Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 52(7): e20210004, 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1350590

Resumo

This article evaluated the vital parameters, blood gas measurements, cortisol values and radiological findings of goat kids born at term and prematurely during the first 48 hours of life. For this purpose, 24 kids from 24 goats were used and assigned to groups as follows: Group I, eight kids born through cesarean sections performed at 149 days of gestation; Group II, eight kids born through cesarean sections performed at 143 days of gestation; Group III, eight kids born through cesarean sections performed at 143 days of gestation, whose mothers received 20 mg of dexamethasone. Group I had lower heart rate values than the other groups at 60 minutes after birth. In terms of temperature, there was no difference between the groups. The pH values were reduced shortly after birth, rising at 24 and 48 hours in all animals studied. In terms of the cortisol levels, the values increased significantly at birth (M0), with the highest values obtained in animals in group II. These values decreased at 48 hours after birth in the evaluated goats. The animals belonging to group I showed better radiographic aspects, and throughout the 48 hours of evaluation, all newborns exhibited adequate respiratory adaptation. It can be concluded that antenatal dexamethasone administered at 143 days of gestation did not influence neonatal viability, metabolic or radiographic parameters. The metabolic changes found are consistent with the extrauterine adaptation period that animals in this stage of life.


O presente artigo teve como objetivo avaliar os parâmetros vitais, hemogasométricos, valores de cortisol e os achados radiológicos, de cabritos nascidos a termo e prematuros, durante as primeiras 48 horas de vida. Para tanto, foram utilizados 24 cabritos oriundos de 20 cabras, distribuídos nos grupos: grupo I: oito cabritos nascidos por meio de cesarianas realizadas aos 149 dias de gestação; grupo II: oito cabritos nascidos por meio de cesarianas realizadas aos 143 dias de gestação; grupo III: oito cabritos nascidos por meio de cesarianas realizadas aos 143 dias de gestação, cujas mães receberam 20 mg de dexametasona. O grupo I apresentou valores mais baixos de frequência cardíaca quando comparados aos demais grupos aos 60 minutos após o nascimento. Em relação à temperatura, não houve diferença entre os grupos nos momentos avaliados. Os valores de pH apresentaram-se diminuídos logo após o nascimento, vindo a elevar-se nos momentos 24 e 48 horas em todos animais estudados. Em relação à análise dos níveis de cortisol, os valores aumentaram de forma significativa no (M0), com os maiores valores obtidos nos animais do grupo II. Esses valores decresceram às 48 horas após o nascimento nos cabritos avaliados. Os animais pertencentes ao grupo I demonstraram melhores aspectos radiográficos, sendo que, ao longo das 48 horas de avaliação, todos os recém-nascidos possuíam adequada adaptação respiratória. Conclui-se que a dexametasona antenatal realizada aos 143 dias de gestação não exerceu influência sobre a viabilidade neonatal, parâmetros metabólicos e radiográficos. As alterações metabólicas encontradas são condizentes com o período de adaptação extrauterina que animais nessa fase de vida enfrentam.


Assuntos
Animais , Ruminantes/sangue , Dexametasona/uso terapêutico , Animais Recém-Nascidos/metabolismo
2.
Acta Vet. Brasilica ; 13(3): 135-139, Sept. 13, 2019. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1453175

Resumo

The urinary gamma-glutamyltransferase (GGTu) is a precocious indicator of renal lesion and the gold standard for the measurement of its activity is the automated method, although semi-automation is often utilized and studies relating this methodology to the occurrence and intensity of analytical errors are still scarce. Therefore, this work aimed to calculate the systematic and random errors in the determination of the GGTu activity in dogs with the use of the semi-automated method and evaluate if that methodology statistically differs from the automated method. 49 dog urine samples were collected through cystocentesis and centrifuged for separation of the supernatant, which was employed for the measurement of the GGTu activity by automated (reference) and semi-automated methods. Linear regression and Pearson correlation (r) tests were employed for the establishment of the systematic error. The random error was calculated according to Westgard; Hunt (1973). Lin’s concordance correlation coefficient was employed to evaluate the presence of concordance between automated and semi-automated techniques. In the analysis of results, a constant error of + 9.51 UI/L (a=9.5118), a proportional error of –9.37% (b=0.9063) and a random error of 9.91% was observed when the semi-automated methodology was employed. The determination (R2) and Lin coefficients were, respectively, 0.9859 with p<0.0001 and 0.9912, suggesting a great similarity and almost perfect concordance between the two methods. Therefore, the data verified that the semi-automation does not interfere significantly in the measurement of the GGTu activity within the minimum and maximum values observed in the study.


A gama glutamil transferase urinária (GGTu) é um biomarcador precoce de lesão renal e o padrão ouro para mensuração da sua atividade é o método automatizado, apesar disto, a semiautomação é frequentemente utilizada e são escassos os trabalhos que relacionam essa metodologia à ocorrência e intensidade de erros analíticos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo calcular os erros sistemático e randômico na determinação da atividade de GGTu de cães a partir do uso do método semiautomatizado e avaliar se essa metodologia difere estatisticamente do método automático. Coletou-se 49 amostras de urina de cães por cistocentese, as quais foram centrifugadas para separação do sobrenadante, que foi utilizado para a mensuração da atividade da GGTu pelos métodos automático, considerado como referência, e semiautomático. Os testes de regressão linear e correlação de Pearson (r) foram utilizados para o estabelecimento do erro sistemático. O erro randômico foi calculado de acordo com Westgard; Hunt (1973). Para avaliar a presença de concordância entre as técnicas automática e semiautomática foi empregado o coeficiente de concordância de Lin. Na análise dos resultados observou-se a presença de erro constante de + 9,51 UI/L (a= 9,5118), erro proporcional de -9,37% (b=0,9063) e erro randômico de 9,91% quando a metodologia semiautomática foi utilizada. Os coeficientes de determinação (R2) e de Lin calculados foram, respectivamente, 0,9859 com p<0,0001 e 0,9912, indicando alta semelhança e concordância quase perfeita entre os métodos analisados. Dessa maneira, esses dados mostram que a semiautomação não interfere significativamente na mensuração da atividade da GGTu dentro dos valores mínimo e máximo observados no trabalho.


Assuntos
Animais , Cães , Nefropatias/diagnóstico , Nefropatias/veterinária , Viés , gama-Glutamiltransferase/análise , gama-Glutamiltransferase/urina
3.
Acta Vet. bras. ; 13(3): 135-139, Sept. 13, 2019. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-23614

Resumo

The urinary gamma-glutamyltransferase (GGTu) is a precocious indicator of renal lesion and the gold standard for the measurement of its activity is the automated method, although semi-automation is often utilized and studies relating this methodology to the occurrence and intensity of analytical errors are still scarce. Therefore, this work aimed to calculate the systematic and random errors in the determination of the GGTu activity in dogs with the use of the semi-automated method and evaluate if that methodology statistically differs from the automated method. 49 dog urine samples were collected through cystocentesis and centrifuged for separation of the supernatant, which was employed for the measurement of the GGTu activity by automated (reference) and semi-automated methods. Linear regression and Pearson correlation (r) tests were employed for the establishment of the systematic error. The random error was calculated according to Westgard; Hunt (1973). Lins concordance correlation coefficient was employed to evaluate the presence of concordance between automated and semi-automated techniques. In the analysis of results, a constant error of + 9.51 UI/L (a=9.5118), a proportional error of –9.37% (b=0.9063) and a random error of 9.91% was observed when the semi-automated methodology was employed. The determination (R2) and Lin coefficients were, respectively, 0.9859 with p<0.0001 and 0.9912, suggesting a great similarity and almost perfect concordance between the two methods. Therefore, the data verified that the semi-automation does not interfere significantly in the measurement of the GGTu activity within the minimum and maximum values observed in the study.(AU)


A gama glutamil transferase urinária (GGTu) é um biomarcador precoce de lesão renal e o padrão ouro para mensuração da sua atividade é o método automatizado, apesar disto, a semiautomação é frequentemente utilizada e são escassos os trabalhos que relacionam essa metodologia à ocorrência e intensidade de erros analíticos. Sendo assim, este trabalho teve como objetivo calcular os erros sistemático e randômico na determinação da atividade de GGTu de cães a partir do uso do método semiautomatizado e avaliar se essa metodologia difere estatisticamente do método automático. Coletou-se 49 amostras de urina de cães por cistocentese, as quais foram centrifugadas para separação do sobrenadante, que foi utilizado para a mensuração da atividade da GGTu pelos métodos automático, considerado como referência, e semiautomático. Os testes de regressão linear e correlação de Pearson (r) foram utilizados para o estabelecimento do erro sistemático. O erro randômico foi calculado de acordo com Westgard; Hunt (1973). Para avaliar a presença de concordância entre as técnicas automática e semiautomática foi empregado o coeficiente de concordância de Lin. Na análise dos resultados observou-se a presença de erro constante de + 9,51 UI/L (a= 9,5118), erro proporcional de -9,37% (b=0,9063) e erro randômico de 9,91% quando a metodologia semiautomática foi utilizada. Os coeficientes de determinação (R2) e de Lin calculados foram, respectivamente, 0,9859 com p<0,0001 e 0,9912, indicando alta semelhança e concordância quase perfeita entre os métodos analisados. Dessa maneira, esses dados mostram que a semiautomação não interfere significativamente na mensuração da atividade da GGTu dentro dos valores mínimo e máximo observados no trabalho.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , gama-Glutamiltransferase/análise , gama-Glutamiltransferase/urina , Nefropatias/diagnóstico , Nefropatias/veterinária , Viés
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA