Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 43(2): 629-640, mar.-abr. 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1368857

Resumo

Toxoplasma gondii and Neospora spp. are protozoa that have a significant impact on animal health due to the diseases they cause in domestic and wild animals. The aim of the present study was to investigate the presence of antibodies against T. gondii and Neospora spp. in cats from northern Brazil. Serum samples were collected from 180 cats in the municipality of Araguaína, Tocantins and used to evaluate the presence of anti-T. gondii and anti-Neospora spp. antibodies using the indirect fluorescent antibody test, with a cutoff of 1:64 and 1:25, respectively. The association between infection and individual animal characteristics (age, sex, origin, breed, and clinical signs) was tested using univariate analysis, followed by multivariate logistic regression. We found that 48.3% (87/180) of the animals had anti-T. gondii (95% CI: 40.8%­55.90%) and 3.9% (7/180) had anti-Neospora spp. (95% CI: 1.6%­7.8%) antibodies. There was no association between age, sex, breed origin, clinical signs, and seropositivity for T. gondii. Cats of defined breeds were more likely to be infected by Neospora spp. (OR = 10.7). Therefore, we found a high rate of seropositivity for T. gondii and a high rate of occurrence of Neospora infections in cats from the Araguaína region. The exposure of the feline population to the studied coccidia indicates the need to monitor the feline population for these infections and underscores the importance of effective sanitary measures against such pathogens.(AU)


Toxoplasma gondii e Neospora spp. são protozoários com impacto relevante na saúde animal devido às doenças que causam em animais domésticos e silvestres. O objetivo do presente estudo foi investigar a presença de anticorpos contra T. gondii e Neospora spp. em gatos do norte do Brasil. Amostras de soro foram coletadas de 180 gatos no município de Araguaína, Tocantinse utilizadas para avaliar a presença de anticorpos anti-T. gondii e anti-Neospora spp. pela reação de imunofluorescência indireta, utilizando um ponto de corte de 1:64 e 1:25, respectivamente. Associação da infecção com as caracteristicas individuais dos animais (idade, sexo, origem, raça e sinais clínicos) foram testadas por meio de análise univariada, seguida de análise multivariada por regressão logistica. Como resultado, 48,3% (87/180) dos animais apresentaram anticorpos anti-T. gondii (IC 95%: 40,8% -55,90%) e 3,9% (7/180) anti-Neospora spp. (IC 95%: 1,6% -7,8%). Não foi encontrada associação entre idade, sexo, raça, origem e presença de sinais clínicos e a soropositividade para T. gondii. Gatos com raça definida apresentaram maior chance de infecção por Neospora spp. (OR=10,7). Portanto, registra-se elevada soropositividade de gatos para T. gondii e a ocorrência de infecção por Neospora em gatos da região de Araguaína, Tocantins. A exposição da população felina aos coccídios estudados indica a necessidade de monitoramento da população de felinos quanto a estas infecções e aplicação de medidas sanitárias eficazes contra tais patógenos.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Toxoplasma , Coccídios , Neospora , Técnica Indireta de Fluorescência para Anticorpo , Anticorpos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA