Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-218647

Resumo

A espécie Echinometra lucunter (Linnaeus, 1758) tem grande importância ecológica, por modificar a arquitetura do ecossistema e a estrutura da comunidade residente. O objetivo do presente trabalho foi descrever e identificar o seu padrão de distribuição espaço-temporal numa área entremarés da Praia do Pacheco, Caucaia Ceará. Para análise da distribuição espacial e abundância de Echinometra lucunter, realizou-se amostragens mensais nas marés baixas de sizígia (maio/2019 a fevereiro/2020); traçou-se nos recifes de arenito três transectos de 150 m (T1, T2 e T3), perpendiculares a linha de costa, em direção ao mar e equidistantes 100 m. Coletou-se de cada transecto, cinco amostras, de pontos sorteados em intervalos de 30 m (0, 30, 60, 90, 120, e 150 m). A área amostral em cada ponto foi delimitada com um quadrado de 50 x 50 cm, e os ouriços-do-mar encontrados no quadrado foram contados. Dividiu-se o local em cinco áreas: A1 (0-30 m), A2 (31-60 m), A3 (61-90 m), A4 (91-120 m) e A5 (121-150 m), cada uma com cinco pontos aleatórios de cada transecto. Para a análise morfométrica de Echinometra lucunter, coletou-se nas marés baixas de sizígia (dezembro/2020 e janeiro/2021), 34 exemplares de ambientes protegidos (poças de maré) e 47 indivíduos de locais expostos (zonas de arrebentação). Mensurou-se as variáveis: peso total, peso da lanterna de Aristóteles e peso gonadal (em gramas); altura, diâmetro maior, espessura da carapaça, altura da lanterna de Aristóteles (em centímetros). Com esses dados, obteve-se a esfericidade, o índice da lanterna de Aristóteles e o índice gonadal. Contabilizou-se 661 ouriços-do-mar em 750 quadrados, sendo que 1 indivíduo estava na A1 (0 inds/m²), 59 animais na A2 (16 inds/m²), 220 na A3 (59 inds/m²), 181 na A4 (49 inds/m²) e 200 espécimes na A5 (54 inds/m²). As maiores densidades de ouriços-domar ocorreram nos meses secos (setembro/2019 a novembro/2019) e com baixas pluviosidades. O padrão de distribuição foi agregado, com ocupação dos animais nas áreas mais próximas do mar. Houve diferença significativa entre as abundâncias médias das cinco áreas (p0,05). Não houve variações significativas entre as áreas A3 e A4 e entre as áreas A4 e A5 (p>0,05). As variáveis morfométricas espessura da carapaça (cm) e índice gonadal variaram significativamente, sendo maiores nos ouriços-do-mar coletados dos ambientes expostos (zonas de arrebentação).


The species Echinometra lucunter (Linnaeus, 1758) has great ecological importance, as it modifies the ecosystem's architecture and the structure of the resident community. The objective of the present work was to describe and identify its spatiotemporal distribution pattern in an intertidal area of Praia do Pacheco, Caucaia Ceará. To analyze the spatial distribution and abundance of Echinometra lucunter, monthly samplings were carried out at low tides of syzygy (May/2019 to February/2020); three 150 m transects (T1, T2 and T3) were traced in the sandstone reefs, perpendicular to the coastline, towards the sea and equidistant 100 m. Five samples were collected from each transect, from points drawn at intervals of 30 m (0, 30, 60, 90, 120, and 150 m). The sampling area at each point was delimited with a 50 x 50 cm square, and the sea urchins found in the square were counted. The site was divided into five areas: A1 (0-30 m), A2 (31-60 m), A3 (61-90 m), A4 (91-120 m) and A5 (121-150 m), each one with five random points from each transect. For the morphometric analysis of Echinometra lucunter, 34 specimens from protected environments (tide pools) and 47 individuals from exposed areas (surf zones) were collected at low tides of syzygy (December/2020 and January/2021). The following variables were measured: total weight, weight of Aristotle's lantern and gonadal weight (in grams); height, larger diameter, carapace thickness, height of Aristotle's lantern (in centimeters). With these data, the sphericity, the Aristotle's lantern index and the gonadal index were obtained. There were 661 sea urchins in 750 squares, with 1 individual in the A1 (0 inds/m²), 59 animals in the A2 (16 inds/m²), 220 in the A3 (59 inds/m²), 181 in the A4 (49 inds/m²) and 200 specimens on the A5 (54 inds/m²). The highest densities of sea urchins occurred in the dry months (September/2019 to November/2019) and with low rainfall. The distribution pattern was aggregated, with animals occupying the areas closest to the sea. There was a significant difference between the average abundances of the five areas (p0.05). There were no significant variations between areas A3 and A4 and between areas A4 and A5 (p>0.05). The morphometric variables carapace thickness (cm) and gonadal index varied significantly, being higher in sea urchins collected from exposed environments (surf zones).

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA