Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 53(3): e20210652, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1384579

Resumo

ABSTRACT: Methyl jasmonate (MeJA) is recognized as a plant hormone that induces several biochemical changes related to improving fruit quality, but it is evident that the effect of MeJA during postharvest is very variable upon concentration, plant species, and even cultivars. The objective of this research was to relate the application of this regulator at low concentration (10 µmol L-1 for 24 h) to changes in postharvest physiology, on the incidence of anthracnose and quality of 'Golden' papaya fruit during storage at 24 ± 1°C. From the seventh day of storage, anthracnose incidence was reduced by more than 50% with MeJA treatment. The lesion area after infection was also reduced. Although, MeJA reduced fruit acidity, the ascorbic acid and soluble solids content were not altered during storage with the hormonal treatment. The skin color and pulp firmness showed slight retention. The reduction in ethylene production was accompanied by a reduction of respiration in treated fruits. MeJa increased CAT activity only in the skin whereas SOD activity was not induced by MeJA in both skin and pulp. Although, the increase of CAT from the third day of storage may have contributed to the reduction of lipid peroxidation in the skin, the MDA reduction in the pulp cannot be explained only by CAT activity. In summary, the application of MeJA in 'Golden' papaya reduced the incidence and severity of anthracnose, decreased respiration, ethylene production and lipid peroxidation. It is concluded that the application of MeJA at a low concentration (10 µmol L-1) may contribute to anthracnose control in ´Golden`papaya and slows the ripening of fruits.


RESUMO: O metil jasmonato (MeJA) é reconhecido como um hormônio vegetal que induz várias alterações bioquímicas relacionadas à qualidade dos frutos, mas é evidente que o efeito do MeJA durante a pós-colheita é muito variável quanto à concentração, espécies de plantas e até mesmo cultivares. O objetivo deste trabalho foi relacionar a aplicação deste regulador em baixa concentração (10 µmol L-1 por 24 h) às mudanças na fisiologia pós-colheita, na incidência de antracnose e na qualidade do mamão 'Golden' durante o armazenamento a 24 ± 1 ° C. A partir do sétimo dia de armazenamento, a incidência de antracnose foi reduzida em mais de 50% com o tratamento com MeJA. Incidência da doença também foi reduzida. Embora o MeJA tenha reduzido a acidez dos frutos, os teores de ácido ascórbico e sólidos solúveis não foram alterados durante o armazenamento com o tratamento hormonal. A cor da casca e a firmeza da polpa apresentaram ligeira retenção. A redução na produção de etileno foi acompanhada pela redução da respiração nos frutos tratados. MeJa aumentou a atividade da CAT apenas na casca, enquanto a atividade da SOD não foi induzida por MeJA na casca e na polpa. Embora o aumento da CAT a partir do terceiro dia de armazenamento possa ter contribuído para a redução da peroxidação lipídica na casca, a redução do MDA na polpa não pode ser explicada apenas pela atividade da CAT. Em resumo, a aplicação de MeJA em mamão 'Golden' reduziu a incidência e severidade da antracnose, diminuiu a respiração, a produção de etileno e a peroxidação lipídica. Conclui-se que a aplicação de MeJA em baixa concentração (10 µmol L-1) pode contribuir para o controle da antracnose em mamão ´Golden` e retardar o amadurecimento dos frutos.

2.
Ciênc. rural (Online) ; 53(3): e20210652, 2023. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1412105

Resumo

Methyl jasmonate (MeJA) is recognized as a plant hormone that induces several biochemical changes related to improving fruit quality, but it is evident that the effect of MeJA during postharvest is very variable upon concentration, plant species, and even cultivars. The objective of this research was to relate the application of this regulator at low concentration (10 µmol L-1 for 24 h) to changes in postharvest physiology, on the incidence of anthracnose and quality of 'Golden' papaya fruit during storage at 24 ± 1°C. From the seventh day of storage, anthracnose incidence was reduced by more than 50% with MeJA treatment. The lesion area after infection was also reduced. Although, MeJA reduced fruit acidity, the ascorbic acid and soluble solids content were not altered during storage with the hormonal treatment. The skin color and pulp firmness showed slight retention. The reduction in ethylene production was accompanied by a reduction of respiration in treated fruits. MeJa increased CAT activity only in the skin whereas SOD activity was not induced by MeJA in both skin and pulp. Although, the increase of CAT from the third day of storage may have contributed to the reduction of lipid peroxidation in the skin, the MDA reduction in the pulp cannot be explained only by CAT activity. In summary, the application of MeJA in 'Golden' papaya reduced the incidence and severity of anthracnose, decreased respiration, ethylene production and lipid peroxidation. It is concluded that the application of MeJA at a low concentration (10 µmol L-1) may contribute to anthracnose control in ´Golden`papaya and slows the ripening of fruits.


O metil jasmonato (MeJA) é reconhecido como um hormônio vegetal que induz várias alterações bioquímicas relacionadas à qualidade dos frutos, mas é evidente que o efeito do MeJA durante a pós-colheita é muito variável quanto à concentração, espécies de plantas e até mesmo cultivares. O objetivo deste trabalho foi relacionar a aplicação deste regulador em baixa concentração (10 µmol L-1 por 24 h) às mudanças na fisiologia pós-colheita, na incidência de antracnose e na qualidade do mamão 'Golden' durante o armazenamento a 24 ± 1 ° C. A partir do sétimo dia de armazenamento, a incidência de antracnose foi reduzida em mais de 50% com o tratamento com MeJA. Incidência da doença também foi reduzida. Embora o MeJA tenha reduzido a acidez dos frutos, os teores de ácido ascórbico e sólidos solúveis não foram alterados durante o armazenamento com o tratamento hormonal. A cor da casca e a firmeza da polpa apresentaram ligeira retenção. A redução na produção de etileno foi acompanhada pela redução da respiração nos frutos tratados. MeJa aumentou a atividade da CAT apenas na casca, enquanto a atividade da SOD não foi induzida por MeJA na casca e na polpa. Embora o aumento da CAT a partir do terceiro dia de armazenamento possa ter contribuído para a redução da peroxidação lipídica na casca, a redução do MDA na polpa não pode ser explicada apenas pela atividade da CAT. Em resumo, a aplicação de MeJA em mamão 'Golden' reduziu a incidência e severidade da antracnose, diminuiu a respiração, a produção de etileno e a peroxidação lipídica. Conclui-se que a aplicação de MeJA em baixa concentração (10 µmol L-1) pode contribuir para o controle da antracnose em mamão ´Golden` e retardar o amadurecimento dos frutos.


Assuntos
Colletotrichum , Carica , Conservação de Alimentos
3.
Ci. Rural ; 46(1): 184-190, 2016.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-379134

Resumo

This study aimed to determine the effects of postharvest packing line stages of "Tahiti" acid lime on their quality and conservation. Fruits were harvested by twisting in physiological maturation stage and packed according to the procedure for export fruits. Five sampling points were set throughout the packing line, which correspond to the treatments studied: "Field"- sampling directly in the plant; "Reception"- collection in the reception area of the packinghouse; "Rest"- collection after the first stage of the packing process; "Complete packing"- collection at the end of the packing process; "Marketing center" and collects at the reception area of the marketing center. Physical and chemical analyzes were conducted for 20 days of storage at 22±2ºC and 70±5% RH. Fruits that have gone through the complete packing process and those collected in the marketing center had higher fresh mass loss, higher incidence of oleocellosis, lower percentage of fruit on condition of marketing at the end of the storage period, pulp browning and higher degradation of ascorbic acid. Quality and conservation of "Tahiti" lime fruits were affected by movement, handling and mechanical injuries that occur during postharvest processing.(AU)


O objetivo deste trabalho foi determinar os efeitos das etapas de beneficiamento pós-colheita de lima ácida "Tahiti" na sua qualidade e conservação. Foram utilizados frutos colhidos por torção, em estádio de maturação fisiológica e beneficiados de acordo com o procedimento para frutos de exportação. Foram estabelecidos cinco pontos de coleta de frutos ao longo do processo de beneficiamento, os quais correspondem aos tratamentos estudados: "Campo"- coleta diretamente na planta; "Recepção"- na área de recepção da unidade de beneficiamento; "Repouso"- após a primeira etapa do beneficiamento; "Beneficiamento completo"- após o beneficiamento completo; e "Centro de comercialização"- na recepção do centro de comercialização. Foram conduzidas análises físicas e químicas durante 20 dias de armazenamento a 22±2ºC e 70±5% de UR. Os frutos que passaram pelo processo de beneficiamento completo e os que foram coletados no centro de comercialização apresentaram maior perda de massa fresca, maior incidência de oleocelose, menor porcentagem de frutos em condição de comercialização ao final do período de armazenamento, escurecimento da polpa e maior degradação de ácido ascórbico. A qualidade e conservação dos frutos de lima ácida "Tahiti" foram prejudicadas pela movimentação, manipulação e injúrias mecânicas que ocorrem durante as etapas de beneficiamento pós-colheita.(AU)


Assuntos
Produtos Agrícolas , Melhoria de Qualidade , Citrus
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA