Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 11(1): 54-62, 2012.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1487916

Resumo

The improvement of natural pastures was consolidated in the highlands of Santa Catarina State only recently when a great area of improved natural pastures already existed. Technology adopted by farmers was due to its increase in fodder production and stocking capacity. Besides, this technology presented costs inferior to the ones for conventional pasture cultivation. However, this technology still needs a more rigorous evaluation, which is to be achieved by three on farm experiments, conducted in Campo Belo do Sul county. It was evaluated forage production and quality, animal liveweight gain (LWG) and the profitability of the native pasture improvement technology. The average results were as follows: the pastures showed an in vitro OMD of 66.1; 62.6; 72.4 and 66.5%, during summer, autumn, winter and spring season, respectively. The crude protein content was of 14.7; 19.7; 22.0 and 14.4% for the same season order. Animal LWG of 511, 63 kg ha-1 year-1 , with a daily animal LWG of 0.789 kg animal-1 day-1 and animal stocking of 648 kg of LW ha-1. Finally, the system showed an economic gross margin of R$ 811,10 ha-1 (U$ 477,00 ha-1).


O melhoramento de pastagens naturais foi consolidado na Serra Catarinense a partir da segunda metade da década de 90. Nesta época já existia uma grande área implantada, como resultado da adoção por diversos produtores, em função do aumento da produção de forragem, da elevação da capacidade de suporte, como também dos custos de implantação serem inferiores aos praticados em cultivos convencionais. Apesar da dimensão existente, esta tecnologia ainda necessitava de avaliação e acompanhamento mais rigorosos. Assim, foram conduzidos três ensaios de validação no município de Campo Belo do Sul, por um período de três anos, nos quais se avaliou a produção e qualidade da forragem, o rendimento animal e a rentabilidade econômica. Os resultados médios obtidos foram: 511,63 kg peso vivo (PV) ha-1 ano-1, sendo o granho médio diário (GMD) de 0,789 kg animal-1 dia-1 e carga animal de 648 kg de PV ha-1. A digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIVMO) foi de 66,1; 62,6; 72,4 e 66,5%, no verão, outono, inverno e primavera, respectivamente. O teor de proteína bruta foi de 14,7; 19,7; 22,0 e 14,4% para a mesma ordem das estações do ano. A margem bruta foi de R$ 811,10 ha-1.

2.
R. Ci. agrovet. ; 11(1): 54-62, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-714096

Resumo

The improvement of natural pastures was consolidated in the highlands of Santa Catarina State only recently when a great area of improved natural pastures already existed. Technology adopted by farmers was due to its increase in fodder production and stocking capacity. Besides, this technology presented costs inferior to the ones for conventional pasture cultivation. However, this technology still needs a more rigorous evaluation, which is to be achieved by three on farm experiments, conducted in Campo Belo do Sul county. It was evaluated forage production and quality, animal liveweight gain (LWG) and the profitability of the native pasture improvement technology. The average results were as follows: the pastures showed an in vitro OMD of 66.1; 62.6; 72.4 and 66.5%, during summer, autumn, winter and spring season, respectively. The crude protein content was of 14.7; 19.7; 22.0 and 14.4% for the same season order. Animal LWG of 511, 63 kg ha-1 year-1 , with a daily animal LWG of 0.789 kg animal-1 day-1 and animal stocking of 648 kg of LW ha-1. Finally, the system showed an economic gross margin of R$ 811,10 ha-1 (U$ 477,00 ha-1).


O melhoramento de pastagens naturais foi consolidado na Serra Catarinense a partir da segunda metade da década de 90. Nesta época já existia uma grande área implantada, como resultado da adoção por diversos produtores, em função do aumento da produção de forragem, da elevação da capacidade de suporte, como também dos custos de implantação serem inferiores aos praticados em cultivos convencionais. Apesar da dimensão existente, esta tecnologia ainda necessitava de avaliação e acompanhamento mais rigorosos. Assim, foram conduzidos três ensaios de validação no município de Campo Belo do Sul, por um período de três anos, nos quais se avaliou a produção e qualidade da forragem, o rendimento animal e a rentabilidade econômica. Os resultados médios obtidos foram: 511,63 kg peso vivo (PV) ha-1 ano-1, sendo o granho médio diário (GMD) de 0,789 kg animal-1 dia-1 e carga animal de 648 kg de PV ha-1. A digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIVMO) foi de 66,1; 62,6; 72,4 e 66,5%, no verão, outono, inverno e primavera, respectivamente. O teor de proteína bruta foi de 14,7; 19,7; 22,0 e 14,4% para a mesma ordem das estações do ano. A margem bruta foi de R$ 811,10 ha-1.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA