Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. biol ; 822022.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1468629

Resumo

Abstract Cladocerans are a diverse group of species that show rapid responses to changes in environmental conditions. This adaptive capacity has important implications for egg production and life cycle, especially in transitory environments such as temporary waterbodies. The present study investigated the life history and egg production of Alona gutatta Sars, 1862 (Crustacea, Cladocera), an abundant and frequent species from a high-altitude temporary pond (Lagoa Seca, Minas Gerais, Brazil). Newly hatched neonates were monitored in relation to time of maturation, number of eggs produced per female and time of survival. Neonates required a mean of 8 days to mature. A. guttata survived for a mean of 30.9 ± 8.1 days and produced 2 eggs per brood, generating a mean of 10.95 ± 6.41 neonates during the entire life cycle. The rapid development, short time to produce eggs and long life cycle are important adaptations to the adverse environmental conditions of temporary aquatic environments, which can contribute to the rapid colonization of Alona guttata in transitory ecosystems.


Resumo Os cladóceros formam um grupo diverso de espécies que apresentam respostas rápidas às mudanças nas condições ambientais. Essa capacidade adaptativa tem implicações importantes para a produção de ovos e para o ciclo de vida, especialmente em ambientes transitórios, como corpos d'água temporários. O presente estudo investigou a história de vida e a produção de ovos da espécie Alona guttata Sars, 1862 (Crustacea, Cladocera) coletada em uma lagoa temporária de altitude (Minas Gerais, Brasil). Organismos recém eclodidos foram observados (em condições de laboratório) em relação ao tempo de maturação, número de ovos produzidos por fêmea e tempo de sobrevivência. Os neonatos levaram em média 8 dias para atingir o primeiro estágio de maturação. As fêmeas produziram 2 ovos por ninhada e geraram uma média de 10,95 ± 6,41 neonatos durante todo o ciclo de vida. A. guttata apresentou uma média de 30,9 ± 8,1 dias de sobrevivência. O rápido desenvolvimento, o pouco tempo para a produção de ovos e o ciclo de vida longo são adaptações importantes às condições ambientais adversas de ambientes aquáticos temporários, que podem contribuir para a rápida colonização de Alona guttata em ecossistemas transitórios.

2.
Braz. j. biol ; 82: e237351, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1249243

Resumo

Cladocerans are a diverse group of species that show rapid responses to changes in environmental conditions. This adaptive capacity has important implications for egg production and life cycle, especially in transitory environments such as temporary waterbodies. The present study investigated the life history and egg production of Alona gutatta Sars, 1862 (Crustacea, Cladocera), an abundant and frequent species from a high-altitude temporary pond (Lagoa Seca, Minas Gerais, Brazil). Newly hatched neonates were monitored in relation to time of maturation, number of eggs produced per female and time of survival. Neonates required a mean of 8 days to mature. A. guttata survived for a mean of 30.9 ± 8.1 days and produced 2 eggs per brood, generating a mean of 10.95 ± 6.41 neonates during the entire life cycle. The rapid development, short time to produce eggs and long life cycle are important adaptations to the adverse environmental conditions of temporary aquatic environments, which can contribute to the rapid colonization of Alona guttata in transitory ecosystems.


Os cladóceros formam um grupo diverso de espécies que apresentam respostas rápidas às mudanças nas condições ambientais. Essa capacidade adaptativa tem implicações importantes para a produção de ovos e para o ciclo de vida, especialmente em ambientes transitórios, como corpos d'água temporários. O presente estudo investigou a história de vida e a produção de ovos da espécie Alona guttata Sars, 1862 (Crustacea, Cladocera) coletada em uma lagoa temporária de altitude (Minas Gerais, Brasil). Organismos recém eclodidos foram observados (em condições de laboratório) em relação ao tempo de maturação, número de ovos produzidos por fêmea e tempo de sobrevivência. Os neonatos levaram em média 8 dias para atingir o primeiro estágio de maturação. As fêmeas produziram 2 ovos por ninhada e geraram uma média de 10,95 ± 6,41 neonatos durante todo o ciclo de vida. A. guttata apresentou uma média de 30,9 ± 8,1 dias de sobrevivência. O rápido desenvolvimento, o pouco tempo para a produção de ovos e o ciclo de vida longo são adaptações importantes às condições ambientais adversas de ambientes aquáticos temporários, que podem contribuir para a rápida colonização de Alona guttata em ecossistemas transitórios.


Assuntos
Humanos , Animais , Feminino , Recém-Nascido , Cladocera , Brasil , Lagoas , Ecossistema , Estágios do Ciclo de Vida
3.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-741708

Resumo

Abstract The main objective of the present study was to promote some adaptations to the standard methodology used in the analysis of Cladocera subfossils. The samples used in this study were collected at Lagoa dos Coutos, a temporary lake located on an outcrop with iron-rich duricrust in the Serra do Gandarela (Minas Gerais, Brazil). The sediment from this pond, typical of temporary ecosystems in the region, is characterized by rigid concretions that are difficult to dissolve in aqueous media, making it difficult to visualize and analyze subfossils taxa. Sediment samples were prepared according to the standard methodology used in paleolimological studies and the methodological adaptations proposed in the present study, which included the addition of 1 mg of Kochia scoparia, a palynological marker used to estimate subfossil density, as well as the addition of hydrofluoric acid (HF) to oxidize silicate materials. The samples prepared according to the new methodological procedure improved Cladocera subfossil visualization, facilitating the taxonomic analysis of the species. The samples submitted to the standard methodological procedure had a significantly higher mean of sediment particles (mean of 84.2 sediment particles) and 70% more residues compared to the samples prepared with the newly proposed methodology (mean of 22.1 sediment particles). Absolute data on the temporal variation of the density of Cladocera subfossils was obtained by using the palinological marker K. scoparia, which showed higher densities of subfossils in more recent, humid periods (112,000 subfossils/cm3 at 5 cm, equivalent to 3,500 years BP). The results indicate that the new methodology can contribute to advances in paleolimnological studies of temporary aquatic ecosystems, whose lake histories are rarely investigated, despite their ecological relevance as ecosystems that indicate environmental and climatic changes.


Resumo O principal objetivo do presente estudo foi promover algumas adaptações na metodologia padrão utilizadas para a análise de subfósseis de Cladocera. As amostras utilizadas nessa pesquisa foram coletadas na Lagoa dos Coutos, uma lagoa temporária encontrada em solo de afloramento ferruginoso na Serra do Gandarela (Minas Gerais, Brasil). O sedimento desta lagoa, típico de ecossistemas temporários da região, caracteriza-se por apresentar concreções rígidas de difícil dissolução em meio aquoso, que dificultam a visualização e análise taxonômica dos subfósseis. Amostras de sedimento foram preparadas de acordo com a metodologia padrão utilizada em estudos paleolimnológicos e as adaptações metodológicas propostas no presente estudo, que incluíram a adição de 1 mg de Kochia scoparia, um marcador palinológico utilizado para estimar a densidade de subfósseis, além da adição de ácido fluorídrico (HF) para oxidação de materiais silicáticos. As amostras preparadas de acordo com o novo procedimento metodológico apresentaram melhor visualização dos subfósseis de Cladocera, facilitando a análise taxonômica das espécies. As amostras submetidas ao procedimento metodológico padrão apresentaram uma média significativamente maior de partículas de sedimentos (média de 84,2 partículas de sedimento) e 70% mais resíduos em comparação com as amostras preparadas com a nova metodologia proposta (média de 22,1 partículas de sedimento). Dados absolutos sobre a variação temporal da densidade dos subfósseis de Cladocera foram obtidos a partir do uso do marcador palinológico K. scoparia, revelando densidades mais elevadas de subfósseis nos períodos recentes (112.000 subfósseis/cm3 nos 5 cm iniciais, equivalentes a 3.500 anos BP). Os resultados obtidos indicam que a nova metodologia pode contribuir para avanços em estudos paleolimnológicos de ecossistemas aquáticos temporários, raramente contemplados na reconstrução da história de lagos, apesar de sua relevância ecológica como ecossistemas sinalizadores de mudanças ambientais e climáticas.

4.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1467263

Resumo

Abstract The main objective of the present study was to promote some adaptations to the standard methodology used in the analysis of Cladocera subfossils. The samples used in this study were collected at Lagoa dos Coutos, a temporary lake located on an outcrop with iron-rich duricrust in the Serra do Gandarela (Minas Gerais, Brazil). The sediment from this pond, typical of temporary ecosystems in the region, is characterized by rigid concretions that are difficult to dissolve in aqueous media, making it difficult to visualize and analyze subfossils taxa. Sediment samples were prepared according to the standard methodology used in paleolimological studies and the methodological adaptations proposed in the present study, which included the addition of 1 mg of Kochia scoparia, a palynological marker used to estimate subfossil density, as well as the addition of hydrofluoric acid (HF) to oxidize silicate materials. The samples prepared according to the new methodological procedure improved Cladocera subfossil visualization, facilitating the taxonomic analysis of the species. The samples submitted to the standard methodological procedure had a significantly higher mean of sediment particles (mean of 84.2 sediment particles) and 70% more residues compared to the samples prepared with the newly proposed methodology (mean of 22.1 sediment particles). Absolute data on the temporal variation of the density of Cladocera subfossils was obtained by using the palinological marker K. scoparia, which showed higher densities of subfossils in more recent, humid periods (112,000 subfossils/cm3 at 5 cm, equivalent to 3,500 years BP). The results indicate that the new methodology can contribute to advances in paleolimnological studies of temporary aquatic ecosystems, whose lake histories are rarely investigated, despite their ecological relevance as ecosystems that indicate environmental and climatic changes.


Resumo O principal objetivo do presente estudo foi promover algumas adaptações na metodologia padrão utilizadas para a análise de subfósseis de Cladocera. As amostras utilizadas nessa pesquisa foram coletadas na Lagoa dos Coutos, uma lagoa temporária encontrada em solo de afloramento ferruginoso na Serra do Gandarela (Minas Gerais, Brasil). O sedimento desta lagoa, típico de ecossistemas temporários da região, caracteriza-se por apresentar concreções rígidas de difícil dissolução em meio aquoso, que dificultam a visualização e análise taxonômica dos subfósseis. Amostras de sedimento foram preparadas de acordo com a metodologia padrão utilizada em estudos paleolimnológicos e as adaptações metodológicas propostas no presente estudo, que incluíram a adição de 1 mg de Kochia scoparia, um marcador palinológico utilizado para estimar a densidade de subfósseis, além da adição de ácido fluorídrico (HF) para oxidação de materiais silicáticos. As amostras preparadas de acordo com o novo procedimento metodológico apresentaram melhor visualização dos subfósseis de Cladocera, facilitando a análise taxonômica das espécies. As amostras submetidas ao procedimento metodológico padrão apresentaram uma média significativamente maior de partículas de sedimentos (média de 84,2 partículas de sedimento) e 70% mais resíduos em comparação com as amostras preparadas com a nova metodologia proposta (média de 22,1 partículas de sedimento). Dados absolutos sobre a variação temporal da densidade dos subfósseis de Cladocera foram obtidos a partir do uso do marcador palinológico K. scoparia, revelando densidades mais elevadas de subfósseis nos períodos recentes (112.000 subfósseis/cm3 nos 5 cm iniciais, equivalentes a 3.500 anos BP). Os resultados obtidos indicam que a nova metodologia pode contribuir para avanços em estudos paleolimnológicos de ecossistemas aquáticos temporários, raramente contemplados na reconstrução da história de lagos, apesar de sua relevância ecológica como ecossistemas sinalizadores de mudanças ambientais e climáticas.

5.
Braz. J. Biol. ; 76(2)2016.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744852

Resumo

Abstract The aim of our study was to assess whether cyanotoxins (microcystins) can affect the composition of the zooplankton community, leading to domination of microzooplankton forms (protozoans and rotifers). Temporal variations in concentrations of microcystins and zooplankton biomass were analyzed in three eutrophic reservoirs in the semi-arid northeast region of Brazil. The concentration of microcystins in water proved to be correlated with the cyanobacterial biovolume, indicating the contributions from colonial forms such as Microcystis in the production of cyanotoxins. At the community level, the total biomass of zooplankton was not correlated with the concentration of microcystin (r2 = 0.00; P > 0.001), but in a population-level analysis, the biomass of rotifers and cladocerans showed a weak positive correlation. Cyclopoid copepods, which are considered to be relatively inefficient in ingesting cyanobacteria, were negatively correlated (r2 = 0.01; P > 0.01) with the concentration of cyanotoxins. Surprisingly, the biomass of calanoid copepods was positively correlated with the microcystin concentration (r2 = 0.44; P > 0.001). The results indicate that allelopathic control mechanisms (negative effects of microcystin on zooplankton biomass) do not seem to substantially affect the composition of mesozooplankton, which showed a constant and high biomass compared to the microzooplankton (rotifers). These results may be important to better understand the trophic interactions between zooplankton and cyanobacteria and the potential effects of allelopathic compounds on zooplankton.


Resumo Com o objetivo de avaliar se as cianotoxinas (microcistinas) podem afetar a composição da comunidade zooplanctônica, levando à dominância de formas microzooplanctônicas (protozoários e rotiferos), as variações nas concentrações de microcistina e a biomassa do zooplâncton foram analisadas em três reservatórios eutróficos na região semi-árida do nordeste brasileiro. A concentração de microcistinas na água esteve correlacionada com o biovolume de cianobactérias, indicando a contribuição de formas coloniais como Microcystis na produção de cianotoxinas. A nível de comunidade, a biomassa total do zooplâncton não apresentou correlacão com a concentração de microcistina (r2 = 0.00; P > 0.001), mas em uma análise a nível de populações, a biomassa de rotíferos e cladóceros apresentou uma fraca correlação positiva. Copépodos Cyclopoida, os quais são considerados relativamente ineficientes na ingestão de cianobactérias, estiveram negativamente correlacionados com a concentração de microcistinas (r2 = - 0.01; P > 0.01). Surpreendentemente, a biomassa de copépodos Calanoida foi positivamente correlacionada com a concentração de cianotoxinas (r2 = 0.44; P > 0.001). Os resultados indicam que mecanismos de controle alelopáticos (efeitos negativos da microcistina sobre o zooplâncton) parecem não afetar substancialmente a composição do mesozooplâncton, que apresentou uma alta e constante biomassa, quando comparada à biomassa do microzooplâncton (rotíferos). Esses resultados podem ser importantes para um melhor entendimento das interações tróficas entre o zooplâncton e cianobactérias, e do efeito potencial de compostos alelopáticos sobre o zooplâncton.

6.
Braz. J. Biol. ; 75(1): 98-103, Jan-Mar/2015. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-14962

Resumo

Dinoflagellates of the genus Ceratium are generally marine organisms, but rare occurrences in freshwater have been observed in Brazil. In this paper we are recording for the first time the presence of Ceratium furcoides, an invasive species, in a shallow, natural intermittent pool formed at a high-altitude at the southern end of the Iron Quadrangle, an iron-mining district of Minas Gerais State (Southeast Brazil). Samples were collected in October and November of 2010 (rainy period). The population density of this organism observed in Lagoa Seca (“Dry Pool”) was very low, at most 4 ind L–1. Mountain lakes are extremely vulnerable to atmospheric deposition of organisms, making them valuable witnesses both of the many forms of impact arising from human activities and of the extended global connections that facilitate the dispersion and introduction of new species over great distances. Studies on the population dynamics of C. furcoides in natural tropical systems are still rare and very recent to the brazilian scenario and hence the monitoring of its dynamics and the potential impact on aquatic communities of its becoming established are essential to an understanding of the process of bioinvasion by this species.(AU)


Dinoflagelados do gênero Ceratium são principalmente marinhos, porém existem raras ocorrências em água doce no Brasil. Neste estudo registramos pela primeira vez a ocorrência de Ceratium furcoides, uma espécie invasora em um lago altitudinal natural raso localizado na porção sul do Quadrilátero Ferrífero, uma área de extração mineral no estado de Minas Gerais. As coletas foram realizadas nos meses de outubro e novembro de 2010 (período chuvoso). As densidades observadas para C. furcoides na Lagoa Seca foram muito baixas, com máximo de 4 ind L–1. Lagos de altitude são altamente vulneráveis à deposição atmosférica, o que os torna importantes testemunhos não só dos múltiplos impactos derivados de atividades humanas, mas também das extensas conexões globais, que acabam por facilitar a dispersão e introdução de espécies. Estudos sobre a dinâmica de C. furcoides em sistemas tropicais naturais ainda são escassos e por isso, o monitoramento de sua dinâmica e dos impactos potenciais em comunidades aquáticas a partir do seu estabelecimento, torna-se fundamental para o entendimento dos processos relacionados à bioinvasão desta espécie.(AU)


Assuntos
Dinoflagellida/classificação , Monitoramento Ambiental , Espécies Introduzidas , Altitude , Brasil , Lagos , Densidade Demográfica
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA