Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1464863

Resumo

The present work has like objective systematize the information regarding the legislation of the forbidden shrimp fishery season in the Southern and Southeastern regions of Brazil, since its creation in 1984 up to its last alteration in 2008. Since 1974, technical meetings are make for discuss the management of the shrimp fisheries in the Southern and Southeastern regions. In 1983, by the first time, the prohibition is recommended. In this work the main conclusions generated by the technical meetings work groups for shrimp fisheries management will be present. The prohibition was recommended like a form of diminish the pressure over part of the reproductive recruitment of shrimp species, however his application always found problems of diverse origins. Since when it was created, always existed the concern with the continuity of the prohibition, and that this went applied of correct way. The closed shrimp fisheries season was changed many times since his creation, and that probably occurred for adjusting better the ecological reality with shrimp fisheries in Brazil, also because different pressure of the productive sector, and by diverse other motivations. In the present days the closed season continues facing problems of diverse natures, involving the inefficiency of inspection, the absence of respect regarding the measure and the dissatisfaction of the productive sector. The p


O presente trabalho tem como objetivo sistematizar a informação referente à legislação do defeso dos camarões das regiões Sudeste e Sul do Brasil, desde a sua criação, em 1984, até a última alteração da medida, em 2008. Desde 1974 vêm sendo realizadas reuniões técnicas para discutir a gestão da pesca de camarões nas regiões Sudeste e Sul. Em 1983, pela primeira vez, o defeso é recomendado. No trabalho, são apresentadas as principais conclusões geradas pelos grupos de trabalho em reuniões técnicas de gestão da pesca de camarões. Percebe-se que o defeso foi recomendado como forma de diminuir a pressão sobre o período de pico do recrutamento do camarão-rosa, porém a sua aplicação sempre encontrou problemas de diversas origens. A partir da sua criação, sempre existiu a preocupação com a continuidade da medida, e de que essa fosse aplicada de maneira correta. O defeso foi alterado diversas vezes desde a sua criação, e isso, provavelmente, ocorreu tanto para se ajustar melhor à realidade ecológica das pescarias de camarões, tanto por pressão do setor produtivo, como por diversas outras motivações. Nos dias atuais, o defeso continua enfrentando problemas de diversas índoles, seja pela ineficiência fiscalizadora do estado, seja pela ausência de respeito em relação à medida e pela insatisfação do setor produtivo. A problemática em relação à correta aplicabilidade do defeso fez com fosse

2.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 33(2): 157-169, 2007.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1464741

Resumo

Spatial changes in the demersal ichthyofauna structure in the Pinheiros Bay, PR, were monitored between May 2003 and April 2004. Three bottom trawls were monthly performed at four points along an axis between the access inlet and inner areas of the Bay. The number of captured species, Shannons diversity index and Margalefs Richness Index were significantly different between inner and outer areas of the Bay. Average capture, expressed by individual total catch, did not differ significantly among the four areas, but spatial separation patterns were observed for some species. The analysis of the spatial structure of species sizes revealed differences in individual total length average values among the studied areas. Some species presented spatial differences in number of individuals caught among the four areas. Cathorops spixii showed preference for more internal areas and Isopisthus parvipinnis, Stellifer rastrifer and Stellifer brasiliensis, for the most external area of the Pinheiros Bay.


No período de maio de 2003 a abril de 2004 foram monitoradas as mudanças espaciais da estrutura da ictiofauna demersal da Baía dos Pinheiros, Paraná, através de três arrastos de fundo realizados mensalmente em quatro áreas ao longo de uma radial entre a barra de acesso e as áreas mais internas da Baía. Foram significativamente diferentes o número de espécies capturadas, o índice de diversidade de Shannon-Wiener e o Índice de Riqueza de Margalef entre as áreas internas e externas da Baía. As capturas médias em número total de exemplares não foram significativamente diferentes entre as quatro áreas, observando-se a existência de padrões de separação espacial de algumas espécies. A análise da distribuição espacial da estrutura de tamanho por espécie revelou diferenças no comprimento total médio dos exemplares entre as áreas pesquisadas. Algumas espécies apresentaram diferenças espaciais de captura em número de exemplares nas quatro áreas, havendo preferência da espécie Cathorops spixii pelas áreas mais internas e de Isopisthus parvipinnis, Stellifer rastrifer e Stellifer brasiliensis pela área mais externa da Baía dos Pinheiros.

3.
B. Inst. Pesca ; 35(4)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-761291

Resumo

The present work has like objective systematize the information regarding the legislation of the forbidden shrimp fishery season in the Southern and Southeastern regions of Brazil, since its creation in 1984 up to its last alteration in 2008. Since 1974, technical meetings are make for discuss the management of the shrimp fisheries in the Southern and Southeastern regions. In 1983, by the first time, the prohibition is recommended. In this work the main conclusions generated by the technical meetings work groups for shrimp fisheries management will be present. The prohibition was recommended like a form of diminish the pressure over part of the reproductive recruitment of shrimp species, however his application always found problems of diverse origins. Since when it was created, always existed the concern with the continuity of the prohibition, and that this went applied of correct way. The closed shrimp fisheries season was changed many times since his creation, and that probably occurred for adjusting better the ecological reality with shrimp fisheries in Brazil, also because different pressure of the productive sector, and by diverse other motivations. In the present days the closed season continues facing problems of diverse natures, involving the inefficiency of inspection, the absence of respect regarding the measure and the dissatisfaction of the productive sector. The p


O presente trabalho tem como objetivo sistematizar a informação referente à legislação do defeso dos camarões das regiões Sudeste e Sul do Brasil, desde a sua criação, em 1984, até a última alteração da medida, em 2008. Desde 1974 vêm sendo realizadas reuniões técnicas para discutir a gestão da pesca de camarões nas regiões Sudeste e Sul. Em 1983, pela primeira vez, o defeso é recomendado. No trabalho, são apresentadas as principais conclusões geradas pelos grupos de trabalho em reuniões técnicas de gestão da pesca de camarões. Percebe-se que o defeso foi recomendado como forma de diminuir a pressão sobre o período de pico do recrutamento do camarão-rosa, porém a sua aplicação sempre encontrou problemas de diversas origens. A partir da sua criação, sempre existiu a preocupação com a continuidade da medida, e de que essa fosse aplicada de maneira correta. O defeso foi alterado diversas vezes desde a sua criação, e isso, provavelmente, ocorreu tanto para se ajustar melhor à realidade ecológica das pescarias de camarões, tanto por pressão do setor produtivo, como por diversas outras motivações. Nos dias atuais, o defeso continua enfrentando problemas de diversas índoles, seja pela ineficiência fiscalizadora do estado, seja pela ausência de respeito em relação à medida e pela insatisfação do setor produtivo. A problemática em relação à correta aplicabilidade do defeso fez com fosse

4.
B. Inst. Pesca ; 33(2): 157-169, 2007.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-761086

Resumo

Spatial changes in the demersal ichthyofauna structure in the Pinheiros Bay, PR, were monitored between May 2003 and April 2004. Three bottom trawls were monthly performed at four points along an axis between the access inlet and inner areas of the Bay. The number of captured species, Shannons diversity index and Margalefs Richness Index were significantly different between inner and outer areas of the Bay. Average capture, expressed by individual total catch, did not differ significantly among the four areas, but spatial separation patterns were observed for some species. The analysis of the spatial structure of species sizes revealed differences in individual total length average values among the studied areas. Some species presented spatial differences in number of individuals caught among the four areas. Cathorops spixii showed preference for more internal areas and Isopisthus parvipinnis, Stellifer rastrifer and Stellifer brasiliensis, for the most external area of the Pinheiros Bay.


No período de maio de 2003 a abril de 2004 foram monitoradas as mudanças espaciais da estrutura da ictiofauna demersal da Baía dos Pinheiros, Paraná, através de três arrastos de fundo realizados mensalmente em quatro áreas ao longo de uma radial entre a barra de acesso e as áreas mais internas da Baía. Foram significativamente diferentes o número de espécies capturadas, o índice de diversidade de Shannon-Wiener e o Índice de Riqueza de Margalef entre as áreas internas e externas da Baía. As capturas médias em número total de exemplares não foram significativamente diferentes entre as quatro áreas, observando-se a existência de padrões de separação espacial de algumas espécies. A análise da distribuição espacial da estrutura de tamanho por espécie revelou diferenças no comprimento total médio dos exemplares entre as áreas pesquisadas. Algumas espécies apresentaram diferenças espaciais de captura em número de exemplares nas quatro áreas, havendo preferência da espécie Cathorops spixii pelas áreas mais internas e de Isopisthus parvipinnis, Stellifer rastrifer e Stellifer brasiliensis pela área mais externa da Baía dos Pinheiros.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA