Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 19 de 19
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. parasitol. vet ; 31(1): e019921, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1365759

Resumo

Abstract A total of 132 flounder specimens (60 Paralichthys isosceles, 36 Paralichthys patagonicus and 36 Xystreurys rasile) were collected off the coast of the state of Rio de Janeiro, Brazil. The fish were measured, necropsied, and had their organs investigated for hemiurid and lecithasterid digenean trematodes and camallanid and cucullanid nematodes. Taxonomic identification of the parasites was based on morphological and morphometric characters and was conducted using bright-field and scanning electron microscopies. The trematodes Lecithochirium monticellii and Aponurus laguncula were found parasitizing P. isosceles, P. patagonicus and X. rasile while the nematodes Procamallanus (Spirocamallanus) halitrophus and Cucullanus bonaerensis were found parasitizing P. isosceles and X. rasile and P. isosceles, P. patagonicus and X. rasile, respectively. Parasite indices of prevalence, mean intensity, mean abundance, and range of infection, as well as infection site, were evaluated for each parasite species. This study allowed to evidence the first occurrence of P. patagonicus by L. monticellii; X. rasile by A. laguncula and P. (S.) halitrophus; and P. isosceles and P. patagonicus by C. bonaerensis in the Western South Atlantic Ocean.


Resumo Um total de 132 espécimes de linguados (60 Paralichthys isosceles, 36 Paralichthys patagonicus e 36 Xystreurys rasile) foram coletados na costa do Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Os peixes foram medidos, necropsiados e tiveram seus órgãos investigados para o encontro de trematodeos digenéticos, das famílias Hemiuridae e Lecithasteridae, e nematoides das famílias Camallanidae e Cucullanidae. A identificação taxonômica dos parasitos foi baseada nos caracteres morfológicos e morfométricos, usando-se as microscopias de campo claro e eletrônica de varredura. Os trematódeos, Lecithochirium monticellii e Aponurus laguncula, foram encontrados parasitando P. isosceles, P. patagonicus e X. rasile, enquanto os nematoides, Procamallanus (Spirocamallanus) halitrophus e Cucullanus bonaerensis, foram encontrados parasitando P. isosceles e X. rasile e P. isosceles, P. patagonicus e X. rasile, respectivamente. Os índices parasitários de prevalência, intensidade média, abundância média e amplitude de variação da intensidade de infeção, bem como os sítios de infecção foram avaliados para cada espécie de parasito. Este é o primeiro registro de P. patagonicus por L. monticellii; X. rasile por A. laguncula e P. (S.) halitrophus; e de P. isosceles e P. patagonicus por C. bonaerensis no Oceano Atlântico Sul Ocidental.


Assuntos
Animais , Trematódeos/patogenicidade , Infecções por Trematódeos/veterinária , Linguado/parasitologia , Brasil
2.
Hig. aliment ; 33(288/289): 1860-1863, abr.-maio 2019.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26207

Resumo

O pargo, Pagrus pagrus, possui carne muito apreciada na culinária brasileira. Peixes marinhos podem albergar larvas de nematoides anisaquídeos, que podem causar anisaquidose no ser humano, se ingerirem peixes crus ou mal cozidos. Entre os meses de fevereiro e julho de 2017, foram coletados 115 peixes em mercados de pescados no Município de Arraial do Cabo, RJ. Os peixes foram necropsiados e 17 estavam parasitados por anisaquídeos. Os sítios de infecção foram intestino, fígado e cavidade abdominal. Os nematoides foram processados seguindo as técnicas helmintológicas e identificados em taxonomicamente como Hysterothylacium deardorffoverstreetorum. O objetivo foi identificar a nível específico os nematoides coletados das lesões das serosas de P. pagrus e relatar alterações patológicas encontradas.(AU)


Assuntos
Animais , Nematoides/classificação , Nematoides/parasitologia , Parasitologia de Alimentos , Carne/parasitologia , Perciformes/parasitologia , Peixes/parasitologia
3.
Hig. aliment ; 33(288/289): 1860-1863, abr.-maio 2019.
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482420

Resumo

O pargo, Pagrus pagrus, possui carne muito apreciada na culinária brasileira. Peixes marinhos podem albergar larvas de nematoides anisaquídeos, que podem causar anisaquidose no ser humano, se ingerirem peixes crus ou mal cozidos. Entre os meses de fevereiro e julho de 2017, foram coletados 115 peixes em mercados de pescados no Município de Arraial do Cabo, RJ. Os peixes foram necropsiados e 17 estavam parasitados por anisaquídeos. Os sítios de infecção foram intestino, fígado e cavidade abdominal. Os nematoides foram processados seguindo as técnicas helmintológicas e identificados em taxonomicamente como Hysterothylacium deardorffoverstreetorum. O objetivo foi identificar a nível específico os nematoides coletados das lesões das serosas de P. pagrus e relatar alterações patológicas encontradas.


Assuntos
Animais , Carne/parasitologia , Nematoides/classificação , Nematoides/parasitologia , Parasitologia de Alimentos , Peixes/parasitologia , Perciformes/parasitologia
4.
Hig. aliment ; 33(288/289): 1773-1776, abr.-maio 2019.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26166

Resumo

O controle de parasitos faz parte das inspeções oficiais de pescado, pois o consumo de espécimes parasitados pode oferecer risco à saúde humana. A presença de cestoides Trypanorhyncha causa aspecto repugnante que pode condenar o pescado como impróprio para consumo. Além disso, tem sido relacionados com potencial alergênico em modelo murino. Entre março e novembro de 2017 foram adquiridos 42 espécimes de Balistes capriscus Gmelin, 1789, peixe-porco, nos mercados do município de Niterói, Rio de Janeiro. Dos 42 peixes analisados, 4 estavam parasitados por plerocercos de Callitetrarhynchus gracilis (Rudolphi, 1819) Pintner, 1931 com prevalência de 10,5%, intensidade média de infecção de 1 parasito e a abundância média de 0,09. A presença desse cestoide ressalta sua importância higiênico-sanitária em B. capriscus.(AU)


Assuntos
Animais , Tetraodontiformes/parasitologia , Infecções por Cestoides/parasitologia , Infecções por Cestoides/veterinária , Carga Parasitária/veterinária , Peixes/parasitologia , Parasitologia de Alimentos
5.
Hig. aliment ; 33(288/289): 2085-2087, abr.-maio 2019.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-16253

Resumo

A presença de helmintos no pescado resulta em perdas econômicas devido a repugnância, além do risco de desenvolver reações alérgicas, reforçando a importância da inspeção higiênico-sanitária, como o caso dos cestoides da ordem Trypanorhyncha. Entre janeiro e setembro de 2018 foram adquiridos 30 espécimes de Fistularia petimba no Estado do Rio de Janeiro. Após a necropsia no Laboratório de Inspeção e Tecnologia de Pescado da Faculdade de Veterinária-UFF, foi verificado a positividade de dois peixes para o cestoide identificado como sendo da espécie Tentacularia coryphaenae, presente na cavidade abdominal e mesentério, apresentando os seguintes índices parasitários: prevalência 6,6%, intensidade média 1; abundância média 0,06.(AU)


Assuntos
Animais , Cestoides/parasitologia , Peixes/parasitologia , Parasitologia de Alimentos , Inspeção de Alimentos
6.
Hig. aliment ; 33(288/289): 1027-1029, abr.-maio 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-22439

Resumo

Em 2015 a queda da barragem de mineração no rio Doce, Minas Gerais, causou impactos ambientais, como o aumento da concentração de mercúrio (Hg). No ambiente o Hg passa pelo fenômeno de biomagnificação e se bioacumula no pescado. Em humanos, o Hg pode ser um risco à saúde coletiva e a contaminação ocorre através da ingestão de pescado com concentrações variadas do metal. Para determinar a contaminação mercurial total (HgT) da musculatura de pescado proveniente do rio Doce, da região de Linhares, Espírito Santo, 121 espécimes foram adquiridas, em novembro de 2016. A musculatura foi avaliada no DMA80® para determinar o grau de contaminação mercurial total, e os resultados médios variaram de 0 a 0,9490 mg/kg. Apesar dos valores estarem abaixo do limite máximo determinado pelas legislações (1 mg/kg), deve-se avaliar o grau de risco de exposição ao mercúrio da população através do consumo do pescado.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes , Contaminação de Alimentos/análise , Mercúrio/análise , Contaminação de Alimentos/legislação & jurisprudência , Colapso Estrutural , Oligoelementos
7.
Hig. aliment ; 33(288/289): 1027-1029, abr.-maio 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482092

Resumo

Em 2015 a queda da barragem de mineração no rio Doce, Minas Gerais, causou impactos ambientais, como o aumento da concentração de mercúrio (Hg). No ambiente o Hg passa pelo fenômeno de biomagnificação e se bioacumula no pescado. Em humanos, o Hg pode ser um risco à saúde coletiva e a contaminação ocorre através da ingestão de pescado com concentrações variadas do metal. Para determinar a contaminação mercurial total (HgT) da musculatura de pescado proveniente do rio Doce, da região de Linhares, Espírito Santo, 121 espécimes foram adquiridas, em novembro de 2016. A musculatura foi avaliada no DMA80® para determinar o grau de contaminação mercurial total, e os resultados médios variaram de 0 a 0,9490 mg/kg. Apesar dos valores estarem abaixo do limite máximo determinado pelas legislações (1 mg/kg), deve-se avaliar o grau de risco de exposição ao mercúrio da população através do consumo do pescado.


Assuntos
Animais , Contaminação de Alimentos/análise , Contaminação de Alimentos/legislação & jurisprudência , Mercúrio/análise , Peixes , Colapso Estrutural , Oligoelementos
8.
Hig. aliment ; 33(288/289): 1773-1776, abr.-maio 2019.
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482402

Resumo

O controle de parasitos faz parte das inspeções oficiais de pescado, pois o consumo de espécimes parasitados pode oferecer risco à saúde humana. A presença de cestoides Trypanorhyncha causa aspecto repugnante que pode condenar o pescado como impróprio para consumo. Além disso, tem sido relacionados com potencial alergênico em modelo murino. Entre março e novembro de 2017 foram adquiridos 42 espécimes de Balistes capriscus Gmelin, 1789, peixe-porco, nos mercados do município de Niterói, Rio de Janeiro. Dos 42 peixes analisados, 4 estavam parasitados por plerocercos de Callitetrarhynchus gracilis (Rudolphi, 1819) Pintner, 1931 com prevalência de 10,5%, intensidade média de infecção de 1 parasito e a abundância média de 0,09. A presença desse cestoide ressalta sua importância higiênico-sanitária em B. capriscus.


Assuntos
Animais , Carga Parasitária/veterinária , Infecções por Cestoides/parasitologia , Infecções por Cestoides/veterinária , Tetraodontiformes/parasitologia , Parasitologia de Alimentos , Peixes/parasitologia
9.
Hig. aliment ; 33(288/289): 2085-2087, abr.-maio 2019.
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1482467

Resumo

A presença de helmintos no pescado resulta em perdas econômicas devido a repugnância, além do risco de desenvolver reações alérgicas, reforçando a importância da inspeção higiênico-sanitária, como o caso dos cestoides da ordem Trypanorhyncha. Entre janeiro e setembro de 2018 foram adquiridos 30 espécimes de Fistularia petimba no Estado do Rio de Janeiro. Após a necropsia no Laboratório de Inspeção e Tecnologia de Pescado da Faculdade de Veterinária-UFF, foi verificado a positividade de dois peixes para o cestoide identificado como sendo da espécie Tentacularia coryphaenae, presente na cavidade abdominal e mesentério, apresentando os seguintes índices parasitários: prevalência 6,6%, intensidade média 1; abundância média 0,06.


Assuntos
Animais , Cestoides/parasitologia , Parasitologia de Alimentos , Peixes/parasitologia , Inspeção de Alimentos
10.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 28(3): 346-359, jun. 2019. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22973

Resumo

Flounders are commercially and economically important fish. A total of 120 specimens of flounders (60 Paralichthys isosceles, 30 Paralichthys patagonicus and 30 Xystreurys rasile) were collected off the coast of the state of Rio de Janeiro, Brazil. The fish were measured, necropsied and filleted, and then had their organs investigated for acanthocephalans. Taxonomic identification of the parasites was based on morphological, morphometric and genetic characters. Paralichthys isosceles and P. patagonicus were parasitized by juveniles of Serrasentis sagittifer, Bolbosoma turbinella, Corynosoma australe and C. cetaceum; Xystreurys rasile was parasitized by C. australe. Genetic characterization confirmed the identification of specimens of Bolbosoma turbinella and Corynosoma australe, as demonstrated by phylogenetic analyses using both ITS and cox1 molecular targets. Parasite indices of prevalence, intensity, mean intensity, abundance, mean abundance, and range of infection, as well as infection site, were evaluated for each parasite species. This is the first report of S. sagittifer parasitizing P. isosceles and P. patagonicus, and B. turbinella parasitizing P. patagonicus.(AU)


Os linguados são peixes comercial e economicamente importantes. Um total de 120 espécimes de linguados (60 Paralichthys isosceles, 30 P. patagonicus e 30 Xystreurys rasile) foram coletados no litoral do estado do Rio de Janeiro, Brasil. Os peixes foram medidos, necropsiados, filetados e tiveram seus órgãos investigados para a presença de acantocéfalos. A identificação taxonômica foi baseada em caracteres morfológicos, morfométricos e genéticos. Paralichthys isosceles e P. patagonicus estavam parasitados por acantocéfalos juvenis de Serrasentis sagittifer, Bolbosoma turbinella, Corynosoma australe e C. cetaceum; Xystreurys rasile estava parasitado com C. australe. A caracterização genética confirmou a identificação dos espécimes de Bolbosoma turbinella e Corynosoma australe, como demonstrado por análises filogenéticas usando ambos marcadores moleculares ITS e cox1. Foram analisados os índices parasitários: prevalência, intensidade, intensidade média, abundância, abundância média, amplitude de variação da infecção e sítio de infecção de cada espécie de parasito. Este é o primeiro registro de S. sagittifer parasitando P. isosceles e P. patagonicus, e de B. turbinella parasitando P. patagonicus.(AU)


Assuntos
Animais , Acantocéfalos/parasitologia , Linguados/parasitologia
11.
B. Inst. Pesca ; 43(3): 385-398, jul.-set. 2017. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-17650

Resumo

The tile fish, Lopholatilus villarii, occurs from Brazil to Argentina where it is commercially important it because possesses highly appreciated meat. The aim of this study was to identify the larvae of anisakid and raphidascaridid nematodes and trypanorhynch cestodes in L. villariipurchased in fish markets of the municipality of Niterói, state of Rio de Janeiro, Brazil, and calculate their parasitological indices and present their sites of infection. From August 2015 to September 2016, 31 specimens of L.villarii were investigated. The fish were necropsied and their viscera and musculature analyzed. The helminths found were processed according to standard helminthological techniques for taxonomic identification. Of 31 fish analyzed, 28 (90.3%) were parasitized with larvae of anisakid and raphidascaridid nematodes, Anisakis sp., Terranova sp., Pseudoterranova sp. and Hysterothylacium deardorffoverstreetorum (L3 and L4) and plerocercus of the trypanorhynch cestode Otobothrium sp. Their parasitological indices were calculated. The helminths parasitized mainly the serosas of intestine, stomach and liver, and H. deardorffoverstreetorum was also parasitizing the abdominal musculature of one fish. This is the first report of anisakid and raphidascaridid nematodes and trypanorhynch cestodes in L. villarii. Hygienic-sanitary aspects were discussed.(AU)


O peixe batata, Lopholatilus villarii, ocorre do Brasil a Argentina e possui uma carne apreciada e comercialmente importante. O objetivo deste estudo foi identificar as larvas de nematoides Anisakidae e Raphidascarididae e cestoides Trypanorhyncha de L. villarii obtidos em mercados de pescado do município de Niterói, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, calcular seus índices parasitários e apresentar os sítios de infecção. De agosto de 2015 a setembro de 2016, foram investigados 31 espécimes de L.villarii. Os peixes foram necropsiados e suas vísceras e musculatura e analisados. Os helmintos encontrados foram processados de acordo com as técnicas em helmintologia para permitir a identificação taxonômica. Dos 31 peixes analisados, 28 (90,3%) estavam parasitados com larvas de nematoides anisaquídeos e rafidascaridídeos: Anisakis sp., Terranova sp., Pseudoterranovasp. e Hysterothylacium deardorffoverstreetorum (L3 e L4) e plerocercos de cestoides Trypanorhyncha: Otobothrium sp. Seus índices parasitários foram calculados. Os helmintos estavam parasitando, principalmente, as serosas do intestino, estômago e fígado e H. deardorffoverstreetorum estava também na musculatura abdominal de um peixe. Este é o primeiro registro de nematoides anisaquídeos e rafidascaridídeos e cestoides Trypanorhyncha em L. villarii. Aspectos higiênico-sanitários foram discutidos.(AU)


Assuntos
Animais , Perciformes/parasitologia , Anisakis/isolamento & purificação , Cestoides/isolamento & purificação , Nematoides/isolamento & purificação , Helmintíase
12.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 26(2): 239-242, abr.-jun. 2017. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21133

Resumo

Priacanthus arenatus is a fish that occurs in the waters of the western Atlantic Ocean and has few records of parasitism. This study aimed to report histological changes caused by the larvae of Hysterothylacium deardorffoverstreetorum. Between July and December, 2013, 30 samples of P. arenatus were obtained from fish markets in the cities of Niterói and Rio de Janeiro, state of Rio de Janeiro, Brazil. Fragments of spleen, liver, stomach wall and mesentery tissues containing nodules and free parasites were extracted to histopathological study. Through histological analysis it was verified that these nodules consisted of connective tissue capsules, in which the parasites were located, with granulomatous inflammation mainly comprised of macrophages and lymphocytes. These nodules also consisted of a central portion of acellular amorphous material, formed by concentric layers, which was slightly basophilic and contained tunnels and, sometimes, parasite debris. The presence of tunnels in acellular amorphous material suggests that the larvae are initially located at the center of the nodules and then they migrate to the surface.(AU)


Priacanthus arenatus é um peixe que ocorre nas águas do Atlântico ocidental com poucos relatos de parasitimo. Este estudo objetivou relatar as características histológicas causadas pelas larvas de H. deardorffoverstreetorum em P. arenatus. Entre julho e dezembro de 2013, 30 espécimes de P. arenatus foram obtidas de mercados de peixes das cidades de Niterói e Rio de Janeiro, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. Fragmentos de baço, fígado, parede do estômago e mesentério contendo nódulos foram extraídos para estudo histopatológico. Foi observado através de análise histológica que esses nódulos eram constituídos por uma cápsula de tecido conjuntivo, onde se localizavam os parasitas viáveis, com infiltrado inflamatório granulomatoso, constituído, predominantemente, por macrófagos e linfócitos e por porção central de material amorfo acelular, formado por lâminas concêntricas, ligeiramente basofílico, contendo túneis e, por vezes, restos parasitários. A presença de túneis no material amorfo acelular dos nódulos analisados histologicamente sugerem que as larvas se localizam inicialmente no centro do granuloma e depois migram para a superfície do mesmo.(AU)


Assuntos
Animais , Ascaridoidea , Infecções por Ascaridida/patologia , Infecções por Ascaridida/veterinária , Doenças dos Peixes/patologia , Doenças dos Peixes/parasitologia
13.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 43(3): 385-398, jul.-set. 2017. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465272

Resumo

The tile fish, Lopholatilus villarii, occurs from Brazil to Argentina where it is commercially important it because possesses highly appreciated meat. The aim of this study was to identify the larvae of anisakid and raphidascaridid nematodes and trypanorhynch cestodes in L. villariipurchased in fish markets of the municipality of Niterói, state of Rio de Janeiro, Brazil, and calculate their parasitological indices and present their sites of infection. From August 2015 to September 2016, 31 specimens of L.villarii were investigated. The fish were necropsied and their viscera and musculature analyzed. The helminths found were processed according to standard helminthological techniques for taxonomic identification. Of 31 fish analyzed, 28 (90.3%) were parasitized with larvae of anisakid and raphidascaridid nematodes, Anisakis sp., Terranova sp., Pseudoterranova sp. and Hysterothylacium deardorffoverstreetorum (L3 and L4) and plerocercus of the trypanorhynch cestode Otobothrium sp. Their parasitological indices were calculated. The helminths parasitized mainly the serosas of intestine, stomach and liver, and H. deardorffoverstreetorum was also parasitizing the abdominal musculature of one fish. This is the first report of anisakid and raphidascaridid nematodes and trypanorhynch cestodes in L. villarii. Hygienic-sanitary aspects were discussed.


O peixe batata, Lopholatilus villarii, ocorre do Brasil a Argentina e possui uma carne apreciada e comercialmente importante. O objetivo deste estudo foi identificar as larvas de nematoides Anisakidae e Raphidascarididae e cestoides Trypanorhyncha de L. villarii obtidos em mercados de pescado do município de Niterói, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, calcular seus índices parasitários e apresentar os sítios de infecção. De agosto de 2015 a setembro de 2016, foram investigados 31 espécimes de L.villarii. Os peixes foram necropsiados e suas vísceras e musculatura e analisados. Os helmintos encontrados foram processados de acordo com as técnicas em helmintologia para permitir a identificação taxonômica. Dos 31 peixes analisados, 28 (90,3%) estavam parasitados com larvas de nematoides anisaquídeos e rafidascaridídeos: Anisakis sp., Terranova sp., Pseudoterranovasp. e Hysterothylacium deardorffoverstreetorum (L3 e L4) e plerocercos de cestoides Trypanorhyncha: Otobothrium sp. Seus índices parasitários foram calculados. Os helmintos estavam parasitando, principalmente, as serosas do intestino, estômago e fígado e H. deardorffoverstreetorum estava também na musculatura abdominal de um peixe. Este é o primeiro registro de nematoides anisaquídeos e rafidascaridídeos e cestoides Trypanorhyncha em L. villarii. Aspectos higiênico-sanitários foram discutidos.


Assuntos
Animais , Anisakis/isolamento & purificação , Cestoides/isolamento & purificação , Helmintíase , Nematoides/isolamento & purificação , Perciformes/parasitologia
14.
B. Inst. Pesca ; 42(3): 704-709, jul./set. 2016. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-15510

Resumo

Fish belonging to Oligoplites genus are found along the Americas" Atlantic coast. Cestodes belonging to the Trypanorhyncha order, although not possessing zoonotic character, can provide repulsive aspect to seafood; studies have shown that these cestodes may lead antibody responses when ingested. This study aimed to search cestodes belonging to the Trypanorhyncha order with importance in fish inspection, infesting the commercial fish named "guaivira", which comprises three species: Oligoplites saurus; O. palometa; O. saliens; they were marketed in the cities of Niterói (Rio de Janeiro State) and Ubatuba (São Paulo State), Brazil. Necropsies were performed in 56 specimens of this fish and parasites larvae were collected. Among the studied fish, 19 (33.9%) fish were infested by cestodes larvae belonging to the Trypanorhyncha order. In total, 47 plerocerci belonging to the Pterobothrium crassicolle species were collected, having the mesentery and serosa of the intestine as infection sites. This is the first record of Pterobothrium crassicolle infesting O. saurus. It was concluded that the Oligoplites saurus is an intermediate host of Pterobothrium crassicolle.(AU)


Os peixes pertencentes ao gênero Oligoplites são encontrados ao longo do litoral atlântico das Américas. Os cestoides da ordem Trypanorhyncha, apesar de não possuírem caráter zoonótico, podem conferir aspecto repugnante ao pescado; estudos demonstram que estes cestoides podem induzir respostas humorais quando ingeridos. O presente estudo objetivou pesquisar cestoides da ordem Trypanorhyncha com importância na inspeção do pescado infestando o peixe comercial guaivira, que compreende três espécies: Oligoplites saurus, O. palometa, O. saliens, comercializados nos municípios de Niterói, RJ e Ubatuba, SP. Foram necropsiados 56 espécimes deste peixe e as larvas de parasitos coletadas. Dos peixes estudados, 19 (33,9%) estavam parasitados com larvas de cestoides da ordem Trypanorhyncha. Foram coletados no total, 47 plerocercos da espécie Pterobothrium crassicolle, tendo como sítios de infecção o mesentério e serosa dos intestinos. Este é o primeiro registro de P. crassicolle infestando O. saurus. Concluiu-se que a espécie O. saurus é um hospedeiro intermediário de Pterobothrium crassicolle.(AU)


Assuntos
Animais , Cestoides , Perciformes/parasitologia , Inspeção de Alimentos , Parasitos
15.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 25(4): 492-496, Sept.-Dec. 2016. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744067

Resumo

Abstract In November 2014 and May 2015, a total of 44 specimens of the South American silver croaker Plagioscion squamosissimus were collected: 30 in Marajó Bay and 14 in the Tapajós River, state of Pará, Brazil. The aim was to investigate the presence of anisakid nematodes and determine their parasitism indices and sites of infection, because of their importance regarding health inspection. Sixty-nine Anisakis sp. larvae were found; among them, 16 larvae in seven fish collected in Marajó Bay and 53 larvae in four fish in the Tapajós River. The parasitism indices of the nematodes collected from the fish in Marajó Bay comprised prevalence (P) of 23%, mean infection intensity (MI) of 2.28, mean abundance (MA) of 0.53, range of infection (RI) of 1-4, and infection site (IS) in the mesentery. The fish from the Tapajós River showed P = 28%, MI = 13.2, MA = 3.8, RI = 1-22, and IS = mesentery and intestine. To assist in taxonomic identification, images of the specimens obtained through optical microscopy with Nomarski's interferential contrast system and scanning electron microscopy were used. This is the first record of Anisakis sp. parasitizing P. squamosissimus.(AU)


Resumo Em novembro de 2014 e maio de 2015, foi coletado um total de 44 espécimes de pescada branca, Plagioscion squamosissimus, sendo 30 na Baía de Marajó e 14 no Rio Tapajós, Estado do Pará, Brasil, com o objetivo de pesquisar a presença de nematoides anisaquideos e fornecer os índices parasitários, assim como os sítios de infecção, devido a sua importância na inspeção sanitária. Encontrou-se um total de 69 larvas de Anisakis sp., sendo 16 em 7 peixes coletados da Baía de Marajó e 53 larvas em 4 peixes do Rio Tapajós. Os índices parasitários desses nematoides coletados dos peixes da Baía de Marajó apresentaram prevalência (P) de 23%, intensidade média (IM) de 2,28, abundância média (AM) de 0,53, amplitude de variação da intensidade de infecção (AI) de 1-4 e sítio de infecção (SI) o mesentério; e os do Rio Tapajós P = 28%, IM = 13,2, AM = 3,8, AI = 1-22 e SI = mesentério e intestino. Para auxiliar na identificação taxonômica foram utilizadas imagens obtidas dos espécimes por microscopia ótica com sistema de contraste interferencial de Nomarski e microscopia eletrônica de varredura. Esse é o primeiro registro de Anisakis sp. parasitando P. squamosissimus.(AU)


Assuntos
Animais , Anisakis , Peixes/parasitologia , Perciformes/parasitologia , Larva , Baías , Rios/parasitologia
16.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 42(3): 704-709, jul./set. 2016. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465179

Resumo

Fish belonging to Oligoplites genus are found along the Americas" Atlantic coast. Cestodes belonging to the Trypanorhyncha order, although not possessing zoonotic character, can provide repulsive aspect to seafood; studies have shown that these cestodes may lead antibody responses when ingested. This study aimed to search cestodes belonging to the Trypanorhyncha order with importance in fish inspection, infesting the commercial fish named "guaivira", which comprises three species: Oligoplites saurus; O. palometa; O. saliens; they were marketed in the cities of Niterói (Rio de Janeiro State) and Ubatuba (São Paulo State), Brazil. Necropsies were performed in 56 specimens of this fish and parasites larvae were collected. Among the studied fish, 19 (33.9%) fish were infested by cestodes larvae belonging to the Trypanorhyncha order. In total, 47 plerocerci belonging to the Pterobothrium crassicolle species were collected, having the mesentery and serosa of the intestine as infection sites. This is the first record of Pterobothrium crassicolle infesting O. saurus. It was concluded that the Oligoplites saurus is an intermediate host of Pterobothrium crassicolle.


Os peixes pertencentes ao gênero Oligoplites são encontrados ao longo do litoral atlântico das Américas. Os cestoides da ordem Trypanorhyncha, apesar de não possuírem caráter zoonótico, podem conferir aspecto repugnante ao pescado; estudos demonstram que estes cestoides podem induzir respostas humorais quando ingeridos. O presente estudo objetivou pesquisar cestoides da ordem Trypanorhyncha com importância na inspeção do pescado infestando o peixe comercial guaivira, que compreende três espécies: Oligoplites saurus, O. palometa, O. saliens, comercializados nos municípios de Niterói, RJ e Ubatuba, SP. Foram necropsiados 56 espécimes deste peixe e as larvas de parasitos coletadas. Dos peixes estudados, 19 (33,9%) estavam parasitados com larvas de cestoides da ordem Trypanorhyncha. Foram coletados no total, 47 plerocercos da espécie Pterobothrium crassicolle, tendo como sítios de infecção o mesentério e serosa dos intestinos. Este é o primeiro registro de P. crassicolle infestando O. saurus. Concluiu-se que a espécie O. saurus é um hospedeiro intermediário de Pterobothrium crassicolle.


Assuntos
Animais , Cestoides , Inspeção de Alimentos , Perciformes/parasitologia , Parasitos
17.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 24(1): 72-77, Jan.-Mar. 2015. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-23954

Resumo

Between February and August, 2012, thirty specimens of Atlantic moonfish, Selene setapinnis, were purchased in local markets in Niterói, State of Rio de Janeiro, Brazil, with the aim of analyzing the presence of anisakid nematodes, establishing their rates of parasitism and infection sites, due to importance in the sanitary inspection. A total of sixty nematode larvae, belonging to at least two species were found: nine larvae of Terranova sp., Anisakidae, with prevalence (P) of 13.3%, mean intensity (MI) of 2.25, mean abundance (MA) of 0.30 and range of infection intensity (RI) from 1 to 6; and 51 larvae of Hysterothylaciumfortalezae, Raphidascarididae, with P = 26.7%, MI = 6.40, MA = 1.70, and RI = 1-17. The infection sites for Terranova sp. were the mesentery and liver serosa; and for H. fortalezae, the infection sites were the mesentery, abdominal cavity and liver serosa. New morphological data from scanning electron microscopy, on the external structures of H. fortalezae (mainly at the posterior end), are presented. This is the first report of H. fortalezae parasitizing S. setapinnis.(AU)


De Fevereiro a Agosto de 2012, trinta espécimes de peixe galo, Selene setapinnis, foram adquiridos de mercados locais em Niterói, Estado do Rio de Janeiro, Brasil, com o objetivo de analisá-los quanto à presença de nematoides anisaquídeos, estabelecendo seus índices parasitários e sítios de infecção, devido a sua importância na inspeção sanitária. Do total de sessenta larvas de nematoides, pelo menos duas espécies foram encontradas: nove larvas de Terranova sp., Anisakidae, com prevalência (P) de 13,3%, intensidade média (IM) de 2,25, abundância média (AM) de 0,30, e amplitude de variação da intensidade de infecção (AI) de 1 a 6; e 51 larvas de Hysterothylaciumfortalezae, Raphidascarididae, com P = 26,7%, IM = 6,40, AM = 1,70, e AI = 1 a 17. Os sítios de infecção para Terranova sp. foram o mesentério e a serosa do fígado; e para H. fortalezae, os sítios de infecção foram o mesentério, cavidade abdominal e serosa do fígado. Novos dados morfológicos das estruturas externas, principalmente da extremidade posterior de H. fortalezae, são evidenciados por microscopia eletrônica de varredura. Este é o primeiro relato de H. fortalezae parasitando S. setapinnis.(AU)


Assuntos
Animais , Anisakis/fisiologia , Ascaridoidea/fisiologia , Perciformes/parasitologia , Brasil
18.
Rev. bras. parasitol. vet ; 22(2): 281-284, Apr.-June 2013. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: lil-679417

Resumo

Between January and August 2012, thirty specimens of Cynoscion guatucupa (Cuvier, 1830) caught off coast of the municipality of Itajaí, state of Santa Catarina, Brazil (26° 54' 28″ S and 48° 39' 43″ W) and commercialized in the state of Rio de Janeiro were investigated for the presence of zoonotic nematodes. In total 853 larvae of four nematode parasite species were found. There were three species of Anisakidae: three larvae of Anisakis sp., with prevalence (P) of 10%, mean intensity (MI) of 1.0, mean abundance (MA) of 0.1 and infection site (IS) in the mesentery; five of Terranova sp. with P = 13.3%, MI = 1.25, MA = 0.17, range of infection (RI) from 1 to 2 and IS = mesentery; and seven of Contracaecum sp. with P = 6.6%, MI = 3.5, MA = 0.23, RI = 1 to 4 and IS = mesentery and abdominal cavity. There was one species of Raphidascarididae: 838 larvae of Hysterothylacium deardorffoverstreetorum with P = 83.3%, MI = 33.52, MA = 27.93, RI = 1 to 219 and IS = mesentery, liver serosa and abdominal cavity. This is the first report of larvae of Anisakis sp. and Contracaecum sp in C. guatucupa in Brazil.


Entre janeiro e agosto de 2012, 30 espécimes de Cynoscion guatucupa (Cuvier, 1830) pescados no litoral do município de Itajaí, estado de Santa Catarina, Brasil (26° 54' 28″ S e 48° 39' 43″ W) e comercializados no estado do Rio de Janeiro, foram investigados quanto á presença de nematóides zoonóticos. Foram encontradas 853 larvas de quatro espécies de nematóides parasitos. Três espécies pertencem á Anisakidae, sendo três larvas de Anisakis sp., com prevalência (P) de 10%, intensidade média (IM) de 1, abundância média (AM) de 0,1 e sítio de infecção (SI) o mesentério; cinco de Terranova sp., com P = 13,3%, IM = 1,25, AM = 0,17, amplitude de variação da intensidade de infecção (AI) de 1 a 2 e SI = mesentério; e sete de Contracaecum sp., com P = 6,6%, IM = 3,5, AM = 0,23, AI = 1 a 4 e SI = mesentério e cavidade abdominal. Uma espécie pertence á Raphidascarididae, sendo 838 larvas de Hysterothylacium deardorffoverstreetorum com P = 83,3%, IM = 33,52, AM = 27,93, AI = 1 a 219 e SI = mesentério, serosa do fígado e cavidade abdominal. Este é o primeiro registro de larvas de Anisakis sp. e Contracaecum sp. em C. guatucupa no Brasil.


Assuntos
Animais , Doenças dos Peixes/parasitologia , Nematoides/fisiologia , Infecções por Nematoides/veterinária , Perciformes/parasitologia , Zoonoses/parasitologia , Brasil , Larva , Infecções por Nematoides/parasitologia
19.
Acta Sci. Biol. Sci. ; 35(1): 129-133, jan.-mar.2013.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27441

Resumo

The blackfin goosefish is included in a prized fish category, representing valuable fishery resource worldwide. The aim of this study was to identify the Anisakidae larvae parasitizing this fish species, considering the hygienic-sanitary and public health importance of these parasites infecting specimens of the blackfin goosefish, Lophius gastrophysus Miranda-Ribeiro, 1915 (Lophiidae), purchased from markets in the municipalities of Cabo Frio, Niterói, Duque de Caxias and Rio de Janeiro; parasitological indices and sites of infection are presented. From March 2000 to December 2005, 87 specimens of Lophius gastrophysus were investigated for helminths. Seventeen fish (19.5%) were parasitized with larvae of anisakid nematodes. Anisakis simplex, Hysterothylacium sp. and Raphidascaris sp. appeared with prevalence of 1.14, 12.6 and 12.6%, intensity and mean intensity of infection of 1, 2.81, 10.5 and mean abundance of 0.01, 0.35 and 1.33 respectively. The sites of infection were stomach, stomach and intestine serosas and abdominal cavity. This is the first record of Anisakis simplex, Hysterothylacium sp. and Raphidascaris sp. for this species of fish.(AU)


Nematoides Anisakidae no peixe sapo-pescador, Lophius gastrophysus Miranda-Ribeiro, 1915 comercializados no Estado do Rio de Janeiro, Brasil. O peixe sapo-pescador é muito apreciado e representa um valioso recurso pesqueiro em nível mundial. O objetivo deste estudo foi o de identificar larvas de Anisakidae pela sua importância higiênico-sanitária e na saúde pública, cujos parasitos infectam espécimes do peixe sapo-pescador, Lophius gastrophysus Miranda-Ribeiro, 1915 (Lophiidae), obtidos em mercados dos municípios de Cabo Frio, Niterói, Duque de Caxias e Rio de Janeiro; são apresentados os índices parasitológicos e sítios de infecção dos helmintos encontrados. Foram investigados 87 espécimes de Lophius gastrophysus no período de março de 2000 a dezembro de 2005. Desses, 17 (19,5%) estavam parasitados por larvas de anisaquídeos. Anisakis simplex, Hysterothylacium sp. e Raphidascaris sp. apareceram com prevalências de 1,14, 12,6 e 12,6%, intensidade e intensidade média de infecção de 1, 2,81 e 10,5, abundância média de 0,01, 0,35 e 1,33 respectivamente. Os sítios de infecção foram o estômago, serosas do estômago e intestino e cavidade abdominal. Este é o primeiro registro de Anisakis simplex, Hysterothylacium sp. e Raphidascaris sp. nesta espécie de peixe.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/parasitologia , Infecções por Ascaridida/patologia , Infecções por Ascaridida/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA