Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-208613

Resumo

As parasitoses intestinais atingem todas as camadas sociais, no entanto, apresentam elevada prevalência na população de baixo nível socioeconômico, representando um importante problema de saúde pública. A ocorrência de enteroparasitoses em pacientes com deficiência neuropsicomotora tem sido pouco descrita, embora estes indivíduos possuam fatores fisiopatológicos predisponentes. O presente estudo teve por objetivo avaliar a ocorrência de parasitos intestinais em pacientes com transtornos motores e cognitivos atendidos por uma instituição não governamental. Adicionalmente, a pesquisa de enteroparasitoses foi realizada entre os colaboradores e tutores relacionados com os pacientes e a organização. Foram analisadas 84 amostras de fezes coletadas a partir de 53 pacientes que apresentaram histórico de diarreia no período da pesquisa, 21 colaboradores profissionais da instituição e 10 tutores. A pesquisa de parasitos foi realizada pelos métodos de Faust, Lutz/Hoffman, Pons e Janer, método Rugai modificado, tricrômio, Kato-Katz, coloração de Gram-Chromotrope, de Leishman e de Kinyoun. Foi encontrada a prevalência de 15,5% de amostras positivas para enteroparasitos no total de espécimes estudados. Entre os pacientes, a positividade foi de 11,3%, para os colaboradores foi 28,6% e entre os tutores, a prevalência foi 10%, não havendo diferença significativa entre os grupos analisados. O monoparasitismo e a presença de protozoários, em especial Blastocystis hominis, foram as condições mais prevalentes. Conclui-se que a prevalência de parasitos intestinais em pacientes com deficiência neuropsicomotora foi baixa, apesar da referida suscetibilidade intrínseca desta população, fenômeno que pode ser sugestivo de um processo de cuidar muito atento de tutores e profissionais relacionados aos pacientes.


The intestinal parasitoses present high prevalence in the population of low socioeconomic level, representing an important public health problem, especially for the children, who are more susceptible according to the prevalence studies. However, the occurrence of enteroparasitoses in children with neuro-psycho-motor deficiencies, which have predisposing factors present by their own condition, is not described in the literature. The present study aimed to evaluate the occurrence of intestinal parasites in students with motor disorders And cognitive services attended by a non-governmental institution, located in Santana do Parnaíba - SP. The study consisted of 53 students with a history of diarrhea from February to July 2016. Twenty-one employees from the institution and 10 tutors participated voluntarily. Parasite research was performed by the methods of Faust, Lutz / Hoffman, Pons and Janer, modified Rugai method, Kato-Katz, Gram-Chromotrope, Leishman and Kinyoun staining. A total of 84 fecal samples were analyzed, of which 53 fecal specimens were students, 21 were of collaborators and 10 of tutors. The prevalence of 15.5% of samples positive for enteroparasites was found in the total number of specimens studied. Among the students the positivity was 13.2%, for the collaborators 28.6% and among the tutors the prevalence was 10%, there was no significant difference between the analyzed groups. Monoparasitism and the presence of protozoa, especially Blastocystis spp., Were more prevalent. It is concluded that the prevalence of intestinal parasites in children with neuro-psycho-motor deficiency was low, despite the aforementioned intrinsic susceptibility of this population, a phenomenon that may be suggestive of a very attentive care process of tutors and professionals related to students.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA