Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 14 de 14
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 32(4): 1935-1942, out.-dez. 2011.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1498732

Resumo

The objective was to compare the susceptibility of sheep breeds Lacaune, Bergamacia, Santa Ines and animals without defined breed (AWDB) kept confined to gastrointestinal helminths. The design used was a randomized block design being considered treatment the breeds. For research, the animals kept at pasture, were exposed to natural infection and kept from March to September 2008. A month before the start of the experiment, all animals were dewormed and confined. The anthelmintic used contained the active ingredient Moxidectin (0.2 mg/kg, Cydectin®, Fort Dodge, Brazil). Fecal examinations were performed twice a week and the animals with fecal egg count (FEC) over 4000 were dewormed. The mean variations of fecal egg count for the breed studied were: Lacaune 700-2600, Bergamacia 100-300, Santa Ines 61-200 and Natives 63-200. The average count of the sheep Lacaune FEC was significantly higher (p 0.001) than the other breeds, while the FEC of animals Bergamacia, Santa Ines and Native were not statistically different (p > 0.05) among themselves. In coprologic tests, there was no difference between the percentage of helminths between the breeds, being identified the following genera: Haemonchus (70%), Trichostrongylus (20%), Cooperia (7%) and Oesophagostomum (3%). When analyzed the degree of susceptible breeds.


O objetivo do estudo foi comparar a suscetibilidade de ovinos das raças Lacaune, Bergamácia, Santa Inês e animais sem padrão racial definido (SPRD) mantidos confinados a helmintos gastrintestinais. O delineamento utilizado foi blocos ao acaso, sendo considerado tratamento as raças. Para a pesquisa, animais mantidos a pasto, expostos a infecção natural, foram confinados de março a setembro de 2008. Um mês antes do inicio do experimento, todos os animais foram vermifugados e confinados. O anti-helmíntico utilizado continha o princípio ativo Moxidectin (0.2 mg/kg, Cydectin®, Fort Dodge, Brasil). Foram realizados quinzenalmente exames coproparasitológicos e os animais que apresentavam contagem de ovos nas fezes (OPG) superior a 4000 eram vermifugados. A variação média da contagem de ovos nas fezes para as raça estudadas foi: Lacaune 700-2600, Bergamácia 100-300, Santa Inês 61- 200 e SPRD 63-200. A contagem média de OPG das ovelhas Lacaune foi significativamente superior (p 0,001) ao das demais raças, ao passo que a contagem de ovos nas fezes dos animais Bergamácia, Santa Inês e SPRD não diferiu estatisticamente (p > 0,05) entre si. Nos exames coprológicos, não foi observada diferença entre os valores percentuais de helmintos entre as raças, sendo identificados os seguintes gêneros: Haemonchus (70%), Trichostrongylus (20%), Cooperia (7%) e Oesophagostomum (3%). Quando analis

2.
Ci. Rural ; 40(4)2010.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-706605

Resumo

This study assesses the weight gain of partially engorged Rhipicephalus sanguineus females that were artificially fed via capillary tubes and the influence of capillary tube feeding on the biological parameters of the non-parasitic stage of the species. The ticks were sorted into four groups, each containing ten females of a homogeneous weight. The groups were each treated for different feeding times, 2, 6, 12 and 24 hours. The weight gain of the artificially fed females was measured, and the biological parameters of the non-parasitic stage of the tick were observed for each treatment group. The statistical non-parametrical Dunn and Kruskal-Wallis tests were used to compare the results. The mean weights (mg) were 0.2±2.4; 4.3±5.8; 7.4±5.8 and 12.0±11.2 for the 2, 6, 12 and 24 hours feeding groups, respectively. The weight of the fed groups increased as the capillary feeding time increased, and this relationship was highly significant (P 0.05) between the groups fed for 2 and 24 hours. No statistically significant differences (P>0.05) were observed in the parameters of the non-parasitic stage for the artificially fed groups. It can be concluded that artificial feeding via capillary tubes provides an efficient and easy method for the artificial intake of blood by R. sanguineus. Furthermore, it was noted that the ticks fed in vitro were able to establish a new generation. The experimental method shows great promise in studies that aim to investigate biological disease agents.


O objetivo deste trabalho foi avaliar o ganho de peso de fêmeas Rhipicephalus sanguineus parcialmente ingurgitadas alimentadas artificialmente por meio de tubos capilares e verificar a sua influência nos parâmetros biológicos da fase não parasitária. Os carrapatos foram separados em quatro grupos de peso homogêneo compostos por 10 fêmeas cada. Os grupos foram submetidos a diferentes tempos de alimentação: 2, 6, 12 e 24 horas. Para comparação dos resultados, foram utilizados os testes estatísticos não paramétricos Dunn e Kruskal-Wallis. Os pesos médios (mg) adquiridos foram de 0,2±2,4; 4,3±5,8; 7,4±5,8 e 12,0±11,2 nos grupos de 2, 6, 12 e 24 horas, respectivamente. O peso dos grupos alimentados foi maior à medida que o tempo de exposição ao tubo capilar aumentou, observando-se diferença significativa (P 0,05) entre os grupos alimentados por 2 e 24 horas. Não houve diferenças estatísticas significativas (P>0,05) nos parâmetros relativos à fase não parasitária entre os grupos submetidos à alimentação artificial. Concluiu-se que a alimentação artificial por meio de tubos capilares é um método de fácil execução e eficiente para ingestão de sangue por carrapatos R. sanguineus. Além disso, verificou-se que os carrapatos alimentados in vitro foram capazes de estabelecer uma nova geração. Esse método tem potencial para o desenvolvimento de estudos que visem a transmissão de bioagentes.

3.
Artigo em Inglês | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1478136

Resumo

This study assesses the weight gain of partially engorged Rhipicephalus sanguineus females that were artificially fed via capillary tubes and the influence of capillary tube feeding on the biological parameters of the non-parasitic stage of the species. The ticks were sorted into four groups, each containing ten females of a homogeneous weight. The groups were each treated for different feeding times, 2, 6, 12 and 24 hours. The weight gain of the artificially fed females was measured, and the biological parameters of the non-parasitic stage of the tick were observed for each treatment group. The statistical non-parametrical Dunn and Kruskal-Wallis tests were used to compare the results. The mean weights (mg) were 0.2±2.4; 4.3±5.8; 7.4±5.8 and 12.0±11.2 for the 2, 6, 12 and 24 hours feeding groups, respectively. The weight of the fed groups increased as the capillary feeding time increased, and this relationship was highly significant (P 0.05) between the groups fed for 2 and 24 hours. No statistically significant differences (P>0.05) were observed in the parameters of the non-parasitic stage for the artificially fed groups. It can be concluded that artificial feeding via capillary tubes provides an efficient and easy method for the artificial intake of blood by R. sanguineus. Furthermore, it was noted that the ticks fed in vitro were able to establish a new generation. The experimental method shows great promise in studies that aim to investigate biological disease agents.


O objetivo deste trabalho foi avaliar o ganho de peso de fêmeas Rhipicephalus sanguineus parcialmente ingurgitadas alimentadas artificialmente por meio de tubos capilares e verificar a sua influência nos parâmetros biológicos da fase não parasitária. Os carrapatos foram separados em quatro grupos de peso homogêneo compostos por 10 fêmeas cada. Os grupos foram submetidos a diferentes tempos de alimentação: 2, 6, 12 e 24 horas. Para comparação dos resultados, foram utilizados os testes estatísticos não paramétricos Dunn e Kruskal-Wallis. Os pesos médios (mg) adquiridos foram de 0,2±2,4; 4,3±5,8; 7,4±5,8 e 12,0±11,2 nos grupos de 2, 6, 12 e 24 horas, respectivamente. O peso dos grupos alimentados foi maior à medida que o tempo de exposição ao tubo capilar aumentou, observando-se diferença significativa (P 0,05) entre os grupos alimentados por 2 e 24 horas. Não houve diferenças estatísticas significativas (P>0,05) nos parâmetros relativos à fase não parasitária entre os grupos submetidos à alimentação artificial. Concluiu-se que a alimentação artificial por meio de tubos capilares é um método de fácil execução e eficiente para ingestão de sangue por carrapatos R. sanguineus. Além disso, verificou-se que os carrapatos alimentados in vitro foram capazes de estabelecer uma nova geração. Esse método tem potencial para o desenvolvimento de estudos que visem a transmissão de bioagentes.

4.
Ci. Rural ; 35(4)2005.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704769

Resumo

The aim of this work was the diagnose of Aelurostrongylus abstrusus using histological techniques and lung tissue imprint, performing also morfometric characterization of the eggs and the morule of this nematode. When observed in histological sections, the mean size of the eggs (n=100) was 83,4 x 65,5mum, morphometric index (MI) 0,8, and the mean size of the morule (n=100) was 45,4 x 31,8mum, MI 0,7. When observed in the lung tissue imprint, the mean size of the eggs (n=100) was 105,3 x 93,6mum, MI 0,9 and the mean size of the morule (n=100) was 43,1 x 36,5mum, MI 0,8. The lung tissue imprint employed allowed the observation of the same parasitic forms visualized in histological sections. The results suggest the viability of using this technique for the pós-morte diagnostic of A. abstrusus.


Os objetivos deste trabalho foram diagnosticar Aelurostrongylus abstrusus por meio das técnicas de histologia e impressão de tecido pulmonar de gato doméstico e realizar a caracterização morfométrica de ovos e mórulas desse nematódeo. Pela histologia, os ovos (n=100) mediram, em média, 83,4 x 65,5mim, índice morfométrico (IM) 0,8 e as mórulas (n=100) mediram, em média, 45,4 x 31,8mim, IM 0,7. Pela impressão de pulmão, os ovos (n=100) mediram, em média, 105,3 x 93,6mim, IM 0,9, e as mórulas (n=100) mediram, em média, 43,1 x 36,5mim, IM 0,8. A utilização da técnica de impressão de tecido permitiu a observação das mesmas formas parasitárias visualizadas histologicamente. Os resultados sugerem a viabilidade da utilização dessa técnica no diagnóstico pós-morte de A. abstrusus.

5.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476552

Resumo

The aim of this work was the diagnose of Aelurostrongylus abstrusus using histological techniques and lung tissue imprint, performing also morfometric characterization of the eggs and the morule of this nematode. When observed in histological sections, the mean size of the eggs (n=100) was 83,4 x 65,5mum, morphometric index (MI) 0,8, and the mean size of the morule (n=100) was 45,4 x 31,8mum, MI 0,7. When observed in the lung tissue imprint, the mean size of the eggs (n=100) was 105,3 x 93,6mum, MI 0,9 and the mean size of the morule (n=100) was 43,1 x 36,5mum, MI 0,8. The lung tissue imprint employed allowed the observation of the same parasitic forms visualized in histological sections. The results suggest the viability of using this technique for the pós-morte diagnostic of A. abstrusus.


Os objetivos deste trabalho foram diagnosticar Aelurostrongylus abstrusus por meio das técnicas de histologia e impressão de tecido pulmonar de gato doméstico e realizar a caracterização morfométrica de ovos e mórulas desse nematódeo. Pela histologia, os ovos (n=100) mediram, em média, 83,4 x 65,5mim, índice morfométrico (IM) 0,8 e as mórulas (n=100) mediram, em média, 45,4 x 31,8mim, IM 0,7. Pela impressão de pulmão, os ovos (n=100) mediram, em média, 105,3 x 93,6mim, IM 0,9, e as mórulas (n=100) mediram, em média, 43,1 x 36,5mim, IM 0,8. A utilização da técnica de impressão de tecido permitiu a observação das mesmas formas parasitárias visualizadas histologicamente. Os resultados sugerem a viabilidade da utilização dessa técnica no diagnóstico pós-morte de A. abstrusus.

6.
Ci. Rural ; 34(1)2004.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-704317

Resumo

The prevalence of antibodies against Borrelia burgdorferi latu sensu was investigated in dogs from rural areas of seven towns of the Rio de Janeiro State, Brazil, using an indirect enzyme-linked immunosorbent assay. All dogs were also examined for the presence of ticks. From the 199 dogs, 15.58% were seropositive, with titers that ranged from 400 (13.57%) to 1600 (0.5%). The positive cases were equally distributed among the seven studied towns. No differences (P > 0.05) were found among the age groups of over six months old. Ticks were found and collected from 71 (35.68%) dogs. From this total, 24.12% were infested with Amblyomma cajennense, 13.6% with Rhipicephalus sanguineus, 2.5% with Amblyomma aureolatum and 1.5% with Amblyomma ovale. Amblyomma cajennense was found in 38.7% and R. sanguineus in 22.6% of the dogs with B. burgdorferi antibodies, although no positive correlation between the ticks parasitism and positive serology was found.


Pesquisou-se a presença de anticorpos contra Borrelia burgdorferi latu sensu em cães de áreas rurais de sete municípios do Estado do Rio de Janeiro, pelo ensaio imunoenzimático indireto, associando-se os resultados com a presença de carrapatos nestes animais. De 199 cães examinados, 15,58% estavam positivos, com títulos que variaram de 400 (13,57%) a 1600 (0,5%). Os casos positivos se distribuíram uniformemente nos sete municípios. Não houve diferença estatística (P > 0,05) de soropositivos entre as faixas etárias dos cães acima de seis meses. Carrapatos foram encontrados e coletados em 71 (35,68%) cães, dos quais 24,1% estavam infestados com Amblyomma cajennense, 13,6% com Rhipicephalus sanguineus, 2,5% com Amblyomma aureolatum e 1,5% com Amblyomma ovale. Dos animais soropositivos para B. burgdorferi, 38,7% apresentavam A. cajennense e 22,6% apresentavam R. sanguineus, não havendo, entretanto, correlação positiva entre a presença do carrapato e sorologia positiva.

7.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1476095

Resumo

The prevalence of antibodies against Borrelia burgdorferi latu sensu was investigated in dogs from rural areas of seven towns of the Rio de Janeiro State, Brazil, using an indirect enzyme-linked immunosorbent assay. All dogs were also examined for the presence of ticks. From the 199 dogs, 15.58% were seropositive, with titers that ranged from 400 (13.57%) to 1600 (0.5%). The positive cases were equally distributed among the seven studied towns. No differences (P > 0.05) were found among the age groups of over six months old. Ticks were found and collected from 71 (35.68%) dogs. From this total, 24.12% were infested with Amblyomma cajennense, 13.6% with Rhipicephalus sanguineus, 2.5% with Amblyomma aureolatum and 1.5% with Amblyomma ovale. Amblyomma cajennense was found in 38.7% and R. sanguineus in 22.6% of the dogs with B. burgdorferi antibodies, although no positive correlation between the ticks parasitism and positive serology was found.


Pesquisou-se a presença de anticorpos contra Borrelia burgdorferi latu sensu em cães de áreas rurais de sete municípios do Estado do Rio de Janeiro, pelo ensaio imunoenzimático indireto, associando-se os resultados com a presença de carrapatos nestes animais. De 199 cães examinados, 15,58% estavam positivos, com títulos que variaram de 400 (13,57%) a 1600 (0,5%). Os casos positivos se distribuíram uniformemente nos sete municípios. Não houve diferença estatística (P > 0,05) de soropositivos entre as faixas etárias dos cães acima de seis meses. Carrapatos foram encontrados e coletados em 71 (35,68%) cães, dos quais 24,1% estavam infestados com Amblyomma cajennense, 13,6% com Rhipicephalus sanguineus, 2,5% com Amblyomma aureolatum e 1,5% com Amblyomma ovale. Dos animais soropositivos para B. burgdorferi, 38,7% apresentavam A. cajennense e 22,6% apresentavam R. sanguineus, não havendo, entretanto, correlação positiva entre a presença do carrapato e sorologia positiva.

8.
Semina Ci. agr. ; 32(4): 1935-1942, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-470260

Resumo

The objective was to compare the susceptibility of sheep breeds Lacaune, Bergamacia, Santa Ines and animals without defined breed (AWDB) kept confined to gastrointestinal helminths. The design used was a randomized block design being considered treatment the breeds. For research, the animals kept at pasture, were exposed to natural infection and kept from March to September 2008. A month before the start of the experiment, all animals were dewormed and confined. The anthelmintic used contained the active ingredient Moxidectin (0.2 mg/kg, Cydectin®, Fort Dodge, Brazil). Fecal examinations were performed twice a week and the animals with fecal egg count (FEC) over 4000 were dewormed. The mean variations of fecal egg count for the breed studied were: Lacaune 700-2600, Bergamacia 100-300, Santa Ines 61-200 and Natives 63-200. The average count of the sheep Lacaune FEC was significantly higher (p 0.001) than the other breeds, while the FEC of animals Bergamacia, Santa Ines and Native were not statistically different (p > 0.05) among themselves. In coprologic tests, there was no difference between the percentage of helminths between the breeds, being identified the following genera: Haemonchus (70%), Trichostrongylus (20%), Cooperia (7%) and Oesophagostomum (3%). When analyzed the degree of susceptible breeds.


O objetivo do estudo foi comparar a suscetibilidade de ovinos das raças Lacaune, Bergamácia, Santa Inês e animais sem padrão racial definido (SPRD) mantidos confinados a helmintos gastrintestinais. O delineamento utilizado foi blocos ao acaso, sendo considerado tratamento as raças. Para a pesquisa, animais mantidos a pasto, expostos a infecção natural, foram confinados de março a setembro de 2008. Um mês antes do inicio do experimento, todos os animais foram vermifugados e confinados. O anti-helmíntico utilizado continha o princípio ativo Moxidectin (0.2 mg/kg, Cydectin®, Fort Dodge, Brasil). Foram realizados quinzenalmente exames coproparasitológicos e os animais que apresentavam contagem de ovos nas fezes (OPG) superior a 4000 eram vermifugados. A variação média da contagem de ovos nas fezes para as raça estudadas foi: Lacaune 700-2600, Bergamácia 100-300, Santa Inês 61- 200 e SPRD 63-200. A contagem média de OPG das ovelhas Lacaune foi significativamente superior (p 0,001) ao das demais raças, ao passo que a contagem de ovos nas fezes dos animais Bergamácia, Santa Inês e SPRD não diferiu estatisticamente (p > 0,05) entre si. Nos exames coprológicos, não foi observada diferença entre os valores percentuais de helmintos entre as raças, sendo identificados os seguintes gêneros: Haemonchus (70%), Trichostrongylus (20%), Cooperia (7%) e Oesophagostomum (3%). Quando analis

9.
Semina ciênc. agrar ; 33(3): 1103-1112, 2012.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1498853

Resumo

The objective of this study was to evaluate the influence of helminths eggs and protozoan oocysts elimination in calves feces kept in organic system production. The study was conducted from January 2008 to December 2009. Coproparasitological examinations were carried biweekly of 18 calves in pastures rotating system on Embrapa Agrobiology.The egg counting average data had been submitted to the Kruskal Willis test and the larvae counting percentile values to the qui-square test. The average counting of eggs per gram of faces (EGF) varied of 250 the 800, characterizing low and moderate infection. Animals with inferior age the six months had presented superior results of EGF (P .05) to the ones of between six and twelve months age. The biggest degrees of infection had been observed in the late spring and summer. In the fecal examinations was identified the following helminths: Haemonchus (73%), Trichostrongylus (24%) and Oesophagostomum (3%). The practical handling adopted in organic system production had been capable to keep the animals in moderate levels of infection, being indicated that it had helmintoses control in rotating system of pastures.


O objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência da eliminação de ovos de helmintos e protozoários nas fezes de bezerros mantidos em sistema orgânico de produção. De janeiro de 2008 a dezembro de 2009, foram realizados quinzenalmente exames coproparasitológicos de 18 bezerros manejados em sistema rotativo de pastagens na Embrapa Agrobiologia. Os dados médios de contagem de ovos foram submetidos ao teste de Kruskal Willis e os valores percentuais da contagem de larvas ao teste de qui-quadrado. A contagem média de ovos por grama de fezes (OPG) variou de 250 a 800, caracterizando infecção leve a moderada. Animais com idade inferior a seis meses apresentaram OPG significativamente superiores (p 0,005) aos de faixa etária entre seis e doze meses. Os maiores graus de infecção foram observados no final da primavera e verão. Nos exames coprológicos foram identificados os seguintes gêneros: Haemonchus (73%), Trichostrongylus (24%) e Oesophagostomum (3%). As práticas de manejo adotadas em sistema orgânico de produção foram capazes de manter os animais em níveis moderados de infecção por helmintos e protozoários, indicando que há controle parasitário pelo uso do sistema rotativo de pastos.

10.
Semina ciênc. agrar ; 33(6): 2375-2382, 2012.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1499090

Resumo

O objetivo do estudo foi determinar os efeitos da gestação, parto, lactação, número de lactações e estação do ano sobre as populações de helmintos gastrintestinais em vacas leiteiras mantidas em sistema de manejo orgânico ou convencional. Entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009 foram realizados exames coproparasitologicos de 72 vacas criadas em sistema convencional e 43 em sistema orgânico. Os dados foram submetidos a analise de variância e aos testes Student e Tukey a 5% de significância. Não foi observada diferença (p > 0,05) entre a contagem de ovos nas fezes (OPG) dos animais orgânicos e convencionais. A média do OPG durante o parto e lactação foi maior (p 0 ,05) do que na gestação. Não foi observada influência da estação do ano sobre o OPG nos animais criados no sistema convencional, no entanto os animais do sistema orgânico foram mais parasitados (p 0 ,05) durante o período chuvoso. Em ambos os sistemas de produção os animais primíparos apresentaram OPG maior (p 0,05) do que os animais pluríparos. Vacas de leite mantidas em sistema orgânico ou convencional foram igualmente vulneráveis a helmintoses subclínicas, sendo a ordem de parto um fator de risco nos dois sistemas.


The main aim of this study was to determine the effects of pregnancy, calving, lactation, lactation number and seasons on the population of gastrointestinal helminths in dairy cows kept in organic and conventional production system. Between January 2007 and December 2009, coproparasitologic exams were performed using 72 and 43cows kept in conventional and organic system, respectively. The data was submitted to analysis of variance and Student and Tukey test, both at 5% of significance level. There was no difference (p > 0.05) between faecal egg count (FEC) of organic and conventional animals. The mean FEC during calving and lactation was higher (p 0.05) than during pregnancy. There was no effect of season on the FEC in dairy cows kept in conventional system, while the dairy cows kept in organic system were significantly (p 0 .05) more infected during the rainy season. In both production systems the primiparous animals showed FEC significantly higher (p 0.05) than pluriparous animals. Dairy cows kept in organic and conventional system were equally vulnerable to the subclinical helminthiasis, and the birth order was a risk factor in both systems.

11.
Semina Ci. agr. ; 33(6): 2375-2382, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-473267

Resumo

O objetivo do estudo foi determinar os efeitos da gestação, parto, lactação, número de lactações e estação do ano sobre as populações de helmintos gastrintestinais em vacas leiteiras mantidas em sistema de manejo orgânico ou convencional. Entre janeiro de 2007 e dezembro de 2009 foram realizados exames coproparasitologicos de 72 vacas criadas em sistema convencional e 43 em sistema orgânico. Os dados foram submetidos a analise de variância e aos testes Student e Tukey a 5% de significância. Não foi observada diferença (p > 0,05) entre a contagem de ovos nas fezes (OPG) dos animais orgânicos e convencionais. A média do OPG durante o parto e lactação foi maior (p 0 ,05) do que na gestação. Não foi observada influência da estação do ano sobre o OPG nos animais criados no sistema convencional, no entanto os animais do sistema orgânico foram mais parasitados (p 0 ,05) durante o período chuvoso. Em ambos os sistemas de produção os animais primíparos apresentaram OPG maior (p 0,05) do que os animais pluríparos. Vacas de leite mantidas em sistema orgânico ou convencional foram igualmente vulneráveis a helmintoses subclínicas, sendo a ordem de parto um fator de risco nos dois sistemas.


The main aim of this study was to determine the effects of pregnancy, calving, lactation, lactation number and seasons on the population of gastrointestinal helminths in dairy cows kept in organic and conventional production system. Between January 2007 and December 2009, coproparasitologic exams were performed using 72 and 43cows kept in conventional and organic system, respectively. The data was submitted to analysis of variance and Student and Tukey test, both at 5% of significance level. There was no difference (p > 0.05) between faecal egg count (FEC) of organic and conventional animals. The mean FEC during calving and lactation was higher (p 0.05) than during pregnancy. There was no effect of season on the FEC in dairy cows kept in conventional system, while the dairy cows kept in organic system were significantly (p 0 .05) more infected during the rainy season. In both production systems the primiparous animals showed FEC significantly higher (p 0.05) than pluriparous animals. Dairy cows kept in organic and conventional system were equally vulnerable to the subclinical helminthiasis, and the birth order was a risk factor in both systems.

12.
Semina Ci. agr. ; 33(3): 1103-1112, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-471081

Resumo

The objective of this study was to evaluate the influence of helminths eggs and protozoan oocysts elimination in calves feces kept in organic system production. The study was conducted from January 2008 to December 2009. Coproparasitological examinations were carried biweekly of 18 calves in pastures rotating system on Embrapa Agrobiology.The egg counting average data had been submitted to the Kruskal Willis test and the larvae counting percentile values to the qui-square test. The average counting of eggs per gram of faces (EGF) varied of 250 the 800, characterizing low and moderate infection. Animals with inferior age the six months had presented superior results of EGF (P .05) to the ones of between six and twelve months age. The biggest degrees of infection had been observed in the late spring and summer. In the fecal examinations was identified the following helminths: Haemonchus (73%), Trichostrongylus (24%) and Oesophagostomum (3%). The practical handling adopted in organic system production had been capable to keep the animals in moderate levels of infection, being indicated that it had helmintoses control in rotating system of pastures.


O objetivo do presente trabalho foi avaliar a influência da eliminação de ovos de helmintos e protozoários nas fezes de bezerros mantidos em sistema orgânico de produção. De janeiro de 2008 a dezembro de 2009, foram realizados quinzenalmente exames coproparasitológicos de 18 bezerros manejados em sistema rotativo de pastagens na Embrapa Agrobiologia. Os dados médios de contagem de ovos foram submetidos ao teste de Kruskal Willis e os valores percentuais da contagem de larvas ao teste de qui-quadrado. A contagem média de ovos por grama de fezes (OPG) variou de 250 a 800, caracterizando infecção leve a moderada. Animais com idade inferior a seis meses apresentaram OPG significativamente superiores (p 0,005) aos de faixa etária entre seis e doze meses. Os maiores graus de infecção foram observados no final da primavera e verão. Nos exames coprológicos foram identificados os seguintes gêneros: Haemonchus (73%), Trichostrongylus (24%) e Oesophagostomum (3%). As práticas de manejo adotadas em sistema orgânico de produção foram capazes de manter os animais em níveis moderados de infecção por helmintos e protozoários, indicando que há controle parasitário pelo uso do sistema rotativo de pastos.

13.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-712678

Resumo

Foi promovida a infestação experimental de dois grupos em seis bezerros mestiços zebu x holandês com 12 a 15 semanas deidade, com larvas infestantes de Oesophagostomum radiatum (Rudolphi, 1803). O grupo teste recebeu o total de 8 mil a 10 millarvas infestantes por via oral. O período pré-patente variou entre 35 e 39 dias pós-infestação, com o máximo de ovoposturaocorrendo entre a 6ª e a 8ª semana pós-infestação. A anorexia foi responsável pela redução no consumo de alimentos, tendocontribuído para a patogenia. Clinicamente os animais apresentaram anorexia, diarréia, hipertermia moderada, baixa conversãoalimentar e baixo ganho de peso, em comparação com o grupo testemunha.

14.
R. bras. Ci. Vet. ; 14(1)2007.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-712703

Resumo

Borrelia burgdorferi é uma espiroqueta transmitida por carrapatos, de ampla distribuição geográfica, que acomete o homeme animais domésticos, tendo os animais silvestres como reservatórios. O presente estudo teve como objetivo relatar aocorrência de eqüinos soropositivos para B. burgdorferi, por meio de inquérito soroepidemiológico utilizando o ensaio deimunoadsorção enzimática (ELISA) indireto. Procedeu-se a análise sorológica de 747 soros de eqüinos, onde 431 pertenciamao município de Três Rios e 316 ao de Vassouras, ambos do estado do Rio de Janeiro. Um total de 212 (28,4%) animais forampositivos ao ensaio. O resultado observado foi similar aos descritos para animais no Brasil e Estados Unidos da América,tendo sido verificado que os animais apresentaram anticorpos homólogos anti-Borrelia burgdorferi stricto sensu, corroborandocom a ocorrência de Borrelia sp. em eqüinos no estado do Rio de Janeiro.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA