) o desempenho e rendimento de carcaça. Existem diferenças significativas entre as linhagens para consumo de ração e características de carcaça. Sendo que a linhagem Cobb 500 teve maior rendimento de peito e carne de peito (p ≤ 0,05), enquanto as linhagens Hubbard Flex e Ross 308 tiveram maior rendimento de coxa e sobrecoxa (p ≤ 0,05).


Assuntos
Animais , Galinhas/anatomia & histologia , Galinhas/crescimento & desenvolvimento , Galinhas/genética , Lisina/administração & dosagem
4.
Semina ciênc. agrar ; 40(2): 767-780, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501372

Resumo

Although phytase has been researched, new enzymes have been produced, leading to different animal responses. In this scenario, the present study proposes to evaluate the inclusion of a bacterial phytase produced by Escherichia coli in broiler diets based on corn and soybean meal, with or without nutrient reductions, on the performance, nutrient digestibility, phosphorus bioavailability, and bone minerals of those animals and on the economic viability of this practice. A total of 896 male broiler chickens were distributed into 32 experimental units, each housing 28 broilers. The experiment was set up as a completely randomized design with four treatments (Positive Control (PC)- diet meeting the nutritional requirements of the broiler chickens; Negative Control (NC) with reductions of 100kcal/kg of ME, 0.14% avP and 0.11% tCa; NC + phytase (500 FTU/kg); PC + phytase (500FTU/kg)) and 8 replicates. Phytase increased (p < 0.05) feed intake and body weight gain and improved feed conversion ratio in starter (1 to 21 days) and total (1 to 42 days) phases, respectively, compared with Negative Control diet without supplementation. The Negative Control + phytase diet also led to a feed intake similar to Positive Control in the starter and total phases. The inclusion of phytase without nutrient reductions improved (p < 0.05) feed conversion ratio in the starter phase, compared to...


Embora a fitase tenha sido estudada, novas enzimas foram produzidas, levando a respostas animais diferentes. Nesse sentido, o presente estudo teve como objetivo avaliar a inclusão de fitase bacteriana produzida por Escherichia coli em dietas à base de milho e farelo de soja, com ou sem redução de nutrientes sobre o desempenho, digestibilidade dos nutrientes, biodisponibilidade de fósforo, minerais ósseos e viabilidade econômica. Foram distribuídos 896 frangos de corte machos em 32 unidades experimentais, cada unidade constituída por 28 frangos. O delineamento foi inteiramente casualizado com quatro tratamentos (Controle Positivo (CP) - dieta que satisfaz os requisitos nutricionais das aves; Controle Negativo (CN) - reduções de 100 kcal/kg EM; 0,14% avP e 0,11% tCa); CN + fitase (500 FTU/kg); CP + fitase (500 FTU/kg)) e 8 repetições. A fitase aumentou (p < 0,05) o consumo de ração, o ganho de peso médio e melhorou a conversão alimentar nas fases inicial (1 a 21 dias) e total (1 a 42 dias), respectivamente, em comparação com a dieta Controle Negativo, sem suplementação. O Controle Negativo + fitase também apresentou consumo de ração semelhante ao Controle Positivo nas fases inicial e total. A inclusão da fitase sem redução dos requerimentos nutricionais (Controle positivo + fitase) melhorou (p < 0,05) a conversão alimentar na fase inicial, em comparação com a dieta Controle...


Assuntos
Animais , /administração & dosagem , /análise , Disponibilidade Biológica , Enzimas/administração & dosagem , Enzimas/análise , Galinhas , Cálcio da Dieta , Escherichia coli , Fósforo na Dieta , Suplementos Nutricionais
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA