Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 20
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ci. Rural ; 42(2)2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-707707

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the performance and feed cost of barrows and boars fed or not with amino acid supplemented diets. Forty-eight animals were used with initial weight of 38.8±0.2kg distributed in a randomized block design with three treatments, being barrows males (CM), boars males (IM) and IM supplemented with 5% of amino acids (IM+5% AA). The treatment had no effect on body weight and weight gain. Feed intake, feed conversion ratio and feed cost were different (P 0.05) among treatments. Average feed intake was of 2.43kg, and the intake observed on CM (P 0.05) was higher at 5.5 and 5.2% in relation to IM and IM+5%AA, respectively. Feed conversion ratio was of 2.28, and the CM showed the worse conversion (P 0.05) at 6.2 and 11.6% in relation to IM and IM+5%AA, respectively. Average feed cost was of R$ 1,82kg-1, being higher (P 0.05) for the CM in relation to IM and IM+5%AA. The sex category (barrows or boars) and amino acid supplementation did not affect body weight and weight gain, but alter feed intake, feed conversion ratio and feed cost.


Um experimento foi realizado para avaliar o desempenho e o custo do alimento de suínos machos castrados e inteiros suplementados ou não com aminoácidos. Foram utilizados 48 animais com peso vivo inicial de 38,8±0,2kg, distribuídos num delineamento de blocos ao acaso em três tratamentos, sendo machos castrados (MC), machos inteiros (MI) e MI suplementados com 5% de aminoácidos (MI+5%AA). Não houve efeito (P>0,05) dos tratamentos sobre o peso vivo e o ganho de peso dos suínos. O consumo de ração, a conversão alimentar e o custo do alimento diferiram (P 0,05) entre os tratamentos. O consumo médio de ração foi de 2,43kg, sendo que os MC apresentaram consumo superior (P 0,05) em 5,5 e 5,2% em relação aos MI e aos MI+5%AA, respectivamente. A conversão alimentar média foi 2,28; sendo que os MC apresentaram pior conversão (P 0,05) em 6,2 e 11,6% em relação aos MI e aos MI+5%AA, respectivamente. O custo médio do alimento foi de R$ 1,82 kg-1, sendo superior (P 0,05) para os MC em relação aos MI e MI +5%AA. O tipo sexual do macho (castrado ou inteiro) e a suplementação aminoacídica não afetam o peso vivo e o ganho de peso, mas alteram o consumo de ração, a conversão alimentar e o custo de alimento.

2.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478894

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the performance and feed cost of barrows and boars fed or not with amino acid supplemented diets. Forty-eight animals were used with initial weight of 38.8±0.2kg distributed in a randomized block design with three treatments, being barrows males (CM), boars males (IM) and IM supplemented with 5% of amino acids (IM+5% AA). The treatment had no effect on body weight and weight gain. Feed intake, feed conversion ratio and feed cost were different (P 0.05) among treatments. Average feed intake was of 2.43kg, and the intake observed on CM (P 0.05) was higher at 5.5 and 5.2% in relation to IM and IM+5%AA, respectively. Feed conversion ratio was of 2.28, and the CM showed the worse conversion (P 0.05) at 6.2 and 11.6% in relation to IM and IM+5%AA, respectively. Average feed cost was of R$ 1,82kg-1, being higher (P 0.05) for the CM in relation to IM and IM+5%AA. The sex category (barrows or boars) and amino acid supplementation did not affect body weight and weight gain, but alter feed intake, feed conversion ratio and feed cost.


Um experimento foi realizado para avaliar o desempenho e o custo do alimento de suínos machos castrados e inteiros suplementados ou não com aminoácidos. Foram utilizados 48 animais com peso vivo inicial de 38,8±0,2kg, distribuídos num delineamento de blocos ao acaso em três tratamentos, sendo machos castrados (MC), machos inteiros (MI) e MI suplementados com 5% de aminoácidos (MI+5%AA). Não houve efeito (P>0,05) dos tratamentos sobre o peso vivo e o ganho de peso dos suínos. O consumo de ração, a conversão alimentar e o custo do alimento diferiram (P 0,05) entre os tratamentos. O consumo médio de ração foi de 2,43kg, sendo que os MC apresentaram consumo superior (P 0,05) em 5,5 e 5,2% em relação aos MI e aos MI+5%AA, respectivamente. A conversão alimentar média foi 2,28; sendo que os MC apresentaram pior conversão (P 0,05) em 6,2 e 11,6% em relação aos MI e aos MI+5%AA, respectivamente. O custo médio do alimento foi de R$ 1,82 kg-1, sendo superior (P 0,05) para os MC em relação aos MI e MI +5%AA. O tipo sexual do macho (castrado ou inteiro) e a suplementação aminoacídica não afetam o peso vivo e o ganho de peso, mas alteram o consumo de ração, a conversão alimentar e o custo de alimento.

3.
Ci. Rural ; 41(12)2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-707465

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the digestibility of diets and metabolism of pigs fed diets containing sodium bentonite subjected to different feeding programs. Twenty-four barrows were used, littermates, 42.2kg initial live weight, housed in metabolic cages. Experimental design was completely randomized with three sodium bentonite levels (0.0; 0.3 and 0.5%) and two feeding programs (restricted and ad libitum), with eight replications each. Addition of sodium bentonite didn't affect (P>0.05) the feed intake, the energy and N balance. The feed intake differ (P 0.01) between restricted and ad libitum feeding (1.17 vs. 2.19kg d-1). The feeding program alter (P 0.05) the N balance, but don't affected (P>0.05) the N retention in pigs. Ad libitum feeding alter (P 0.05) the energy balance, mainly the retained energy (3,825 vs. 3,013kcal d-1). Addition of 0.5% of sodium bentonite in diets reduced in 9% (P 0.01) the fecal phosphorus excretion. Sodium bentonite in diets doesn't alter the energy and N balance neither apparent digestibility of Ca, Mg, Zn, Cu and Mn. Sodium bentonite in diets reduce the fecal phosphorus excretion. There is no interaction between the feeding program and the addition of sodium bentonite in diets.


Foi realizado um experimento para avaliar a digestibilidade aparente de dietas e o metabolismo de suínos alimentados com dietas contendo bentonita sódica submetidos a diferentes programas alimentares. Foram utilizados 24 suínos machos castrados, meio irmãos paternos, com peso vivo médio inicial de 42,2kg, alojados em gaiolas metabólicas. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com três níveis de bentonita sódica (0,0; 0,3 e 0,5%) e dois programas alimentares (restrito e à vontade), com oito repetições cada. A adição de bentonita sódica não alterou (P>0,05) o consumo de ração e os balanços da energia e do nitrogênio. O consumo de ração diferiu (P 0,01) entre a alimentação restrita e à vontade (1,17 vs. 2,19kg d-1). O programa alimentar alterou (P 0,05) o balanço do N, mas não afetou (P>0,05) a retenção de N pelos animais. A alimentação à vontade alterou (P 0,05) o balanço da energia, sobretudo a energia retida (3.825 vs. 3.013kcal d-1). A adição de 0,5% de bentonita sódica nas dietas reduziu em 9% (P 0,01) a excreção fecal de fósforo. A adição de bentonita sódica nas dietas de suínos não altera os balanços da energia e do N nem as digestibilidades aparentes do Ca, Mg, Zn, Cu e Mn. A adição de bentonita sódica reduz a excreção fecal de fósforo. Não há interação entre o programa alimentar e a adição de bentonita sódica nas dietas.

4.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478459

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the digestibility of diets and metabolism of pigs fed diets containing sodium bentonite subjected to different feeding programs. Twenty-four barrows were used, littermates, 42.2kg initial live weight, housed in metabolic cages. Experimental design was completely randomized with three sodium bentonite levels (0.0; 0.3 and 0.5%) and two feeding programs (restricted and ad libitum), with eight replications each. Addition of sodium bentonite didn't affect (P>0.05) the feed intake, the energy and N balance. The feed intake differ (P 0.01) between restricted and ad libitum feeding (1.17 vs. 2.19kg d-1). The feeding program alter (P 0.05) the N balance, but don't affected (P>0.05) the N retention in pigs. Ad libitum feeding alter (P 0.05) the energy balance, mainly the retained energy (3,825 vs. 3,013kcal d-1). Addition of 0.5% of sodium bentonite in diets reduced in 9% (P 0.01) the fecal phosphorus excretion. Sodium bentonite in diets doesn't alter the energy and N balance neither apparent digestibility of Ca, Mg, Zn, Cu and Mn. Sodium bentonite in diets reduce the fecal phosphorus excretion. There is no interaction between the feeding program and the addition of sodium bentonite in diets.


Foi realizado um experimento para avaliar a digestibilidade aparente de dietas e o metabolismo de suínos alimentados com dietas contendo bentonita sódica submetidos a diferentes programas alimentares. Foram utilizados 24 suínos machos castrados, meio irmãos paternos, com peso vivo médio inicial de 42,2kg, alojados em gaiolas metabólicas. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com três níveis de bentonita sódica (0,0; 0,3 e 0,5%) e dois programas alimentares (restrito e à vontade), com oito repetições cada. A adição de bentonita sódica não alterou (P>0,05) o consumo de ração e os balanços da energia e do nitrogênio. O consumo de ração diferiu (P 0,01) entre a alimentação restrita e à vontade (1,17 vs. 2,19kg d-1). O programa alimentar alterou (P 0,05) o balanço do N, mas não afetou (P>0,05) a retenção de N pelos animais. A alimentação à vontade alterou (P 0,05) o balanço da energia, sobretudo a energia retida (3.825 vs. 3.013kcal d-1). A adição de 0,5% de bentonita sódica nas dietas reduziu em 9% (P 0,01) a excreção fecal de fósforo. A adição de bentonita sódica nas dietas de suínos não altera os balanços da energia e do N nem as digestibilidades aparentes do Ca, Mg, Zn, Cu e Mn. A adição de bentonita sódica reduz a excreção fecal de fósforo. Não há interação entre o programa alimentar e a adição de bentonita sódica nas dietas.

5.
Ci. Rural ; 40(11)2010.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-706839

Resumo

This study was carried out to evaluate the effect of the addition of the citrus extracts and ractopamine in finishing pig diets. A Hundred eight pigs were used (54 males and 54 females) in a completely randomized design, blocked by sex and distributed in nine treatments: T1. control (C) (0ppm of the ractopamine e 0ppm of the citrus extracts), T2. C+10RAC (ractopamine, ppm), T3. C+20RAC, T4. C+250EC (citrus extracts, ppm), T5. C+500EC, T6. C+250EC+10RAC, T7. C+250EC+20RAC, T8. C+500EC+10RAC and T9. C+500EC+20RAC. The final body weight (109.9±3.60kg), feed intake (2.6±0.24kg d-1), body weight gain (1.01±0.09kg d-1), feed conversion ratio (2.7±0.25), carcass length (97±2.71cm), depth muscle (56.1±5.63mm), and pH (5.9±0.33) were not affected by treatments. There was a significant effect for the treatment with 20ppm of ractopamine, which was 5.7 higher, in relation to the treatment with 10ppm of ractopamine. The backfat thickness of control group was 35% higher than the ractopamine levels and the interaction was of 10ppm of ractopamine and 500ppm of citrus extracts. The lean meat in the control group was on average, 5.3% lower in relation to the ractopamine levels. Feeding of finishing pigs with diets containing ractopamine, citrus extracts and their interactions didn't affect performance, however affected some carcass characteristics.


Um experimento avaliou a adição de ractopamina e extratos cítricos a dietas de suínos em terminação. Foram utilizados 108 suínos (54 machos e 54 fêmeas) em um delineamento de blocos completos ao acaso, sendo o sexo o fator de bloqueamento e nove os tratamentos: T1. controle (C) (0ppm de ractopamina e 0ppm de extratos cítricos), T2. C+10RAC (ractopamina, em ppm), T3. C+20RAC, T4. C+250EC (extratos cítricos, em ppm), T5. C+500EC, T6. C+250EC+10RAC, T7. C+250EC+20RAC, T8. C+500EC+10RAC e T9. C+500EC+20RAC. O peso vivo final (109,9±3,6kg), consumo de ração (2,6±0,2kgd-1), ganho de peso (1,0±0,1kgd-1), conversão alimentar (2,7±0,2), comprimento de carcaça (97,0±2,7cm), profundidade de músculo (56,1±5,6mm) e pH (5,9±0,3) não foram influenciados pelos tratamentos. Sobre o peso de carcaça, o efeito foi somente do tratamento com 20ppm de ractopamina em relação a 10ppm de ractopamina, sendo 5,7% superior. A espessura de toucinho do grupo controle foi 35% superior aos níveis de ractopamina, e a interação foi 500ppm de extratos cítricos e 10ppm de ractopamina. A carne magra do controle foi 5,3% inferior em relação aos níveis de ractopamina. A alimentação de suínos em terminação com dietas contendo ractopamina, extratos cítricos e suas interações não altera o desempenho, mas influencia algumas características de carcaça.

6.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1477968

Resumo

This study was carried out to evaluate the effect of the addition of the citrus extracts and ractopamine in finishing pig diets. A Hundred eight pigs were used (54 males and 54 females) in a completely randomized design, blocked by sex and distributed in nine treatments: T1. control (C) (0ppm of the ractopamine e 0ppm of the citrus extracts), T2. C+10RAC (ractopamine, ppm), T3. C+20RAC, T4. C+250EC (citrus extracts, ppm), T5. C+500EC, T6. C+250EC+10RAC, T7. C+250EC+20RAC, T8. C+500EC+10RAC and T9. C+500EC+20RAC. The final body weight (109.9±3.60kg), feed intake (2.6±0.24kg d-1), body weight gain (1.01±0.09kg d-1), feed conversion ratio (2.7±0.25), carcass length (97±2.71cm), depth muscle (56.1±5.63mm), and pH (5.9±0.33) were not affected by treatments. There was a significant effect for the treatment with 20ppm of ractopamine, which was 5.7 higher, in relation to the treatment with 10ppm of ractopamine. The backfat thickness of control group was 35% higher than the ractopamine levels and the interaction was of 10ppm of ractopamine and 500ppm of citrus extracts. The lean meat in the control group was on average, 5.3% lower in relation to the ractopamine levels. Feeding of finishing pigs with diets containing ractopamine, citrus extracts and their interactions didn't affect performance, however affected some carcass characteristics.


Um experimento avaliou a adição de ractopamina e extratos cítricos a dietas de suínos em terminação. Foram utilizados 108 suínos (54 machos e 54 fêmeas) em um delineamento de blocos completos ao acaso, sendo o sexo o fator de bloqueamento e nove os tratamentos: T1. controle (C) (0ppm de ractopamina e 0ppm de extratos cítricos), T2. C+10RAC (ractopamina, em ppm), T3. C+20RAC, T4. C+250EC (extratos cítricos, em ppm), T5. C+500EC, T6. C+250EC+10RAC, T7. C+250EC+20RAC, T8. C+500EC+10RAC e T9. C+500EC+20RAC. O peso vivo final (109,9±3,6kg), consumo de ração (2,6±0,2kgd-1), ganho de peso (1,0±0,1kgd-1), conversão alimentar (2,7±0,2), comprimento de carcaça (97,0±2,7cm), profundidade de músculo (56,1±5,6mm) e pH (5,9±0,3) não foram influenciados pelos tratamentos. Sobre o peso de carcaça, o efeito foi somente do tratamento com 20ppm de ractopamina em relação a 10ppm de ractopamina, sendo 5,7% superior. A espessura de toucinho do grupo controle foi 35% superior aos níveis de ractopamina, e a interação foi 500ppm de extratos cítricos e 10ppm de ractopamina. A carne magra do controle foi 5,3% inferior em relação aos níveis de ractopamina. A alimentação de suínos em terminação com dietas contendo ractopamina, extratos cítricos e suas interações não altera o desempenho, mas influencia algumas características de carcaça.

7.
Ci. Rural ; 36(5)2006.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-705112

Resumo

An experiment was conducted in order to investigate the digestibility of diets and metabolic balances of piglets fed diets containing 800ug kg-1 of aflatoxins. This study used eight with littermate barrows whith an average initial weight of 13kg, housed in metabolic cages in a semi-acclimatized environment. A completely randomized experimental design was used, with two treatments (control diet and control + 800ug kg-1 of aflatoxins) and four replications, with the animal as the experimental unit. The digestibility coefficients of dry matter, protein and gross energy were not affected (P>0.05) by the addition of 800ug kg-1 of aflatoxins in the diet. The gross energy metabolization was 6% (P 0.05) higher when compared to the control diet. The N urinary losses increased (P 0.05) 52% and the retention related to absorption decreased (P 0.05) 31% in piglets fed diet containing aflatoxins. Concerning the energy balance, the gross energy digested was not influenced (P>0.05) by the addition of aflatoxins in the diet. Energy losses in urine increased (P 0.05) 52% in the pigs fed diets containing aflatoxins. The presence of an aflatoxin level of 800ug kg-1 in the diet did not affect the digestibility, but it altered the protein and energy metabolism of weaned piglets.


Um experimento foi realizado para avaliar a digestibilidade de dietas e balanços metabólicos de suínos alimentados com dietas contendo 800ug kg-1 de aflatoxinas. Foram utilizados oito suínos, meio-irmãos, com peso médio inicial de 13kg, alojados em gaiolas metabólicas, em ambiente semi-climatizado. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com dois tratamentos (dieta controle e controle + 800ug kg-1 de aflatoxinas) e quatro repetições, sendo o animal a unidade experimental. Os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, proteína e energia bruta não foram influenciados (P>0,05) pela adição de 800ug kg-1 de aflatoxinas na dieta. A metabolização da energia bruta foi 6% superior (P 0,05) quando comparada à dieta controle. A excreção urinária de N aumentou (P 0,05) em 52% e a retenção relativa à absorção diminuiu (P 0,05) em 31% nos animais alimentados com a dieta contendo aflatoxinas. No balanço energético, a energia bruta ingerida não foi influenciada (P>0,05) pela adição de aflatoxinas. A excreção urinária de energia aumentou (P 0,05) 52% nos animais alimentados com a dieta contendo aflatoxinas. A presença de 800ug kg-1 de aflatoxinas na dieta não afetou a digestibilidade, mas alterou o metabolismo protéico e energético de leitões.

8.
Ci. Rural ; 36(2)2006.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704954

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the digestion and metabolism of different genotypes pigs fed with or without restriction. Twenty-four barrows of three commercial genotypes were used, with 47.95kg initial body weight, housed in metabolic cages maintained in semi-acclimatized atmosphere. A 3 x 2 factorial design was used (3 commercial genotypes - Agroceres, Dalland, Embrapa, with or without feed restriction), with four replications each, being the animal the experimental unit. The genotypes and feed restriction did not influence (P>0.05) dry matter digestibility, crude protein, ether extract and metabolizable energy. On the nitrogen balance, restriction feed decrease (P 0.05) 20% urinary excretion, 17% fecal losses and 19% retention. The commercial genotypes studied have similar digestibility, metabolization energy and nitrogen balance. Restriction feed at 20% level did not affect nutrient digestibility and energy metabolization.


Um experimento foi realizado com o objetivo de estudar a digestibilidade aparente da dieta e o balanço do nitrogênio em suínos de diferentes grupos genéticos com ou sem restrição alimentar. Foram utilizados 24 suínos machos castrados de três linhagens híbridas comerciais (Agroceres, Dalland e Embrapa), com peso vivo médio inicial de 47,95kg e final de 52,11kg. Os animais foram alojados em gaiolas metabólicas mantidas em ambiente semi-climatizado. Foi utilizado um fatorial 3 x 2 (três linhagens híbridas comerciais com ou sem restrição alimentar), com quatro repetições cada, sendo o animal a unidade experimental. Os grupos genéticos e a restrição alimentar não influenciaram (P>0,05) a digestibilidade aparente da matéria seca, da proteína bruta, do extrato etéreo e a metabolizibilidade da energia. No entanto, a restrição de 20% em relação à alimentação à vontade reduziu (P 0,05) em 20% a excreção urinária, 17% da excreção fecal e 19% da retenção de nitrogênio. Os grupos genéticos comerciais estudados apresentam digestibilidade, metabolização da energia e balanço do nitrogênio semelhantes. A restrição de 20% no consumo de ração não afeta a digestibilidade aparente dos nutrientes e a metabolização da energia.

9.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476741

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the digestion and metabolism of different genotypes pigs fed with or without restriction. Twenty-four barrows of three commercial genotypes were used, with 47.95kg initial body weight, housed in metabolic cages maintained in semi-acclimatized atmosphere. A 3 x 2 factorial design was used (3 commercial genotypes - Agroceres, Dalland, Embrapa, with or without feed restriction), with four replications each, being the animal the experimental unit. The genotypes and feed restriction did not influence (P>0.05) dry matter digestibility, crude protein, ether extract and metabolizable energy. On the nitrogen balance, restriction feed decrease (P 0.05) 20% urinary excretion, 17% fecal losses and 19% retention. The commercial genotypes studied have similar digestibility, metabolization energy and nitrogen balance. Restriction feed at 20% level did not affect nutrient digestibility and energy metabolization.


Um experimento foi realizado com o objetivo de estudar a digestibilidade aparente da dieta e o balanço do nitrogênio em suínos de diferentes grupos genéticos com ou sem restrição alimentar. Foram utilizados 24 suínos machos castrados de três linhagens híbridas comerciais (Agroceres, Dalland e Embrapa), com peso vivo médio inicial de 47,95kg e final de 52,11kg. Os animais foram alojados em gaiolas metabólicas mantidas em ambiente semi-climatizado. Foi utilizado um fatorial 3 x 2 (três linhagens híbridas comerciais com ou sem restrição alimentar), com quatro repetições cada, sendo o animal a unidade experimental. Os grupos genéticos e a restrição alimentar não influenciaram (P>0,05) a digestibilidade aparente da matéria seca, da proteína bruta, do extrato etéreo e a metabolizibilidade da energia. No entanto, a restrição de 20% em relação à alimentação à vontade reduziu (P 0,05) em 20% a excreção urinária, 17% da excreção fecal e 19% da retenção de nitrogênio. Os grupos genéticos comerciais estudados apresentam digestibilidade, metabolização da energia e balanço do nitrogênio semelhantes. A restrição de 20% no consumo de ração não afeta a digestibilidade aparente dos nutrientes e a metabolização da energia.

10.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476902

Resumo

An experiment was conducted in order to investigate the digestibility of diets and metabolic balances of piglets fed diets containing 800ug kg-1 of aflatoxins. This study used eight with littermate barrows whith an average initial weight of 13kg, housed in metabolic cages in a semi-acclimatized environment. A completely randomized experimental design was used, with two treatments (control diet and control + 800ug kg-1 of aflatoxins) and four replications, with the animal as the experimental unit. The digestibility coefficients of dry matter, protein and gross energy were not affected (P>0.05) by the addition of 800ug kg-1 of aflatoxins in the diet. The gross energy metabolization was 6% (P 0.05) higher when compared to the control diet. The N urinary losses increased (P 0.05) 52% and the retention related to absorption decreased (P 0.05) 31% in piglets fed diet containing aflatoxins. Concerning the energy balance, the gross energy digested was not influenced (P>0.05) by the addition of aflatoxins in the diet. Energy losses in urine increased (P 0.05) 52% in the pigs fed diets containing aflatoxins. The presence of an aflatoxin level of 800ug kg-1 in the diet did not affect the digestibility, but it altered the protein and energy metabolism of weaned piglets.


Um experimento foi realizado para avaliar a digestibilidade de dietas e balanços metabólicos de suínos alimentados com dietas contendo 800ug kg-1 de aflatoxinas. Foram utilizados oito suínos, meio-irmãos, com peso médio inicial de 13kg, alojados em gaiolas metabólicas, em ambiente semi-climatizado. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, com dois tratamentos (dieta controle e controle + 800ug kg-1 de aflatoxinas) e quatro repetições, sendo o animal a unidade experimental. Os coeficientes de digestibilidade da matéria seca, proteína e energia bruta não foram influenciados (P>0,05) pela adição de 800ug kg-1 de aflatoxinas na dieta. A metabolização da energia bruta foi 6% superior (P 0,05) quando comparada à dieta controle. A excreção urinária de N aumentou (P 0,05) em 52% e a retenção relativa à absorção diminuiu (P 0,05) em 31% nos animais alimentados com a dieta contendo aflatoxinas. No balanço energético, a energia bruta ingerida não foi influenciada (P>0,05) pela adição de aflatoxinas. A excreção urinária de energia aumentou (P 0,05) 52% nos animais alimentados com a dieta contendo aflatoxinas. A presença de 800ug kg-1 de aflatoxinas na dieta não afetou a digestibilidade, mas alterou o metabolismo protéico e energético de leitões.

11.
Ci. Rural ; 35(4)2005.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704753

Resumo

Two experiments were carried out to evaluate metabolic balances and the digestibility of the high moisture corn in pigs. Twelve littermates barrows were used, weighting 47kg of initial BW, kept into metabolic cages. Experiment one compared the metabolic balances of animals fed with diets contend dry corn and high moisture. Experiment two evaluated the digestibility of high moisture corn. In experiment one, the design was completely randomized. Each experiment had two treatments, four repetitions of one animal. The substitution of the dry corn for high moisture corn did not influence the balances of either nitrogen or energy. The digestibility coefficients of the high moisture corn were: 85% to crude protein, 90% to crude energy and 90% to dry matter. The substitution of dry corn for high moisture corn in the swine diets does not affect the balances of both nitrogen and energy. The digestibility of the dry matter, crude energy and metabolizável energy of the high moisture corn were higher than the dry corn ones.


Dois experimentos foram realizados com o objetivo de avaliar a digestibilidade e balanços metabólicos da silagem de grãos úmidos de milho para suínos. Foram utilizados 12 suínos machos castrados, irmãos paternos, com peso vivo médio de 47kg, mantidos em gaiolas metabólicas. O experimento 1 teve como objetivo comparar os balanços metabólicos de animais alimentados com dietas contendo milho seco e silagem de grãos úmidos. O experimento 2 teve por objetivo avaliar a digestibilidade da silagem de grãos úmidos. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado. Cada experimento teve dois tratamentos com quatro repetições de um animal cada. A substituição dos grãos de milho seco por silagem de grãos úmidos em dietas de suínos não influenciou (P>0,05) os balanços do nitrogênio e da energia. A silagem de grãos úmidos de milho apresentou coeficientes de digestibilidade de 85% para a proteína bruta, 90% para a energia bruta e 90% para matéria seca. A substituição do grão de milho seco por silagem de grãos úmidos de milho na dieta de suínos não afeta os balanços do N e da energia. A silagem de grãos úmidos de milho apresenta teores digestíveis de MS, energia bruta e metabolizável superiores quando comparados aos do grão de milho seco.

12.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476536

Resumo

Two experiments were carried out to evaluate metabolic balances and the digestibility of the high moisture corn in pigs. Twelve littermates barrows were used, weighting 47kg of initial BW, kept into metabolic cages. Experiment one compared the metabolic balances of animals fed with diets contend dry corn and high moisture. Experiment two evaluated the digestibility of high moisture corn. In experiment one, the design was completely randomized. Each experiment had two treatments, four repetitions of one animal. The substitution of the dry corn for high moisture corn did not influence the balances of either nitrogen or energy. The digestibility coefficients of the high moisture corn were: 85% to crude protein, 90% to crude energy and 90% to dry matter. The substitution of dry corn for high moisture corn in the swine diets does not affect the balances of both nitrogen and energy. The digestibility of the dry matter, crude energy and metabolizável energy of the high moisture corn were higher than the dry corn ones.


Dois experimentos foram realizados com o objetivo de avaliar a digestibilidade e balanços metabólicos da silagem de grãos úmidos de milho para suínos. Foram utilizados 12 suínos machos castrados, irmãos paternos, com peso vivo médio de 47kg, mantidos em gaiolas metabólicas. O experimento 1 teve como objetivo comparar os balanços metabólicos de animais alimentados com dietas contendo milho seco e silagem de grãos úmidos. O experimento 2 teve por objetivo avaliar a digestibilidade da silagem de grãos úmidos. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado. Cada experimento teve dois tratamentos com quatro repetições de um animal cada. A substituição dos grãos de milho seco por silagem de grãos úmidos em dietas de suínos não influenciou (P>0,05) os balanços do nitrogênio e da energia. A silagem de grãos úmidos de milho apresentou coeficientes de digestibilidade de 85% para a proteína bruta, 90% para a energia bruta e 90% para matéria seca. A substituição do grão de milho seco por silagem de grãos úmidos de milho na dieta de suínos não afeta os balanços do N e da energia. A silagem de grãos úmidos de milho apresenta teores digestíveis de MS, energia bruta e metabolizável superiores quando comparados aos do grão de milho seco.

13.
Ci. Rural ; 35(5)2005.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704801

Resumo

An experiment was carried out to study the effects of whey in post-weaning diets of the piglets. Forty-eighth piglets were supplied with four levels of volumetric substitutions of whey rations (0, 7, 14, 21%). The experimental design was a complete random block with four replications. Animal performance and economic responses of piglets fed with whey were evaluated. Piglets fed with control diet and 7% of whey had a higher feed intake (P 0.05) than other groups of piglets from 51 to 65 days. However, piglets fed with whey diets had a higher feed conversion (P 0.05) than those fed with control diets. There were no differences (P>0.05) among piglet groups fed with different diets for daily average gain of weight. If feed cost is greater than whey transport cost, whey diets can be an economical alternative to feed piglets in post-weaning period. In conclusion, diet substitutions until 21% of whey increases feed conversion of piglets.


Foi realizado um experimento para estudar as respostas econômicas e de desempenho do uso de soro de leite integral em dietas para leitões na creche. Quarenta e oito leitões foram distribuídos em quatro tratamentos com quatro níveis de substituição volumétrica (em gramas) da ração por soro de leite integral (0, 7, 14, 21%). Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e quatro repetições. Os consumos de ração foram diferentes (P 0,05) no período de 51 a 65 dias, em que os leitões alimentados com a dieta testemunha e com 7% de substituição de soro de leite apresentaram maior consumo. No período de 51 a 65 dias e no período total, os animais alimentados com dietas com soro de leite apresentaram melhor conversão alimentar (P 0,05) que aqueles que receberam a dieta testemunha. Não houve diferenças (P>0,05) no ganho de peso nos diferentes tratamentos. O uso de soro de leite é viável economicamente, quando o custo da ração economizada for maior que o custo do transporte de soro do laticínio até a granja durante a fase de creche. A utilização de soro de leite integral em níveis de até 21% nas dietas de leitões melhora a conversão alimentar. Embora a energia metabolizável sofra redução com a inclusão crescente do soro de leite, não afeta o desempenho dos leitões em níveis de até 21%.

14.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476585

Resumo

An experiment was carried out to study the effects of whey in post-weaning diets of the piglets. Forty-eighth piglets were supplied with four levels of volumetric substitutions of whey rations (0, 7, 14, 21%). The experimental design was a complete random block with four replications. Animal performance and economic responses of piglets fed with whey were evaluated. Piglets fed with control diet and 7% of whey had a higher feed intake (P 0.05) than other groups of piglets from 51 to 65 days. However, piglets fed with whey diets had a higher feed conversion (P 0.05) than those fed with control diets. There were no differences (P>0.05) among piglet groups fed with different diets for daily average gain of weight. If feed cost is greater than whey transport cost, whey diets can be an economical alternative to feed piglets in post-weaning period. In conclusion, diet substitutions until 21% of whey increases feed conversion of piglets.


Foi realizado um experimento para estudar as respostas econômicas e de desempenho do uso de soro de leite integral em dietas para leitões na creche. Quarenta e oito leitões foram distribuídos em quatro tratamentos com quatro níveis de substituição volumétrica (em gramas) da ração por soro de leite integral (0, 7, 14, 21%). Foi utilizado um delineamento inteiramente casualizado com quatro tratamentos e quatro repetições. Os consumos de ração foram diferentes (P 0,05) no período de 51 a 65 dias, em que os leitões alimentados com a dieta testemunha e com 7% de substituição de soro de leite apresentaram maior consumo. No período de 51 a 65 dias e no período total, os animais alimentados com dietas com soro de leite apresentaram melhor conversão alimentar (P 0,05) que aqueles que receberam a dieta testemunha. Não houve diferenças (P>0,05) no ganho de peso nos diferentes tratamentos. O uso de soro de leite é viável economicamente, quando o custo da ração economizada for maior que o custo do transporte de soro do laticínio até a granja durante a fase de creche. A utilização de soro de leite integral em níveis de até 21% nas dietas de leitões melhora a conversão alimentar. Embora a energia metabolizável sofra redução com a inclusão crescente do soro de leite, não afeta o desempenho dos leitões em níveis de até 21%.

15.
Ci. Rural ; 34(5)2004.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704536

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the effect of the substitution until 30% of the diet corn for wheat middling with or without addition of enzymes on the digestive utilization of the energy and nitrogen and phosphorus balances. Twenty-four barrows were used, half brothers, with 51.62 kg initial BW, housed in metabolic cages maintained in semi-acclimatized atmosphere. A 3 x 2 factorial design was used (3 wheat middling levels - 0, 15 and 30%, with or without addition of enzymes), with four replications each, being the animal the experimental unit. The increased levels of wheat middling until 30% and the addition of enzymes did not influence (P > 0.05) the digestibility of the dry matter, crude energy, digestible energy and metabolized energy and energy metabolizibility, N retention, fecal and urinary N losses. However, the addition of 30% of wheat middling reduced (P 0.05) the fecal excretion of P and increased (P 0.05) the P absorption. The regression analysis showed that for each wheat middling gram added to the diet, fecal P reduces in 0.05g and absorption increases 0.11g. The substitution until 30% of the diet corn for wheat middling did not affect the energy and N balances, but it improved P balance. The addition of exogenous enzymes did not affect the digestive and metabolic parameters.


Um experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da substituição de até 30% do milho da dieta por triguilho adicionando ou não enzimas sobre a utilização digestiva da energia e balanços do nitrogênio e fósforo. Foram utilizados 24 suínos machos castrados, meio irmãos, com PV médio inicial de 51,62kg e final de 62,95kg, alojados em gaiolas metabólicas mantidas em ambiente semi-climatizado. Foi utilizado um fatorial 3 x 2 (3 níveis de inclusão do triguilho - 0, 15 e 30%, com ou sem adição de enzimas), com quatro repetições cada, sendo o animal a unidade experimental. A inclusão de níveis crescentes de triguilho até 30% da dieta e a adição de enzimas não influenciou (P > 0,05) a digestibilidade da MS, da EB, da ED, a metabolizibilidade da energia, a retenção e as excreções fecais e urinária de nitrogênio. No entanto, a adição de 30% de triguilho reduziu (P 0,05) a excreção fecal de P e aumentou (P 0,05) a absorção do fósforo. A análise de regressão mostrou que para cada grama de triguilho adicionada à dieta o P fecal reduz em 0,05 g e absorção aumenta 0,11 gramas. A substituição de até 30% do milho por triguilho não afeta o balanço energético e do N, mas melhora o balanço do fósforo. A adição de enzimas exógenas não afeta os paramentos digestivos e metabólicos dos suínos.

16.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476317

Resumo

An experiment was carried out to evaluate the effect of the substitution until 30% of the diet corn for wheat middling with or without addition of enzymes on the digestive utilization of the energy and nitrogen and phosphorus balances. Twenty-four barrows were used, half brothers, with 51.62 kg initial BW, housed in metabolic cages maintained in semi-acclimatized atmosphere. A 3 x 2 factorial design was used (3 wheat middling levels - 0, 15 and 30%, with or without addition of enzymes), with four replications each, being the animal the experimental unit. The increased levels of wheat middling until 30% and the addition of enzymes did not influence (P > 0.05) the digestibility of the dry matter, crude energy, digestible energy and metabolized energy and energy metabolizibility, N retention, fecal and urinary N losses. However, the addition of 30% of wheat middling reduced (P 0.05) the fecal excretion of P and increased (P 0.05) the P absorption. The regression analysis showed that for each wheat middling gram added to the diet, fecal P reduces in 0.05g and absorption increases 0.11g. The substitution until 30% of the diet corn for wheat middling did not affect the energy and N balances, but it improved P balance. The addition of exogenous enzymes did not affect the digestive and metabolic parameters.


Um experimento foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da substituição de até 30% do milho da dieta por triguilho adicionando ou não enzimas sobre a utilização digestiva da energia e balanços do nitrogênio e fósforo. Foram utilizados 24 suínos machos castrados, meio irmãos, com PV médio inicial de 51,62kg e final de 62,95kg, alojados em gaiolas metabólicas mantidas em ambiente semi-climatizado. Foi utilizado um fatorial 3 x 2 (3 níveis de inclusão do triguilho - 0, 15 e 30%, com ou sem adição de enzimas), com quatro repetições cada, sendo o animal a unidade experimental. A inclusão de níveis crescentes de triguilho até 30% da dieta e a adição de enzimas não influenciou (P > 0,05) a digestibilidade da MS, da EB, da ED, a metabolizibilidade da energia, a retenção e as excreções fecais e urinária de nitrogênio. No entanto, a adição de 30% de triguilho reduziu (P 0,05) a excreção fecal de P e aumentou (P 0,05) a absorção do fósforo. A análise de regressão mostrou que para cada grama de triguilho adicionada à dieta o P fecal reduz em 0,05 g e absorção aumenta 0,11 gramas. A substituição de até 30% do milho por triguilho não afeta o balanço energético e do N, mas melhora o balanço do fósforo. A adição de enzimas exógenas não afeta os paramentos digestivos e metabólicos dos suínos.

17.
Ci. Rural ; 25(1)1995.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-703027

Resumo

A study was carried out at the Department of Animal Science, of the Universidade Federal de Santa Maria in order to evaluate the effects of three shapes of ration in the performance of weaning pigs (28 days) up to 70 days. The treatments were middlings (T1), pellets (T2) and ground ration (T3). The experimental was performed using a completely randomized design, in a factorial experiment 3 x 2, with 4 replicates of one animal each. The analyses of variance did not show significant differences (P 0,05) for the ration consumption and weight gain measurements. The food conversion in the T2 was better than that observed in the T1 (P 0.05). The results show that feeding with pelleted ration at the beginning of the pig's growth (28 to 70 days) improves the food conversion and decreases the live weight production costs, when compared with middlings.


Um estudo foi realizado no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria, com o objetivo de avaliar o efeito de três formas físicas de ração sobre o desempenho de leitões, do desmame (28 dias de idade) até 70 dias de idade. Os tratamentos foram ração farelada (T1), ração peletizada (T2) e ração moída (T3) após a peletização). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em um arranjo fatorial 3x2, com 4 repetições de um animal. A análise da variância não mostrou diferença significativa (P 0,05) para os parâmetros consumo de ração e ganho de peso. A conversão alimentar dos leitões que receberam ração peletizada foi melhor (P 0,05), quando comparada com a ração farelada. Conclui-se que o fornecimento de ração peletizada para leitões na fase inicial (28 até 70 dias de idade) melhora a conversão alimentar e diminui o custo do kg vivo produzido em relação ao fornecimento de ração farelada.

18.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1474764

Resumo

A study was carried out at the Department of Animal Science, of the Universidade Federal de Santa Maria in order to evaluate the effects of three shapes of ration in the performance of weaning pigs (28 days) up to 70 days. The treatments were middlings (T1), pellets (T2) and ground ration (T3). The experimental was performed using a completely randomized design, in a factorial experiment 3 x 2, with 4 replicates of one animal each. The analyses of variance did not show significant differences (P 0,05) for the ration consumption and weight gain measurements. The food conversion in the T2 was better than that observed in the T1 (P 0.05). The results show that feeding with pelleted ration at the beginning of the pig's growth (28 to 70 days) improves the food conversion and decreases the live weight production costs, when compared with middlings.


Um estudo foi realizado no Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Maria, com o objetivo de avaliar o efeito de três formas físicas de ração sobre o desempenho de leitões, do desmame (28 dias de idade) até 70 dias de idade. Os tratamentos foram ração farelada (T1), ração peletizada (T2) e ração moída (T3) após a peletização). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em um arranjo fatorial 3x2, com 4 repetições de um animal. A análise da variância não mostrou diferença significativa (P 0,05) para os parâmetros consumo de ração e ganho de peso. A conversão alimentar dos leitões que receberam ração peletizada foi melhor (P 0,05), quando comparada com a ração farelada. Conclui-se que o fornecimento de ração peletizada para leitões na fase inicial (28 até 70 dias de idade) melhora a conversão alimentar e diminui o custo do kg vivo produzido em relação ao fornecimento de ração farelada.

19.
Ci. Rural ; 25(1)1995.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-703026

Resumo

The effects of different levels of black oats in diets for swine in growing and finishing period were studied at the Trainning Conter of COTRIJUÍ in Augusto Pestana, RS. The experiment was conducted with 40 animals of Wessex breed, with initial average weight of 26.5kg, distributed in 4 x 2 factorial arrangement (0, 15, 30 and 45% of oats black x 2 sexos). The experimental design used was the completely randomized with 3 repetition. The water and diet were given ad libitum. In both phases, were estimated feed consumption, average daily gain and feed conversion. After the slaughtering, the carcass were classified and calculated the carcass yield, the carcass lenght, the mean backfat thickness, ham percentage, área of the Longissimus dorsi and relation meat-fat. There were no significant difference (P > 0.05) between the treatments for performance and carcass characteristics. In the finishing and total periods, the difference between sex statistically significant (P 0.05) for the average feed consumption and daily gain, favoring the barrows. There were significant differences (P 0.05) between sex for the mean backfat tickness and relation meat-fat, favoring the female. The results show that black oats could be utilized in the swine diets up to a level of 45% in the growing and finishing periods, without interference in the swine performance and in the carcass characteristics.


Com o objetivo de estudar os efeitos de diferentes níveis de aveia preta em rações para suínos, foi realizado no Centro de Treinamento da COTRIJUÍ, Augusto Pestana, RS, um experimento com 40 animais da raça Wessex, com peso médio inicial de 26,5kg, distribuídos num arranjo fatorial de quatro níveis de aveia (0, 15, 30 e 45%) e dois sexos, fêmeas e machos castrados. O delineamento foi inteiramente casualizado, com três repetições (duas com 2 animais e uma com 1). Água e ração foram fornecidas à vontade. Em ambas as fases, foram avaliados consumo de ração, ganho de peso diário e conversão alimentar. Após o abate, as carcaças foram avaliadas e, dos dados obtidos, calculados o rendimento da carcaça, comprimento da carcaça, espessura média de toicinho, percentagem de pernil, área de olho de lombo e relação came-gordura. Não houve diferença significativa (P > 0,05) entre tratamentos para desempenho e características de carcaça. A interação nível de aveia x sexo, também não foi significativa (P > 0,05). O fator sexo foi estatisticamente significativo (P 0,05) para consumo e ganho de peso diário, ambos para fase de terminação e total, favorecendo os machos castrados. As fêmeas apresentaram melhor (P 0,05) percentagem de pernil e a relação came-gordura do que os machos. Os resultados demonstram que a aveia preta pode ser utilizada nas rações para suínos até o nível 45% nas fases de crescimento e terminação, sem comprometer o desempenho e as características de carcaça.

20.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1474763

Resumo

The effects of different levels of black oats in diets for swine in growing and finishing period were studied at the Trainning Conter of COTRIJUÍ in Augusto Pestana, RS. The experiment was conducted with 40 animals of Wessex breed, with initial average weight of 26.5kg, distributed in 4 x 2 factorial arrangement (0, 15, 30 and 45% of oats black x 2 sexos). The experimental design used was the completely randomized with 3 repetition. The water and diet were given ad libitum. In both phases, were estimated feed consumption, average daily gain and feed conversion. After the slaughtering, the carcass were classified and calculated the carcass yield, the carcass lenght, the mean backfat thickness, ham percentage, área of the Longissimus dorsi and relation meat-fat. There were no significant difference (P > 0.05) between the treatments for performance and carcass characteristics. In the finishing and total periods, the difference between sex statistically significant (P 0.05) for the average feed consumption and daily gain, favoring the barrows. There were significant differences (P 0.05) between sex for the mean backfat tickness and relation meat-fat, favoring the female. The results show that black oats could be utilized in the swine diets up to a level of 45% in the growing and finishing periods, without interference in the swine performance and in the carcass characteristics.


Com o objetivo de estudar os efeitos de diferentes níveis de aveia preta em rações para suínos, foi realizado no Centro de Treinamento da COTRIJUÍ, Augusto Pestana, RS, um experimento com 40 animais da raça Wessex, com peso médio inicial de 26,5kg, distribuídos num arranjo fatorial de quatro níveis de aveia (0, 15, 30 e 45%) e dois sexos, fêmeas e machos castrados. O delineamento foi inteiramente casualizado, com três repetições (duas com 2 animais e uma com 1). Água e ração foram fornecidas à vontade. Em ambas as fases, foram avaliados consumo de ração, ganho de peso diário e conversão alimentar. Após o abate, as carcaças foram avaliadas e, dos dados obtidos, calculados o rendimento da carcaça, comprimento da carcaça, espessura média de toicinho, percentagem de pernil, área de olho de lombo e relação came-gordura. Não houve diferença significativa (P > 0,05) entre tratamentos para desempenho e características de carcaça. A interação nível de aveia x sexo, também não foi significativa (P > 0,05). O fator sexo foi estatisticamente significativo (P 0,05) para consumo e ganho de peso diário, ambos para fase de terminação e total, favorecendo os machos castrados. As fêmeas apresentaram melhor (P 0,05) percentagem de pernil e a relação came-gordura do que os machos. Os resultados demonstram que a aveia preta pode ser utilizada nas rações para suínos até o nível 45% nas fases de crescimento e terminação, sem comprometer o desempenho e as características de carcaça.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA