Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-205370

Resumo

Um estudo de coorte é um estudo epidemiológico que tem como finalidade acompanhar um grupo de indivíduos com as mesmas características durante um período de tempo, avaliando a exposição ao potencial de risco e a ocorrência do desfecho. O objetivo desta pesquisa foi acompanhar através de um estudo de coorte, a presença de parasitos intestinais em catadores de materiais recicláveis de cooperativas de Pelotas, no estado do Rio Grande do Sul, para traçar um perfil sobre estes trabalhadores, além da avaliação socioeconômica e ambiental em que estas pessoas estão inseridas. A pesquisa foi realizada em duas Etapas, onde na 1ª Etapa foi aplicado um questionário socioambiental e requisitada três amostras fecais de cada trabalhador, para o diagnóstico de cistos, oocistos e ovos através das técnicas de Faust, Ritchie e coloração por Ziehl-Neelsen. Seis meses após a 1ª Etapa, retornou-se às cooperativas para a realização da 2ª Etapa, onde o questionário socioambiental foi aplicado novamente e as três amostras de fezes foram requeridas dos mesmos indivíduos que haviam participado no primeiro momento. A metodologia de análise foi a mesma nas duas Etapas. Trinta e um catadores participaram da pesquisa, onde a idade variou de 21 a 66 anos, a maioria dos trabalhadores pertencia ao gênero feminino (24/31) e 61,3%(19/31) apresentaram baixo nível escolar. Na 1ª Etapa, 67,74%(21/31) dos trabalhadores estavam parasitados, sendo 85,71% por agentes patogênicos e 14,29% comensais. Na 2ª Etapa retornou-se às cooperativas e verificou-se uma diminuição da prevalência para 45,16%(14/31), dos quais 50,0% dos agentes eram patogênicos e 50,0% comensais. A incidência de enteroparasitoses medida na 2ª Etapa foi de 3,23%, sendo este o único caso novo, ocorrendo para o parasito comensal Entamoeba coli. Na avaliação isolada de enteroparasitos patogênicos, houve incidência de Ascaris lumbricoides de 9,68%(3/31) e Trichuris trichiura de 6,45% (2/31). Para os parasitos comensais, a incidência de Endolimax nana foi de 16,13%(5/31); Entamoeba coli de 12,90%(4/31); e Entamoeba hartmanii de 3,23% (1/31). A diminuição da prevalência entre as duas Etapas pode ter ocorrido pela conscientização através das palestras ministradas sobre Educação em Saúde, bem como a administração medicamentosa.


A cohort study is an epidemiological study that aims to track a group of individuals with the same characteristics over a period of time, assessing the exposure to the potential risk and the occurrence of the outcome. The aim of this work was to follow through a Cohort Study, the presence of intestinal parasites in collectors of recyclable materials of cooperatives in Pelotas, in the state of Rio Grande do Sul, to trace a profile over these workers, as well as the socioeconomic and environmental assessment where these people are located. The research was conducted in two Stages, where at the first Stage it was applied a socio-environmental questionnaire and three fecal samples were requested from each worker, to search for cysts, oocysts and eggs through Faust, Ritchie and Ziehl-Neelsen stain techniques. Six months after the first Stage, the return to the cooperatives occurred for the realization of the second Stage, where the socio-environmental questionnaire was applied again and the three fecal samples were requested from the same individuals who had participated in the first Stage. The methodological analyzes was the same in both stages. Thirty-one collectors participated in the research, where the age ranged from 21 to 66 years-old, most workers were females (24/31) and 61.3% (19/31) had low educational level. At first Stage, 67.74% (21/31) of the workers were parasitized, being 85.71% by pathogens and 14.29% by commensal agents. At second Stage returned to the cooperatives and it was verified a decrease in the prevalence of 45.16% (14/31), of which 50.0% of the agents were pathogens and 50.0% commensal. The incidence of enteroparasitosis evaluated at second Stage was 3.23% being this the only new case, occurring for commensal parasite Entamoeba coli. In the isolated assessment of pathogenic enteroparasites, there was incidence of Ascaris lumbricoides of 9.68% (3/31) and Trichuris trichiura of 6.45% (2/31). To commensal parasites, the incidence of Endolimax nana was 16.13% (5/31); Entamoeba coli 12.90% (4/31); and Entamoeba hartmanii 3.23% (1/31). The decrease of the prevalence between both Stages may be due to awareness through the lectures about Health Education, as well as drug administration.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA