Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 21
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Bol. ind. anim. (Impr.) ; 78: e1503, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1410417

Resumo

The objective of this study was to evaluate the fermentation parameters and chemical composition of elephant grass silage with inclusion of crushed mesquite pods, at the levels of 8, 16, 24 and 32% as a source of soluble carbohydrates, in addition to a control treatment (no mesquite pod). Fermentation parameters were evaluated for gas losses (GL), effluent losses (EL), dry matter recovery (DMR), pH, ammonia nitrogen (NH3-N), and chemical composition related to dry matter (DM), crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF), hemicellulose (HEM), cellulose (CEL), lignin (LIG) and total digestible nutrients (TDN). A quadratic behavior (p<0.05) was found for GL, with a reduction of 45.58% with 32% inclusion. There was a decrease (p<0.05) in EL (59.22%) and NH3-N (38.21%) and an increase in DMR by 17.57% as the mesquite pod meal was added to the silage. As for the chemical composition, the inclusion of mesquite pod meal promoted increments (p<0.05) of 72.28%, 69.58% and 29.80% for the DM, CP and TDN, respectively, and a decrease in NDF (29.92%) and ADF (31.84%) up to the highest level of inclusion of mesquite pod meal (32%). The inclusion of up to 32% mesquite pod meal in elephant grass silage promotes better fermentation stability in the silo, by reducing losses and increasing the DM content of the ensiled mass, which minimizes nutrient leaching. The use of mesquite pod meal as a source of soluble carbohydrates can also improve the silage chemical composition, increasing the content of CP and TDN, and reducing the content of NDF, ADF and Lignin.


Objetivou-se nesta pesquisa avaliar os parâmetros fermentativos e a composição química da silagem de Capim Elefante com adição de 8, 16, 24 ou 32% de vagens de algaroba trituradas, como fonte de carboidratos solúveis, junto ao tratamento controle (sem vagens). Foram avaliados os parâmetros fermentativos quanto às perdas por gases (PG), perdas por efluentes (PE), recuperação de matéria seca (RMS), pH, nitrogênio amoniacal (N-NH3), e a composição química referente aos teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), hemicelulose (HEM), celulose (CEL), lignina (LIG) e nutrientes digestíveis totais (NDT). Observou-se comportamento quadrático (p<0,05) para PG, obtendo-se redução de 45,58% nesse parâmetro com 32% de inclusão, em relação ao tratamento controle. Houve decréscimo (p<0,05) nos valores de PE (59,22%) e N-NH3 (38,21%) e acréscimo na RMS de 17,57% conforme a adição das vagens na silagem. Quanto à composição química, a inclusão das vagens promoveu incrementos (p<0,05) de 72,28%, 69,58% e 29,80% para os teores de MS, PB e NDT, respectivamente, e diminuição nos valores de FDN (29,92%) e FDA (31,84%) até o maior de nível de inclusão das vagens (32%). A inclusão de até 32% de vagens de algaroba trituradas em silagem de capim elefante promove melhor estabilidade fermentativa no silo, por redução nas perdas e aumento no teor de MS da massa ensilada, o que minimiza a lixiviação de nutrientes. O uso das vagens como fonte de carboidratos solúveis, também pode melhorar a composição química da silagem, elevando os teores de PB e de NDT, e reduzindo os teores de FDN, FDA e Lignina.


Assuntos
Efluentes Industriais , Prosopis/química , Pennisetum/crescimento & desenvolvimento , Lignina/análise , Silagem/análise
2.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 21: e, 23 mar. 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1473745

Resumo

The objective was to evaluate the chemical composition and in situ degradation of Maasai, Mombasa and Tanzania grasses belonging to the genus Panicum, at 22, 34 and 46 days after regrowth. The contents of dry matter (DM), crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF) and acid detergent fiber (ADF) were determined. For the evaluation of ruminal degradation, 4 g sample were placed in nylon bags and incubated in the rumen of a fistulated animal, for 6, 24 and 72 h. The experiment had a completely randomized design for chemical composition analysis and a split-split plot completely randomized design for in situ degradation, with means compared by Tukey test at 5%. There was an increase in the contents of DM (+ 1.69%) and NDF (+ 5.06%) (P < 0.05) of the grasses at the highest cutting ages with reduction in the CP fraction. The potential degradation (PD) of DM, NDF and CP decreased with advancing age of grasses, with an increase in colonization time (0.69 h) and NDF degradation rate (1.14%/h). The increase in the post-regrowth age of the Massai, Mombasa, and Tanzania grasses increases the acid detergent fiber content and reduces the crude protein content, with a negative effect on the degradation of DM, PB and NDF. The management of these cultivars is indicated at 22 and 34 days post-regrowth to obtain forage with better nutritional value.


Neste trabalho, objetivou-se avaliar a composição química e a degradação in situ das gramíneas do gênero Panicum Massai, Mombaça e Tanzânia nas idades 22, 34 e 46 dias pós-rebrota. Quantificou-se os teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). Na avaliação da degradabilidade in situ foram pesadas 4 g de amostra em sacos de náilon incubados no rúmen de um bovino fistulado, nos tempos 6, 24 e 72 h. Adotou-se delineamento inteiramente casualizado para composição química e em parcela subdividida para degradação in situ, com médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Houve aumento nos teores de MS (+1,69%) e FDN (+5,06%) (P < 0,05) das gramíneas nas maiores idades de corte com redução da fração PB. A degradação potencial (DP) da MS, FDN e PB apresentou redução com o aumento da idade das gramíneas, com o aumento no tempo de colonização (0,69 h) e a taxa de degradação da FDN (1,14%/h). O aumento da idade pós-rebrota das gramíneas Massai, Mombaça, e Tanzânia eleva os teores de fibra em detergente ácido e reduz a proteína bruta, com efeito negativo na degradação da MS, PB e FDN, sendo indicado manejo desses cultivares aos 22 e 34 dias pós-rebrota para se obter forragem com melhor valor nutricional.


Assuntos
Brotos de Planta , Panicum/química , Bovinos , Rúmen
3.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 21: e, 23 mar. 2020. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473776

Resumo

Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a composição química e a degradação in situ do feno de pindoba de babaçu submetido à amonização com três doses de ureia na matéria seca (MS) (2, 4 e 6%) nas alturas de 0 - 1,5 e 1,6 - 3,0 metros. Para avaliação da degradação, pesou-se 4 g de amostra em sacos de náilon, incubados no rúmen de dois bovinos fistulados, nos tempos 6, 24 e 72 h com 5 repetições por tratamento. A amonização com ureia elevou (P<0,05) os teores de proteína bruta (PB) do feno de pindoba de babaçu, porém não influenciou os teores de fibra em detergente neutro (FDNcp) e ácido (FDAcp) livres de nitrogênio, com aumento dessas frações quanto mais alta a forrageira. A degradação potencial da MS foi elevada, com destaque para o tratamento com 4% na MS e altura de 0 - 1,5m (28,45%). A amonização reduziu o tempo de colonização (lag) da FDN (00 h 48 min para altura de 0 - 1,5m) e elevou a fração degradável (Bp). O feno de pindoba de babaçu apresenta melhor degradação potencial e efetiva da MS, PB e FDN quando obtido em altura até 1,5 m e submetido à amonização com doses acima de 4% de ureia, sendo indicados essa altura e esse nível de alcalinização para se obter um feno de melhor qualidade.


The objective of this research was to evaluate the chemical composition and in situ degradation of pindoba babaçu hay submitted to ammonization with three doses of dry matter (DM) urea (2, 4 and 6%) at heights of 0 - 1.5 and 1.6 - 3.0 meters. To evaluate the degradation, 4 g of sample were weighed in nylon bags, incubated in the rumen of two fistulated cattle, at 6, 24 and 72 h, with 5 replications per treatment. Urea ammonization increased (P<0.05) the crude protein (CP) contents of pindoba babassu hay, but did not influence the nitrogen-free (NDFc) and acid (ADFc) detergent fiber contents with the higher these fractions the higher the forage. Potential degradation of DM was high, especially treatment with 4% in DM and height of 0 - 1.5m (28.45%). Ammonization reduced NDF colonization time (lag) (00 h 48 min to 0 - 1.5 m height) and increased degradable fraction (Bp). Babassu pindoba hay presents the best potential and effective degradation of DM, CP and NDF when obtained in height up to 1.5 m and submitted to ammonization with doses above 4% of urea. This height and alkalization level are indicated to obtain a better quality hay.


Assuntos
Amônia , Arecaceae/química , Rúmen/química , Ureia
4.
Ci. Anim. bras. ; 21: e-48803, 13 mar. 2020. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-32141

Resumo

Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a composição química e a degradação in situ do feno de pindoba de babaçu submetido à amonização com três doses de ureia na matéria seca (MS) (2, 4 e 6%) nas alturas de 0 - 1,5 e 1,6 - 3,0 metros. Para avaliação da degradação, pesou-se 4 g de amostra em sacos de náilon, incubados no rúmen de dois bovinos fistulados, nos tempos 6, 24 e 72 h com 5 repetições por tratamento. A amonização com ureia elevou (P<0,05) os teores de proteína bruta (PB) do feno de pindoba de babaçu, porém não influenciou os teores de fibra em detergente neutro (FDNcp) e ácido (FDAcp) livres de nitrogênio, com aumento dessas frações quanto mais alta a forrageira. A degradação potencial da MS foi elevada, com destaque para o tratamento com 4% na MS e altura de 0 - 1,5m (28,45%). A amonização reduziu o tempo de colonização (lag) da FDN (00 h 48 min para altura de 0 - 1,5m) e elevou a fração degradável (Bp). O feno de pindoba de babaçu apresenta melhor degradação potencial e efetiva da MS, PB e FDN quando obtido em altura até 1,5 m e submetido à amonização com doses acima de 4% de ureia, sendo indicados essa altura e esse nível de alcalinização para se obter um feno de melhor qualidade.(AU)


The objective of this research was to evaluate the chemical composition and in situ degradation of pindoba babaçu hay submitted to ammonization with three doses of dry matter (DM) urea (2, 4 and 6%) at heights of 0 - 1.5 and 1.6 - 3.0 meters. To evaluate the degradation, 4 g of sample were weighed in nylon bags, incubated in the rumen of two fistulated cattle, at 6, 24 and 72 h, with 5 replications per treatment. Urea ammonization increased (P<0.05) the crude protein (CP) contents of pindoba babassu hay, but did not influence the nitrogen-free (NDFc) and acid (ADFc) detergent fiber contents with the higher these fractions the higher the forage. Potential degradation of DM was high, especially treatment with 4% in DM and height of 0 - 1.5m (28.45%). Ammonization reduced NDF colonization time (lag) (00 h 48 min to 0 - 1.5 m height) and increased degradable fraction (Bp). Babassu pindoba hay presents the best potential and effective degradation of DM, CP and NDF when obtained in height up to 1.5 m and submitted to ammonization with doses above 4% of urea. This height and alkalization level are indicated to obtain a better quality hay.(AU)


Assuntos
Arecaceae/química , Amônia , Ureia , Rúmen/química
5.
Ci. Anim. bras. ; 21: e-55699, June 16, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-32020

Resumo

The objective was to evaluate the chemical composition and in situ degradation of Maasai, Mombasa and Tanzania grasses belonging to the genus Panicum, at 22, 34 and 46 days after regrowth. The contents of dry matter (DM), crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF) and acid detergent fiber (ADF) were determined. For the evaluation of ruminal degradation, 4 g sample were placed in nylon bags and incubated in the rumen of a fistulated animal, for 6, 24 and 72 h. The experiment had a completely randomized design for chemical composition analysis and a split-split plot completely randomized design for in situ degradation, with means compared by Tukey test at 5%. There was an increase in the contents of DM (+ 1.69%) and NDF (+ 5.06%) (P < 0.05) of the grasses at the highest cutting ages with reduction in the CP fraction. The potential degradation (PD) of DM, NDF and CP decreased with advancing age of grasses, with an increase in colonization time (0.69 h) and NDF degradation rate (1.14%/h). The increase in the post-regrowth age of the Massai, Mombasa, and Tanzania grasses increases the acid detergent fiber content and reduces the crude protein content, with a negative effect on the degradation of DM, PB and NDF. The management of these cultivars is indicated at 22 and 34 days post-regrowth to obtain forage with better nutritional value.(AU)


Neste trabalho, objetivou-se avaliar a composição química e a degradação in situ das gramíneas do gênero Panicum Massai, Mombaça e Tanzânia nas idades 22, 34 e 46 dias pós-rebrota. Quantificou-se os teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN) e fibra em detergente ácido (FDA). Na avaliação da degradabilidade in situ foram pesadas 4 g de amostra em sacos de náilon incubados no rúmen de um bovino fistulado, nos tempos 6, 24 e 72 h. Adotou-se delineamento inteiramente casualizado para composição química e em parcela subdividida para degradação in situ, com médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Houve aumento nos teores de MS (+1,69%) e FDN (+5,06%) (P < 0,05) das gramíneas nas maiores idades de corte com redução da fração PB. A degradação potencial (DP) da MS, FDN e PB apresentou redução com o aumento da idade das gramíneas, com o aumento no tempo de colonização (0,69 h) e a taxa de degradação da FDN (1,14%/h). O aumento da idade pós-rebrota das gramíneas Massai, Mombaça, e Tanzânia eleva os teores de fibra em detergente ácido e reduz a proteína bruta, com efeito negativo na degradação da MS, PB e FDN, sendo indicado manejo desses cultivares aos 22 e 34 dias pós-rebrota para se obter forragem com melhor valor nutricional.(AU)


Assuntos
Panicum/química , Brotos de Planta , Rúmen , Bovinos
6.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-733703

Resumo

The objective of this study was to evaluate in situ ruminal degradability of elephant grass silages with addition of 8, 16 and 24% of faveira pods in experimental silos of 100x50 mm, equipped with bunsen valves. The content of crude protein (cp) and neutral detergent fiber (ndf) were determined on a dry matter basis. To evaluate the in situ degradability of dm, cp and ndf, nylon bags containing 4 g sample were incubated in the rumen of three fistulated cattle for 6, 24 and 72h. The dm and cp content of elephant grass silages increased (p < 0.05) from 8% inclusion associated with a higher concentration of constituents in faveira pods (77.25 and 9.61% dm). The ndf fraction reduced 10.91% (p < 0.05) when adding 24% pods. The potential degradation (pd) of dm and cp increased with inclusion of faveira pods, with 75.97 and 95.21%, respectively, for the level of 24%. There was increased potentially degradable fraction (bp) of ndf by 7.07% with inclusion of 24% faveira pods, as well as a reduced colonization time (lag) from 3.81 to 3.44 hours. The addition of up to 24% faveira pods to elephant grass silages improves rumen microbial degradation, and it is indicated this level of addition to obtain better quality silage.(AU)


Objetivou-se avaliar a degradabilidade in situ de silagens de capim-elefante com adição de 8, 16 e 24% de vagens de faveira. A partir da ms, foram determinados os teores de proteína bruta (pb) e fibra em detergente neutro (fdn). Para avaliar a degradabilidade in situ da ms, pb e fdn, utilizaram-se sacos de náilon, incubados no rúmen de três bovinos fistulados nos tempos 6, 24 e 72h. Os teores de ms e pb das silagens de capim-elefante aumentaram (p < 0,05) a partir de 8% de inclusão associado a maior concentração desses constituintes nas vagens de faveira (77,25 e 9,61% ms). A fração fdn reduziu 10,91% (p < 0,05) quando da adição de 24% das vagens. A degradação potencial (dp) da ms e pb aumentou com inclusão das vagens de faveira, com 75,97 e 95,21%, respectivamente, para o nível de 24%. Houve aumento de 7,07% na fração potencialmente degradável (bp) da fdn com inclusão de 24% de vagens de faveira, além de redução no tempo de colonização (lag) de 3,81 para 3,44 horas. A adição de até 24% de vagens de faveira em silagens de capim-elefante melhora a degradação microbiana ruminal, sendo indicado esse nível de adição para obter silagem de melhor qualidade.(AU)


Assuntos
Silagem , Fabaceae/efeitos adversos , Fabaceae/química , Pennisetum , Biodegradação Ambiental
7.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1459795

Resumo

The objective of this study was to evaluate in situ ruminal degradability of elephant grass silages with addition of 8, 16 and 24% of faveira pods in experimental silos of 100x50 mm, equipped with bunsen valves. The content of crude protein (cp) and neutral detergent fiber (ndf) were determined on a dry matter basis. To evaluate the in situ degradability of dm, cp and ndf, nylon bags containing 4 g sample were incubated in the rumen of three fistulated cattle for 6, 24 and 72h. The dm and cp content of elephant grass silages increased (p < 0.05) from 8% inclusion associated with a higher concentration of constituents in faveira pods (77.25 and 9.61% dm). The ndf fraction reduced 10.91% (p < 0.05) when adding 24% pods. The potential degradation (pd) of dm and cp increased with inclusion of faveira pods, with 75.97 and 95.21%, respectively, for the level of 24%. There was increased potentially degradable fraction (bp) of ndf by 7.07% with inclusion of 24% faveira pods, as well as a reduced colonization time (lag) from 3.81 to 3.44 hours. The addition of up to 24% faveira pods to elephant grass silages improves rumen microbial degradation, and it is indicated this level of addition to obtain better quality silage.


Objetivou-se avaliar a degradabilidade in situ de silagens de capim-elefante com adição de 8, 16 e 24% de vagens de faveira. A partir da ms, foram determinados os teores de proteína bruta (pb) e fibra em detergente neutro (fdn). Para avaliar a degradabilidade in situ da ms, pb e fdn, utilizaram-se sacos de náilon, incubados no rúmen de três bovinos fistulados nos tempos 6, 24 e 72h. Os teores de ms e pb das silagens de capim-elefante aumentaram (p < 0,05) a partir de 8% de inclusão associado a maior concentração desses constituintes nas vagens de faveira (77,25 e 9,61% ms). A fração fdn reduziu 10,91% (p < 0,05) quando da adição de 24% das vagens. A degradação potencial (dp) da ms e pb aumentou com inclusão das vagens de faveira, com 75,97 e 95,21%, respectivamente, para o nível de 24%. Houve aumento de 7,07% na fração potencialmente degradável (bp) da fdn com inclusão de 24% de vagens de faveira, além de redução no tempo de colonização (lag) de 3,81 para 3,44 horas. A adição de até 24% de vagens de faveira em silagens de capim-elefante melhora a degradação microbiana ruminal, sendo indicado esse nível de adição para obter silagem de melhor qualidade.


Assuntos
Fabaceae/efeitos adversos , Fabaceae/química , Pennisetum , Silagem , Biodegradação Ambiental
8.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 18(1): 38-49, jan.-mar. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-15330

Resumo

This experiment evaluated the correlation between the estimates of fecal digestibility and dry matter digestibility (DMD) and nutrients obtained using internal (indigestibles dry materiDM, neutral detergent fiber-iNDF, acid detergent fiber-iADF and acid detergent ligniniADL) and external (chromium oxide-Cr2O3, titanium dioxide-TiO2, and purified and enriched lignin from eucalyptus-LIPE®) markers and the values obtained by the total feces collection method. Twenty uncastrated male sheep, with 29.64±5.53 kg average live weight; approximately 12 months old, were kept in metabolic cages and fed diets containing untreated sugarcane-top hay or sugarcane-top hay hydrolyzed with 3 and 6% urea or 1.5 and 3% calcium oxide (CaO). There was a positive correlation (P<.05) between the fecal production estimated by the markers and via total feces collection, with coefficients higher than 90% for iDM, Cr2O3, and TiO2. The DMD and nutrients estimated with the use of markers was positively correlated (P<.05) with that obtained by total feces collection. Coefficients of correlation for digestibility obtained by total collection were higher than those obtained with Cr2O3, but close to those obtained using TiO2. The coefficient of correlation between the digestibility of protein and fiber fraction estimated with iDM and iNDF and that obtained by total collection was higher than 70%. Internal marker iDM and external markers Cr2O3 and TiO2 are effective in estimating fecal production and DMD and nutrients.(AU)


Avaliou-se a correlação das estimativas de produção fecal e digestibilidade da matéria seca (DMS) e nutrientes obtidas por indicadores internos (matéria seca-MSi, fibra em detergente neutro-FDNi, fibra em detergente ácido-FDAi e lignina em detergente ácido-LDAi indigestíveis) e externos (óxido de cromo-Cr2O3, dióxido de titânio-TiO2 e lignina purificada e enriquecida de eucalipto-LIPE®) com valores obtidos pelo método de coleta total de fezes. Utilizaram-se 20 ovinos, machos, não castrados, com 29,64 ± 5,53 kg de peso vivo médio e aos 12 meses de idade, mantidos em gaiolas metabólicas e alimentados com rações compostas por feno de ponta de cana-de-açúcar não tratado ou hidrolisado com 3 e 6% de ureia ou 1,5 e 3% de óxido de cálcio (CaO). Houve correlação positiva (P<0,05) da produção fecal estimada pelos indicadores com a coleta total de fezes, com coeficientes maiores de 90% para MSi, Cr2O3 e TiO2. A digestibilidade da MS e de nutrientes estimada a partir do uso de indicadores correlacionou-se positivamente com a obtida pela coleta total de fezes. Maiores coeficientes de correlação foram obtidos para a digestibilidade por coleta total em relação ao Cr2O3, com valores aproximados aos obtidos para TiO2. Quanto aos indicadores internos MSi e FDNi, a digestibilidade da proteína e fração fibrosa apresentou coeficiente de correlação com a digestibilidade por coleta total superior a 70%. O indicador interno MSi e os externos Cr2O3 e TiO2 são eficazes na estimativa da produção fecal e digestibilidade da MS e nutrientes.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/metabolismo , Saccharum/química , Dieta , Dieta/veterinária
9.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 18(1): 38-49, jan.-mar. 2017. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493707

Resumo

This experiment evaluated the correlation between the estimates of fecal digestibility and dry matter digestibility (DMD) and nutrients obtained using internal (indigestibles dry materiDM, neutral detergent fiber-iNDF, acid detergent fiber-iADF and acid detergent ligniniADL) and external (chromium oxide-Cr2O3, titanium dioxide-TiO2, and purified and enriched lignin from eucalyptus-LIPE®) markers and the values obtained by the total feces collection method. Twenty uncastrated male sheep, with 29.64±5.53 kg average live weight; approximately 12 months old, were kept in metabolic cages and fed diets containing untreated sugarcane-top hay or sugarcane-top hay hydrolyzed with 3 and 6% urea or 1.5 and 3% calcium oxide (CaO). There was a positive correlation (P<.05) between the fecal production estimated by the markers and via total feces collection, with coefficients higher than 90% for iDM, Cr2O3, and TiO2. The DMD and nutrients estimated with the use of markers was positively correlated (P<.05) with that obtained by total feces collection. Coefficients of correlation for digestibility obtained by total collection were higher than those obtained with Cr2O3, but close to those obtained using TiO2. The coefficient of correlation between the digestibility of protein and fiber fraction estimated with iDM and iNDF and that obtained by total collection was higher than 70%. Internal marker iDM and external markers Cr2O3 and TiO2 are effective in estimating fecal production and DMD and nutrients.


Avaliou-se a correlação das estimativas de produção fecal e digestibilidade da matéria seca (DMS) e nutrientes obtidas por indicadores internos (matéria seca-MSi, fibra em detergente neutro-FDNi, fibra em detergente ácido-FDAi e lignina em detergente ácido-LDAi indigestíveis) e externos (óxido de cromo-Cr2O3, dióxido de titânio-TiO2 e lignina purificada e enriquecida de eucalipto-LIPE®) com valores obtidos pelo método de coleta total de fezes. Utilizaram-se 20 ovinos, machos, não castrados, com 29,64 ± 5,53 kg de peso vivo médio e aos 12 meses de idade, mantidos em gaiolas metabólicas e alimentados com rações compostas por feno de ponta de cana-de-açúcar não tratado ou hidrolisado com 3 e 6% de ureia ou 1,5 e 3% de óxido de cálcio (CaO). Houve correlação positiva (P<0,05) da produção fecal estimada pelos indicadores com a coleta total de fezes, com coeficientes maiores de 90% para MSi, Cr2O3 e TiO2. A digestibilidade da MS e de nutrientes estimada a partir do uso de indicadores correlacionou-se positivamente com a obtida pela coleta total de fezes. Maiores coeficientes de correlação foram obtidos para a digestibilidade por coleta total em relação ao Cr2O3, com valores aproximados aos obtidos para TiO2. Quanto aos indicadores internos MSi e FDNi, a digestibilidade da proteína e fração fibrosa apresentou coeficiente de correlação com a digestibilidade por coleta total superior a 70%. O indicador interno MSi e os externos Cr2O3 e TiO2 são eficazes na estimativa da produção fecal e digestibilidade da MS e nutrientes.


Assuntos
Animais , Ovinos/metabolismo , Saccharum/química , Dieta , Dieta/veterinária
10.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 18(1): 26-37, jan.-mar. 2017. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-15331

Resumo

Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a degradabilidade ruminal da matéria seca, proteína bruta e fibra em detergente neutro de casca de vagem de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) não amonizada (controle) ou amonizada com três níveis de ureia (2; 4 e 6%, com base na matéria seca). Foram utilizados três bovinos Girolandos providos de cânula ruminal, com peso vivo médio 400±5,3 kg, cada. A amonização das cascas de feijão-fava com 6% de ureia resultou em maiores teores de proteína bruta (15,7%) e degradabilidade potencial da proteína bruta (91,7%). A degradação potencial da matéria seca aumentou (P<0,05) com o tempo de incubação, atingindo 85,1% às 48 h de incubação, embora a amonização não tenha promovido alterações relevantes na cinética de degradação ruminal deste constituinte. Quanto à cinética de degradação ruminal da fibra em detergente neutro, a amonização com 6% de ureia reduziu em cerca de 1 h o tempo de latência (lag time), no entanto, este efeito não influenciou os demais parâmetros de degradação da fibra em detergente neutro, com taxa de degradação compatível com as características de alimentos fibrosos. A casca de feijão-fava apresenta elevada taxa de degradação, consistindo em um alimento volumoso de boa qualidade, apesar de consistir resíduo de cultura. A amonização de casca de feijão-fava com ureia não promove melhoria na degradabilidade da matéria seca, embora proporcione elevação do teor de nitrogênio total disponível aos microrganismos do rúmen e melhore a degradabilidade da fibra em detergente neutro, sendo o nível de 6 % mais indicado para o tratamento desse volumoso.(AU)


This study aimed to evaluate the dry matter, crude protein and neutral detergent fiber ruminal degradability of shell pods of lima bean (Phaseolus lunatus L.) ammoniated with four levels of urea (0; 2; 4 and 6% in dry matter basis). Three adult cattle Girolando breed, with 400±5,3kg of body weight fistulated with ruminal cannula were utilized. Ammoniation of shell of pods of the lima bean as 6% urea resulted in higher crude protein content (15.7%) of shell pods and degradability of crude protein (91.7%). Potential degradation of dry matter increased (P<0.05) with the incubation time, reaching 85.1% at 48 h of incubation, although the ammoniation not promoted significant changes in ruminal degradation kinetics of this constituent. Regarding the kinetics of ruminal degradation of neutral detergent fiber, ammoniation with 6% urea decreased by approximately 1 h in the lag time, although no influence has verified to other parameters of neutral detergent fiber degradation, with degradation rate compatible with the characteristics of fibrous feeds (about 3% h−1). The lima bean shell pods of presents high degradation rate, consisting in a bulky feed of good quality, although considered a waste of culture. Ammoniation of shell pods of lima bean with urea does not promote improvement in dry matter degradability, although result in improvement of total nitrogen available to microrganisms in the rumen, with improve the neutral detergent fiber degradability, and the level of 6% more suitable for treatment in this bulky.(AU)


Assuntos
Biodegradação Ambiental , Phaseolus/química , Ureia/análise , Ureia/síntese química
11.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 18(1): 26-37, jan.-mar. 2017. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1493708

Resumo

Objetivou-se com esta pesquisa avaliar a degradabilidade ruminal da matéria seca, proteína bruta e fibra em detergente neutro de casca de vagem de feijão-fava (Phaseolus lunatus L.) não amonizada (controle) ou amonizada com três níveis de ureia (2; 4 e 6%, com base na matéria seca). Foram utilizados três bovinos Girolandos providos de cânula ruminal, com peso vivo médio 400±5,3 kg, cada. A amonização das cascas de feijão-fava com 6% de ureia resultou em maiores teores de proteína bruta (15,7%) e degradabilidade potencial da proteína bruta (91,7%). A degradação potencial da matéria seca aumentou (P<0,05) com o tempo de incubação, atingindo 85,1% às 48 h de incubação, embora a amonização não tenha promovido alterações relevantes na cinética de degradação ruminal deste constituinte. Quanto à cinética de degradação ruminal da fibra em detergente neutro, a amonização com 6% de ureia reduziu em cerca de 1 h o tempo de latência (lag time), no entanto, este efeito não influenciou os demais parâmetros de degradação da fibra em detergente neutro, com taxa de degradação compatível com as características de alimentos fibrosos. A casca de feijão-fava apresenta elevada taxa de degradação, consistindo em um alimento volumoso de boa qualidade, apesar de consistir resíduo de cultura. A amonização de casca de feijão-fava com ureia não promove melhoria na degradabilidade da matéria seca, embora proporcione elevação do teor de nitrogênio total disponível aos microrganismos do rúmen e melhore a degradabilidade da fibra em detergente neutro, sendo o nível de 6 % mais indicado para o tratamento desse volumoso.


This study aimed to evaluate the dry matter, crude protein and neutral detergent fiber ruminal degradability of shell pods of lima bean (Phaseolus lunatus L.) ammoniated with four levels of urea (0; 2; 4 and 6% in dry matter basis). Three adult cattle Girolando breed, with 400±5,3kg of body weight fistulated with ruminal cannula were utilized. Ammoniation of shell of pods of the lima bean as 6% urea resulted in higher crude protein content (15.7%) of shell pods and degradability of crude protein (91.7%). Potential degradation of dry matter increased (P<0.05) with the incubation time, reaching 85.1% at 48 h of incubation, although the ammoniation not promoted significant changes in ruminal degradation kinetics of this constituent. Regarding the kinetics of ruminal degradation of neutral detergent fiber, ammoniation with 6% urea decreased by approximately 1 h in the lag time, although no influence has verified to other parameters of neutral detergent fiber degradation, with degradation rate compatible with the characteristics of fibrous feeds (about 3% h−1). The lima bean shell pods of presents high degradation rate, consisting in a bulky feed of good quality, although considered a waste of culture. Ammoniation of shell pods of lima bean with urea does not promote improvement in dry matter degradability, although result in improvement of total nitrogen available to microrganisms in the rumen, with improve the neutral detergent fiber degradability, and the level of 6% more suitable for treatment in this bulky.


Assuntos
Biodegradação Ambiental , Phaseolus/química , Ureia/análise , Ureia/síntese química
12.
Acta Vet. Brasilica ; 10(2): 130-134, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1453027

Resumo

The objective of this research was to evaluate the nutritional value of the chemical composition and ruminal degradability in situ of guinea grass in three post regrowth ages. To evaluate the rumen degradation, weighed 4 g sample incubated in nylon bags in the rumen of an adult cattle fistulated, at times 6, 24 and 72 h. There was an increase in dry matter content (DM) and Acid Detergent Fiber (ADF) (P < 0.05) when the largest cutting heights with reduction of Crude Protein (CP). There was a reduction in the potential degradation (PD) of DM, NDF and CP with advancing age of the forage, increasing the lag time (lag) (0.69 h) and reduced NDF passage rate (1.14% / h). Increased post regrowth age guinea grass raises fiber content in acid detergent and reduces having to crude protein, with consequent negative effect on the degradation of DM, CP and NDF, which decrease with advancing age of the forage. The management of guinea grass at 22 days is the most suitable to obtain forage with higher content of nutrients and ruminal degradation, but should pay attention to the low production of green forage in areas with plants that age, adjusting animal carrying capacity and avoiding overgrazing.


Objetivou-se com esta pesquisa, avaliar o valor nutritivo, quanto à composição química e a degradabilidade in situ do capim colonião em três idades pós rebrote. Para avaliação da degradação ruminal, pesou-se 4 g de amostra em sacos de náilon incubados no rúmen de dois bovinos adultos, fistulado, nos tempos 6, 24 e 72 h. Houve aumento nos teores de Matéria Seca (MS) e Fibra em Detergente Ácido (FDA) (P < 0,05) quando das maiores alturas de corte com redução na Proteína Bruta (PB). Houve redução na degradação potencial (DP) da MS, FDN e PB com o avançar da idade da forrageira, com elevação do tempo de colonização (lag) (0,69 h) e redução da taxa de passagem do FDN (1,14%/h). O aumento da idade pós rebrote do capim Colonião eleva os teores de fibra em detergente ácido e reduz os teres de proteína bruta, minimizando a degradação da MS, PB e FDN, que decrescem com o avançar da idade da forrageira. O manejo do capim Colonião aos 22 dias é o mais indicado para se obter forragem com maior teor de nutrientes e degradação ruminal, porém, deve-se atentar para a possível redução na massa de forragem em áreas manejadas com plantas nessa idade, ajustando a capacidade de suporte animal e evitando o superpastejo.


Assuntos
Animais , Bovinos , Panicum/metabolismo , Panicum/química , Rúmen/fisiologia , Poaceae/química
13.
R. bras. Ci. Vet. ; 23(1/2): 76-80, jan./jun. 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-15418

Resumo

It was aimed to evaluate the degradability of dry matter (DM), crude protein (CP) and neutral detergent fiber (NDF) of the stubble sunflower crop hay in situ in different particle sizes, using a cannulated bovine, with samples in nylon bags incubated in the 6, 24 and 72 h. The stubble sunflower crop hay grinded in 2 mm particles sized resulted in greater degradation by the rumen microorganisms compared to samples grinded in 5 mm. It was found that the larger particles had equivalent values for DM and NDF degradation at 24 and 72 hours. The parameters of NDF degradation of the stubble sunflower crop hay to indicate be a roughage with great potential for use in the ruminant diet. The stubble sunflower crop hay, while considered a roughage food, presents in situ DM and NDF compatible with this kind of food, and it can be considered a good source of inclusion in diets for ruminants. Also to consider the higher protein value associated with ruminal degradation of this constituent, favoring the fermentation activity by the microbial population in the rumen.(AU)


Objetivou-se avaliar os teores de matéria seca, proteina bruta e fibra em detergente neutro e a degradabilidade da matéria seca (MS), proteína bruta (PB) e fibra em detergente neutro (FDN) do feno do restolho da cultura do girassol in situ em diferentes tamanhos de partículas (2 e 5 cm), utilizando-se um bovino canulado, com amostras em sacos de náilon, incubadas nos tempos 6, 24 e 72 h. O feno de restolho da cultura do girassol triturado em partículas de 2 mm resultou em maior degradação por microrganismos da flora ruminal em relação à trituração a 5 mm. Verificou-se que as partículas de maior tamanho apresentaram valores equivalentes para degradação da MS e FDN as 24 e 72 horas. Os parâmetros da degradação da FDN do feno do restolho da cultura do girassol indicam ser um volumoso com grande potencial para utilização na dieta de ruminantes. O feno do restolho da cultura do girassol, enquanto considerado um alimento volumoso, apresenta degradabilidade in situ da MS e FDN compatível com esta classe de alimentos, podendo ser considerado uma boa fonte de inclusão em dietas para ruminantes. Também se deve considerar o elevado teor de PB associado à degradação ruminal deste constituinte, favorecendo à atividade fermentativa pela população microbiana do ambiente ruminal.(AU)


Assuntos
Helianthus , Ração Animal/análise , Tamanho da Partícula , Fenômenos Químicos , Rúmen/fisiologia , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
14.
Acta Vet. bras. ; 10(2): 130-134, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-378875

Resumo

The objective of this research was to evaluate the nutritional value of the chemical composition and ruminal degradability in situ of guinea grass in three post regrowth ages. To evaluate the rumen degradation, weighed 4 g sample incubated in nylon bags in the rumen of an adult cattle fistulated, at times 6, 24 and 72 h. There was an increase in dry matter content (DM) and Acid Detergent Fiber (ADF) (P < 0.05) when the largest cutting heights with reduction of Crude Protein (CP). There was a reduction in the potential degradation (PD) of DM, NDF and CP with advancing age of the forage, increasing the lag time (lag) (0.69 h) and reduced NDF passage rate (1.14% / h). Increased post regrowth age guinea grass raises fiber content in acid detergent and reduces having to crude protein, with consequent negative effect on the degradation of DM, CP and NDF, which decrease with advancing age of the forage. The management of guinea grass at 22 days is the most suitable to obtain forage with higher content of nutrients and ruminal degradation, but should pay attention to the low production of green forage in areas with plants that age, adjusting animal carrying capacity and avoiding overgrazing.(AU)


Objetivou-se com esta pesquisa, avaliar o valor nutritivo, quanto à composição química e a degradabilidade in situ do capim colonião em três idades pós rebrote. Para avaliação da degradação ruminal, pesou-se 4 g de amostra em sacos de náilon incubados no rúmen de dois bovinos adultos, fistulado, nos tempos 6, 24 e 72 h. Houve aumento nos teores de Matéria Seca (MS) e Fibra em Detergente Ácido (FDA) (P < 0,05) quando das maiores alturas de corte com redução na Proteína Bruta (PB). Houve redução na degradação potencial (DP) da MS, FDN e PB com o avançar da idade da forrageira, com elevação do tempo de colonização (lag) (0,69 h) e redução da taxa de passagem do FDN (1,14%/h). O aumento da idade pós rebrote do capim Colonião eleva os teores de fibra em detergente ácido e reduz os teres de proteína bruta, minimizando a degradação da MS, PB e FDN, que decrescem com o avançar da idade da forrageira. O manejo do capim Colonião aos 22 dias é o mais indicado para se obter forragem com maior teor de nutrientes e degradação ruminal, porém, deve-se atentar para a possível redução na massa de forragem em áreas manejadas com plantas nessa idade, ajustando a capacidade de suporte animal e evitando o superpastejo.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Panicum/metabolismo , Rúmen/fisiologia , Panicum/química , Poaceae/química
15.
Acta Vet. Brasilica ; 9(2): 148-152, 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1453556

Resumo

Avaliou-se a degradabilidade da matéria seca (MS), proteína bruta (PB) e fibra em detergenteneutro (FDN) do feno do restolho da cultura do girassol in situ no rúmen em diferentes tamanhos de partículas,utilizando-se um bovino canulado, com amostras em sacos de náilon, incubadas nos tempos 6, 24 e 72 h. O fenode restolho da cultura do girassol triturado em partículas de 2 mm resultou em maior degradação pormicrorganismos do ambiente ruminal em relação à trituração a 5 mm. Verificou-se que as partículas de maiortamanho apresentaram valores equivalentes para degradação da MS e FDN às 24 e 72 horas. Os parâmetros dadegradação da FDN do feno do restolho da cultura do girassol indicam ser um volumoso com grande potencialpara utilização na dieta de ruminantes. O feno do restolho da cultura do girassol, enquanto considerado alimentovolumoso, apresenta degradabilidade in situ da MS e FDN compatível com esta classe de alimentos, podendo serconsiderado uma boa fonte de inclusão em dietas para ruminantes. Também se deve considerar o bom valorproteico, associado à degradação ruminal deste constituinte, favorecendo à atividade fermentativa pelapopulação microbiana ruminal


Evaluated the degradability of dry matter (DM), crude protein (CP) and neutral detergent fiber(NDF) hay sunflower crop stubble in situ rumen in different particle sizes, using a bovine cannulated, withsamples in nylon bags incubated in the days 6, 24 and 72 h. The stubble hay particles of 2 mm in crushedsunflower crop resulted in further degradation by the rumen microorganisms compared to grinding to 5 mm. Itwas found that the larger particles had equivalent values for DM and NDF degradation at 24 and 72 hours. Theparameters of NDF degradation of the sunflower crop stubble hay indicate be a bulky with great potential for usein the diet of ruminants. The Hay sunflower crop stubble, while considered a bulky food, presents in situ DMand NDF compatible with this kind of food, and can be considered a good source of inclusion in diets forruminants. One should also consider the good protein value associated with ruminal degradation of thisconstituent, favoring the fermentation activity by the microbial ruminal population


Assuntos
Helianthus/química , Rúmen/fisiologia , Valor Nutritivo , Ração Animal
16.
Acta Vet. bras. ; 9(2): 148-152, 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-304248

Resumo

Avaliou-se a degradabilidade da matéria seca (MS), proteína bruta (PB) e fibra em detergenteneutro (FDN) do feno do restolho da cultura do girassol in situ no rúmen em diferentes tamanhos de partículas,utilizando-se um bovino canulado, com amostras em sacos de náilon, incubadas nos tempos 6, 24 e 72 h. O fenode restolho da cultura do girassol triturado em partículas de 2 mm resultou em maior degradação pormicrorganismos do ambiente ruminal em relação à trituração a 5 mm. Verificou-se que as partículas de maiortamanho apresentaram valores equivalentes para degradação da MS e FDN às 24 e 72 horas. Os parâmetros dadegradação da FDN do feno do restolho da cultura do girassol indicam ser um volumoso com grande potencialpara utilização na dieta de ruminantes. O feno do restolho da cultura do girassol, enquanto considerado alimentovolumoso, apresenta degradabilidade in situ da MS e FDN compatível com esta classe de alimentos, podendo serconsiderado uma boa fonte de inclusão em dietas para ruminantes. Também se deve considerar o bom valorproteico, associado à degradação ruminal deste constituinte, favorecendo à atividade fermentativa pelapopulação microbiana ruminal(AU)


Evaluated the degradability of dry matter (DM), crude protein (CP) and neutral detergent fiber(NDF) hay sunflower crop stubble in situ rumen in different particle sizes, using a bovine cannulated, withsamples in nylon bags incubated in the days 6, 24 and 72 h. The stubble hay particles of 2 mm in crushedsunflower crop resulted in further degradation by the rumen microorganisms compared to grinding to 5 mm. Itwas found that the larger particles had equivalent values for DM and NDF degradation at 24 and 72 hours. Theparameters of NDF degradation of the sunflower crop stubble hay indicate be a bulky with great potential for usein the diet of ruminants. The Hay sunflower crop stubble, while considered a bulky food, presents in situ DMand NDF compatible with this kind of food, and can be considered a good source of inclusion in diets forruminants. One should also consider the good protein value associated with ruminal degradation of thisconstituent, favoring the fermentation activity by the microbial ruminal population(AU)


Assuntos
Valor Nutritivo , Helianthus/química , Rúmen/fisiologia , Ração Animal
17.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 16(3): 571-581, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-16230

Resumo

This research aimed to evaluate the nutritional divergence of twenty-five genotypes of peel pods of lima bean for ruminant feeding, based on chemical composition as well as fermentation and in situ degradation kinetic characteristics. The chemical constituents were considered discriminatory variables in the first analysis, while the parameters of rumen degradation kinetics and effective degradability (ED 2%h-1) of dry matter were considered in the second analysis. Was adopted the cluster analysis according to the Tocher optimization approach, considering the average Euclidian distance matrix of characters to evaluate the dissimilarity among the genotypes. It was verified the formation of seven heterogeneous groups, highlighting the acid detergent fiber (ADF) and crude protein (CP) as most impactful variables for grouping in the first analysis, contributing with 41.7 and 29.3%, respectively, while in the second analysis, the soluble fraction degradation rate accounted for 38.7 and 28.0%, respectively. The chemical constituents CP and ADF and the kinetic parameters of ruminal degradation soluble fraction (fraction a), degradation rate (c) and potentially degradable fraction (fraction b) of the DM, are efficient to identify the nutritional divergence of pod shells lima bean genotypes based on multivariate analysis. Considering the parameters adopted to form a pool by Tocher´s method, the lima bean genotype 123, present efficient effective degradation and degradation rate compatible with the tropical forage, and better nutritive value and forage potential than pod shells of the other lima bean genotypes.(AU)


Objetivou-se avaliar a divergência nutricional de cascas de vagens de 25 genótipos de feijão-fava para alimentação de ruminantes, considerando-se a composição química, características de fermentação e cinética de degradaçãoin situ no rúmen. Os constituintes químicos foram considerados variáveis discriminatórias em uma primeira análise, enquanto os parâmetros de cinética de degradação ruminal e a degradação efetiva (DE 2%h-1) da matéria seca foram considerados na segunda análise. Utilizou-se o método de otimização de Tocher, adotando-se a matriz de “distâncias euclidiana” média dos caracteres para avaliar a dissimilaridade entre os genótipos. Constatou-se a formação de sete grupos heterogêneos, destacando-se a fibra em detergente ácido e proteína bruta como as variáveis mais impactantes para agrupamento na primeira análise, contribuindo com 41,7 e 29,3%, respectivamente, enquanto, na segunda análise, a fração solúvel (fração a) e a taxa de degradação da fração b participaram em 38,7 e 28,0%, respectivamente. Os constituintes químicos PB e FDA e os parâmetros de cinética de degradação ruminal fração solúvel (fração a), taxa de degradação (c) e fração potencialmente degradável (fração b)da MS, mostram-se eficientes para conhecimento da divergência nutricional de cascas de vagens de genótipos de feijão-fava, com base em análise multivariada. Considerando-se os parâmetros adotados para a formação de agrupamentos pelo método de Tocher, o genótipo de feijão-fava 123 apresenta boa degradação efetiva e taxa de degradação compatível com a de forragens tropicais além de melhor valor nutritivo e potencial forrageiro que a casca dos demais genótipos de feijão-fava.(AU)


Assuntos
Componentes Aéreos da Planta , Nutrientes/análise , /química , Fermentação/genética , Ração Animal/análise , Ruminantes/metabolismo , Variação Genética , Rúmen/fisiologia
18.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 16(3): 571-581, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1493488

Resumo

This research aimed to evaluate the nutritional divergence of twenty-five genotypes of peel pods of lima bean for ruminant feeding, based on chemical composition as well as fermentation and in situ degradation kinetic characteristics. The chemical constituents were considered discriminatory variables in the first analysis, while the parameters of rumen degradation kinetics and effective degradability (ED 2%h-1) of dry matter were considered in the second analysis. Was adopted the cluster analysis according to the Tocher optimization approach, considering the average Euclidian distance matrix of characters to evaluate the dissimilarity among the genotypes. It was verified the formation of seven heterogeneous groups, highlighting the acid detergent fiber (ADF) and crude protein (CP) as most impactful variables for grouping in the first analysis, contributing with 41.7 and 29.3%, respectively, while in the second analysis, the soluble fraction degradation rate accounted for 38.7 and 28.0%, respectively. The chemical constituents CP and ADF and the kinetic parameters of ruminal degradation soluble fraction (fraction a), degradation rate (c) and potentially degradable fraction (fraction b) of the DM, are efficient to identify the nutritional divergence of pod shells lima bean genotypes based on multivariate analysis. Considering the parameters adopted to form a pool by Tocher´s method, the lima bean genotype 123, present efficient effective degradation and degradation rate compatible with the tropical forage, and better nutritive value and forage potential than pod shells of the other lima bean genotypes.


Objetivou-se avaliar a divergência nutricional de cascas de vagens de 25 genótipos de feijão-fava para alimentação de ruminantes, considerando-se a composição química, características de fermentação e cinética de degradaçãoin situ no rúmen. Os constituintes químicos foram considerados variáveis discriminatórias em uma primeira análise, enquanto os parâmetros de cinética de degradação ruminal e a degradação efetiva (DE 2%h-1) da matéria seca foram considerados na segunda análise. Utilizou-se o método de otimização de Tocher, adotando-se a matriz de “distâncias euclidiana” média dos caracteres para avaliar a dissimilaridade entre os genótipos. Constatou-se a formação de sete grupos heterogêneos, destacando-se a fibra em detergente ácido e proteína bruta como as variáveis mais impactantes para agrupamento na primeira análise, contribuindo com 41,7 e 29,3%, respectivamente, enquanto, na segunda análise, a fração solúvel (fração a) e a taxa de degradação da fração b participaram em 38,7 e 28,0%, respectivamente. Os constituintes químicos PB e FDA e os parâmetros de cinética de degradação ruminal fração solúvel (fração a), taxa de degradação (c) e fração potencialmente degradável (fração b)da MS, mostram-se eficientes para conhecimento da divergência nutricional de cascas de vagens de genótipos de feijão-fava, com base em análise multivariada. Considerando-se os parâmetros adotados para a formação de agrupamentos pelo método de Tocher, o genótipo de feijão-fava 123 apresenta boa degradação efetiva e taxa de degradação compatível com a de forragens tropicais além de melhor valor nutritivo e potencial forrageiro que a casca dos demais genótipos de feijão-fava.


Assuntos
Componentes Aéreos da Planta , Fermentação/genética , Nutrientes/análise , Ração Animal/análise , Ruminantes/metabolismo , Rúmen/fisiologia , Variação Genética
19.
Acta Vet. Brasilica ; 8(3): 215-220, 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1453510

Resumo

This study aimed to assess the nutritional value and the kinetics of in situ ruminal degradation of the rhizome of macambira fresh or subjected to burning by fire. We determined the dry matter (DM), and DM basis, the crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF), mineral matter (MM), ether extract (EE), gross energy (GE), hemicellulose (HEM), cellulose (CEL), lignin (LIG) and in situ degradability of DM, CP and NDF in the times 6, 24 and 72 hours. The DM content of macambira fresh (61.3%) was lower compared to burned macambira (66.9%) due to loss of moisture caused by heating. The fiber neutral detergent (53.5% fresh and 58.4% burned) and acid detergent (22.9 and 34.7%, respectively) were higher in macambira subjected to burning For the in situ degradability decreased the values of potential degradation (PD) and effective (DE) when treatment with fire, and reduction in soluble fractions (a) and potentially degradable (b). The action of burning the macambira promotes increased cell wall constituents and reduces the degradation kinetics of DM, CP and NDF, but with potential for improving the quality of the fiber, as the potential degradation of this constituent. So, do not indicate the completion of burning macambira before the animal feeding for improvement in nutritional value.


Objetivou-se avaliar o valor nutritivo e a cinética da degradação ruminal in situ do rizoma da macambira in natura ou submetida à queima pelo fogo. Determinou-se os teores de matéria seca (MS), e com base na MS, a proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), matéria mineral (MM), extrato etéreo (EE), energia bruta (EB), hemicelulose (HEM), celulose (CEL), lignina (LIG) e a degradabilidade in situ da MS, PB e FDN nos tempos 6, 24 e 72 horas. Verificou-se menor teor de MS na macambira in natura (61,3%) em relação à submetida a queima (66,9%), o que está relacionado à perda de umidade provocada pelo aquecimento. Os teores de fibra em detergente neutro (53,5% in natura e 58,4% queimada) e em detergente ácido (22,9 e 34,7%, respectivamente) foram elevados na macambira submetida à queima. Para a degradabilidade in situ houve redução nos valores de degradação potencial (DP) e efetiva (DE) pelo processo de queima, além de redução nas frações solúvel (a) e potencialmente degradável (b). A ação da queima à macambira promove aumento dos constituintes da parede celular e reduz à cinética de degradação da MS, PB e FDN, porém com potencial de melhoria da qualidade da fibra, quanto à degradação potencial deste constituinte. Assim, não se indica a realização da queima da macambira antes do fornecimento aos animais visando melhoria no valor nutritivo.


Assuntos
Cactaceae/metabolismo , Cactaceae/química , Incêndios , Nutrientes/análise , Rizoma , Conservação de Alimentos
20.
Acta Vet. bras. ; 8(3): 215-220, 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-379180

Resumo

This study aimed to assess the nutritional value and the kinetics of in situ ruminal degradation of the rhizome of macambira fresh or subjected to burning by fire. We determined the dry matter (DM), and DM basis, the crude protein (CP), neutral detergent fiber (NDF), acid detergent fiber (ADF), mineral matter (MM), ether extract (EE), gross energy (GE), hemicellulose (HEM), cellulose (CEL), lignin (LIG) and in situ degradability of DM, CP and NDF in the times 6, 24 and 72 hours. The DM content of macambira fresh (61.3%) was lower compared to burned macambira (66.9%) due to loss of moisture caused by heating. The fiber neutral detergent (53.5% fresh and 58.4% burned) and acid detergent (22.9 and 34.7%, respectively) were higher in macambira subjected to burning For the in situ degradability decreased the values of potential degradation (PD) and effective (DE) when treatment with fire, and reduction in soluble fractions (a) and potentially degradable (b). The action of burning the macambira promotes increased cell wall constituents and reduces the degradation kinetics of DM, CP and NDF, but with potential for improving the quality of the fiber, as the potential degradation of this constituent. So, do not indicate the completion of burning macambira before the animal feeding for improvement in nutritional value.(AU)


Objetivou-se avaliar o valor nutritivo e a cinética da degradação ruminal in situ do rizoma da macambira in natura ou submetida à queima pelo fogo. Determinou-se os teores de matéria seca (MS), e com base na MS, a proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), matéria mineral (MM), extrato etéreo (EE), energia bruta (EB), hemicelulose (HEM), celulose (CEL), lignina (LIG) e a degradabilidade in situ da MS, PB e FDN nos tempos 6, 24 e 72 horas. Verificou-se menor teor de MS na macambira in natura (61,3%) em relação à submetida a queima (66,9%), o que está relacionado à perda de umidade provocada pelo aquecimento. Os teores de fibra em detergente neutro (53,5% in natura e 58,4% queimada) e em detergente ácido (22,9 e 34,7%, respectivamente) foram elevados na macambira submetida à queima. Para a degradabilidade in situ houve redução nos valores de degradação potencial (DP) e efetiva (DE) pelo processo de queima, além de redução nas frações solúvel (a) e potencialmente degradável (b). A ação da queima à macambira promove aumento dos constituintes da parede celular e reduz à cinética de degradação da MS, PB e FDN, porém com potencial de melhoria da qualidade da fibra, quanto à degradação potencial deste constituinte. Assim, não se indica a realização da queima da macambira antes do fornecimento aos animais visando melhoria no valor nutritivo.(AU)


Assuntos
Cactaceae/metabolismo , Cactaceae/química , Rizoma , Incêndios , Nutrientes/análise , Conservação de Alimentos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA