Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-215870

Resumo

Suínos se adaptam às adversidades ambientais impostas pelo confinamento à partir de alterações fisiológicas e comportamentais e a inserção de climatizações simples podem melhorar o conforto e o bem-estar dos animais. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos da climatização ambiental da maternidade livre de gaiolas, no comportamento e bem-estar de matrizes e leitões. Foram utilizadas 26 fêmeas e 281 leitões da linhagem Large White x Landrace, desmamados aos 21 dias, mantidos em dois tipos de ambiente: climatizado (ventilador e aspersor em telhado) e não climatizado (controle), no setor de suinocultura da Prefeitura do campus Fernando Costa, da USP, em Pirassununga. A temperatura interna no ambiente controle às 7 horas foi de 23,7°C±0,64 com umidade de 74% ±1,64 e às 13 horas de 26,2°C± 1,23 com umidade de 70,4%± 1,68. No ambiente climatizado, às 7 horas a temperatura ambiental encontrada foi de 22,1°C±0,66C com umidade de 81,9%±1,66 e às 13 horas 24,5°C±0,85 e umidade de 85,7%±1,34. A frequência respiratória e a temperatura retal foram obtidas três vezes por semana, duas vezes ao dia, de manhã e à tarde, por contagem do flanco por minuto e termômetro retal digital, respectivamente. As colheitas de saliva para análise de cortisol (apenas matrizes) foram realizadas uma vez por semana, duas vezes ao dia, de manhã e à tarde. A avaliação da hierarquia de dominância e os registros da escolha das tetas foram realizados em três análises por semana a partir de observações focais diretas, sendo duas por período, de manhã e à tarde. A classificação em leitões dominantes, intermediários e subordinados foi obtida por porca, de acordo com a apresentação de brigas entre leitões. Para análise estatística da hierarquia foi construída uma matriz binária de dominância baseada nas ocorrências das brigas, identificando os indivíduos das linhas que dominam indivíduos das colunas, analisados por meio de variância com efeitos fixos de tratamento, períodos, sexo e suas interações. O comportamento e a preferência ambiental foram obtidos três vezes por semana, duas vezes ao dia, duas horas por período, de manhã e à tarde. Os locais avaliados foram esquerdo (lado com bebedouros), direito (barra antiesmagamento), meio (cama e enriquecimento), frente (piso de concreto) e atrás (cama de bagaço de cana). As medidas de comportamento e preferência ambiental foram avaliadas por análise de variância, com efeitos de tratamento, hora e local. As temperaturas superficiais dorsais, ventrais, das patas, pernis, cabeças, focinhos, oculares e de glândula mamária (porcas) foram medidas utilizando câmera termográfica de infravermelho, além das temperaturas do telhado, da cama e do piso. A temperatura do ar, umidade relativa e a temperatura do globo negro também foram obtidas e armazenadas em datalogger e foram realizadas correlações entre os dados ambientais e de temperatura superficial. As imagens termográficas foram analisadas pelo software IRSoft Version 3.6 Testo e analisadas por variância com efeitos fixos de tratamento e estação do ano. Os resultados mostraram que em relação à hierarquia não houve efeito dos fatores fixos (P>0,05). Os leitões procuraram com maior frequência as tetas intermediárias, superiores e inferiores. O sexo não influenciou na classificação de hierarquia. Leitões classificados como leves apresentaram menor ganho de peso ao desmame no ambiente climatizado. Em relação ao comportamento, não houve interação entre os períodos e os locais para as porcas e leitões. As fêmeas preferiram o lado esquerdo, seguido pelo direito, na frente, atrás e no meio da baia. O peso ao desmame e a perda de peso das fêmeas não apresentaram efeito dos ambientes (P>0,05). Em relação às análises de termografia de infravermelho, as estações do ano influenciaram as temperaturas da cama, do concreto e telhado, devido as maiores temperaturas encontradas no verão. Foram encontradas correlações positivas em relação a temperatura interna das instalações para cama (r=0,28; P<0,05) e concreto (r=0,26; P<0,05). Para as fêmeas, as estações do ano influenciaram as temperaturas corporais. Foram encontradas correlações positivas em relação a cama e as temperaturas do dorso, ventre, glândula mamária, pernil, cabeça e olhos. A frequência respiratória apresentou correlação positiva com o dorso, focinho, cama, concreto e telhado. O cortisol salivar não apresentou correlações positivas e significativa com as instalações. As estações do ano e os períodos do dia influenciaram as temperaturas superficiais dos leitões, com maiores temperaturas no verão e no período da tarde. A frequência respiratória teve influência do período do dia com maiores frequências apresentadas à tarde. Conclui-se com este estudo que a climatização não influencia na escolha das tetas na glândula mamária. A climatização ambiental gerou maior conforto térmico às matrizes, no entanto, não alterou o conforto de leitões, uma vez que estes possuíam escamoteadores com a função de proteger contra temperaturas abaixo da sua zona de conforto térmico. A presença de ventiladores e aspersores de água no telhado não foi suficiente para reduzir a temperatura superficial corporal de fêmeas e leitões inseridos em baias livres de gaiolas em fase de maternidade.


Pigs adapt to the environmental adversities imposed by confinement from physiological and behavioral changes and the insertion of simple climatizations can improve the comfort and well-being of the animals. The objective of this study was to evaluate the effects of environmental conditioning of cage-free motherhood on the behavior and well-being of sows and piglets. Twenty-six females and 281 piglets of the Large White x Landrace strain, weaned at 21 days, were kept in two types of environment: climated (ventilator and sprinkler on roof) and non-climated (control) Costa, of the USP, in Pirassununga. The internal temperature in the control environment at 7 hours was 23.7 ° C ± 0.64 with humidity of 74% ± 1.64 and at 13 hours of 26.2 ° C ± 1.23 with humidity of 70.4% ± 1.68. In the air-conditioned environment, at 7 o'clock the ambient temperature was 22.1 ° C ± 0.66C with humidity of 81.9% ± 1.66 and at 13 hours 24.5 ° C ± 0.85 and humidity of 85 , 7% ± 1.34. Respiratory rate and rectal temperature were obtained three times a week, twice a day, morning and afternoon, by counting the flank per minute and digital rectal thermometer, respectively. Saliva harvests for cortisol analysis (matrices only) were performed once a week, twice daily in the morning and afternoon. The evaluation of dominance hierarchy and teat selection records were performed in three analyzes per week from direct focal observations, two per period, morning and afternoon. Classification in dominant, intermediate and subordinate piglets was obtained by sow, according to the presentation of fights among piglets. For statistical analysis of the hierarchy, a binary matrix of dominance based on occurrences of fights was constructed, identifying the individuals of the lines dominating column individuals, analyzed by means of variance with fixed treatment effects, periods, sex and their interactions. Behavior and environmental preference were obtained three times per week, twice a day, two hours per period, morning and afternoon. The sites evaluated were left (side with drinking fountains), right (anti-crushing bar), middle (bed and enrichment), front (concrete floor) and behind (cane bagasse bed). The measures of behavior and environmental preference were evaluated by analysis of variance, with effects of treatment, time and place. Dorsal, ventral surface temperatures of the legs, legs, heads, muzzles, eyepieces and mammary gland (sows) were measured using infrared thermographic camera, as well as roof, bed and floor temperatures. The air temperature, relative humidity and black globe temperature were also obtained and stored in a datalogger and correlations were made between environmental and surface temperature data. The thermographic images were analyzed by the software IRSoft Version 3.6 Testo and analyzed by variance with fixed effects of treatment and season of the year. The results showed that in relation to the hierarchy there was no effect of the fixed factors (P> 0.05). The piglets sought more often the intermediate, upper and lower teats. Sex did not influence the classification of hierarchy. Piglets classified as lightweight presented lower weight gain at weaning in the air-conditioned environment. Regarding the behavior, there was no interaction between periods and sites for sows and piglets. The females preferred the left side, followed by the right, front, back and middle of the bay. Weaning weight and weight loss of the females had no effect of the environments (P> 0.05). Regarding infrared thermography analyzes, the seasons of the year influenced bed, concrete and roof temperatures due to the higher summer temperatures. Positive correlations were found regarding the internal temperature of bed facilities (r = 0.28, P <0.05) and concrete (r = 0.26, P <0.05). For females, the seasons influenced the body temperatures. Positive correlations were found regarding bed and temperatures of the back, belly, mammary gland, thigh, head and eyes. The respiratory rate showed a positive correlation with the back, snout, bed, concrete and roof. Salivary cortisol did not present positive and significant correlations with the facilities. The seasons and the periods of the day influenced the superficial temperatures of the piglets, with higher temperatures in the summer and in the afternoon. The respiratory rate was influenced by the period of the day with higher frequencies presented in the afternoon. It is concluded with this study that the climatization does not influence the choice of the tits in the mammary gland. The ambient climated generated greater thermal comfort to the matrices, however, did not alter the comfort of piglets, since they had escamoteadores with the function of protecting against temperatures below their zone of thermal comfort. The presence of ventilators and water sprinklers on the roof was not sufficient to reduce the body surface temperature of females and piglets inserted in stalls free of maternity cages.

2.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-205055

Resumo

O bem-estar animal tem sido foco de discussões referindo-se ao modo como os animais são tratados dentro dos confinamentos. A prática do desgaste dos dentes é realizada no segundo dia de nascimento dos lactentes, buscando reduzir lesões cutâneas nos leitões e no aparelho mamário das matrizes. O incorreto desgaste pode propiciar lesões e enfermidades que deprimem a imunidade e o desenvolvimento do leitão. Discuti-se, no entanto, a possibilidade de manter os dentes íntegros, uma vez que o corte e ou desgaste dos dentes podem aumentar a mortalidade na maternidade, reduzindo a habilidade do leitão em competir pelos tetos e consequentemente ganhar peso. Atualmente tem se avaliado a estabilidade das instalações diante da qualidade de vida dos animais confinados. Assim surge a necessidade de analise do comportamento dos suínos diante dos procedimentos realizados nos primeiros dias de nascimento visando compreender e implantar aqueles que induzam ao menor sofrimento aos suínos contemplando simultaneamente o desempenho e bem-estar animal. Neste estudo foram avaliadas a presença e ausência de lesões nas faces dos leitões e nos tetos das matrizes a partir dos tratamentos de desgaste ou integridade dos dentes dos lactentes na fase de maternidade e a influencia destes tratamentos no comportamento, desempenho zootécnico e bem-estar de leitões e matrizes suínas durante as fases de maternidade, creche e pós-creche. Os dados foram analisados em delineamento inteiramente ao acaso com medidas repetidas no tempo. Utilizou-se o modelo misto com o efeito fixo de tratamento, data, período e suas interações; e o efeito aleatório de lote utilizando o procedimento MIXED do SAS (2008). Foi utilizado o teste de c2 para avaliar o efeito de tratamento sobre a prevalência de leitões com lesões, escore médio de lesão por leitegada e essa variável foi analisada por meio da análise de medidas repetidas, usando também o PROC MIXED do Statistical Análises Sytem©. Para os tratamentos empregados observou-se a apresentação de comportamentos típicos de animais confinados, no entanto, foram observadas importantes comportamentos relacionados a atividade mais intensa dos animais no momento da disputa pelos tetos nos primeiros dias de nascimento. Em relação ao desempenho notou-se a ausência de efeitos significativos no desempenho de matrizes suínas e leitegadas nos três locais avaliados, quando foi analisado o peso de entrada e saída setor de maternidade, de acordo com os tratamentos empregados. Para o desempenho na fase de creche, os tratamentos não demonstraram diferenças, entretanto, o efeito do local determinou diferenças significativas. Estes resultados sugerem que o procedimento de retirada dos dentes pode ser considerado desnecessário. Novos estudos realizados nesta área são necessários buscando elucidar a necessidade do procedimento de desgaste e prováveis efeitos subsequentes dentro das diferentes fases da criação.


The animal welfare has been focus of discussions referring to the way animals are treated within the confinements. The practice of wear on the teeth is performed on the second day of birth of the piglets, seeking to reduce skin lesions in piglets and breast apparatus of sows. Incorrect wear can provide injuries and diseases that depress immunity and the development of the piglet. Is discussed, however, the possibility of maintaining the integrity teeth once or cutting, and wear of teeth can increase mortality in maternity, reducing the pig's ability to compete for teats and consequently weight gain. Currently, it has been evaluated the stability of the installations on the quality of life of feedlot animals. Thus appear the need to analyze the behavior of the pigs on the procedures performed in the early days of birth in order to understand and implement those that lead to less suffering to pigs simultaneously considering performance and welfare. We evaluated the presence and absence of injuries on the faces of piglets and teats of sows from wear treatments or the integrity of the teeth of infants in the maternity phase and the influence of these treatments on behavior, animal performance and welfare piglets and sows during maternity phases, nursery and post nursery. Experimental design was conducted completely randomized with repeated measurements over time. We used the mixed model with fixed effect of treatment, date, time and their interactions; and the group of random effect using the MIXED procedure of SAS (2008). The c2 test was used to assess the treatment effect on the prevalence of pigs with lesions, the mean score per litter injury and this variable was analyzed using repeated measures analysis using SAS PROC MIXED. For applied treatments was observed that the presentation of typical behavior of feedlot animals, however, were observed important behaviors related to more intense activity of animals at the time of competition for teats in the early days of birth. Regarding the performance was observed the absence of significant effects on the performance of sows and piglets at the three sites assessed, when we analyzed the input weight and output maternity phase, according to the treatments applied. For the performance in the nursery phase the treatments showed no differences, however, the effect of the local determined significant differences. These results suggest that the teeth of the withdrawal procedure can be considered unnecessary. New researches in this area are needed to elucidate the need to wear procedure and probable subsequent effect within the different phases of creation.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA