Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 11 de 11
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 29(4): 9-17, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1472523

Resumo

O testículo desempenha importante papel na determinação sexual secundária dos mamíferos, porém os cães têm sido pouco investigados quanto ao desenvolvimento testicular e suas anormalidades. O objetivo deste estudo foi descrever aspectos morfológicos do testículo de cães natimortos. Foram coletados 20 testículos de 10 cães natimortos, fixados em solução de formol a 10% e avaliados por microscopia óptica. A túnica albugínea apresentou espessura de 96,20±49,57µm. O diâmetro dos cordões testiculares foi de 69,40±13,67µm e a porcentagem dos cordões por volume testicular foi de 27,20. Os números de células germinativas e sustentação por corte transversal de cordão foram 2,11±0,70 e 16,60±1,99, respectivamente. O número total de células germinativas por testículo foi de 1.437.680,75±460.404,90 e os diâmetros das células germinativas e de seus núcleos foram de 12,97±2,93µm e 8,79±1,70µm, respectivamente. Os cordões testiculares ocuparam aproximadamente » do volume testicular, sendo compostos pelas células de sustentação e as germinativas. Estas últimas se apresentaram pouco numerosas, com citoplasma abundante, pouco corado e núcleo grande.


The testis plays an important role in secondary sex determination in mammals, but the dogs have been little investigated for the testicular development and his abnormalities. The objective of this work was to describe morphologic aspects of testes from stillborn dogs. Twelve testes from 10 puppies of stillborn dogs were collected, fixed in formol and evaluated by light microscopy. The tunica albuginea showed a thickness of 96.2049.57 m. The diameter of the testicular cord was 69.4013.76 m and the percent of testicular cords by testicular volume was 27.20%. Numbers of germ and supporting cells by cross section of the cord were 2.110.70 and 16.601.99, respectively. The total number of germ cells by testis was 1,437,680.75460,404.90 and diameters of germ cells and their nuclei were 12.972.93m and 8.791.70 m. Testicular cords occupied approximately » of the testicular volume, being composed by the supporting and germ cells. The latter showed to be not very numerous, with abundant and not much stained cytoplasm, having a large nucleus.


Assuntos
Masculino , Animais , Cães , Testículo/anatomia & histologia , Testículo/anormalidades , Natimorto/veterinária
2.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473658

Resumo

A eficiência reprodutiva deve ser avaliada em propriedades leiteiras para identificação de indivíduos com problemas reprodutivos ligados tanto à fêmea quanto ao macho, visando minimizar perdas na produção. A reprodução está entre os fatores que afetam a produtividade dos rebanhos e chama atenção, em alguns momentos, pelos baixos índices na pecuária tradicional. Objetivou-se estudar a ferramenta de avaliação espermática denominada índice CAP e sua correlação com as análises biométricas e morfológicas do sêmen de touros da raça Gir. Foram utilizados 34 touros da raça Gir (Bos taurus indicus) aptidão leiteira, hígidos, com 17 a 31 meses de idade e 450 kg de massa corporal média. Os touros foram submetidos a exame andrológico (avaliação física incluindo biometria testicular e morfológica do sêmen), seguido pela classificação andrológica por pontos (índice CAP). Foram realizadas três coletas independentes para avaliar a qualidade espermática por touro durante o período do experimento. De acordo com a avaliação do índice CAP, os animais foram classificados como excelentes (17 %) e muito bons (83 %). O índice CAP correlacionou-se positivamente com o perímetro escrotal e as características físicas do sêmen.


Reproductive efficiency should be evaluated in dairy farms, when they are related to reproductive problems in both female and male. Breeding is among factors that affect herd productivity and draws attention by low rates of traditional livestock breeding. The aim was to study sperm evaluation tool known as the CAP index and its correlation with the biometric and morphological analyzes of Gir bulls semen. Thirty four healthy Gir bulls (Bos taurus indicus), dairy fitness, with 17 to 31 months of age with 450 kg of body mass were used. The bulls were submitted to andrological examination (physical evaluation including testicular biometry and semen morphological analysis) follow by andrological classification by points (CAP index). Three independent collections were carried out to evaluate sperm quality per bull during the experiment period According to the CAP index, animals were classified as excellent (17%) and as very good (83%). The CAP Index correlated positively with scrotal perimeter and semen physical characteristics.


Assuntos
Masculino , Animais , Bovinos , Biometria , Escroto/anatomia & histologia , Sêmen , Fertilidade/fisiologia
3.
Ci. Anim. bras. ; 20: e-44670, Apr. 29, 2019. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-21201

Resumo

A eficiência reprodutiva deve ser avaliada em propriedades leiteiras para identificação de indivíduos com problemas reprodutivos ligados tanto à fêmea quanto ao macho, visando minimizar perdas na produção. A reprodução está entre os fatores que afetam a produtividade dos rebanhos e chama atenção, em alguns momentos, pelos baixos índices na pecuária tradicional. Objetivou-se estudar a ferramenta de avaliação espermática denominada índice CAP e sua correlação com as análises biométricas e morfológicas do sêmen de touros da raça Gir. Foram utilizados 34 touros da raça Gir (Bos taurus indicus) aptidão leiteira, hígidos, com 17 a 31 meses de idade e 450 kg de massa corporal média. Os touros foram submetidos a exame andrológico (avaliação física incluindo biometria testicular e morfológica do sêmen), seguido pela classificação andrológica por pontos (índice CAP). Foram realizadas três coletas independentes para avaliar a qualidade espermática por touro durante o período do experimento. De acordo com a avaliação do índice CAP, os animais foram classificados como excelentes (17 %) e muito bons (83 %). O índice CAP correlacionou-se positivamente com o perímetro escrotal e as características físicas do sêmen.(AU)


Reproductive efficiency should be evaluated in dairy farms, when they are related to reproductive problems in both female and male. Breeding is among factors that affect herd productivity and draws attention by low rates of traditional livestock breeding. The aim was to study sperm evaluation tool known as the CAP index and its correlation with the biometric and morphological analyzes of Gir bulls semen. Thirty four healthy Gir bulls (Bos taurus indicus), dairy fitness, with 17 to 31 months of age with 450 kg of body mass were used. The bulls were submitted to andrological examination (physical evaluation including testicular biometry and semen morphological analysis) follow by andrological classification by points (CAP index). Three independent collections were carried out to evaluate sperm quality per bull during the experiment period According to the CAP index, animals were classified as excellent (17%) and as very good (83%). The CAP Index correlated positively with scrotal perimeter and semen physical characteristics.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Bovinos , Biometria , Escroto/anatomia & histologia , Sêmen , /métodos , Fertilidade/fisiologia
4.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 29(4): 9-17, 2019. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-25354

Resumo

O testículo desempenha importante papel na determinação sexual secundária dos mamíferos, porém os cães têm sido pouco investigados quanto ao desenvolvimento testicular e suas anormalidades. O objetivo deste estudo foi descrever aspectos morfológicos do testículo de cães natimortos. Foram coletados 20 testículos de 10 cães natimortos, fixados em solução de formol a 10% e avaliados por microscopia óptica. A túnica albugínea apresentou espessura de 96,20±49,57µm. O diâmetro dos cordões testiculares foi de 69,40±13,67µm e a porcentagem dos cordões por volume testicular foi de 27,20. Os números de células germinativas e sustentação por corte transversal de cordão foram 2,11±0,70 e 16,60±1,99, respectivamente. O número total de células germinativas por testículo foi de 1.437.680,75±460.404,90 e os diâmetros das células germinativas e de seus núcleos foram de 12,97±2,93µm e 8,79±1,70µm, respectivamente. Os cordões testiculares ocuparam aproximadamente » do volume testicular, sendo compostos pelas células de sustentação e as germinativas. Estas últimas se apresentaram pouco numerosas, com citoplasma abundante, pouco corado e núcleo grande.(AU)


The testis plays an important role in secondary sex determination in mammals, but the dogs have been little investigated for the testicular development and his abnormalities. The objective of this work was to describe morphologic aspects of testes from stillborn dogs. Twelve testes from 10 puppies of stillborn dogs were collected, fixed in formol and evaluated by light microscopy. The tunica albuginea showed a thickness of 96.2049.57 m. The diameter of the testicular cord was 69.4013.76 m and the percent of testicular cords by testicular volume was 27.20%. Numbers of germ and supporting cells by cross section of the cord were 2.110.70 and 16.601.99, respectively. The total number of germ cells by testis was 1,437,680.75460,404.90 and diameters of germ cells and their nuclei were 12.972.93m and 8.791.70 m. Testicular cords occupied approximately » of the testicular volume, being composed by the supporting and germ cells. The latter showed to be not very numerous, with abundant and not much stained cytoplasm, having a large nucleus.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Cães , Testículo/anormalidades , Testículo/anatomia & histologia , Natimorto/veterinária
5.
Semina ciênc. agrar ; 39(2): 621-630, mar.-abr. 2018. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501121

Resumo

The aim of this study was to investigate the effect of Kisspeptin (Kp) on the medium used in different stages of in vitro production of bovine embryo (IVEP), evaluating cleavage (CR) and blastocyst (BR) rates. The study was divided into three experiments that analyzed, respectively, the action of Kp on in vitro maturation (IVM), in vitro fertilization (IVF), and in vitro culture (IVC) of bovine embryos. In experiment 1, the oocytes were matured in IVM medium and distributed into the following treatments: maturation (IVM Control, n = 102), maturation with addition of 10-7 M Kp (Kp 10-7 IVM, n = 90), and hormone-free maturation luteinizing hormone (LH) and follicle-stimulating hormone (FSH) with the addition of 10-7M Kp (No hormones + Kp 10-7, n = 84), following maturation to normal stages of IVEP. In experiment 2, the oocytes were fertilized in IVF medium, in the following treatments: TALP-FERT without Kp (Control IVF, n = 103) and TALP-FERT with the addition of 10-7M Kp (Kp 10-7 IVF, n = 119), usually following the other steps. Finally, in the third experiment, the oocytes passed through all phases and were divided into IVC in two treatments: SOF medium without Kp (Control IVC, n = 109) and SOF medium with the addition of 10-7M Kp (Kp 10-7, N = 106). The data were analyzed by PROC GLIMMIX of the SAS program. In experiment 1, the means of CR and BR were similar (P > 0.05) between treatments (IVM Control76.47% and 37.25%, Kp 10-7 MIV80% and 33.33%, and No hormones + Kp 10-770.24% and 30.95%, respectively). In experiment 2, the means of CR were similar for the IVF Control and Kp 10-7 IVF groups (P > 0.05), 76.70% and 86.55% respectively. But, the mean of the BR of the group Kp 10-7 IVF was 38.66%, which was higher (P 0.05) were similar between the IVC Control and Kp 10-7 IVC groups (CR 83.50% and 78.30%, and BR 26.60% and 23.60%, respectively)...


Objetivou-se com esse estudoinvestigar o efeito da Kisspeptina (Kp) nos meios base utilizados nas etapas da Produção in vitro de Embriões (PIVE) bovinos, avaliando as taxas de clivagem (TC) e blastocistos (TB). O estudo foi dividido em três experimentos, sendo respectivamente analisado em cada um a ação da Kp na maturação in vitro (MIV), fertilização in vitro (FIV) e cultivo in vitro (CIV) de embriões bovinos. No experimento 1 os oócitos foram maturados em meio base MIV, distribuídos nos seguintes tratamentos: maturação (Controle MIV, n=102), maturação com adição de 10-7M de Kp-10 (Kp 10-7 MIV, n=90) e maturação sem hormônios LH e FSH com adição de 10-7M de Kp-10 (Sem hormônios + Kp 10-7, n=84), seguindo após a maturação para as etapas normais da PIVE. No experimento 2 os oócitos foram fecundados em meio base da FIV, nos seguintes tratamentos:TALP-FERT sem Kp (Controle FIV, n = 103) e TALP-FERT com adição de 10-7M de Kp-10 (Kp 10-7 FIV, n = 119), seguindo normalmente pelas outras etapas. Finalmente, no terceiro experimento os oócitos passaram por todas as fases e foram divididos no CIV em 2 tratamentos: meio SOF sem Kp (Controle CIV, n = 109) e meio SOF com adição de 10-7M de Kp-10 (Kp 10-7 3, n = 106). Os dados foram analisados pelo PROC GLIMMIX do programa SAS. No experimento 1 as médias das TC e TB foram semelhantes (P > 0,05) entre os tratamentos Controle MIV 76,47% e 37,25%, Kp 10-7 MIV 80% e 33,33% e Sem hormônios + Kp 10- 7 70,24% e 30,95%, respectivamente. No experimento 2 as médias das TC foram semelhantes para os grupos Controle FIV e Kp 10-7 FIV (P > 0,05), sendo 76,70% e 86,55%, respectivamente. Porém, a média da TB do grupo Kp 10-7 FIV 38,66%, foi superior (P 0,05) também foram similares entre os tratamentos Controle CIV e Kp 10-7 CIV...


Assuntos
Animais , Bovinos , Embrião de Mamíferos , Fertilização in vitro/veterinária , Kisspeptinas , Técnicas de Maturação in Vitro de Oócitos/veterinária , Técnicas In Vitro , Técnicas Reprodutivas/veterinária
6.
Semina Ci. agr. ; 39(2): 621-630, mar.-abr. 2018. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18584

Resumo

The aim of this study was to investigate the effect of Kisspeptin (Kp) on the medium used in different stages of in vitro production of bovine embryo (IVEP), evaluating cleavage (CR) and blastocyst (BR) rates. The study was divided into three experiments that analyzed, respectively, the action of Kp on in vitro maturation (IVM), in vitro fertilization (IVF), and in vitro culture (IVC) of bovine embryos. In experiment 1, the oocytes were matured in IVM medium and distributed into the following treatments: maturation (IVM Control, n = 102), maturation with addition of 10-7 M Kp (Kp 10-7 IVM, n = 90), and hormone-free maturation luteinizing hormone (LH) and follicle-stimulating hormone (FSH) with the addition of 10-7M Kp (No hormones + Kp 10-7, n = 84), following maturation to normal stages of IVEP. In experiment 2, the oocytes were fertilized in IVF medium, in the following treatments: TALP-FERT without Kp (Control IVF, n = 103) and TALP-FERT with the addition of 10-7M Kp (Kp 10-7 IVF, n = 119), usually following the other steps. Finally, in the third experiment, the oocytes passed through all phases and were divided into IVC in two treatments: SOF medium without Kp (Control IVC, n = 109) and SOF medium with the addition of 10-7M Kp (Kp 10-7, N = 106). The data were analyzed by PROC GLIMMIX of the SAS program. In experiment 1, the means of CR and BR were similar (P > 0.05) between treatments (IVM Control76.47% and 37.25%, Kp 10-7 MIV80% and 33.33%, and No hormones + Kp 10-770.24% and 30.95%, respectively). In experiment 2, the means of CR were similar for the IVF Control and Kp 10-7 IVF groups (P > 0.05), 76.70% and 86.55% respectively. But, the mean of the BR of the group Kp 10-7 IVF was 38.66%, which was higher (P < 0.05) than that of the FIV Control group, which was 31.07%. In the third experiment, the means of CR and BR (P > 0.05) were similar between the IVC Control and Kp 10-7 IVC groups (CR 83.50% and 78.30%, and BR 26.60% and 23.60%, respectively)...(AU)


Objetivou-se com esse estudoinvestigar o efeito da Kisspeptina (Kp) nos meios base utilizados nas etapas da Produção in vitro de Embriões (PIVE) bovinos, avaliando as taxas de clivagem (TC) e blastocistos (TB). O estudo foi dividido em três experimentos, sendo respectivamente analisado em cada um a ação da Kp na maturação in vitro (MIV), fertilização in vitro (FIV) e cultivo in vitro (CIV) de embriões bovinos. No experimento 1 os oócitos foram maturados em meio base MIV, distribuídos nos seguintes tratamentos: maturação (Controle MIV, n=102), maturação com adição de 10-7M de Kp-10 (Kp 10-7 MIV, n=90) e maturação sem hormônios LH e FSH com adição de 10-7M de Kp-10 (Sem hormônios + Kp 10-7, n=84), seguindo após a maturação para as etapas normais da PIVE. No experimento 2 os oócitos foram fecundados em meio base da FIV, nos seguintes tratamentos:TALP-FERT sem Kp (Controle FIV, n = 103) e TALP-FERT com adição de 10-7M de Kp-10 (Kp 10-7 FIV, n = 119), seguindo normalmente pelas outras etapas. Finalmente, no terceiro experimento os oócitos passaram por todas as fases e foram divididos no CIV em 2 tratamentos: meio SOF sem Kp (Controle CIV, n = 109) e meio SOF com adição de 10-7M de Kp-10 (Kp 10-7 3, n = 106). Os dados foram analisados pelo PROC GLIMMIX do programa SAS. No experimento 1 as médias das TC e TB foram semelhantes (P > 0,05) entre os tratamentos Controle MIV 76,47% e 37,25%, Kp 10-7 MIV 80% e 33,33% e Sem hormônios + Kp 10- 7 70,24% e 30,95%, respectivamente. No experimento 2 as médias das TC foram semelhantes para os grupos Controle FIV e Kp 10-7 FIV (P > 0,05), sendo 76,70% e 86,55%, respectivamente. Porém, a média da TB do grupo Kp 10-7 FIV 38,66%, foi superior (P < 0,05) ao grupo controle FIV 31,07%. No terceiro experimento as médias das TC e TB (P > 0,05) também foram similares entre os tratamentos Controle CIV e Kp 10-7 CIV...(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Kisspeptinas , Embrião de Mamíferos , Fertilização in vitro/veterinária , Técnicas de Maturação in Vitro de Oócitos/veterinária , Técnicas In Vitro , Técnicas Reprodutivas/veterinária
7.
R. bras. Reprod. Anim. ; (Supl. 6): 104-110, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4702

Resumo

O uso da Inseminação Artificial (IA) em búfalos pode ser limitado por fatores relacionados à dificuldade de identificação do estro e à determinação do melhor momento para a realização desta biotecnologia. Neste contexto, estudos foram conduzidos para a elaboração de protocolos que permitam o uso da IA sem a necessidade de detecção do estro, ou seja, em tempo fixo (IATF). O conhecimento da dinâmica folicular nessa espécie possibilitou o desenvolvimento de protocolos para controlar as fases folicular e luteínica do ciclo estral e, por fim, a ovulação. Foi verificado que a emergência da onda de crescimento folicular pode ser sincronizada pelos tratamentos com GnRH ou com progesterona/progestágeno (P4) associados ao estradiol (E2). O tratamento com dispositivos/implantes de P4 e com PGF2α controlam a fase luteínica. Ao final do protocolo, sob baixos níveis de progesterona, realiza-se a indução da ovulação com GnRH, ou hCG, ou LH ou E2. Em búfalas inseminadas em tempo fixo o protocolo GnRH/PGF2α/GnRH (conhecido como Ovsynch) tem apresentado resultados satisfatórios (~50% de taxa de prenhez) em animais ciclando durante a estação reprodutiva (outono e inverno). A utilização de P4 associado ao E2, PGF2α, eCG e GnRH possibilita a realização da IATF com aceitáveis taxas de concepção (~50% de taxa de prenhez) em búfalas em anestro sincronizadas fora da estação reprodutiva (primavera e verão). A combinação destes tratamentos de sincronização da ovulação permite o uso da inseminação artificial durante todo o ano, possibilitando o melhoramento genético e a distribuição da concepção e dos partos conforme a demanda do mercado. (AU)


Assuntos
Animais , Búfalos/crescimento & desenvolvimento , Ciclo Estral/fisiologia , Fase Luteal/fisiologia , Folículo Ovariano/fisiologia , Guias como Assunto/métodos
8.
Rev. bras. reprod. anim ; (Supl. 6): 104-110, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1492738

Resumo

O uso da Inseminação Artificial (IA) em búfalos pode ser limitado por fatores relacionados à dificuldade de identificação do estro e à determinação do melhor momento para a realização desta biotecnologia. Neste contexto, estudos foram conduzidos para a elaboração de protocolos que permitam o uso da IA sem a necessidade de detecção do estro, ou seja, em tempo fixo (IATF). O conhecimento da dinâmica folicular nessa espécie possibilitou o desenvolvimento de protocolos para controlar as fases folicular e luteínica do ciclo estral e, por fim, a ovulação. Foi verificado que a emergência da onda de crescimento folicular pode ser sincronizada pelos tratamentos com GnRH ou com progesterona/progestágeno (P4) associados ao estradiol (E2). O tratamento com dispositivos/implantes de P4 e com PGF2α controlam a fase luteínica. Ao final do protocolo, sob baixos níveis de progesterona, realiza-se a indução da ovulação com GnRH, ou hCG, ou LH ou E2. Em búfalas inseminadas em tempo fixo o protocolo GnRH/PGF2α/GnRH (conhecido como Ovsynch) tem apresentado resultados satisfatórios (~50% de taxa de prenhez) em animais ciclando durante a estação reprodutiva (outono e inverno). A utilização de P4 associado ao E2, PGF2α, eCG e GnRH possibilita a realização da IATF com aceitáveis taxas de concepção (~50% de taxa de prenhez) em búfalas em anestro sincronizadas fora da estação reprodutiva (primavera e verão). A combinação destes tratamentos de sincronização da ovulação permite o uso da inseminação artificial durante todo o ano, possibilitando o melhoramento genético e a distribuição da concepção e dos partos conforme a demanda do mercado.


Assuntos
Animais , Búfalos/crescimento & desenvolvimento , Ciclo Estral/fisiologia , Fase Luteal/fisiologia , Folículo Ovariano/fisiologia , Guias como Assunto/métodos
9.
Ci. Rural ; 38(2): 416-422, mar.-abr. 2008. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4128

Resumo

O objetivo deste trabalho foi caracterizar histologicamente o desenvolvimento ovariano pré-natal em fetos eqüinos sem raça definida (SRD) nos trópicos, ressaltando surgimento e quantificação de ovogônias e folículos. Foram obtidos 131 fetos em frigorífico, os quais foram mensurados quanto ao comprimento (cm) equivalente à distância cefalococcígea (CR), seguido de corte das gônadas e fixação das amostras em Bouin por 24 horas. As idades foram estimadas por regressão. Foram preparados cortes histológicos ovarianos de 7µm de espessura, os quais foram corados com hematoxilina-eosina. O surgimento de ovogônias, folículos primordiais, em crescimento e antrais foi verificado, respectivamente, em fetos com CR entre 4,1 e 6,5cm (40 a 49 dias de gestação (DG)); 9,1 e 12,0cm (60 a 69 DG); 23,1 e 29,0cm (116 a 135 DG) e 50,1 e 65,0cm (201 a 245 DG). A quantidade máxima de ovogônias, folículos primordiais, em crescimento e antrais foi observada em fetos com CR entre, 4,1 e 6,0cm (40 a 49 DG); 16,1 e 23,0cm (90 a 115 DG); 29,1 e 36,0cm (136 a 155 DG) e 50,1 e 97,0cm (201 a 320 DG), respectivamente. Os resultados sugerem que o desenvolvimento morfológico dos ovários fetais de eqüinos SRD nos trópicos é mais precoce que o observado nos relatos de literatura referentes a estudos de eqüinos de diversas raças em regiões temperadas.(AU)


This research research was aimed at histologically characterizing the pre-natal ovarian development of cross-breed equine fetuses in the tropics, observing the rise and the quantification of oogonia and follicles. One hundred and thirty one fetuses were obtained from a slaughterhouse, their crown-rump length (CRL) was measured in centimeters (cm). Next, the gonads were sectioned and the samples were placed to rest in Bouinïs liquid for 24 hours. The ages were estimated by regression. 7µm thick histological ovarian cuts were prepared and stained with hematoxylin-eosin. Oogonia, primordial, growing and antral follicles were observed in fetuses whose CRL was between 4.1 and 6.5cm (40 to 49 gestation days (GD)); 9.1 and 12.0cm (60 to 69 GD); 23.1 and 29.0cm (116 to 135 GD); 50.1 and 65.0cm (201 to 245 GD) respectively. The maximum amount of oogonia and of primordial, growing and antral follicles occurred in fetuses whose CRL was between 4.1 and 6.0cm (40 to 49 GD); 16.1 and 23.0cm (90 to 115 GD); 29.1 and 36.0cm (136 to 155 GD); 50.1 and 97.0cm (201 to 320 GD), respectively. These results suggest that the development of cross-breed equine ovarian fetuses in the tropics is more premature than that described in the literature on studies of various equine breeds in temperate regions.(AU)


Assuntos
Animais , Cavalos , Ovário/crescimento & desenvolvimento
10.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 44(1): 33-39, 2007. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5429

Resumo

Este estudo teve como objetivo acompanhar o processo de desenvolvimento testicular desde a fase indiferenciada até sua completa formação. Embriões e fetos de vacas da raça nelore (Bos taurus indicus) foram obtidos em frigoríficos próximos à cidade de Uberlândia, Minas Gerais. As gônadas dos fetos e os embriões foram fixados em bouin e processados para microscópica óptica convencional. A gônada foi observada primeiramente em um embrião de 1,0 cm de comprimento. Em embriões com 2,5 cm a presença da albugínea permite a identificação do sexo. A espessura média da albugínea variou de 29,08 a 558,46 mm. Gradativamente, observou-se aumento da vascularização da albugínea e do parênquima. O mediastino encontrava-se localizado centralmente. Houve uma diminuição no espaço ocupado pelos cordões testiculares de 63,71 para 41,99% do volume total dos testículos. O seu diâmetro variou de 31,68 a 48,80 mm. O diâmetro das células germinativas (e dos seus núcleos) foi de 12,27(6,65) a 16,95 (14,21) mm, respectivamente. A quantidade de células germinativas por corte transversal de cordão diminuiu de um máximo de 2,80 para 0,76. O número total de células germinativas foi de 16 no princípio da colonização da gônada para 18,32 x 106 no final do estudo. O número de células de Sertoli por corte transversal de cordão variou de 10,00 a 16,25. Os resultados obtidos mostram que a origem e a formação dos testículos nos embriões e fetos de vacas da raça Nelore (Bos taurus indicus) ocorre de forma muito semelhante ao do que é descrito para Bos taurus taurus.(AU)


The aim of this study was to accompany the process of testicular development from the non-differentiable phase to its complete formation. Embryos and fetuses of Nelore breed cows (Bos Taurus indicus) were obtained in slaughterhouses near the Uberlandia city, Minas Gerais. The gonads and the embryos were fixed in Bouins fixative and afterwards processed for conventional optical microscopy. The gonadal was observed firstly in a 1.0 cm long embryo. In 2.5 cm long embryos the presence of the albuginea allows the sex identification. The mean thickness of the albuginea ranged from 29.08 to 558.45 mm. Gradually increase of vascularization of the albuginea and parenchyma is observed. The mediastinum is located centrally. There was a decrease in the space occupied by the testicular cords, from 63.71 to 41.99% of the total testes volume. Its diameter ranged from 31.68 to 48.80 mm. The diameter of germinal cells (and their nuclei) was from 12.27 (6.65) to 16.95 914.21) mm. The quantity of germinal cells by cross section of cord decreased from a maximum of 2.80 to 0.76. The total number of germinal cells was from 16 at the beginning of colonization of the gonad to 18.32 x 106 at the end of the study. The number of Sertolis cells by cross section of cord ranged from 10.00 to 16.25. The results obtained show that the origin and formation of testes in embryos and fetuses from Nelore breed cows (Bos taurus indicus) does occur in a very similar way to what is described for Bos taurus taurus.(AU)


Assuntos
Animais , Testículo/anatomia & histologia , Testículo/crescimento & desenvolvimento , Morfogênese/fisiologia , Células Germinativas/citologia , Células de Sertoli/citologia , Gônadas/embriologia , Bovinos
11.
Jaboticabal; s.n; 11/12/2001. 54 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-2577

Resumo

Este estudo teve como objetivo acompanhar o processo de desenvolvimento testicular desde a fase indiferenciada até sua completa formação. Embriões e fetos de vacas da raça Nelore (Bos taurus indicus) foram obtidos em frigoríficos. Imediatamente após o abate das fêmeas, o útero era aberto e os embriões e fetos coletados. As gônadas e os embriões menores foram fixados em Bouin e processados para microscópica óptica convencional. Foi realizada a PCR (Reação em Cadeia da Polimerase) dos embriões cujo sexo não pode ser identificado macroscopicamente. A crista gonádica foi observada, primeiramente, em um embrião de 1,0 cm de comprimento. Em embriões com 2,5 cm de comprimento, a presença da albugínea permitiu a identificação do sexo. A espessura média da albugínea variou de 29,1 a 558,5 mm. O mediastino encontra-se localizado centralmente. Houve uma diminuição no espaço ocupado pelos cordões testiculares de 63,7 para 42,0% do volume total dos testículos. O seu diâmetro variou de 31,7 a 48,8 mm. O diâmetro das células germinativas (e dos seus núcleos) foi de 12,3 (6,6) a 16,9 (14,2) mm. A quantidade de células germinativas, por corte transversal de cordão, diminuiu de um máximo de 2,8 para 0,8. O número total de células germinativas aumentou de 16, no princípio da colonização da gônada, para 18,3 x 106 no final do estudo. O número de células de Sertoli, por corte transversal de cordão, variou de 10,0 a 16,2. Os resultados obtidos mostram que a origem e a formação dos testículos nos embriões e fetos de vacas da raça Nelore (Bos taurus indicus), ocorrem de forma muito semelhante à descrita para Bos taurus taurus


The aim of this study was to accompany the process of testicular development from the indifferentiable phase to its complete formation. Embryos and fetuses of Nelore breed cows (Bos taurus indicus) were obtained in slaughterhouses near the Uberlandia city, Minas Gerais. As soon as the females were slaughtered, the uterus was opened and the embryos and fetuses gathered. The gonads and the smaller embryos were fixed in Bouin's fixative and afterwards processed for conventional optical microscopy. It was carried out the PCR (Polymerase Chain Reaction) from parts of embryos whose sex could not be identified macroscopically. The gonadal ridge was observed firstly in a 1.0 cm long embryo. In 2.5 cm long embryos the presence of the albuginea allowed the sex identification. The mean thickness of the albuginea ranged from 29.1 to 558.5 mm. Gradually increase of vascularization of the albuginea and parenchyma was observed. The mediastinum was located centrally. There was a decrease in the space occupied by the testicular cords, from 63.7 to 42.0 % of the total testes volume. Its diameter ranged from 31.7 to 48.8 mm. The diameter of germinal cells (and their nuclei) ranged from 12.3 (6.6) to 16.9 914.2) mm. The quantity of germinal cells by cross section of cord decreased from a maximum of 2.8 to 0.86. The total number of germinal cells was from 16 at the beginning of colonization of the gonad to 18.3 x 106 at the end of the study. The number of Sertoli's cells by cross section of cord ranged from 10.0 to 16.2. The results showed that the origin and formation of testes in embryos and fetuses from Nelore breed cows (Bos taurus indicus) does occur in a very similar way to what is described for Bos taurus taurus

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA