Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-219938

Resumo

Com o aumento da população global, a demanda por fontes de proteínas derivadas do leite tem sido cada vez maior. A pecuária leiteira é uma fonte de renda para o pequeno e grande produtor. O cenário de produção de leite tem se tornado cada vez mais dinâmico para atender exigências atuais dos consumidores. Todavia há necessidade do fornecimento de uma dieta balanceada para suprir a exigência nutricional do animal. A alimentação representa 70% dos custos de produção pecuária. O uso de coprodutos é uma prática capaz de reduzir esses custos, já que permite substituir parcialmente componentes de dietas tradicionais, como o farelo de soja, um alimento proteico, e o milho, um concentrado energético. Porém, para o sucesso deste tipo de manejo, deve-se conhecer a eficiência do animal diante de dietas a base de coprodutos. Como alternativa, as tortas, resultantes do processo de extração de óleo de grãos de oleaginosas consistem em alimentos ricos em lipídeos e proteína. Os diferentes tipos de tortas oferecem as mais variadas composições químicas e bromatológicas, o que conferem distintas respostas do animal. Nesse estudo, objetivou-se realizar uma revisão sistemática e uma meta-análise para avaliação dos efeitos de tortas na ingestão e digestibilidade aparente da matéria seca (DAMS), produção e composição do leite de vacas leiteiras em lactação. O levantamento dos desfechos para a revisão sistemática e aquisição dos dados da meta-análise foi conduzido nas bases de dados Science.gov, Scopus Preview, PubMed, Web of Science, SciELO, Science Direct, Portal de Periódicos CAPES, WorldWideScience.org, Google Scholar, Academia.edu, Portal de Busca Integrada e EpringerLink, considerando artigos publicados entre os anos de 2009 a 2019. O conjunto de dados usado na meta-análise foi oriundo de 51 trabalhos publicados entre 2009-2019, que resultaram em 119 estudos com 18 tipos de tortas avaliadas em 1.350 vacas. As dispersões dos dados de atributos das vacas e características das dietas foram analisadas usando BoxPlots. O tamanho do efeito de cada estudo foi mensurado pela diferença média padronizada e os modelos de efeitos fixo e aleatório foram ajustados. Testes de heterogeneidade e de víeis de publicação foram aplicados. A análise de componentes principais foi utilizada para explicação da heterogeneidade dos resultados e identificação da contribuição de cada fração da dieta, tipo e teor de torta nas respostas das variáveis analisadas. As vacas alimentadas com tortas aumentaram a ingestão de matéria seca (IMS), em 0,366 kg d-1 (P <0,001) e IMS em função do peso vivo do animal em 0,103% (P<0,000) em relação à dieta sem torta. Já o teor de proteína do leite reduziu em 0,050% (P<0,010). Os teores de fibra em detergente neutro (FDN) (26 a 50%) e extrato etéreo EE (3% a 7%) das dietas com torta não afetaram a DAMS. O efeito da inserção da torta na produção de leite dependeu também da proporção de torta, concentrações de FDN e IMS. Tortas em níveis de 10 a 30% podem substituir o milho/soja da dieta sem afetar a produção de leite, a produção de componentes do leite (gordura, proteína e lactose) e os teores (gordura e lactose) do leite, mas podem reduzir o teor de proteína do leite.


With the increase in the global population, the demand for dairy protein sources has been increasing. Dairy farming is a source of income for small and large producers. The milk production scenario has become increasingly dynamic to meet current consumer demands. However, there is a need to provide a balanced diet to meet the animal's nutritional requirements. Feeding represents 70% of livestock production costs. The use of co-products is a practice capable of reducing these costs, since it partially replaces components of traditional diets, such as soybean, a protein food, and corn, an energy concentrate. However, for the success of this type of management, it is necessary to know the efficiency of the animal in coproduct diets. As an alternative, the cakes, resulting from the process of oil extraction from oilseeds grains consist of foods rich in lipids and protein. The different types of cakes offer the most varied chemical and bromatological compositions, which confer different responses of the animal. In this study, the objective was to carry out a systematic review and a meta-analysis to evaluate the effects of cakes on intake and apparent digestibility of dry matter (DAMS), production and composition of milk from lactating dairy cows. The survey of outcomes for the systematic review and acquisition of meta-analysis data was conducted in the databases Science.gov, Scopus Preview, PubMed, Web of Science, SciELO, Science Direct, CAPES Journal Portal, WorldWideScience.org, Google Scholar, Academia.edu, Portal de Busca Integrada and EpringerLink, considering articles published between 2009 and 2019. The data set used in meta-analysis came from 51 papers published between 2009-2019, which resulted in 119 studies with 18 types of cakes evaluated in 1,350 cows. The data dispersions of cow attributes and diet characteristics were analyzed using BoxPlots. The effect size of each study was measured by the standardized mean difference and the fixed and randomized effect models were adjusted. Heterogeneity and publication views tests were applied. Principal component analysis was used to explain the heterogeneity of results and identify the contribution of each diet fraction, cake type and content in the responses of the analyzed variables. Cows fed with cakes increased dry matter intake (IMS) by 0.366 kg d-1 (P <0.001) and IMS as a function of live weight of the animal by 0.103% (P<0.000) in relation to the diet without cake. The milk protein concentration reduced by 0.050% (P<0.010). The fiber content in neutral detergent (FDN) (26 to 50%) and ethereal extract EE (3% to 7%) of cake diets did not affect DAMS. The effect of inserting the cake in milk production also depended on the proportion of cake, FDN and IMS concentrations. cakes at levels of 10 to 30% can replace the corn/soybean in the diet without affecting milk production, the production of milk components (fat, protein and lactose) and the concentrations (fat and lactose) of milk, but can reduce the concentration of milk protein.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA