Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 10 de 10
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 48: e728, 2022.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1432692

Resumo

In the manuscript "Diet of Psalidodon aff. fasciatus (Cuvier, 1819) (Teleostei: Characidae) in a neotropical river before reservoir formation" DOI: https://doi.org/10.20950/1678-2305/bip.2022.48.e728, published in Fonseca et al., Bol. Inst. Pesca 2022, 48: e728, on pages 5 and 7:Page 5, figure 2Where it reads:Figure 2. Accumulation curve of the number of diet items that occurred as the number of analyzed stomachs increased for 536 individuals of Psalidodon aff. fasciatus from Tibagi River, Paraná, Brazil, collected from October 2017 to July 2019.It should read:Figure 2. Costello diagram, as modified by Amundsen et al. (1996), showing the relationships between the number of items (i.e., prey richness, PI) and the frequency of occurrence (FO) of items in the diet of Psalidodon aff. fasciatus from five sites in Tibagi River, Paraná, Brazil. (A) spring; (B) summer; (C) autumn; (D) winter.Page 7, figure 3Where it reads:Figure 3. Costello diagram, as modified by Amundsen et al. (1996), showing the relationships between the number of items (i.e., prey richness, PI) and the frequency of occurrence (FO) of items in the diet of Psalidodon aff. fasciatus from five sites in Tibagi River, Paraná, Brazil. (A) spring; (B) summer; (C) autumn; (D) winter.It should read:Figure 3. Accumulation curve of the number of diet items that occurred as the number of analyzed stomachs increased for 536 individuals of Psalidodon aff. fasciatus from Tibagi River, Paraná, Brazil, collected from October 2017 to July 2019.


Assuntos
Errata
2.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 48: e728, 2022. mapas, graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1417193

Resumo

The main objective of this study was to identify spatial and seasonal variations on the diet of Psalido-don aff. fasciatus from the Tibagi River (South Brazil) before the construction of the Tibagi Montante hydropower plant. Fish were collected quarterly between October 2017 and July 2019. 536 stomachs containing feeding items and identified to the lowest taxonomic level as possible have been analyzed. Results showed that plants, Hymenoptera, and insect parts in general were the most consumed items. The analysis of feeding strategy showed a diet based on rare items but with individuals varying among specialist, generalist, and opportunistic trends depending on the season. The non-metric multidimen-sional scaling (NMDS) revealed diet overlap in both spatial and seasonal terms, which was confir-med by the permutational analysis of variance (PERMANOVA). The indicator value analysis (IndVal) identified 15 items as the most important components of this species' diet such as superior plants, Hymenoptera and insect parts. Therefore, before the formation of the reservoir, P. aff. fasiatus could be characterized as predominantly herbivore with a strong trend for insectivory. Across seasons, this species had a specialized diet all year, although with more specialized preferences in the spring when the consumption of plants was increased.(AU)


O objetivo deste trabalho foi identificar variações espaciais e sazonais da dieta do Psalidodon aff. fas-ciatus do rio Tibagi (Sul do Brasil) antes da construção da usina hidrelétrica Tibagi Montante. Os peixes foram amostrados trimestralmente entre outubro de 2017 e julho de 2019. Foram analisados 536 estômagos contendo itens alimentares e identificados até o menor nível taxonômico possível. Os resultados indicaram que vegetais, Hymenoptera e restos de insetos em geral foram os itens mais con-sumidos. A análise da estratégia alimentar mostrou uma dieta baseada em itens raros, mas com indi-víduos variando entre tendências especialistas, generalistas e oportunistas, dependendo da estação. O escalonamento multidimensional não-métrico (NMDS) mostrou sobreposição da composição da dieta tanto em escala espacial quanto sazonal, o que foi confirmado pela análise de variância permutacional (PERMANOVA). A análise do valor indicador (Indval) identificou 15 itens como os componentes mais importantes na dieta desta espécie, como plantas superiores, Hymenoptera e resto de insetos. Por-tanto, antes da formação do reservatório, P.aff. fasciatus, pode ser caracterizada como predominante-mente herbívora com forte tendência insetívora. Ao longo das estações, esta espécie apresentou dieta especializada durante todo o ano, embora com especialização na primavera, quando houve aumento do consumo de vegetais. (AU)


Assuntos
Animais , Reservatórios de Água , Characidae/fisiologia , Brasil , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal
3.
Acta Sci. Biol. Sci. ; 39(2): 211-217, Apr.-June.2017. mapas, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-15463

Resumo

This study present an inventory of the genera of Odonata-Anisoptera in lotic environments of the Iguatemi River basin, upper Paraná River, Mato Grosso do Sul State, Brazil. Samplings were performed from December 2006 to February 2009 in the Iguatemi River and eight streams of the basin. We collected 739 immature Odonata, distributed in 25 genera and three families; of which one genus represent a new record for the Mato Grosso do Sul State. Progomphus, Tramea, Elasmotemis, Macrothemis, Aphyla and Phylocycla were the most representative genera in the Iguatemi River basin. The genus accumulation curve predicts an increase of new genera for the Iguatemi River basin. (AU)


Este trabalho apresenta um inventário de gêneros de Odonata-Anisoptera em ambientes lóticosda bacia do rio Iguatemi, alto rio Paraná, Mato Grosso do Sul, Brasil. As amostragens ocorreram no períodode dezembro de 2006 a fevereiro de 2009 no rio Iguatemi e em oito riachos distribuídos na bacia. Foramcoletados 739 imaturos de Odonatas, distribuídos em 25 gêneros e três famílias, do qual um gênerorepresenta um novo registro para o Estado de Mato Grosso dos Sul. Progomphus, Tramea, Elasmotemis,Macrothemis, Aphyla e Phylocycla foram os gêneros mais representativos na bacia do rio Iguatemi. A curva deacumulação de gênero sugere a expectativa de incremento de novos gêneros para a bacia do rio Iguatemi.(AU)


Assuntos
Animais , Odonatos/química , Odonatos/classificação , Odonatos/metabolismo , Distribuição Animal
4.
Acta Sci. Biol. Sci. ; 38(4): 429-437, out.-dez. 2016. mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-686653

Resumo

We described the spatial distribution of fish trophic groups in the Água Boa Stream, MS, Brazil. Specimens were caught using electrofishing in the upper, intermediate and lower stretches of the stream, between March and November 2008. We analyzed 415 stomach contents of 24 species. Detritus/sediment and aquatic invertebrates were the main exploited resources. Ordination analysis categorized the species in six trophic groups. Aquatic invertivores showed the highest richness (10 species), followed by detritivores (08 species), omnivores (03 species), terrestrial invertivores (03 species), algivores (02 species) and herbivore (01 species). Three trophic groups occurred in the upper stretch, six in the intermediate and five in the lower. Detritivores, omnivores and algivores showed the highest density, while detritivores and aquatic invertivores presented the highest biomass. Autochthonous resources were particularly important to the studied fish fauna, especially aquatic invertebrates, so, conservation actions reducing the simplification of the habitat by silting and recovering the riparian forest are essential to maintain the ichthyofauna of the Água Boa Stream.(AU)


Este trabalho descreve a distribuição espacial de grupos tróficos de peixes do riacho Água Boa, MS, Brasil. Os espécimes foram coletados por meio de pesca elétrica nos trechos superior, intermediário e inferior do riacho, entre março e novembro de 2008. Foram analisados 415 conteúdos estomacais de 24 espécies, sendo detrito/sedimento e invertebrados aquáticos os recursos mais explorados pela ictiofauna. A análise de ordenação discriminou as espécies em seis grupos tróficos. Os invertívoros aquáticos foram os de maior riqueza (10 espécies), seguidos dos detritívoros (08 espécies), omnívoros (03 espécies), insetívoros terrestres (03 espécies), algívoros (02 espécies) e herbívoro (01 espécie). Três grupos tróficos ocorreram no trecho superior, seis no intermediário e cinco no inferior. As maiores contribuições em densidade foram de detritívoros, omnívoros e algívoros. Em biomassa, detritívoros e invertívoros aquáticos foram predominantes. Recursos autóctones foram particularmente importantes para a manutenção da ictiofauna estudada, especialmente invertebrados aquáticos, portanto, ações conservacionistas que reduzam a simplificação do hábitat pelo assoreamento e que recuperem a mata ciliar são essenciais para manter as populações de peixes do riacho Água Boa.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Peixes/metabolismo , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição Animal , Cadeia Alimentar
5.
B. Inst. Pesca ; 40(4): 557-567, Out-Dez. 2014. mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28225

Resumo

This study aimed to describe and compare the population structure of Phalloceros harpagos in Perobão and Água Boa streams, Mato Grosso do Sul State, through quantitative population parameters. Samplings were conducted using electrofishing in the streams´ upper, intermediate and lower stretches (sites 1, 2 and 3, respectively), between March and November 2008. Standard length, weight and sex were used to determine the sex ratio, standard length classes frequency and populations condition at each stream. A total of 686 and 3,404 specimens of P. harpagos were captured at Água Boa and Perobão streams, respectively. Only the population of the upper stretch of the Água Boa Stream was considered in the analysis due to the inexpressive capture in intermediate and lower stretches. Males with 1.4-1.8 and 1.8-2.2 cm standard length were the most captured in both streams. Females reached greater lengths, and the most frequent were those with 2.2-2.6 and 1.8-2.2 cm in the Água Boa and Perobão, respectively. Females predominated significantly (2.5:1) in the Água Boa Stream and at Site 1 (1.3:1) of Perobão Stream. The sex ratio was the same in all other sites. The Kolmogorov-Smirnov test indicated significant difference in the distribution of individuals within size classes for both streams. The application of covarianceanalysis or of the separate slope model on data from the linearization of the length-weight relationship indicated the best condition of the P. harpagos population in Água Boa Stream and of that present in the upper stretch of Perobão Stream.(AU)


Este trabalho objetivou descrever e comparar a estrutura das populações de Phalloceros harpagos nos riachos Perobão e Água Boa, MS, através de parâmetros populacionais quantitativos. As amostragens foram realizadas utilizando-se pesca elétrica nos trechos superior, intermediário e inferior dos riachos (Pontos 1, 2 e 3, respectivamente), entre março e novembro de 2008. Informações relativas ao comprimento padrão, peso e sexo foram utilizadas para a determinação da proporção sexual, frequência das classes de comprimento padrão e condição das populações de cada riacho. Foram capturados 686 espécimes de P. harpagos no Água Boa e 3.404 no Perobão. Somente a população do trecho superior do Água Boa foi considerada nas análises devido a inexpressiva captura nos trechos intermediário e inferior. Machos com comprimento padrão entre 1,4-1,8 e 1,8-2,2 cm foram os mais capturados em ambos os riachos. As fêmeas apresentaram maiores comprimentos, sendo mais frequentes aquelas com 2,2-2,6 e 1,8-2,2 cm no riacho Água Boa e Perobão, respectivamente. As fêmeas predominaram significativamente (2,5:1) no Água Boa e no Ponto 1 (1,3:1) do Perobão. A proporção sexual foi equitativa nos demais pontos. O teste de Kolmogorov-Smirnov indicou diferença significativa na distribuição dos indivíduos dentro das classes de tamanho para ambos os riachos. A aplicação da análise de covariância ou do modelo com inclinação separada sobre dados provenientes da linearização da relação peso-comprimento indicaram a melhor condição da população de P. harpagos no riacho Água Boa e daquela presente no trecho superior do Perobão.(AU)


Assuntos
Animais , Poecilia , Razão de Masculinidade , Caracteres Sexuais , Demografia
6.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 40(4): 557-567, Out-Dez. 2014. map, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465011

Resumo

This study aimed to describe and compare the population structure of Phalloceros harpagos in Perobão and Água Boa streams, Mato Grosso do Sul State, through quantitative population parameters. Samplings were conducted using electrofishing in the streams´ upper, intermediate and lower stretches (sites 1, 2 and 3, respectively), between March and November 2008. Standard length, weight and sex were used to determine the sex ratio, standard length classes frequency and populations condition at each stream. A total of 686 and 3,404 specimens of P. harpagos were captured at Água Boa and Perobão streams, respectively. Only the population of the upper stretch of the Água Boa Stream was considered in the analysis due to the inexpressive capture in intermediate and lower stretches. Males with 1.4-1.8 and 1.8-2.2 cm standard length were the most captured in both streams. Females reached greater lengths, and the most frequent were those with 2.2-2.6 and 1.8-2.2 cm in the Água Boa and Perobão, respectively. Females predominated significantly (2.5:1) in the Água Boa Stream and at Site 1 (1.3:1) of Perobão Stream. The sex ratio was the same in all other sites. The Kolmogorov-Smirnov test indicated significant difference in the distribution of individuals within size classes for both streams. The application of covarianceanalysis or of the separate slope model on data from the linearization of the length-weight relationship indicated the best condition of the P. harpagos population in Água Boa Stream and of that present in the upper stretch of Perobão Stream.


Este trabalho objetivou descrever e comparar a estrutura das populações de Phalloceros harpagos nos riachos Perobão e Água Boa, MS, através de parâmetros populacionais quantitativos. As amostragens foram realizadas utilizando-se pesca elétrica nos trechos superior, intermediário e inferior dos riachos (Pontos 1, 2 e 3, respectivamente), entre março e novembro de 2008. Informações relativas ao comprimento padrão, peso e sexo foram utilizadas para a determinação da proporção sexual, frequência das classes de comprimento padrão e condição das populações de cada riacho. Foram capturados 686 espécimes de P. harpagos no Água Boa e 3.404 no Perobão. Somente a população do trecho superior do Água Boa foi considerada nas análises devido a inexpressiva captura nos trechos intermediário e inferior. Machos com comprimento padrão entre 1,4-1,8 e 1,8-2,2 cm foram os mais capturados em ambos os riachos. As fêmeas apresentaram maiores comprimentos, sendo mais frequentes aquelas com 2,2-2,6 e 1,8-2,2 cm no riacho Água Boa e Perobão, respectivamente. As fêmeas predominaram significativamente (2,5:1) no Água Boa e no Ponto 1 (1,3:1) do Perobão. A proporção sexual foi equitativa nos demais pontos. O teste de Kolmogorov-Smirnov indicou diferença significativa na distribuição dos indivíduos dentro das classes de tamanho para ambos os riachos. A aplicação da análise de covariância ou do modelo com inclinação separada sobre dados provenientes da linearização da relação peso-comprimento indicaram a melhor condição da população de P. harpagos no riacho Água Boa e daquela presente no trecho superior do Perobão.


Assuntos
Animais , Caracteres Sexuais , Poecilia , Razão de Masculinidade , Demografia
7.
Neotrop. ichthyol ; 11(4): 891-904, 2013. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-10572

Resumo

This study examined the diet and trophic structure of the fish fauna, over temporal and spatial scales, as affected by the impoundment of the Iguaçu River in the region of Salto Caxias, Paraná State, Brazil. Sampling was conducted before (March 1997 - February 1998) and after the impoundment (March 1999 - February 2000), at four sampling sites. The stomach contents were analyzed by the volumetric method. The species could be organized in 10 trophic guilds: algivores, carcinophages, detritivores, herbivores, aquatic insectivores, terrestrial insectivores, invertivores, omnivores, piscivores, and planktivores; the first and last guilds were represented only in the post-impoundment period. Similarity patterns and feeding changes were summarized by a non-metric Multi-dimensional Scaling (nMDS) analysis and statistically tested by a Permutational multivariate analysis of variance (PERMANOVA). Most species showed feeding changes, except for the piscivores and detritivores. These changes were related to the temporal factor (impoundment phases), such as reduced intake of benthic organisms and allochthonous food, which were usually replaced by resources from the reservoir itself (algae, microcrustaceans, and fish), simplifying the food spectrum of the fish fauna. A different indicator of food resources (IndVal) corroborated these changes in the feeding of the species. The proportions of the trophic guilds evaluated based on the catch per unit of effort (CPUE) and tested by ANOSIM were significantly different before and after the impoundment. Herbivores and piscivores were the guilds that contributed (SIMPER) to these differences, especially the high increase in biomass of the piscivore guild after the impoundment. Variations in the abundance of trophic guilds were more directly related to changes in the feeding habits of the fish fauna than to increases in the number and biomass of the species that constitute these guilds.(AU)


Neste estudo foram avaliadas a dieta e a estrutura trófica da ictiofauna em escala temporal e espacial, sob efeito do represamento do rio Iguaçu, na região de Salto Caxias, Paraná, Brasil. Para tanto, foram realizadas amostragens nas fases pré (março/97 a fevereiro/98) e pós represamento (março/99 a fevereiro/00) em quatro pontos de coleta. Os conteúdos estomacais foram avaliados pelo método volumétrico. As espécies foram organizadas em 10 guildas tróficas: algívora, carcinófaga, detritívora, herbívora, insetívora aquática, insetívora terrestre, invertívora, omnívora, piscívora e planctívora, sendo a primeira e a última representadas apenas após o represamento. Os padrões de similaridade e alterações na dieta foram sintetizados através da ordenação multidimensional não paramétrica (nMDS) e estatisticamente testados pela análise de variância permutacional (PERMANOVA). Foram constatadas alterações na dieta da maioria das espécies, com exceção das piscívoras e detritívoras. Essas alterações foram relacionadas ao fator temporal (fases do represamento), configuradas como redução no consumo de organismos bentônicos e alimentos alóctones, os quais foram geralmente substituídos por recursos provenientes do próprio ambiente (algas, microcrustáceos e peixes), simplificando o espectro alimentar. Diferentes recursos alimentares indicadores (IndVal) corroboram essas alterações na composição alimentar das espécies antes e após o represamento. As proporções na abundância (número e biomassa) das guildas tróficas avaliadas com base na captura por unidade de esforço (CPUE) e testadas pela ANOSIM foram significativamente diferentes antes e após o represamento. As guildas herbívora e piscívora foram as que mais contribuíram (SIMPER) para essas diferenças, especialmente o elevado incremento em biomassa da guilda piscívora após o represamento. As variações na abundância das guildas tróficas foram mais relacionadas às alterações no hábito alimentar da fauna de peixes, do que propriamente aos incrementos em número e em biomassa das espécies que anteriormente compunham tais guildas.(AU)


Assuntos
Animais , Dieta/veterinária , Rios , Recursos Alimentares , Fauna , Peixes/classificação
8.
Neotrop. ichthyol ; 10(4): 771-784, Oct. 2012. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-8899

Resumo

This study assessed differences in fish assemblages existing upstream and downstream two types of culverts, one on each of two different Neotropical streams. We analyzed the composition and structure of the ichthyofauna and tested for spatial patterns. Fish sampling was carried out monthly between November 2009 and October 2010 using different fishing gears. We collected 2,220 fish of 33 species; 901 in stretches of the Lopeí stream - circular culvert and 1,310 in stretches of the Pindorama stream - box culvert. Fish abundance was similar in upstream and downstream stretches of the circular culvert, whereas it was slightly higher in the upstream than downstream stretch for the box culvert. Characiformes predominated in the upstream stretch of both culverts. On the other hand, Siluriformes was abundant in the downstream stretch of the circular culvert, with similar abundance in the stretches of the box culvert. Species richness and diversity (Shannon-Weiner Index) were higher in the downstream stretch of the circular culvert, but they were similar in both stretches of the box culvert. The most abundant species were Astyanax altiparanae, A. paranae, A. fasciatus, Ancistrus sp., and Hypostomus sp. The last two species were more abundant in the downstream stretch of the circular culvert, and similar in stretches of the box culvert. Our study indicated variations in the species abundance, richness, and diversity between upstream and downstream stretches in particular of the circular culvert in the Lopeí stream, suggesting that fish movements are restrained more intensively in this culvert, especially for Siluriformes. The drop in the circular culvert outlet probably created passage barriers especially for those fish that has no ability to jump, where downstream erosion could lead to culvert perching. Studies on appropriate road crossing design or installation are fundamental whereas improvements in these structures can restore the connectivity of fish populations and communities in streams.(AU)


Este estudo avaliou diferenças nas assembleias de peixes existentes a montante e a jusante dois tipos de bueiros, um em cada um de dois diferentes riachos Neotropicais. A composição e a estrutura da ictiofauna foram avaliadas e seus possíveis padrões espaciais. As amostragens para a ictiofauna foram realizadas mensalmente, entre novembro de 2009 e outubro de 2010, com diversos apetrechos de pesca. Durante o período foram coletados 2.220 indivíduos, sendo 901 peixes nos trechos do riacho Lopeí - bueiro circular e 1.310 peixes nos trechos do riacho Pindorama - bueiro quadrado, pertencentes a 33 espécies. As capturas foram similares nos trechos de montante e jusante no bueiro circular, enquanto que para o bueiro quadrado a abundância de peixes foi um pouco superior no trecho a montante em relação à jusante. Os Characiformes predominaram no trecho a montante de ambos os bueiros. Por outro lado, os Siluriformes foram abundantes no trecho a jusante do bueiro circular, com abundâncias similares entre os trechos do bueiro quadrado. A riqueza e a diversidade de espécies diferiram entre os trechos do bueiro circular (maior valor a jusante), enquanto que os valores foram similares para os trechos do bueiro quadrado. As espécies mais abundantes foram Astyanax altiparanae, A. paranae, A. fasciatus, Ancistrus sp. e Hypostomus sp., porém com diferenças constatadas na ocorrência das duas últimas espécies: estas foram mais abundantes a jusante do bueiro circular, e similares nos trechos do bueiro quadrado. As variações na abundância, riqueza e diversidade constatadas entre trechos a montante e a jusante, em particular do bueiro circular no riacho Lopeí, sugerindo que os movimentos de peixes são restritos de forma mais intensa neste bueiro, especialmente para Siluriformes. A queda de água na saída do bueiro circular provavelmente cria barreira à passagem dos peixes, especialmente para aqueles peixes que não tem capacidade de saltar, onde a erosão a jusante pode levar a empoleiramento. Estudos sobre projetos de bueiro ou instalações apropriadas são fundamentais considerando que a melhoria destas estruturas pode restaurar a conectividade de populações e comunidades de peixes em riachos.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/crescimento & desenvolvimento , Caraciformes/crescimento & desenvolvimento , Condicionamento Físico Animal , Biota
9.
Neotrop. ichthyol ; 10(4): 797-804, Oct. 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-8897

Resumo

This study investigated the external body morphology (based on morphometric data) and the swimming efficiency in fish passages (based on the ascent time in a fish ladder) of two Neotropical long-distance migratory species. The fish were collected in the fish ladder of the Porto Primavera Hydroelectric Power Plant (known as Engenheiro Sergio Motta), upper Paraná River, Brazil. The species differ in several morphometric ratios related to swimming performance. Prochilodus lineatus exhibited a higher muscle ratio and caudal fin length ratio. However, Leporinus elongatus showed higher values for the fineness ratio, a higher length from snout to pectoral fin base ratio, and a higher caudal peduncle depth factor. Although both species show good swimming performance, the characteristics listed above may enable L. elongatus to apply greater power and propulsion, allowing it to reach a high swimming speed and to exhibit greater efficiency than P. lineatus. Leporinus elongatus moves faster than P. lineatus and has a lower mean ascent time (1.39 hours) than P. lineatus (3.76 hours). Prochilodus lineatus would require a somewhat longer time to pass through the fish ladder.(AU)


Este estudo investigou a relação entre a morfologia externa do corpo (baseado em dados morfométricos) e eficiência de natação em passagem para peixes (baseado no tempo de ascensão em uma escada para peixes) de duas espécies neotropicais migradoras de longas distâncias. Os peixes foram coletados na escada para peixes da Usina Hidrelétrica de Porto Primavera (conhecida como Engenheiro Sérgio Motta), alto Rio Paraná, Brasil. As espécies diferem em algumas razões morfométricas referentes ao desempenho de natação: Prochilodus lineatus apresentou valores mais elevados para razão muscular e razão do comprimento da nadadeira caudal. No entanto, Leporinus elongatus apresentou valores mais elevados para razão fineza, para razão do comprimento do focinho à base da nadadeira peitoral e para fator de largura do pedúnculo caudal. Embora ambas as espécies tenham um bom desempenho natatório, essas características podem permitir a L. elongatus aplicar uma maior potência e propulsão, permitindo atingir velocidades de natação elevadas e apresentar uma melhor eficiência em relação a P. Lineatus. Leporinus elongatus movimenta-se mais rápido, com um tempo médio de ascensão (1,39 horas) inferior ao de P. lineatus (3,76 horas), que requer um tempo um pouco maior para passar através da escada para peixes.(AU)


Assuntos
Animais , Caraciformes/anatomia & histologia , Biometria , Condicionamento Físico Animal , Natação
10.
Neotrop. ichthyol ; 4(3): 349-356, July-Sept. 2006. graf, tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-1641

Resumo

Aspects of the feeding ecology of a small characin, Astyanax paranae, were studied during 1996/1997 and 1998/1999 in the Alagados Reservoir, Paraná, Brazil (25º01'50.0'' S; 050º03'41.9'' W). Fishes were quarterly captured from the reservoir's riverine and lacustrine zones and stomachs contents of 711 adult individuals were analyzed by volumetric method. Species' feeding spectrum and spatial, temporal and sexual variations on diet were evaluated. Data matrix was summarized by detrented correspondence analysis (DCA) and the axes scores from DCA were used as variables in one-way ANOVA of null models to test diet variations. Astyanax paranae fed on detritus/sediment, plant matter, algae and aquatic and terrestrial invertebrates. The time-space prevalence of detritus/sediment and plant matter on diet characterized the feeding habit as detritivorous tending to herbivory. Significant differences on food items proportions occurred between the sampling months and sampling sites and were related to resources availability, characterizing the species trophic opportunism.(AU)


Aspectos da ecologia alimentar de um pequeno caracídeo, Astyanax paranae, foram estudados durante 1996/1997 e 1998/1999 no reservatório de Alagados, Paraná, Brasil (25º01'50,0'' S; 50º03'41,9'' W). Os peixes foram capturados trimestralmente nas zonas fluvial e lacustre do reservatório e os conteúdos gástricos de 711 espécimes adultos foram analisados através do método volumétrico. Foram avaliados o espectro alimentar da espécie e alterações espaciais, temporais e entre os sexos na dieta. A matriz de dados foi sumarizada através da análise de correspondência com remoção do efeito do arco (DCA) e os escores dos eixos resultantes da DCA utilizados como variáveis em análises de variância (ANOVA) unifatoriais de modelos nulos para testar diferenças na dieta. Astyanax paranae consumiu detrito/sedimento, vegetais, algas e invertebrados aquáticos e terrestres. O predomínio espaço-temporal de detrito/sedimento e vegetais na dieta indicou hábito alimentar detritívoro com tendência a herbivoria. Diferenças significativas na proporção dos itens alimentares ocorreram entre os meses e locais amostrados, tendo sido relacionadas à disponibilidade dos recursos, caracterizando o oportunismo trófico da espécie.(AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Comportamento Alimentar , Dieta/veterinária , Conteúdo Gastrointestinal , Estômago , Análise de Variância , Peixes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA