Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-215263

Resumo

Os efeitos da suplementação de vitamina C e zinco em dietas para frangos de corte foram avaliados por meio de dois experimentos. No primeiro, foram utilizados 700 pintos de corte, machos da linhagem Ross 308, distribuídos em delineamento em blocos ao acaso, para estimação do desempenho produtivo, rendimento de carcaça, cortes e gordura abdominal, tamanho do baço, peso dos órgãos linfoides, digestivos e coração, composição química e deposição de nutrientes e energia na carcaça de 1 a 21 dias de idade. No segundo, 175 frangos de corte, machos da linhagem Ross 308, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, no período de 11 a 18 dias de idade foram utilizados para a avaliação da metabolizabilidade dos nutrientes e energia, balanço de nitrogênio e a eficiência de utilização do nitrogênio das dietas das aves. Em ambos ensaios, os tratamentos consistiram em uma dieta controle e dietas suplementadas com níveis de vitamina C (ISO e 300 mg de vitamina C/kg de ração) em associação a níveis de zinco quelatado (40,80 e 120 mg de zinco/kg de ração), em esquema fatoria!. No período de I a 7 dias, houve interação entre os níveis de vitamina C e zinco para os parâmetros consumo de ração, ganho de peso e índice de eficiência produtiva. No período de 1 a 21 dias de idade, o consumo de ração e o ganho de peso foram influenciados pela suplernentação de 300 mg de vitamina C/kg de ração, ocorreu efeito linear positivo com a suplementação de zinco para rendimento de peito e bolsa cIoacal e negativo para rendimento de coxa, coxinha da asa, peso do pâncreas e intestino. No metabolismo dos nutrientes das dietas, a proteína bruta consumida foi influenciada pelo zinco, houve interação entre os níveis de vitamina C e zinco para energia bruta consumida e energia metabolizável aparente corrigida pelo balanço de nitrogênio. Em relação a composição química da carcaça, ocorreu interação entre os níveis de vitamina C e zinco para proteína bruta na carcaça. Na deposição de nutrientes na carcaça a dieta com 300 mg de vitamina C e 120 mg de zinco diferiram da dieta controle em relação ao teor de água e proteína bruta. No período de 1 a 21 dias de idade, a suplementação de 300 mg de vitamina C/kg de ração confere maior consumo de ração e ganho de peso que a suplementação de 150 mg de vitamina C/kg de ração. O zinco proporciona maior rendimento de peito e peso da bolsa cIoaca!. A suplementação associada de 300 mg de vitamina C e 120 mg de zinco em dietas para frangos de corte, confere maior energia metabolizável aparente aos nutrientes das dietas em relação a dieta controle.


The effects ofvitamin C and zinc supplementation on diets for broiler chickens were evaluated by two experiments. In the first one, 700 one-day-old mal e chicks ofthe Ross 308 lineage were used, distributed in a complete randomized block design, to evaluate the productive performance, carcass yield, cuts and abdominal fat, spleen size, Iymphoid organs, digestive and heart's weight, chemical composition and nutrients and energy deposition in the carcass at 21 days of age. In the second experiment, 175 male broilers of Ross 308 line, distributed in a completely randomized design, in the period of 1I and 18 days of age, were used for the evaluation of nutrient and energy metabolism, nitrogen balance and the nitrogen utilization efficiency in diets of the birds. In the two experiments, treatments consisted of a control diet and supplemented diets with two levels of vitamin C (150 and 300 mg ofvitamin C/kg offeed) in association with levels ofzinc (40,80 and 120 mg of zinc/kg of feed), in chelated form, in a factorial scheme. In the period of 1 to 7 days, there was interaction between the levels ofvitamin C and zincfor the parameters offeed intake, weight gain and productive efficiency index. In the period from 1 to 21 days of age, feed intake and weight gain were influenced by the supplementation of 300 mg of vitamin C/kg of feed, a positive linear effect occurred with zinc supplementation for chest yield and cloacal sac, and negative for thigh yield and wingtip, relative weight of pancreas and intestine. In the nutrient metabolism ofthe diets, the crude protein consumed was influenced by zinc, there was interaction between vitamin C and zinc levels for crude energy consumed and apparent metabolizable energy corrected by nitrogen balance. Regarding the chemical composition of the carcass, interaction between the levels ofvitamin C and zinc for crude protein in the carcass occurred. In the deposition ofnutrients in the carcass, the diet with 300 mg ofvitamin C and 120 mg ofzinc differed from the control diet in relation to water content and crude protein. In the period from 1 to 21 days of age, supplementation of300 mg ofvitamin C/kg offeed gives higher feed intake and weight gain than supplementation of 150 mg ofvitamin C/kg offeed. Zinc provides higher breast yield and cloacal bag weight. The associated supplementation of300 mg ofvitamin C and 120 mg ofzinc in diets for broilers gives higher apparent metabolizable energy to the nutrients ofthe diets in relation to the contrai diet. .

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA