Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ci. Rural ; 46(1)2016.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-709497

Resumo

ABSTRACT: Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam) is one of the most cultivated temperate annual forage crop around the world. Despite that, there is little information about the process of stem elongation during its vegetative growth. This information would be useful for grazing management purposes. Thus, the aim of this study was to assess the herbage accumulation and stem elongation rates in annual ryegrass pastures submitted to intermittent stocking. The experimental design used was a completely randomized 2x2 factorial with three replications. The treatments were defined by the combination of two pre-grazing heights (15 and 25cm) associated with two post-grazing heights (4 and 8cm). The herbage accumulation rates were higher in pastures with 25cm pre-grazing associated with post-grazing heights of 8cm. However, leaf production rate was only affected by post-grazing height, with higher values being recorded for stubbles heights of 8cm, regardless of pre-grazing height. Stem elongation rates in annual ryegrass tillers increased rapidly when pastures reached around 18cm, a condition where there was a relatively low competition for light, suggesting that; 1) pre-grazing heights of 18 to 20cm in annual ryegrass could be used as a upper limit for grazing management purposes whether the objective is to minimize stem contribution in accumulated herbage and 2) It seems that stem elongation is as inevitable process (independently of competition for light) and that this could be related to the necessary strength of stems, pseudostems and sheaths to support larger and heavier leaves.


RESUMO: O azevém anual (Lolium multuflorum Lam) é uma das plantas forrageiras de clima temperado mais cultivadas no mundo. Apesar disso, há poucas informações sobre o processo de alongamento de colmos para essa espécie durante seu crescimento vegetativo. Tal informação seria útil para o manejo mais adequado desta espécie. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o acúmulo de forragem e as taxas de alongamento de colmos em pastos de azevém anual submetidos à lotação intermitente. O delineamento experimental foi completamente casualizado em arranjo factorial 2x2, com três repetições. Os tratamentos consistiram na combinação de duas alturas em pré-pastejo (15 e 25cm), associadas com duas alturas de resíduo (4 e 8cm). A maior taxa de acúmulo de forragem foi observada nos pastos manejadas com 25cm, associadas com alturas de resíduo de 8cm. Entretanto, a taxa de acúmulo de folhas foi similar para pastos manejados com 8cm de resíduo, independente da altura em pré-pastejo (15 ou 25cm). A taxa de alongamento de colmos em perfilhos de azevém anual aumentaram rapidamente quando os pastos atingiram uma altura de 18cm, condição onde havia uma relativa baixa competição por luz, sugerindo que: 1) alturas em pré-pastejo entre 18 e 20cm em pastos de azevém anual poderia ser usada como um limite máximo de altura quando o objetivo for minimizar a contribuição de colmos na forragem acumulada; e 2) parece que o alongamento de colmos é um processo inevitável (independente de competição por luz) e isso poderia estar relacionado com a força necessária de colmos, pseudocolmos e bainhas para suportar o peso de folhas cada vez maiores e mais pesadas.

2.
Ci. Rural ; 46(1)2016.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-709419

Resumo

ABSTRACT: Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam) is one of the most cultivated temperate annual forage crop around the world. Despite that, there is little information about the process of stem elongation during its vegetative growth. This information would be useful for grazing management purposes. Thus, the aim of this study was to assess the herbage accumulation and stem elongation rates in annual ryegrass pastures submitted to intermittent stocking. The experimental design used was a completely randomized 2x2 factorial with three replications. The treatments were defined by the combination of two pre-grazing heights (15 and 25cm) associated with two post-grazing heights (4 and 8cm). The herbage accumulation rates were higher in pastures with 25cm pre-grazing associated with post-grazing heights of 8cm. However, leaf production rate was only affected by post-grazing height, with higher values being recorded for stubbles heights of 8cm, regardless of pre-grazing height. Stem elongation rates in annual ryegrass tillers increased rapidly when pastures reached around 18cm, a condition where there was a relatively low competition for light, suggesting that; 1) pre-grazing heights of 18 to 20cm in annual ryegrass could be used as a upper limit for grazing management purposes whether the objective is to minimize stem contribution in accumulated herbage and 2) It seems that stem elongation is as inevitable process (independently of competition for light) and that this could be related to the necessary strength of stems, pseudostems and sheaths to support larger and heavier leaves.


RESUMO: O azevém anual (Lolium multuflorum Lam) é uma das plantas forrageiras de clima temperado mais cultivadas no mundo. Apesar disso, há poucas informações sobre o processo de alongamento de colmos para essa espécie durante seu crescimento vegetativo. Tal informação seria útil para o manejo mais adequado desta espécie. Assim, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o acúmulo de forragem e as taxas de alongamento de colmos em pastos de azevém anual submetidos à lotação intermitente. O delineamento experimental foi completamente casualizado em arranjo factorial 2x2, com três repetições. Os tratamentos consistiram na combinação de duas alturas em pré-pastejo (15 e 25cm), associadas com duas alturas de resíduo (4 e 8cm). A maior taxa de acúmulo de forragem foi observada nos pastos manejadas com 25cm, associadas com alturas de resíduo de 8cm. Entretanto, a taxa de acúmulo de folhas foi similar para pastos manejados com 8cm de resíduo, independente da altura em pré-pastejo (15 ou 25cm). A taxa de alongamento de colmos em perfilhos de azevém anual aumentaram rapidamente quando os pastos atingiram uma altura de 18cm, condição onde havia uma relativa baixa competição por luz, sugerindo que: 1) alturas em pré-pastejo entre 18 e 20cm em pastos de azevém anual poderia ser usada como um limite máximo de altura quando o objetivo for minimizar a contribuição de colmos na forragem acumulada; e 2) parece que o alongamento de colmos é um processo inevitável (independente de competição por luz) e isso poderia estar relacionado com a força necessária de colmos, pseudocolmos e bainhas para suportar o peso de folhas cada vez maiores e mais pesadas.

3.
Ci. Rural ; 42(5)2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-707794

Resumo

The aim of this study was to determine the relative contribution of stem in the vertical structure of Aruana guineagrass and annual ryegrass pastures submitted to strategies of rotational grazing by sheep. Treatments for Aruana guineagrass corresponded to grazing when the swards intercepted 95 and 98% of the incident light (LI) until the post-grazing heights of 10 and 15cm. For annual ryegrass, treatments corresponded to grazing when the swards reached 15 and 25cm (pre-grazing heights) until the post-grazing of 4 and 8cm. The experimental design for two species was a completely randomized in a 2x2 factorial scheme, with three replications. To quantify the stem mass present at each 5cm in the vertical structure of the pastures two samples were taken per experimental unit (paddocks of 196m²) using a square of 25cmx25cm. Cut samples was separated in leaves, stem and dead material. Regardless of plant species or pre-grazing height, approximately 90% of the stem is present up to 50% of sward height, suggesting that reported intake reduction beyond this point can be attributed to difficulties in forage manipulation and apprehension.


O objetivo deste estudo foi determinar a participação relativa de colmo na estrutura vertical de pastos de capim Aruana e azevém anual submetidos a estratégias de pastejo intermitente por ovinos. Os tratamentos para o capim Aruana corresponderam a pastejos realizados quando os pastos atingiam 95 e 98% de interceptação da luz incidente (IL) até as alturas pós-pastejo de 10 e 15cm. Para o azevém anual, os tratamentos corresponderam a pastejos realizados quando os pastos atingiam 15 e 25cm de altura pré-pastejo até as alturas pós-pastejo de 4 e 8cm. O delineamento experimental utilizado para as duas espécies foi inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 2x2, com três repetições. Para quantificação da massa de colmo na estrutura vertical dos pastos, foram realizadas duas amostragens no pré-pastejo por unidade experimental (piquetes de 196m²) utilizando-se um quadrado de 25cm x 25cm de lado, em cada ciclo de pastejo. As amostras foram coletadas de forma estratificada a cada 5cm até o nível do solo. Após o corte estratificado, o material foi separado em colmo, folhas e material morto. Independente da espécie vegetal ou da altura de entrada, aproximadamente 90% de todo o colmo dos pastos encontra-se presente até 50% da altura do pasto, indicando que possíveis reduções em consumo a partir desse momento no rebaixamento podem ser atribuídas a dificuldades em manipulação e apreensão da forragem.

4.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478990

Resumo

The aim of this study was to determine the relative contribution of stem in the vertical structure of Aruana guineagrass and annual ryegrass pastures submitted to strategies of rotational grazing by sheep. Treatments for Aruana guineagrass corresponded to grazing when the swards intercepted 95 and 98% of the incident light (LI) until the post-grazing heights of 10 and 15cm. For annual ryegrass, treatments corresponded to grazing when the swards reached 15 and 25cm (pre-grazing heights) until the post-grazing of 4 and 8cm. The experimental design for two species was a completely randomized in a 2x2 factorial scheme, with three replications. To quantify the stem mass present at each 5cm in the vertical structure of the pastures two samples were taken per experimental unit (paddocks of 196m²) using a square of 25cmx25cm. Cut samples was separated in leaves, stem and dead material. Regardless of plant species or pre-grazing height, approximately 90% of the stem is present up to 50% of sward height, suggesting that reported intake reduction beyond this point can be attributed to difficulties in forage manipulation and apprehension.


O objetivo deste estudo foi determinar a participação relativa de colmo na estrutura vertical de pastos de capim Aruana e azevém anual submetidos a estratégias de pastejo intermitente por ovinos. Os tratamentos para o capim Aruana corresponderam a pastejos realizados quando os pastos atingiam 95 e 98% de interceptação da luz incidente (IL) até as alturas pós-pastejo de 10 e 15cm. Para o azevém anual, os tratamentos corresponderam a pastejos realizados quando os pastos atingiam 15 e 25cm de altura pré-pastejo até as alturas pós-pastejo de 4 e 8cm. O delineamento experimental utilizado para as duas espécies foi inteiramente casualizado, em arranjo fatorial 2x2, com três repetições. Para quantificação da massa de colmo na estrutura vertical dos pastos, foram realizadas duas amostragens no pré-pastejo por unidade experimental (piquetes de 196m²) utilizando-se um quadrado de 25cm x 25cm de lado, em cada ciclo de pastejo. As amostras foram coletadas de forma estratificada a cada 5cm até o nível do solo. Após o corte estratificado, o material foi separado em colmo, folhas e material morto. Independente da espécie vegetal ou da altura de entrada, aproximadamente 90% de todo o colmo dos pastos encontra-se presente até 50% da altura do pasto, indicando que possíveis reduções em consumo a partir desse momento no rebaixamento podem ser atribuídas a dificuldades em manipulação e apreensão da forragem.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA