Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-221627

Resumo

Resumo da tese em português: A família Myrmecophagidae, está presente em todos os biomas Brasileiros. O tamanduá-bandeira é o maior representante desta família, pertencente a ordem Pilosa e a Subordem Xenarthra. Considerando a diminuição da espécie em cerca de 30% nos últimos 10 anos, a União Internacional de Conservação da Natureza (IUCN) inclui essa espécie na classificação de vulnerável ou seja, a espécie corre um grande risco de extinção em médio prazo. No entanto, mesmo sendo uma espécie com tamanha importância, informações relevantes sobre a reprodução desses animais ainda é muito escassa na literatura, principalmente quando buscada a reprodução in situ. O presente trabalho teve como objetivo principal desenvolver um protocolo eficiente de colheita farmacológica de sêmen em tamanduás-bandeira de vida livre e de cativeiro. Para isso foram realizadas capturas de 11 exemplares de tamanduá-bandeira adultos, sendo destes, quatro machos de vida livre, e mais dois animais mantidos em cativeiro, para efeito de comparação. A colheita de sêmen por cateterismo uretral quando realizada entre 15 e 20 min após a administração da medetomidina + cetamina (0,08 mg + 5mg/ kg; im) mostrou-se 100% eficaz, pois todos os animais ejacularam. Quando comparada nas duas condições, respectivamente para vida livre e cativeiro, a colheita de sêmen farmacológica não mostrou diferença significativa para volume de sêmen (183.3 ± 30.9 vs 175.0 ± 5.0 µL), vigor (3.5 ± 0.7 vs 4.5 ± 0.5 ), concentração (203.3 ± 155.2 vs 181.5 ± 111.5 × 106 spz/mL), motilidade (63.3 ± 17.0 vs 60.0 ± 10.0 %) e espermatozoides totais por ejaculação (32.5 ± 19.2 vs 31.2 ± 18.6 ). Pelos dados obtidos, o uso da colheita farmacológica de sêmen por cateterismo uretral foi um método eficaz, prático e seguro para colheita e avaliação de sêmen tanto em tamanduás-bandeira de cativeiro quanto os de vida livre.


Resumo da tese em inglês: The Myrmecophagidae family is present in all Brazilian biomes. The giant anteater is the largest representative of this family, belonging to the order Pilosa and the Suborder Xenarthra. Considering the species decrease by ~ 30% in the last 10 years, the International Union for Nature Conservation (IUCN) includes this species as vulnerable to extinction (red list IUCN, 2014). The species is at great risk of extinction in the medium term. However, even though it is a species with such importance, relevant information about the reproduction of these animals is still very scarce in the literature, especially concerning to in situ reproduction. The present work had as main objective to develop an efficient protocol of pharmacological semen collection in free-living and captive giant anteaters. For this purpose, 11 adult anteaters were captured, of which four were free-living males and two more animals kept in captivity for comparison purposes. Semen collection by urethral catheterization when performed between 15 and 20 min after the administration of medetomidine + ketamine (0.08 mg + 5mg/kg; im) proved to be 100% effective, as all animals ejaculated. When compared in the two conditions, respectively for free life and captivity, the collection of pharmacological semen showed no significant difference for semen volume (183.3 ± 30.9 vs 175.0 ± 5.0 µL), vigor (3.5 ± 0.7 vs 4.5 ± 0.5), concentration ( 203.3 ± 155.2 vs 181.5 ± 111.5 × 106 spz / mL), motility (63.3 ± 17.0 vs 60.0 ± 10.0%) and total sperm by ejaculation (32.5 ± 19.2 vs 31.2 ± 18.6).Based on the data obtained, the use of pharmacological semen collection by urethral catheterization was an effective, practical, and safe method for collecting and evaluating semen in both captive and free-living giant anteaters.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA