Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 50(1): 33-42, 2013.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-3780

Resumo

Pyrethroid insecticides are extensively used for pest control around the house, flea prevention for pets, and plant sprays for the home and in agriculture. Deltamethrin (DTM) is a Type II pyrethroid insecticide used to control a variety of insects in agriculture and domestic environments. The present study investigated the possible anxiogenic effects of DTM (1, 3, and 10 mg/kg) in rats using behavioral and neurochemical methods. We assessed general locomotor activity and behavior in the elevated plus maze and open field test. Striatal and hippocampal neurotransmitter and metabolite levels were also measured. DTM (i) reduced locomotion and rearing frequency, (ii) slightly increased the duration of immobility, (iii) reduced the time engaged in social interaction, (iv) reduced the percentage of entries into and time spent on the open arms of the elevated plus maze, (v) reduced the number of center crossings in the elevated plus maze, (vi) Striatal and hippocampal neurotransmitter and metabolite levels were also measured. DTM (i) reduced locomotion and rearing frequency, (ii) slightly increased the duration of immobility, (iii) reduced the time engaged in social interaction, (iv) reduced the percentage of entries into and time spent on the open arms of the elevated plus maze, (v) reduced the number of center crossings in the elevated plus maze, (vi) increased striatal serotonin neurotransmitter and its metabolite, and (vii) did not alter motor coordination on the rotarod, grooming duration in the open field test, rectal temperature, or hippocampal neurotransmitter levels. These data suggest that DTM at the present doses and under these experimental conditions presented a similar profile to that of anxiogenic drugs, unrelated with the increased serotonin neurotransmission.(AU)


Inseticidas piretróides são amplamente utilizados para controle de pragas, como na prevenção de pulgas em animais de estimação e sprays de plantas para a casa e na agricultura. Deltametrina (DTM) é um inseticida piretróide tipo II usado para controlar uma variedade de insetos na agricultura e ambientes domésticos. O presente estudo investigou os possíveis efeitos ansiogênicos de DTM (1, 3 e 10 mg/kg) em ratos, utilizando métodos comportamentais e neuroquímicos. Foi avaliada a atividade locomotora geral e comportamento no labirinto em cruz elevado e teste de campo aberto. Os níveis de neurotransmissores e metabólitos no estriado e hipocampo também foram mensurados. DTM (i) reduziu a locomoção e a frequência de levantar, (ii) aumentou da duração da imobilidade, (iii) reduziu o tempo de interacção social, (iv) reduziu a percentagem de entradas e tempo gasto nos braços abertos do elevado labirinto em cruz, (v) reduziu o número de cruzamentos no centro do labirinto em cruz elevado, (vi) aumentou neurotransmissor serotonina e de seu metabólito estriatal, e (vii) não alterou a coordenação motora no rotarod, duração do grooming no teste de campo aberto, temperatura retal, ou níveis de neurotransmissores do hipocampo. Estes dados sugerem que DTM nas presentes doses e sob estas condições experimentais apresentaram um perfil semelhante ao de drogas ansiogénicas, não relacionados ao aumento da serotonina estriatal.(AU)


Assuntos
Animais , Inseticidas/análise , Ansiedade , Comportamento Animal , /instrumentação , Ratos
2.
B. Inst. Pesca ; 36(1): 53-59, 2010. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-2665

Resumo

Praguicidas como o Diclorvos (DDVP) e a Deltametrina (DTM) são comumente usados na produção agrícola. Para avaliar a toxicidade de formulações comerciais do DDVP e da mistura deste com a DDM, foram realizados testes de toxicidade aguda em peixes da espécie Danio rerio e Hyphessobrycon bifasciatus. Para a mistura, foram utilizadas as maiores concentrações dos praguicidas testados, que não provocaram letalidade. Os resultados obtidos mostraram que, nas concentrações empregadas, o praguicida DDVP promove o efeito “tudo ou nada”. No caso da mistura, verificou-se a ocorrência de 100% de letalidade em concentrações dos praguicidas que não produziram letalidade se administradas isoladamente. Desta forma, evidenciou-se efeito sinérgico dos praguicidas, sugerindo que o emprego de misturas destes praguicidas pode representar um fator importante. Finalmente, o efeito da toxicidade apresentada pelas duas espécies foi similar, sugerindo que Hyphessobrycon bifasciatus pode ser útil no caso de avaliações ambientais nas condições nacionais.(AU)


Pesticides such as Dichlovos (DDVP) and Deltamethrin (DTM) are commonly used in agricultural production. To evaluate the toxicity of commercial formulations of DDVP, mixed or not with DTM, were realized tests for acute toxicity in fish species Danio rerio and Hyphessobrycon bifasciatus. To the mixture, we used the highest concentrations of pesticides tested, which caused no lethality. The results showed that on the concentrations used, the pesticide DDVP promotes the "all or nothing effect, i.e. 100% of animals dying or 100% survive. In the case of the mixture, the results demonstrated the occurrence of 100% lethality at concentrations of pesticides that did not produce lethal effect if administered alone, indicating a synergistic effect of the pesticide mixture. These data suggest that the use of mixtures of these pesticides may represent an important factor. Finally, the toxicity effect showed on the two species was similar, suggesting that the Hyphessobrycon bifasciatus fish may be used for environmental assessments in Brazilian conditions.(AU)


Assuntos
Cyprinidae , Diclorvós/administração & dosagem , Diclorvós/toxicidade
3.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 36(1): 53-59, 2010. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1464871

Resumo

Praguicidas como o Diclorvos (DDVP) e a Deltametrina (DTM) são comumente usados na produção agrícola. Para avaliar a toxicidade de formulações comerciais do DDVP e da mistura deste com a DDM, foram realizados testes de toxicidade aguda em peixes da espécie Danio rerio e Hyphessobrycon bifasciatus. Para a mistura, foram utilizadas as maiores concentrações dos praguicidas testados, que não provocaram letalidade. Os resultados obtidos mostraram que, nas concentrações empregadas, o praguicida DDVP promove o efeito “tudo ou nada”. No caso da mistura, verificou-se a ocorrência de 100% de letalidade em concentrações dos praguicidas que não produziram letalidade se administradas isoladamente. Desta forma, evidenciou-se efeito sinérgico dos praguicidas, sugerindo que o emprego de misturas destes praguicidas pode representar um fator importante. Finalmente, o efeito da toxicidade apresentada pelas duas espécies foi similar, sugerindo que Hyphessobrycon bifasciatus pode ser útil no caso de avaliações ambientais nas condições nacionais.


Pesticides such as Dichlovos (DDVP) and Deltamethrin (DTM) are commonly used in agricultural production. To evaluate the toxicity of commercial formulations of DDVP, mixed or not with DTM, were realized tests for acute toxicity in fish species Danio rerio and Hyphessobrycon bifasciatus. To the mixture, we used the highest concentrations of pesticides tested, which caused no lethality. The results showed that on the concentrations used, the pesticide DDVP promotes the "all or nothing effect, i.e. 100% of animals dying or 100% survive. In the case of the mixture, the results demonstrated the occurrence of 100% lethality at concentrations of pesticides that did not produce lethal effect if administered alone, indicating a synergistic effect of the pesticide mixture. These data suggest that the use of mixtures of these pesticides may represent an important factor. Finally, the toxicity effect showed on the two species was similar, suggesting that the Hyphessobrycon bifasciatus fish may be used for environmental assessments in Brazilian conditions.


Assuntos
Cyprinidae , Diclorvós/administração & dosagem , Diclorvós/toxicidade
4.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 45(1): 67-75, 2008. graf, ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5319

Resumo

The embryotoxic effects of prenatal daily exposure to 0.0, 0.7, 3.0 or 15.0 mg/kg of the aqueous extract (AQE) from Ipomoea carnea (I. carnea) dried leaves on gestational days 5û21 were studied in rats. Maternal reproductive performance, skeletal and visceral abnormalities, and malformations were evaluated. Moreover, anatomopathological findings in dams following the treatment were recorded. Regarding the dams, our results show that body weight, weight gain, food and water consumption, and reproductive performance were all unaffectedby exposure to the different doses of the AQE. Nonetheless, dams treated with AQE presented a dose-dependent cytoplasmic vacuolation in the liver, kidneys, thyroid and adrenal glands. Fetal examination did not show external abnormalities or malformations. Evidences of several skeletal and visceral abnormalities were found, particularly after the higher dose of AQE. A reduced ossification centers were also detected. The present data show that prenatal ingestion of the I. carnea AQE in rats induces embryotoxicity. These effects are attributed to an active principle from I. carnea acting on maternal homeostasis, or directly in the conception.(AU)


Os efeitos embriotóxicos da exposição diária pré-natal a 0,0, 0,7, 3,0 ou 15,0mg/kg do extrato aquoso da I. carnea nos dias 5 a 21 de gestação foram estudados. Foram avaliados a performance reprodutiva materna, anormalidades esqueléticas e viscerais e malformações. Além disso, após o tratamento foram encontrados achados anatomopatológicos. Em relação às ratas mães, nossos resultados mostraram que a exposição às diferentes doses não afetou o peso corporal, ganho de peso, consumos de água e ração e performance reprodutiva. Apesar disso, apresentaram vacuolização citoplasmática de forma dose-dependente em fígado, rins, tireóide e glândula adrenal. Exames fetais não mostraram anormalidades externas ou malformações, sendo somente encontradas evidências de anormalidades esqueléticas e viscerais após altas doses do extrato. Foi observada redução dos centros de ossificação. Os presentes dados mostram que a ingestão prenatal do extrato de I. carnea induz embriotoxicidade. Estes efeitos são atribuídos à ação na homeostase maternal ou diretamente na concepção.(AU)


Assuntos
Animais , Ipomoea/toxicidade , Perigo Carcinogênico , Estruturas Embrionárias/anatomia & histologia , Ratos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA