Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Colloq. Agrar ; 14(2): 24-34, abr.-jun. 2018. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1481395

Resumo

Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de sistemas de produção em semeadura direta com aporte diferenciado de palha e nitrogênio antecedendo ao cultivo da soja, visando aumento na produtividade desta leguminosa. O experimento foi instalado e conduzido em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico entre janeiro de 2014 e abril de 2016. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas constituídas por três rotações de culturas, I) Milho/Tremoço/Soja, II) Milho+Urochloa brizantha/Soja, III) Urochloa brizantha/Soja, e as subparcelas por quatro doses de N (50, 100, 150 e 200 kg ha-1), aplicadas anualmente. Foram analisadas a quantidade de palha e sua persistência sobre o solo antes e após a semeadura da soja e a produtividade de soja nos dois anos do experimento. Os resultados foram submetidos à análise de variância e os efeitos das variáveis foram comparados pelo teste t ao nível de 5% de probabilidade. Os sistemas de produção influenciaram na quantidade de MS acumulada antes e após à semeadura da soja, nos dois anos avaliados. A relação C/N foi influenciada pela interação M+U na dose de 200 kg ha-1 de N antes da semeadura da soja. A quantidade de matéria seca produzida pela interação entre a Urochloa com 200 kg ha-1 de N, no momento da colheita da soja, evidenciaram que as rotações que utilizaram forrageiras produziram mais palha, e que a maior dose de N favoreceu positivamente a produtividade da forrageira e o maior aporte de C ao sistema. A adubação nitrogenada distribuída ao longo do ano agrícola tem potencial para aumentar a produtividade da soja, em anos sem restrição severa de água.


The aim of this study was to evaluate the effect of no-tillage systems with different input of straw and nitrogen before soybean crop to increase soybean yield. A field experiment was carried out in an experimental area of the University of Western São Paulo, College of Agricultural Sciences, in Presidente Prudente/SP, in a dystroferric red-yellow Argisol, between January 2014 and April 2016. A randomized complete block design was followed with four replications in a split plot where the plots consisted of (I) Maize/Lupine/Soybean, II) Maize + Urochloa brizantha/Soybean, III) Urochloa brizantha/Soybean and in the subplots four nitrogen doses (50, 100, 150 and 200 kg ha-1), applied annually. The amount of straw and its persistence on the soil before and after sowing of soybean and soybean yield in the two years of the experiment were analyzed. The results were submitted to analysis of variance and the effects of the variables were compared by Tukey test at the 5% probability level. The no-tillage systems influenced the amount of dry matter accumulated before and after soybean planting in the two evaluated years. The C/N ratio was influenced by interaction between M+U and 200 kg ha-1 of N before soybean seeding. The amount of dry matter obtained by the interaction of Urochloa with 200 kg ha-1 of N at the time of grain harvest, showed that the rotations that used forage produced more straw and that the supply of the highest nitrogen fertilizer dose favored the productivity of the forage and the greater contribution of C to the system. Nitrogen fertilization distributed throughout the agricultural year has the potential to increase soybean yield in years without severe water restriction.


Assuntos
24444 , Nitrogênio/efeitos adversos , Glycine max/crescimento & desenvolvimento , Eficiência , Produtos Agrícolas
2.
Colloq. agrar. ; 14(2): 24-34, abr.-jun. 2018. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-736435

Resumo

Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito de sistemas de produção em semeadura direta com aporte diferenciado de palha e nitrogênio antecedendo ao cultivo da soja, visando aumento na produtividade desta leguminosa. O experimento foi instalado e conduzido em área experimental da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, em Presidente Prudente/SP, em um solo classificado como Argissolo Vermelho distroférrico entre janeiro de 2014 e abril de 2016. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, com quatro repetições, em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições, sendo as parcelas constituídas por três rotações de culturas, I) Milho/Tremoço/Soja, II) Milho+Urochloa brizantha/Soja, III) Urochloa brizantha/Soja, e as subparcelas por quatro doses de N (50, 100, 150 e 200 kg ha-1), aplicadas anualmente. Foram analisadas a quantidade de palha e sua persistência sobre o solo antes e após a semeadura da soja e a produtividade de soja nos dois anos do experimento. Os resultados foram submetidos à análise de variância e os efeitos das variáveis foram comparados pelo teste t ao nível de 5% de probabilidade. Os sistemas de produção influenciaram na quantidade de MS acumulada antes e após à semeadura da soja, nos dois anos avaliados. A relação C/N foi influenciada pela interação M+U na dose de 200 kg ha-1 de N antes da semeadura da soja. A quantidade de matéria seca produzida pela interação entre a Urochloa com 200 kg ha-1 de N, no momento da colheita da soja, evidenciaram que as rotações que utilizaram forrageiras produziram mais palha, e que a maior dose de N favoreceu positivamente a produtividade da forrageira e o maior aporte de C ao sistema. A adubação nitrogenada distribuída ao longo do ano agrícola tem potencial para aumentar a produtividade da soja, em anos sem restrição severa de água.(AU)


The aim of this study was to evaluate the effect of no-tillage systems with different input of straw and nitrogen before soybean crop to increase soybean yield. A field experiment was carried out in an experimental area of the University of Western São Paulo, College of Agricultural Sciences, in Presidente Prudente/SP, in a dystroferric red-yellow Argisol, between January 2014 and April 2016. A randomized complete block design was followed with four replications in a split plot where the plots consisted of (I) Maize/Lupine/Soybean, II) Maize + Urochloa brizantha/Soybean, III) Urochloa brizantha/Soybean and in the subplots four nitrogen doses (50, 100, 150 and 200 kg ha-1), applied annually. The amount of straw and its persistence on the soil before and after sowing of soybean and soybean yield in the two years of the experiment were analyzed. The results were submitted to analysis of variance and the effects of the variables were compared by Tukey test at the 5% probability level. The no-tillage systems influenced the amount of dry matter accumulated before and after soybean planting in the two evaluated years. The C/N ratio was influenced by interaction between M+U and 200 kg ha-1 of N before soybean seeding. The amount of dry matter obtained by the interaction of Urochloa with 200 kg ha-1 of N at the time of grain harvest, showed that the rotations that used forage produced more straw and that the supply of the highest nitrogen fertilizer dose favored the productivity of the forage and the greater contribution of C to the system. Nitrogen fertilization distributed throughout the agricultural year has the potential to increase soybean yield in years without severe water restriction.(AU)


Assuntos
24444 , Nitrogênio/efeitos adversos , Glycine max/crescimento & desenvolvimento , Produtos Agrícolas , Eficiência
3.
Colloq. Agrar ; 09(01): 10-17, jan.-jun. 2013. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1481243

Resumo

Organic sources can replace all or part of the mineral phosphorus used in fertilizer, providing significant changes in soil chemical properties. This research evaluated the effects of mineral and organic-mineral phosphorus on the soil fertility in maize tillage. The experiment was installed in a seedling nursery at Universidade do Oeste Paulista in Presidente Prudente-SP, in a complete randomized blocks design, with 9 treatments (different Biofós doses associated with different superphosphate doses) and 4 replicates. As phosphorus fertilizer source was used the organic-mineral Biofós (3.8% P2O5) and simple superphosphate (18% P2O5). At 50 days after emergence of corn plants it was held soil sampling vessels for evaluation of phosphorus, organic matter, calcium, magnesium, base saturation and soil pH. The fertilizer organic-mineral showed the same efficiency of simple superphosphate in soil fertility. The organo-mineral fertilizer showed the same efficiency of superphosphate on soil fertility, both of which promoted the same changes in pH. Higher Biofós doses should have high levels of soil organic matter, which was not observed. Phosphorus, calcium, magnesium and base saturation level did not differ in all fertilizer sources and levels used.


Fontes orgânicas podem substituir todo ou parte do fósforo mineral utilizado na adubação, podendo proporcionar alterações significativas nos atributos químicos do solo. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da adubação fosfatada mineral e organomineral nos parâmetros de fertilidade do solo cultivado com milho. O experimento foi conduzido no viveiro de mudas da Universidade do Oeste Paulista, em Presidente Prudente-SP. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos inteiramente casualizados, com 9tratamentos e 4 repetições. Como fonte de fósforo, utilizou-se o adubo organomineral Biofós (3,8% de P2O5) e o Superfosfato Simples (18% P2O5). Aos 50 dias após a emergência das plantas de milho, realizou-se amostragem de solo nos vasos para avaliação dos teores de fósforo, matéria orgânica, cálcio, magnésio, saturação por bases e pH do solo. O fertilizante organomineral apresentou a mesma eficiência do superfosfato simples na fertilidade do solo, sendo que ambos promoveram as mesmas alterações nos valores de pH. As maiores doses de Biofós deveriam ter elevado os níveis de matéria orgânica do solo, o que não ocorreu; enquanto os teores de fósforo, cálcio, magnésio e saturação por bases não se diferenciaram em relação às fontes e doses de adubo utilizado.


Assuntos
Análise do Solo , Fósforo/administração & dosagem , Fósforo/efeitos adversos , Solo/química
4.
Colloq. agrar. ; 09(01): 10-17, jan.-jun. 2013. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-32107

Resumo

Organic sources can replace all or part of the mineral phosphorus used in fertilizer, providing significant changes in soil chemical properties. This research evaluated the effects of mineral and organic-mineral phosphorus on the soil fertility in maize tillage. The experiment was installed in a seedling nursery at Universidade do Oeste Paulista in Presidente Prudente-SP, in a complete randomized blocks design, with 9 treatments (different Biofós doses associated with different superphosphate doses) and 4 replicates. As phosphorus fertilizer source was used the organic-mineral Biofós (3.8% P2O5) and simple superphosphate (18% P2O5). At 50 days after emergence of corn plants it was held soil sampling vessels for evaluation of phosphorus, organic matter, calcium, magnesium, base saturation and soil pH. The fertilizer organic-mineral showed the same efficiency of simple superphosphate in soil fertility. The organo-mineral fertilizer showed the same efficiency of superphosphate on soil fertility, both of which promoted the same changes in pH. Higher Biofós doses should have high levels of soil organic matter, which was not observed. Phosphorus, calcium, magnesium and base saturation level did not differ in all fertilizer sources and levels used.(AU)


Fontes orgânicas podem substituir todo ou parte do fósforo mineral utilizado na adubação, podendo proporcionar alterações significativas nos atributos químicos do solo. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da adubação fosfatada mineral e organomineral nos parâmetros de fertilidade do solo cultivado com milho. O experimento foi conduzido no viveiro de mudas da Universidade do Oeste Paulista, em Presidente Prudente-SP. Utilizou-se o delineamento experimental em blocos inteiramente casualizados, com 9tratamentos e 4 repetições. Como fonte de fósforo, utilizou-se o adubo organomineral Biofós (3,8% de P2O5) e o Superfosfato Simples (18% P2O5). Aos 50 dias após a emergência das plantas de milho, realizou-se amostragem de solo nos vasos para avaliação dos teores de fósforo, matéria orgânica, cálcio, magnésio, saturação por bases e pH do solo. O fertilizante organomineral apresentou a mesma eficiência do superfosfato simples na fertilidade do solo, sendo que ambos promoveram as mesmas alterações nos valores de pH. As maiores doses de Biofós deveriam ter elevado os níveis de matéria orgânica do solo, o que não ocorreu; enquanto os teores de fósforo, cálcio, magnésio e saturação por bases não se diferenciaram em relação às fontes e doses de adubo utilizado.(AU)


Assuntos
Solo/química , Análise do Solo , Fósforo/administração & dosagem , Fósforo/efeitos adversos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA