Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 25(4): 531-535, Sept.-Dec. 2016. mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-744056

Resumo

Abstract Toxoplasma gondii is an intracellular protozoan with worldwide distribution and dogs act as sentinels of human infection. This search aimed to determine the occurrence of antibodies against T. gondii in dogs of the communities on the Cuiabá River, Mato Grosso and variables associated with infection. The dogs of the riverside communities in Cuiabá River, which includes Barranco Alto, Praia do Poço, Engenho Velho, Varginha, Bom Sucesso, Passagem da Conceição and São Gonçalo Beira Rio, were evaluated for the presence of T. gondii antibodies by indirect immunofluorescence antibody test (IFAT). The prevalence and factors associated with infection were calculated by chi-squared test (2) or Fishers exact test, and univariate and multiple analysis. Of the 248 dogs surveyed, 107 (43.1%) were seropositive for T. gondii. The seroprevalence ranged from 25.6% to 64.3%. There was no statistically significant difference between the communities studied (p > 0.05). As for the associated factors, the only statistically significant factor was that of dogs living with cats (p = 0.02), with approximately twice the risk of acquiring infection. In conclusion, the seroprevalence in dogs of riverside communities in the Baixada Cuiabana demonstrated that high rates of infection, being the factor associated with infection, contact with domestic cats.(AU)


Resumo Toxoplasma gondii é um protozoário intracelular com distribuição mundial e o cão atua como sentinela para infecção humana. Esta pesquisa teve por objetivo determinar a ocorrência de anticorpos contra T. gondii em cães de comunidades ribeirinhas ao Rio Cuiabá, Mato Grosso e as variáveis associadas à infecção. Os cães das comunidades ribeirinhas do Rio Cuiabá, que inclui Barranco Alto, Praia do Poço, Engenho Velho, Varginha, Bom Sucesso, Passagem da Conceição e São Gonçalo Beira Rio, foram avaliados para a presença de anticorpos para T. gondii pela reação de imunofluorescência indireta (IFI). A prevalência e fatores associados com a infecção foram calculados pelo teste de qui-quadrado (2) ou exato de Fisher, e análise univariada e multivariada. Dos 248 cães estudados, 107 (43,1%) foram soropositivos para T. gondii. A prevalência variou de 25,6% a 64,3%. Não houve diferença estatisticamente significativa entre as comunidades estudadas (p > 0,05). Quanto aos fatores associados, o único fator estatisticamente significante o convívio com gatos (p = 0,02), com cerca de duas vezes mais risco de adquirir a infecção. Em conclusão, a soroprevalência em cães de comunidades ribeirinhas da Baixada Cuiabana demonstram altas taxas de infecção, sendo o fator associado à infecção, o contato com gatos domésticos.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Cães , Doenças do Cão/sangue , Doenças do Cão/epidemiologia , Toxoplasma/isolamento & purificação , Toxoplasmose Animal/epidemiologia , Anticorpos Antiprotozoários/sangue , Brasil/epidemiologia , Estudos Soroepidemiológicos
2.
Semina Ci. agr. ; 36(6): 3705-3712, nov.-dez. 2015. mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30387

Resumo

This study aimed to determine the prevalence of Toxoplasma gondii infection using serological and molecular analyses in dogs from Cuiabá, a municipality of the Brazilian Cerrado, and the associated factors involved in the transmission cycle. A cross-sectional study was conducted with dogs from the rural and urban areas of Cuiabá (Mato Grosso) from February 2010 to January 2011, and antibodies and the DNA of Toxoplasma gondii were evaluated using indirect immunofluorescence (IFA) and polymerase chain reaction (PCR). In the study, a total of 269 dogs were evaluated using IFA considering positive titer threshold of ≥ 16 and buffy coat PCR. Of the 269 dogs surveyed, 48.7% had anti-Toxoplasma gondii antibodies according to IFA, and 15.6% had the parasites DNA. The seroprevalence was 62.4% in the rural districts and 40.4% in the urban areas, and the difference between these areas was significant (p = 0.0007). The most common levels of antibody titers were 51 in 256 (39%) dogs, followed by 1024 in 37 (28.2%) dogs. The infectious agent was associated with breed, age, access to the street and the environment in which the animal lived (p 0.05). The serological and molecular results showed that T. gondii infection is active in the canine population in the rural and urban areas of Cuiabá, with a higher risk in dogs residing in rural areas.(AU)


Este artigo teve por objetivo determinar a soroprevalência da infecção por Toxoplasma gondii através de análise sorológica e molecular em cães de Cuiabá, município do cerrado brasileiro, associando com os fatores de risco envolvidos na cadeia de transmissão. Estudo transversal foi conduzido com cães de áreas rurais e urbanas de Cuiabá (Mato Grosso), entre fevereiro de 2010 a janeiro de 2011, através da pesquisa de anticorpos por imunofluorescência indireta e DNA de Toxoplasma gondii. Foram avaliados no estudo um total de 269 cães por IFI, considerando reagente cães com título ≥ 16 e por PCR de capa leucocitária. Dos 269 cães pesquisados, 48,7% apresentaram anticorpos anti-Toxoplasma gondii pela IFI e 15,6% DNA do parasito. Os bairros localizados em ambiente rural apresentaram uma soroprevalência de 62,4% e os urbanos de 40,4%, dados estes estatisticamente significativos (p= 0,0007). Os títulos mais frequentemente observados foram de 256 em 51 (39%) cães, seguido por 1024 em 37 (28,2%) cães avaliados. A infecção pelo agente esteve associada a raça, idade, acesso à rua e ao ambiente em que o animal vivia (p 0,05). Os resultados sorológicos e moleculares permitiram inferir que a infecção por T. gondii encontra-se ativa na população canina nas regiões rurais e urbanas do município de Cuiabá, com risco maior em cães residentes em áreas rurais.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Estudos Soroepidemiológicos , Doenças do Cão , Toxoplasmose Animal , Toxoplasma
3.
Acta Vet. Brasilica ; 8(4): 286-289, 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1453526

Resumo

Canine atopic dermatitis (CAD) is a genetic disease which promotes malfunction of the epidermal barrier and allergic sensitization by environmental allergens. Several breeds in ages ranging from one to 3 years are predisposed. The diagnosis demands time, once CAD should be differentiated from other pruritic diseases, therefore the aim of the retrospective study to assess canine cases submitted to skin biopsies, and associate clinical and laboratory findings of the cases of CAD with other non-neoplastic dermatoses. Of the fifty-two biopsies performed, 11 dogs were diagnosed with CAD, 12 without CAD and 29 with neoplastic diseases. Pruritus was described in all atopic dogs and the onset age was 4.4 years. The dermatophytosis and Staphylococcus sp. and/or Malassezia sp. Infection were the most frequent diseases related in cases of CAD. Skin biopsy is a diagnostic tool that in association with clinical and epidemiological findings supports the DAC diagnosis, improving the quality of life of atopic dogs and their owners.


A Dermatite Atópica Canina (DAC) é uma doença de fundo genético que promove deficiência no funcionamento da barreira epidérmica e sensibilização alérgica do indivíduo a alérgenos ambientais. Encontram-se predispostos cães de várias raças e com idade média de um e três anos. O diagnóstico exige tempo, pois a DAC deve ser excluída das doenças pruriginosas, sendo assim o presente trabalho teve como objetivo realizar estudo retrospectivo dos casos de cães submetidos a biópsias de pele, e associar os achados clínicos e laboratoriais dos casos de DAC com as demais dermatoses não neoplásicas. Cinquenta e duas biópsias de pele foram realizadas, sendo 11 de cães com DAC, 14 (26,92%) sem DAC e 27 (51,92%) com doenças neoplásicas. O prurido foi observado em todos os cães atópicos e a idade de surgimento dos sinais foi de 4,4 anos. A dermatofitose e a infecção por Staphylococcus sp. e /ou Malassezia sp. foram as doenças mais frequentes nos casos de DAC. A biopsia é mais um recurso diagnóstico, que somado aos achados clínico-epidemiológicos auxilia na confirmação da DAC, melhorando a qualidade de vida dos cães portadores da doença e dos seus proprietários.


Assuntos
Animais , Cães , Biópsia/veterinária , Dermatite Atópica/diagnóstico , Dermatite Atópica/veterinária , Dermatopatias/diagnóstico , Dermatopatias/veterinária , Malassezia , Staphylococcus , Tinha/veterinária
4.
Acta Vet. bras. ; 8(4): 286-289, 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-379125

Resumo

Canine atopic dermatitis (CAD) is a genetic disease which promotes malfunction of the epidermal barrier and allergic sensitization by environmental allergens. Several breeds in ages ranging from one to 3 years are predisposed. The diagnosis demands time, once CAD should be differentiated from other pruritic diseases, therefore the aim of the retrospective study to assess canine cases submitted to skin biopsies, and associate clinical and laboratory findings of the cases of CAD with other non-neoplastic dermatoses. Of the fifty-two biopsies performed, 11 dogs were diagnosed with CAD, 12 without CAD and 29 with neoplastic diseases. Pruritus was described in all atopic dogs and the onset age was 4.4 years. The dermatophytosis and Staphylococcus sp. and/or Malassezia sp. Infection were the most frequent diseases related in cases of CAD. Skin biopsy is a diagnostic tool that in association with clinical and epidemiological findings supports the DAC diagnosis, improving the quality of life of atopic dogs and their owners.(AU)


A Dermatite Atópica Canina (DAC) é uma doença de fundo genético que promove deficiência no funcionamento da barreira epidérmica e sensibilização alérgica do indivíduo a alérgenos ambientais. Encontram-se predispostos cães de várias raças e com idade média de um e três anos. O diagnóstico exige tempo, pois a DAC deve ser excluída das doenças pruriginosas, sendo assim o presente trabalho teve como objetivo realizar estudo retrospectivo dos casos de cães submetidos a biópsias de pele, e associar os achados clínicos e laboratoriais dos casos de DAC com as demais dermatoses não neoplásicas. Cinquenta e duas biópsias de pele foram realizadas, sendo 11 de cães com DAC, 14 (26,92%) sem DAC e 27 (51,92%) com doenças neoplásicas. O prurido foi observado em todos os cães atópicos e a idade de surgimento dos sinais foi de 4,4 anos. A dermatofitose e a infecção por Staphylococcus sp. e /ou Malassezia sp. foram as doenças mais frequentes nos casos de DAC. A biopsia é mais um recurso diagnóstico, que somado aos achados clínico-epidemiológicos auxilia na confirmação da DAC, melhorando a qualidade de vida dos cães portadores da doença e dos seus proprietários.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Biópsia/veterinária , Dermatite Atópica/diagnóstico , Dermatite Atópica/veterinária , Dermatopatias/diagnóstico , Dermatopatias/veterinária , Tinha/veterinária , Staphylococcus , Malassezia
5.
Semina ciênc. agrar ; 36(6): 3705-3712, 2015. map, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1500162

Resumo

This study aimed to determine the prevalence of Toxoplasma gondii infection using serological and molecular analyses in dogs from Cuiabá, a municipality of the Brazilian Cerrado, and the associated factors involved in the transmission cycle. A cross-sectional study was conducted with dogs from the rural and urban areas of Cuiabá (Mato Grosso) from February 2010 to January 2011, and antibodies and the DNA of Toxoplasma gondii were evaluated using indirect immunofluorescence (IFA) and polymerase chain reaction (PCR). In the study, a total of 269 dogs were evaluated using IFA considering positive titer threshold of ≥ 16 and buffy coat PCR. Of the 269 dogs surveyed, 48.7% had anti-Toxoplasma gondii antibodies according to IFA, and 15.6% had the parasites DNA. The seroprevalence was 62.4% in the rural districts and 40.4% in the urban areas, and the difference between these areas was significant (p = 0.0007). The most common levels of antibody titers were 51 in 256 (39%) dogs, followed by 1024 in 37 (28.2%) dogs. The infectious agent was associated with breed, age, access to the street and the environment in which the animal lived (p 0.05). The serological and molecular results showed that T. gondii infection is active in the canine population in the rural and urban areas of Cuiabá, with a higher risk in dogs residing in rural areas.


Este artigo teve por objetivo determinar a soroprevalência da infecção por Toxoplasma gondii através de análise sorológica e molecular em cães de Cuiabá, município do cerrado brasileiro, associando com os fatores de risco envolvidos na cadeia de transmissão. Estudo transversal foi conduzido com cães de áreas rurais e urbanas de Cuiabá (Mato Grosso), entre fevereiro de 2010 a janeiro de 2011, através da pesquisa de anticorpos por imunofluorescência indireta e DNA de Toxoplasma gondii. Foram avaliados no estudo um total de 269 cães por IFI, considerando reagente cães com título ≥ 16 e por PCR de capa leucocitária. Dos 269 cães pesquisados, 48,7% apresentaram anticorpos anti-Toxoplasma gondii pela IFI e 15,6% DNA do parasito. Os bairros localizados em ambiente rural apresentaram uma soroprevalência de 62,4% e os urbanos de 40,4%, dados estes estatisticamente significativos (p= 0,0007). Os títulos mais frequentemente observados foram de 256 em 51 (39%) cães, seguido por 1024 em 37 (28,2%) cães avaliados. A infecção pelo agente esteve associada a raça, idade, acesso à rua e ao ambiente em que o animal vivia (p 0,05). Os resultados sorológicos e moleculares permitiram inferir que a infecção por T. gondii encontra-se ativa na população canina nas regiões rurais e urbanas do município de Cuiabá, com risco maior em cães residentes em áreas rurais.


Assuntos
Animais , Cães , Doenças do Cão , Estudos Soroepidemiológicos , Toxoplasma , Toxoplasmose Animal
6.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-2241

Resumo

Na medicina veterinária, a dermatologia é uma área em ascensão. Acredita-se que entre 15% e 25% dos atendimentos veterinários realizados em clínicas e hospitais de pequenos animais estejam diretamente relacionados às afecções dermatológicas. Sendo assim, é necessário que o clínico esteja apto a identificar as afecções desta ordem e o conhecimento sobre as dermatopatias não neoplásicas de maior ocorrência auxilia no direcionamento do diagnóstico e na instituição do plano terapêutico adequado. Objetivou-se coletar dados referentes às principais dermatopatias não neoplásicas em cães atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso, de abril a dezembro de 2011. Neste período, 112 casos dermatológicos foram atendidos, dos quais sistematicamente realizou-se biopsia de pele. Destes, 93,7% foi possível estabelecer o diagnóstico definitivo através da análise histopatológica junto a métodos diagnósticos complementares (micológico, bacteriológico, parasitológico, citológico, sorológico, tricográfico, molecular e outros), sendo classificados nos seguintes grupos de dermatopatias: parasitárias, imunológicas, bacterianas, fúngicas, endócrinas, hereditárias, psicogênicas, adquiridas e defeitos da ceratinização. As dermatopatias que não foram classificadas em nenhum desses grupos foram designadas “outras dermatopatias”. No geral, as cinco principais dermatopatias não neoplásicas, em ordem decrescente de frequência, foram: demodicidose (20,9%), leishmaniose visceral (12,4%), dermatite atópica (10,5%), dermatofitose (10,5%) e piodermite superficial disseminada (8,6%). Essas cinco condições perfizeram juntas, pouco mais da metade de todas as doenças de pele de cães diagnosticadas neste estudo

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA