Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 16 de 16
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Bras. Parasitol. Vet. (Online) ; 32(2): e013322, 2023. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1418922

Resumo

This purpose of this study was to compare the efficiency of the McMaster and Mini-FLOTAC quantitative techniques in the investigation of helminths in feces of pigs. An analysis was made of 74 fecal samples from pigs raised on family farms located in Rio de Janeiro, Brazil. These were analyzed by the Mini-FLOTAC and McMaster techniques in a solution of 1,200g/mL NaCl. This investigation revealed a superiority in the frequency of all helminths detected by Mini-FLOTAC, including Ascaris suum, Trichuris suis, strongyles and Strongyloides ransomi. The Kappa index revealed substantial agreement in all comparisons made in relation to the frequency of positive samples. However, significant statistical differences in the comparison of EPGs between McMaster and Mini-FLOTAC were observed for all nematodes (p ≤0.05). Higher values of Pearson's linear correlation coefficient (r), between the techniques in relation to EPG were observed for A. suum and T. suis, differently from what was observed for strongyles and S. ransomi. Mini-FLOTAC proved to be a more satisfactory and reliable technique both for the diagnosis of parasites and for the determination of EPG in pig feces due to the larger size of its counting chambers, thus increasing the helminth egg recovery rates.(AU)


Este estudo objetivou comparar a eficiência das técnicas quantitativas de McMaster e Mini-FLOTAC para a pesquisa de helmintos em fezes de suínos. Foram analisadas 74 amostras fecais de suínos mantidos em propriedades familiares, localizadas no Rio de Janeiro, Brasil. Estas foram analisadas pelas técnicas de Mini-FLOTAC e McMaster com solução de NaCl 1.200g/mL. Pode-se verificar uma superioridade na frequência de todos os helmintos detectados por meio do Mini-FLOTAC, incluindo-se Ascaris suum, Trichuris suis, estrongilídeos e Strongyloides ransomi. O índice Kappa mostrou uma concordância substancial em todas as comparações realizadas, em relação à frequência de amostras positivas. Entretanto, diferenças estatísticas significativas na comparação do OPG entre McMaster e Mini-FLOTAC foram observadas para todos os nematoides (p ≤0.05). Elevados valores do coeficiente de correlação de Pearson foram observados entre as técnicas, em relação ao OPG para A. suum e T. suis, diferentemente do evidenciado para estrôngilos e S. ransomi. Mini-FLOTAC mostrou-se uma técnica mais satisfatória e confiável, tanto para o diagnóstico de parasitos quanto para a determinação do OPG em fezes de suínos, devido ao maior tamanho das suas câmaras de contagem, situação que acaba aumentando a eficiência da recuperação dos ovos dos helmintos.(AU)


Assuntos
Animais , Doenças Parasitárias em Animais/diagnóstico , Suínos/parasitologia , Gastroenteropatias/parasitologia , Contagem de Ovos de Parasitas/veterinária , Brasil
2.
Pesqui. vet. bras ; 42: e07153, 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1406210

Resumo

Presently, pet life expectancy is becoming longer and several diseases inherent to age have been diagnosed, with heart disease being a frequent finding. Although various heart diseases have different pathophysiologies, many morphological and hemodynamic changes can predispose patients to arrhythmias. The presence of arrhythmias can worsen the underlying heart disease and predispose patients to develop new alterations, making arrhythmia detection important for establishing adequate therapeutic protocols and a better prognosis. The present study aimed to determine the arrhythmias most frequently found in dogs treated at the Cardiology and Respiratory Diseases Service (SCDR) of the Small Animals Sector of the Veterinary Hospital of the Federal Rural University of Rio de Janeiro (UFRRJ), during the period from January to 2014 to December 2017, relating them to sex, age group, size, and the presence or absence of heart disease. A total of 586 medical records of dogs treated with SCDR-UFRRJ were retrospectively evaluated. Of these, 15.4% had arrhythmias, 95.6% had diagnoses of heart disease, 61.1% (55/90) were diagnosed with mitral valve disease, and 27.8% (25/90) had dilated cardiomyopathies. The most frequent rhythm disturbances were premature ventricular complexes associated with chronic degenerative mitral valve disease or dilated cardiomyopathy. Statistical analysis confirmed the risk of a cardiac patient developing rhythm or conduction alterations (OR, 4.46; p = 0.0003). In conclusion, the pathophysiology of heart failure can lead to the development of rhythm and conduction disorders.


Com a maior expectativa de vida dos animais de estimação, diversas enfermidades inerentes a idade têm sido diagnosticadas, sendo as cardiopatias um achado frequente. Apesar das diferentes cardiopatias terem fisiopatologias distintas, diversas alterações morfológicas e hemodinâmicas podem ocorrer predispondo ao aparecimento de arritmias. A presença de arritmias pode agravar a doença cardíaca de base e predispor ao desenvolvimento de novas alterações, tornando-se importante a sua detecção para instituição de protocolos terapêuticos adequados e melhor prognóstico da doença. O presente estudo teve como objetivo determinar as arritmias mais frequentemente encontradas em cães atendidos no Serviço de Cardiologia e Doenças Respiratórias (SCDR) do Setor de Pequenos Animais do Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), no período de janeiro de 2014 a dezembro de 2017, relacionando-as com sexo, faixa etária, porte e presença ou não de cardiopatias. De maneira retrospectiva, foram avaliados 586 prontuários de cães atendidos no SCDR-UFRRJ. Destes, 15.4% apresentavam alguma arritmia e 95,6% apresentavam diagnostico de alguma cardiopatia, sendo 61.1% (55/90) diagnosticados com endocardiose de mitral e 27.8% (25/90) com cardiomiopatia dilatada. O distúrbio de ritmo mais frequente foram os complexos ventriculares prematuros associados a doença valvar degenerativa crônica de mitral ou a cardiomiopatia dilatada. Na análise estatística, o risco de um paciente cardiopata desenvolver alterações de ritmo ou de condução foi confirmado (OR: 4,46; p=0,0003). Conclui-se que a fisiopatologia da insuficiência cardíaca pode levar ao desenvolvimento de distúrbios de ritmo e também distúrbios de condução.


Assuntos
Animais , Cães , Arritmias Cardíacas/veterinária , Arritmias Cardíacas/epidemiologia , Doenças do Cão/epidemiologia , Cães , Cardiomiopatia Dilatada/veterinária , Eletrocardiografia/veterinária , Insuficiência Cardíaca/veterinária
3.
Acta sci. vet. (Impr.) ; 50: 1869, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1369708

Resumo

Background: Brachycephalic dogs have several abnormalities in the airways, which generate clinical manifestations that impair the quality of life of these animals. Primary alterations promote airflow obstruction and increase intraluminal negative pressure, causing secondary alterations due to a cycle of inflammation with consequent obstruction. With the onset of inflammation and other alterations in the airways, clinical manifestations can be observed, such as snoring, reverse sneezing, coughing, dyspnea, cyanosis, syncope, and vomiting. Endoscopic examination of the airways allows visualization and diagnosis of morphological changes in these animals. This study aimed to evaluate the endoscopic findings of the airways and determine the quantitative and qualitative assessment of the severity of clinical manifestations in 14 dogs with brachycephalic syndrome (BS). Materials, Methods & Results: Historical and anamnesis data and clinical, respiratory, and digestive manifestations were collected from the owners' reports. The clinical manifestations were classified as mild, moderate, or severe. All animals were subjected to endoscopy of the airways, and image findings were grouped according to the anatomical site where they were observed, then the abnormalities were correlated with the severity of the clinical manifestations. When comparing the frequency of endoscopic abnormalities with the severity of clinical manifestations, it is interesting to observe that animals with severe disease more frequently presented the following alterations: prolongation and thickening of the soft palate, laryngeal changes, presence of hyperemia, lymphoid hyperplasia and polyps in the nasopharynx, hypoplasia and presence of tracheal secretion and thickening of the dorsal tracheal muscle; bronchial collapse, hypoplasia of the main bronchi and bronchial hyperemia and the presence of aberrant nasal turbinates. Comparison between the means of nonparametric variables was performed using the Mann-Whitney test, with a 5% significance level. Discussion: A higher frequency of French Bulldog dogs included in the study was observed, probably due to their greater popularity, although any brachycephalic dog may be affected by BS. Considering that nostril stenosis is a congenital alteration, which is usually diagnosed early, and since the animals included in the study were dogs referred for the rhinoplasty procedure the higher frequency of young dogs in the study was not surprising. The results revealed a significant difference in the endoscopic findings with the severity of the clinical manifestations in different variables, such as prolongation and thickening of the soft palate, eversion of the laryngeal saccules, presence of laryngeal inflammation and collapse, presence of polyps or lymphoid hyperplasia in the nasopharynx, thickening of the dorsal muscle of the trachea, polyps in the trachea and hypoplasia in addition to bronchial hyperemia. The larynx was the most affected anatomical site, with alterations present in 92.8% of the evaluated dogs. Based on these findings, it can be concluded that airway obstruction caused by primary alterations can cause secondary alterations, with consequent clinical manifestations in brachycephalic dogs it is possible to suggest that dogs with this syndrome may present severe manifestations of the disease, regardless of age. Furthermore, it can be concluded that in this study, dogs with BS had frequent laryngeal alterations and that alterations in the main bronchi were present in all animals with severe manifestations of the disease.


Assuntos
Animais , Cães , Faringe/anormalidades , Craniossinostoses/veterinária , Obstrução das Vias Respiratórias/genética , Obstrução das Vias Respiratórias/veterinária , Laringoscopia/veterinária
4.
Acta Vet. Brasilica ; 15(3): 229-234, 2021. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1453290

Resumo

The impact of pig farming on the worldwide economy causes production to be directed at an industrial scale, requiring the control of diseases that affect economic performance. Urinary infection (UI), for example, has a high prevalence in current production systems, causing economic losses due to the predisposition to reproductive failures, leading to an increase in disposal of sows and replacement rates. In this context, the objective of this work was to evaluate the prevalence of urinary tract infection (UTI) and possible changes in the urine sediment examination of pregnant sows to survey changes compatible with inflammation of the lower urinary tract. The samples were collected, randomly, from 43 sows of commercial genetic lineage, in different stages of gestation, and that belonged to a pig farm located in Guapimirim-RJ. The pig farm’s herd consisted of 200 sows, 90 of which were in the gestation phase. The samples were collected by spontaneous urination, using the first morning urine, before feeding, which happened around 7 am. The presence of UTI was identified in 12 of the 43 sows analyzed, with 21.5% of the herd being evaluated. A prevalence of 27.9% was observed with animals showing compatible UTI changes. This data was considered severe. The urine sediment examination is the best way to diagnose UTI with sedimentcopy being the most conclusive part. Despite this, it is necessary to relate the laboratory data with the zootechnical management used, as well as the environmental conditions.


O impacto da suinocultura na economia mundial, faz com que a produção seja dirigida para a escala industrial, exigindo o controle de doenças que afetam o rendimento econômico. A infecção urinária (IU), por exemplo, apresenta alta prevalência nos sistemas atuais de produção, causando perdas econômicas em função da predisposição para falhas reprodutivas, levando a um aumento dos descartes de matrizes e das taxas de reposição. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi avaliar a prevalência de IU e possíveis alterações no EAS de porcas gestantes, para levantamento de alterações compatíveis com infla-mação de trato urinário inferior. Foram analisadas 43 amostras de urina de porcas de linhagem genética comercial, em fases distintas de gestação, colhidas de forma aleatória, em uma granja localizada no município de Guapimirim-RJ. O plantel da granja era constituído por 200 matrizes, sendo 90 delas na fase de gestação. As amostras foram coletadas por micção espontâ-nea, sendo utilizadas as primeiras urinas da manhã, antes do arraçoamento, que acontecia por volta das 7 horas. A presença de infecção urinária foi identificada em 12 das 43 porcas analisadas, sendo avaliados 21,5% do rebanho. Observou-se uma pre-valência de 27,9%, com os animais apresentando alterações compatíveis de IU, constatando-se que este nível foi considerado grave. O EAS é a melhor forma de diagnosticar IU, sendo a sedimentoscopia a parte mais conclusiva, apesar disto, é necessário relacionar os dados laboratoriais com o manejo zootécnico utilizado, bem como as condições ambientais.


Assuntos
Feminino , Animais , Gravidez , Fenômenos Químicos , Prenhez , Sistema Urinário/química , Suínos , Técnicas de Laboratório Clínico/veterinária
5.
Acta Vet. bras. ; 15(3): 229-234, 2021. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765325

Resumo

The impact of pig farming on the worldwide economy causes production to be directed at an industrial scale, requiring the control of diseases that affect economic performance. Urinary infection (UI), for example, has a high prevalence in current production systems, causing economic losses due to the predisposition to reproductive failures, leading to an increase in disposal of sows and replacement rates. In this context, the objective of this work was to evaluate the prevalence of urinary tract infection (UTI) and possible changes in the urine sediment examination of pregnant sows to survey changes compatible with inflammation of the lower urinary tract. The samples were collected, randomly, from 43 sows of commercial genetic lineage, in different stages of gestation, and that belonged to a pig farm located in Guapimirim-RJ. The pig farms herd consisted of 200 sows, 90 of which were in the gestation phase. The samples were collected by spontaneous urination, using the first morning urine, before feeding, which happened around 7 am. The presence of UTI was identified in 12 of the 43 sows analyzed, with 21.5% of the herd being evaluated. A prevalence of 27.9% was observed with animals showing compatible UTI changes. This data was considered severe. The urine sediment examination is the best way to diagnose UTI with sedimentcopy being the most conclusive part. Despite this, it is necessary to relate the laboratory data with the zootechnical management used, as well as the environmental conditions.(AU)


O impacto da suinocultura na economia mundial, faz com que a produção seja dirigida para a escala industrial, exigindo o controle de doenças que afetam o rendimento econômico. A infecção urinária (IU), por exemplo, apresenta alta prevalência nos sistemas atuais de produção, causando perdas econômicas em função da predisposição para falhas reprodutivas, levando a um aumento dos descartes de matrizes e das taxas de reposição. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi avaliar a prevalência de IU e possíveis alterações no EAS de porcas gestantes, para levantamento de alterações compatíveis com infla-mação de trato urinário inferior. Foram analisadas 43 amostras de urina de porcas de linhagem genética comercial, em fases distintas de gestação, colhidas de forma aleatória, em uma granja localizada no município de Guapimirim-RJ. O plantel da granja era constituído por 200 matrizes, sendo 90 delas na fase de gestação. As amostras foram coletadas por micção espontâ-nea, sendo utilizadas as primeiras urinas da manhã, antes do arraçoamento, que acontecia por volta das 7 horas. A presença de infecção urinária foi identificada em 12 das 43 porcas analisadas, sendo avaliados 21,5% do rebanho. Observou-se uma pre-valência de 27,9%, com os animais apresentando alterações compatíveis de IU, constatando-se que este nível foi considerado grave. O EAS é a melhor forma de diagnosticar IU, sendo a sedimentoscopia a parte mais conclusiva, apesar disto, é necessário relacionar os dados laboratoriais com o manejo zootécnico utilizado, bem como as condições ambientais.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Gravidez , Prenhez , Técnicas de Laboratório Clínico/veterinária , Sistema Urinário/química , Fenômenos Químicos , Suínos
6.
Ci. Rural ; 51(3)2021. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-31538

Resumo

Due to their similarity to humans, studies regarding gastric ulcers in pigs have become of great interest. It is known that Helicobacter spp. is related to the occurrence of these ulcers, as they possess a high prevalence in pigs. This study aimed to associate gastric lesions findings naturally occurring in minipigs related to or not related to the presence of Helicobacter spp., through the ultra-rapid urease test and immunohistochemical analysis, reaffirming the disease in swine as a natural biomedical model for human cases. For this, samples of formalin-fixed paraffin-embedded gastric tissues from 40 minipigs were obtained at the Laboratório de Morfologia e Patologia Animal (LMPA) in the Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF). Regarding the ultra-rapid urease test, no animal was positive in all regions. However, 18 were positive in at least one: six (15%) were positive in the aglandular region, eight (20%) in the antrum region, 13 (32.5%) in the region of the cardiac gland, and one (2.5%) in the region of the fundic gland. Regarding immunohistochemical analysis, only one animal was positive in all regions, and 32 animals were positive in at least one: four (10%) were positive in the aglandular region, 10 (25%) in the antrum region, 23 (57.5%) in the region of the cardiac gland, and three (7.5%) in the region of the fundic gland. The gastric lesion findings showed a close relationship with Helicobacter spp., enriching the laboratory animal pathologies list. The immunostaining of the bacteria not associated with gastric lesions in certain regions demonstrated the saprophytic and opportunisitic nature of Helicobacter.(AU)


Por sua semelhança com a da espécie humana, a úlcera gástrica nos suínos tem despertado muito interesse. Sabe-se que o Helicobacter spp. está relacionado à ocorrência dessas úlceras, apresentando alta prevalência. Este estudo teve como objetivo associar as lesões gástricas, de ocorrência natural em miniporcos, à presença, ou não, de Helicobacter spp., por meio do teste ultra-rápido da urease e da análise imunohistoquímica, reafirmando a enfermidade em suínos como modelo biomédico natural para os casos em humanos. Para este fim, foram utilizados histossetes de tecido gástrico de 40 minipigs obtidos no Laboratório de Morfologia e Patologia Animal (LMPA) da Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF). Em relação ao teste ultra-rápido da urease, nenhum animal foi positivo em todas as regiões, entretanto, 18 foram positivos em pelo menos uma: seis foram positivos na região aglandular, oito na região do antro, 13 na região das glândulas cárdicas e um na região das glândulas fúndicas. Em relação à análise imuno-histoquímica, somente um animal foi positivo em todas as regiões e 32 animais foram positivos em pelo menos uma: quatro foram positivos na região aglandular, 10 na região do antro, 23 na região das glândulas cárdicas e três na região das glândulas fúndicas. As lesões gástricas demonstraram estreita relação com o Helicobacter spp. em miniporcos, enriquecendo a lista de patologias de animais de laboratório. A imunomarcação da bactéria não associada à lesão, em certas regiões gástricas, demonstra seu caráter saprofítico e oportunista.(AU)


Assuntos
Animais , Helicobacter/patogenicidade , Porco Miniatura/anatomia & histologia , Porco Miniatura/imunologia
7.
Rev. bras. ciênc. vet ; 27(2): 71-73, abr./jun. 2020. il.
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1378244

Resumo

Na suinocultura perdas econômicas ainda são elevadas devido aos baixos padrões de qualidade e sanidade dos animais. Dentre as afecções que afetam a produção, a erisipela é uma doença considerada importante em função dos prejuízos econômicos que causa, e pela questão de saúde pública visto ser uma zoonose. Ela é uma enfermidade do tipo hemorrágica comumente causada pela bactéria ubíqua Erysipelotrix rhusiopathiae. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso desta afecção em uma matriz da raça Large White, de dois anos de idade, recém desmamada, não vacinada, de uma pequena granja de ciclo completo no munícipio de Cachoeiras de Macacu, estado do Rio de Janeiro. Ela amanheceu prostrada, com dificuldade de locomoção, sem febre e com manchas avermelhadas sobre toda a superfície corporal. As lesões cutâneas, ligeiramente elevadas, apresentavam um formato losangular (diamante) característico e sugestivo de Erisipela. Após a identificação do problema, o animal foi isolado e tratado. O tratamento iniciou-se na manhã do mesmo dia, observando-se a regressão da maioria das lesões à tarde e na manhã seguinte. A suspeita clínica foi confirmada através do diagnóstico terapêutico, sendo a associação de penicilina e estreptomicina eficiente no tratamento.


In swine industry, economic losses are still high due to low standards of quality and health of animals. Among the diseases that affect production, erysipelas is a disease considered important due to the economic losses it causes, and because of the public health issue as it is a zoonosis. It is a hemorrhagic type disease commonly caused by the ubiquitous bacteria Erysipelotrix rhusiopathiae. The aim of this study was to report a case of this condition in a Large White breed sow, two years old, recently weaned, not vaccinated, from a small pig farm (farrow to finish operation) in the municipality of Cachoeiras de Macacu, state of Rio de Janeiro. The sow was prostrate and with limited mobility, without fever and with reddish spots on the entire body surface. The cutaneous lesions were elevated, with a characteristic diamond shape suggestive of erysipelas. After identifying the problem, the animal was isolated and treated. The treatment started in the morning of the same day, observing the regression of most lesions in the afternoon and the following morning. The clinical diagnosis was confirmed through therapeutic diagnosis, and the association of penicillin and streptomycin was efficient in the treatment.


Assuntos
Animais , Suínos/microbiologia , Erisipela Suína/diagnóstico , Artrite Infecciosa/veterinária , Erysipelothrix/patogenicidade , Infecções por Erysipelothrix/terapia , Economia Rural , Zoonoses Bacterianas/prevenção & controle , Hemorragia/veterinária
8.
R. bras. Ci. Vet. ; 27(2): 71-73, abr.-jun. 2020. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-29772

Resumo

Na suinocultura perdas econômicas ainda são elevadas devido aos baixos padrões de qualidade e sanidade dos animais. Dentre as afecções que afetam a produção, a erisipela é uma doença considerada importante em função dos prejuízos econômicos que causa, e pela questão de saúde pública visto ser uma zoonose. Ela é uma enfermidade do tipo hemorrágica comumente causada pela bactéria ubíqua Erysipelotrix rhusiopathiae. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso desta afecção em uma matriz da raça Large White, de dois anos de idade, recém desmamada, não vacinada, de uma pequena granja de ciclo completo no munícipio de Cachoeiras de Macacu, estado do Rio de Janeiro. Ela amanheceu prostrada, com dificuldade de locomoção, sem febre e com manchas avermelhadas sobre toda a superfície corporal. As lesões cutâneas, ligeiramente elevadas, apresentavam um formato losangular (diamante) característico e sugestivo de Erisipela. Após a identificação do problema, o animal foi isolado e tratado. O tratamento iniciou-se na manhã do mesmo dia, observando-se a regressão da maioria das lesões à tarde e na manhã seguinte. A suspeita clínica foi confirmada através do diagnóstico terapêutico, sendo a associação de penicilina e estreptomicina eficiente no tratamento.


In swine industry, economic losses are still high due to low standards of quality and health of animals. Among the diseases that affect production, erysipelas is a disease considered important due to the economic losses it causes, and because of the public health issue as it is a zoonosis. It is a hemorrhagic type disease commonly caused by the ubiquitous bacteria Erysipelotrix rhusiopathiae. The aim of this study was to report a case of this condition in a Large White breed sow, two years old, recently weaned, not vaccinated, from a small pig farm (farrow to finish operation) in the municipality of Cachoeiras de Macacu, state of Rio de Janeiro. The sow was prostrate and with limited mobility, without fever and with reddish spots on the entire body surface. The cutaneous lesions were elevated, with a characteristic diamond shape suggestive of erysipelas. After identifying the problem, the animal was isolated and treated. The treatment started in the morning of the same day, observing the regression of most lesions in the afternoon and the following morning. The clinical diagnosis was confirmed through therapeutic diagnosis, and the association of penicillin and streptomycin was efficient in the treatment.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/microbiologia , Erysipelothrix/classificação , Infecções por Erysipelothrix/diagnóstico , Zoonoses
9.
Rev. bras. ciênc. vet ; 27(2): 71-73, abr./jun. 2020. ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1491671

Resumo

Na suinocultura perdas econômicas ainda são elevadas devido aos baixos padrões de qualidade e sanidade dos animais. Dentre as afecções que afetam a produção, a erisipela é uma doença considerada importante em função dos prejuízos econômicos que causa, e pela questão de saúde pública visto ser uma zoonose. Ela é uma enfermidade do tipo hemorrágica comumente causada pela bactéria ubíqua Erysipelotrix rhusiopathiae. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso desta afecção em uma matriz da raça Large White, de dois anos de idade, recém desmamada, não vacinada, de uma pequena granja de ciclo completo no munícipio de Cachoeiras de Macacu, estado do Rio de Janeiro. Ela amanheceu prostrada, com dificuldade de locomoção, sem febre e com manchas avermelhadas sobre toda a superfície corporal. As lesões cutâneas, ligeiramente elevadas, apresentavam um formato losangular (diamante) característico e sugestivo de Erisipela. Após a identificação do problema, o animal foi isolado e tratado. O tratamento iniciou-se na manhã do mesmo dia, observando-se a regressão da maioria das lesões à tarde e na manhã seguinte. A suspeita clínica foi confirmada através do diagnóstico terapêutico, sendo a associação de penicilina e estreptomicina eficiente no tratamento.


In swine industry, economic losses are still high due to low standards of quality and health of animals. Among the diseases that affect production, erysipelas is a disease considered important due to the economic losses it causes, and because of the public health issue as it is a zoonosis. It is a hemorrhagic type disease commonly caused by the ubiquitous bacteria Erysipelotrix rhusiopathiae. The aim of this study was to report a case of this condition in a Large White breed sow, two years old, recently weaned, not vaccinated, from a small pig farm (farrow to finish operation) in the municipality of Cachoeiras de Macacu, state of Rio de Janeiro. The sow was prostrate and with limited mobility, without fever and with reddish spots on the entire body surface. The cutaneous lesions were elevated, with a characteristic diamond shape suggestive of erysipelas. After identifying the problem, the animal was isolated and treated. The treatment started in the morning of the same day, observing the regression of most lesions in the afternoon and the following morning. The clinical diagnosis was confirmed through therapeutic diagnosis, and the association of penicillin and streptomycin was efficient in the treatment.


Assuntos
Animais , Erysipelothrix/classificação , Infecções por Erysipelothrix/diagnóstico , Suínos/microbiologia , Zoonoses
10.
Rev. bras. ciênc. vet ; 27(2): 74-79, abr./jun. 2020. il.
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1378256

Resumo

O objetivo deste trabalho foi relacionar os achados anatomopatológicos das lesões gástricas subclínicas de ocorrência natural em leitões com a presença, ou não, de Helicobacter spp. por meio da imuno-histoquímica. Foram utilizados 48 leitões de linhagem genética comercial. Os animais foram adquiridos em uma granja comercial, com peso médio de 34 Kg e idade média de 79 dias; após o abate, seus estômagos foram coletados e avaliados. Avaliações histopatológicas e imuno-histoquímicas foram realizadas em amostras das regiões anatômicas aglandular e glandular. Macroscopicamente, 34 (70,83%) leitões apresentaram lesões na região aglandular, enquanto que em 14 animais (29,17%) não foram encontradas alterações nesta região. Dos estômagos com lesão, 14 foram classificados como grau 1, seis como grau 2 e 14 como grau 3. Microscopicamente, 44 amostras (91,66%) apresentaram paraqueratose. Deste total, 22 apresentaram a forma discreta, 20 a moderada e dois a acentuada. Na avaliação macroscópica da porção glandular, 41 (85,4%) animais apresentaram alteração em pelo menos uma das três regiões, e em somente sete (14,6%) não foram encontradas lesões em nenhuma delas. Em 14 deles, houve aumento da atividade mucípara, em dois, houve erosão e, em cinco, hiperemia. As lesões na região glandular do estômago foram mais extensas no antro e no cárdia, seguidas do fundo. Em relação à análise imuno-histoquímica, 21 (43,8%) amostras tiveram resultados negativos em todas as regiões, e 24 (50%) foram positivas em pelo menos uma delas, sendo que nenhuma foi positiva em todas. Os achados anatomopatológicos demonstraram relação estatística com a bactéria e, sua imunomarcação não associada à lesão em certas regiões gástricas, demonstra seu caráter saprofítico e oportunista.


The aim of this study was to relate the anatomopathological findings of naturally occurring subclinical gastric lesions in piglets, with or without Helicobacter spp. through immunohistochemistry. Forty-eight piglets of commercial genetic lineage were used. The animals were acquired in a commercial farm, with an average weight of 34 kg and an average age of 79 days, and after slaughter, their stomachs were collected and evaluated. Samples from the glandular and aglandular anatomical regions were evaluated. Macroscopically, 34 (70.83%) samples had lesions on aglandular region, while 14 (29.17%) nothing had. Of the injured stomachs, 14 were classified as grade 1, six as grade 2 and 14 as grade 3. Microscopically, 44 samples (91.66%) showed parakeratosis. Of these, 22 showed a discreet manner, 20 moderate and two severe. In the glandular region, in 41 (85.4%) samples there was a change in at least one of the three regions, and only seven animals (14.6%) showed no change in any of the three. Fourteen samples showed increased muciparous activity, two showed erosion and five hyperemia. The lesions were higher in antral regions and cardic, followed the fundus. In relation to immunohistochemistry, 21(43.8%) samples were negative in all areas, 24 (50%) were positive in at least one, and none were positive in all. The anatomopathological findings showed a statistical relationship with the bacteria, and its immunostaining, not associated with gastric lesions in certain regions, demonstrates its saprophytic and opportunistic character.


Assuntos
Animais , Úlcera Gástrica/veterinária , Suínos/anatomia & histologia , Infecções por Helicobacter/veterinária , Helicobacter/patogenicidade , Estômago/microbiologia , Imuno-Histoquímica/veterinária , Zoonoses Bacterianas/diagnóstico
11.
R. bras. Ci. Vet. ; 27(2): 74-79, abr.-jun. 2020. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-29777

Resumo

O objetivo deste trabalho foi relacionar os achados anatomopatológicos das lesões gástricas subclínicas de ocorrência natural em leitões com a presença, ou não, de Helicobacter spp. por meio da imuno-histoquímica. Foram utilizados 48 leitões de linhagem genética comercial. Os animais foram adquiridos em uma granja comercial, com peso médio de 34 Kg e idade média de 79 dias; após o abate, seus estômagos foram coletados e avaliados. Avaliações histopatológicas e imuno-histoquímicas foram realizadas em amostras das regiões anatômicas aglandular e glandular. Macroscopicamente, 34 (70,83%) leitões apresentaram lesões na região aglandular, enquanto que em 14 animais (29,17%) não foram encontradas alterações nesta região. Dos estômagos com lesão, 14 foram classificados como grau 1, seis como grau 2 e 14 como grau 3. Microscopicamente, 44 amostras (91,66%) apresentaram paraqueratose. Deste total, 22 apresentaram a forma discreta, 20 a moderada e dois a acentuada. Na avaliação macroscópica da porção glandular, 41 (85,4%) animais apresentaram alteração em pelo menos uma das três regiões, e em somente sete (14,6%) não foram encontradas lesões em nenhuma delas. Em 14 deles, houve aumento da atividade mucípara, em dois, houve erosão e, em cinco, hiperemia.  As lesões na região glandular do estômago foram mais extensas no antro e no cárdia, seguidas do fundo. Em relação à análise imuno(AU)


The aim of this study was to relate the anatomopathological findings of naturally occurring subclinical gastric lesions in piglets, with or without Helicobacter spp. through immunohistochemistry. Forty-eight piglets of commercial genetic lineage were used. The animals were acquired in a commercial farm, with an average weight of 34 kg and an average age of 79 days, and after slaughter, their stomachs were collected and evaluated. Samples from the glandular and aglandular anatomical regions were evaluated. Macroscopically, 34 (70.83%) samples had lesions on aglandular region, while 14 (29.17%) nothing had. Of the injured stomachs, 14 were classified as grade 1, six as grade 2 and 14 as grade 3. Microscopically, 44 samples (91.66%) showed parakeratosis. Of these, 22 showed a discreet manner, 20 moderate and two severe. In the glandular region, in 41 (85.4%) samples there was a change in at least one of the three regions, and only seven animals (14.6%) showed no change in any of the three. Fourteen samples showed increased muciparous activity, two showed erosion and five hyperemia. The lesions were higher in antral regions and cardic, followed the fundus. In relation to immunohistochemistry, 21(43.8%) samples were negative in all areas, 24 (50%) were positive in at least one, and none were positive in all. The anatomopathological findings showed a statistical relationship with the bacteria, and its immunostaining, not associated with gastric lesions in certain regions, demonstrates its saprophytic and opportunistic character.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/anatomia & histologia , Suínos/imunologia , Suínos/lesões , Infecções por Helicobacter/imunologia , Infecções por Helicobacter/patologia , Infecções por Helicobacter/veterinária , Estômago/microbiologia , Úlcera Gástrica/microbiologia
12.
Rev. bras. ciênc. vet ; 27(2): 74-79, abr./jun. 2020. ilus, tab
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1491665

Resumo

O objetivo deste trabalho foi relacionar os achados anatomopatológicos das lesões gástricas subclínicas de ocorrência natural em leitões com a presença, ou não, de Helicobacter spp. por meio da imuno-histoquímica. Foram utilizados 48 leitões de linhagem genética comercial. Os animais foram adquiridos em uma granja comercial, com peso médio de 34 Kg e idade média de 79 dias; após o abate, seus estômagos foram coletados e avaliados. Avaliações histopatológicas e imuno-histoquímicas foram realizadas em amostras das regiões anatômicas aglandular e glandular. Macroscopicamente, 34 (70,83%) leitões apresentaram lesões na região aglandular, enquanto que em 14 animais (29,17%) não foram encontradas alterações nesta região. Dos estômagos com lesão, 14 foram classificados como grau 1, seis como grau 2 e 14 como grau 3. Microscopicamente, 44 amostras (91,66%) apresentaram paraqueratose. Deste total, 22 apresentaram a forma discreta, 20 a moderada e dois a acentuada. Na avaliação macroscópica da porção glandular, 41 (85,4%) animais apresentaram alteração em pelo menos uma das três regiões, e em somente sete (14,6%) não foram encontradas lesões em nenhuma delas. Em 14 deles, houve aumento da atividade mucípara, em dois, houve erosão e, em cinco, hiperemia.  As lesões na região glandular do estômago foram mais extensas no antro e no cárdia, seguidas do fundo. Em relação à análise imuno


The aim of this study was to relate the anatomopathological findings of naturally occurring subclinical gastric lesions in piglets, with or without Helicobacter spp. through immunohistochemistry. Forty-eight piglets of commercial genetic lineage were used. The animals were acquired in a commercial farm, with an average weight of 34 kg and an average age of 79 days, and after slaughter, their stomachs were collected and evaluated. Samples from the glandular and aglandular anatomical regions were evaluated. Macroscopically, 34 (70.83%) samples had lesions on aglandular region, while 14 (29.17%) nothing had. Of the injured stomachs, 14 were classified as grade 1, six as grade 2 and 14 as grade 3. Microscopically, 44 samples (91.66%) showed parakeratosis. Of these, 22 showed a discreet manner, 20 moderate and two severe. In the glandular region, in 41 (85.4%) samples there was a change in at least one of the three regions, and only seven animals (14.6%) showed no change in any of the three. Fourteen samples showed increased muciparous activity, two showed erosion and five hyperemia. The lesions were higher in antral regions and cardic, followed the fundus. In relation to immunohistochemistry, 21(43.8%) samples were negative in all areas, 24 (50%) were positive in at least one, and none were positive in all. The anatomopathological findings showed a statistical relationship with the bacteria, and its immunostaining, not associated with gastric lesions in certain regions, demonstrates its saprophytic and opportunistic character.


Assuntos
Animais , Estômago/microbiologia , Infecções por Helicobacter/imunologia , Infecções por Helicobacter/patologia , Infecções por Helicobacter/veterinária , Suínos/anatomia & histologia , Suínos/imunologia , Suínos/lesões , Úlcera Gástrica/microbiologia
13.
Pesqui. vet. bras ; 37(3): 287-290, Mar. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-842056

Resumo

This study aimed to evaluate the ability of a saliva collection device (Salivette®) to measure cortisol levels in saliva samples of domestic cats and to assess the effect of a synthetic analogue of the feline facial pheromone fraction F3 (Feliway®) on cortisol levels. A total of 28 domestic cats from a private high-quality sanctuary were sampled before exposure to the facial pheromone and after 35 days of exposure. Two pheromone devices were placed in the area where the animals ate to guarantee the exposure of all cats. The collecting device yielded a sufficient volume of saliva (≥0.20mL) to allow cortisol measurement. Cortisol measurements ranged from 0.02g/dL to 0.16µg/dL, with a difference between before (42.1%) and after (62.6%) exposure to the pheromone (F=3.2351; p≤0.0002). No difference in cortisol levels was observed between before (x =0.078µg/dL) and after (x =0.066µg/dL) (t=1.79; p=0.08) exposure. However, salivary cortisol levels decreased in 75% (21/28) of the cats after exposure (x 2=12.07; p=0.0005), suggesting that the animals have different susceptibilities to the pheromone or that they spent different lengths of time in the area where the pheromone devices were installed.(AU)


O presente estudo avaliou o uso de um dispositivo de coleta salivar (Salivette®) para mensurar o cortisol salivar de gatos domésticos e avaliar o efeito do análogo sintético do feromônio facial felino - fração F3 (Feliway®) sobre seus níveis de cortisol. Um total de 28 gatos domésticos mantidos em gatil particular tiveram amostras de saliva coletadas antes da exposição ao feromônio facial felino e após 35 dias de exposição. Dois difusores de feromônio foram instalados na área onde os animais se alimentavam, a fim de garantir que todos os gatos fossem expostos. Os dispositivos de coleta salivar permitiram a coleta de volume salivar suficiente (≥0,20 mL) para a mensuração do cortisol. Os níveis de cortisol salivar variaram de 0,02g/dL a 0,16ug/dL, com coeficiente de variação de 42,1% antes e de 62,6% após à exposição ao feromônio (F=3.2351; p≤ 0.0002). Não foi verificada diferença entre os níveis de cortisol salivar nas amostras obtidas antes (x =0,078µg/dL) e após (x =0,066µg/dL) (t=1,79; p=0,08) à exposição. Entretanto, os níveis de cortisol salivar diminuíram em 75% (21/28) dos gatos expostos ao feromônio (x 2=12,07; p=0,0005), sugerindo que os animais apresentam susceptibilidade diferente ao feromônio facial sintético ou que passaram períodos de tempo distintos na área onde os difusores foram instalados.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Comportamento Animal , Hidrocortisona/análise , Feromônios/análise , Saliva/química , Estresse Psicológico , Vírus da Imunodeficiência Felina
14.
Pesqui. vet. bras ; 37(3): 287-290, mar. 2017. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-16804

Resumo

This study aimed to evaluate the ability of a saliva collection device (Salivette®) to measure cortisol levels in saliva samples of domestic cats and to assess the effect of a synthetic analogue of the feline facial pheromone fraction F3 (Feliway®) on cortisol levels. A total of 28 domestic cats from a private high-quality sanctuary were sampled before exposure to the facial pheromone and after 35 days of exposure. Two pheromone devices were placed in the area where the animals ate to guarantee the exposure of all cats. The collecting device yielded a sufficient volume of saliva (≥0.20mL) to allow cortisol measurement. Cortisol measurements ranged from 0.02g/dL to 0.16µg/dL, with a difference between before (42.1%) and after (62.6%) exposure to the pheromone (F=3.2351; p≤0.0002). No difference in cortisol levels was observed between before (x =0.078µg/dL) and after (x =0.066µg/dL) (t=1.79; p=0.08) exposure. However, salivary cortisol levels decreased in 75% (21/28) of the cats after exposure (x 2=12.07; p=0.0005), suggesting that the animals have different susceptibilities to the pheromone or that they spent different lengths of time in the area where the pheromone devices were installed.(AU)


O presente estudo avaliou o uso de um dispositivo de coleta salivar (Salivette®) para mensurar o cortisol salivar de gatos domésticos e avaliar o efeito do análogo sintético do feromônio facial felino - fração F3 (Feliway®) sobre seus níveis de cortisol. Um total de 28 gatos domésticos mantidos em gatil particular tiveram amostras de saliva coletadas antes da exposição ao feromônio facial felino e após 35 dias de exposição. Dois difusores de feromônio foram instalados na área onde os animais se alimentavam, a fim de garantir que todos os gatos fossem expostos. Os dispositivos de coleta salivar permitiram a coleta de volume salivar suficiente (≥0,20 mL) para a mensuração do cortisol. Os níveis de cortisol salivar variaram de 0,02g/dL a 0,16ug/dL, com coeficiente de variação de 42,1% antes e de 62,6% após à exposição ao feromônio (F=3.2351; p≤ 0.0002). Não foi verificada diferença entre os níveis de cortisol salivar nas amostras obtidas antes (x =0,078µg/dL) e após (x =0,066µg/dL) (t=1,79; p=0,08) à exposição. Entretanto, os níveis de cortisol salivar diminuíram em 75% (21/28) dos gatos expostos ao feromônio (x 2=12,07; p=0,0005), sugerindo que os animais apresentam susceptibilidade diferente ao feromônio facial sintético ou que passaram períodos de tempo distintos na área onde os difusores foram instalados.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Feromônios/análise , Hidrocortisona/análise , Comportamento Animal , Estresse Psicológico , Saliva/química , Vírus da Imunodeficiência Felina
15.
Ciênc. rural (Online) ; 54(1): e20220219, 2024. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1437936

Resumo

This retrospective study evaluated the impact of the clinical presentation of pyometra on the morbidity and mortality of the affected bitches. The medical records of 47 bitches surgically treated for pyometra between May and December 2017 were evaluated. The admission data were analyzed to classify the animals according to the clinical presentation of pyometra, presence of systemic inflammatory response syndrome (SIRS) and organic dysfunctions (cardiovascular, neurological, renal, and hemostatic). The outcomes were recorded for up to 14 days. The overall mortality rate was 13%. Open and closed pyometra were identified in 62% (n= 29) and 38% (n= 18) of the cases, respectively. The SIRS was present in 44 (94%) bitches, and 27 (57%) had at least one organ dysfunction. The most prevalent dysfunction was hemostatic, followed by neurological, cardiovascular, and renal dysfunction. The clinical presentation of pyometra and the presence of SIRS did not correlate with each other, or with the presence of organ dysfunction and mortality. However, cumulative organ dysfunction (r=0.532, P=<0.001) and the presence of neurological (r= -0.371; P=0.012) and renal dysfunction (r=0.303; P=0.041) were correlated with mortality. Thus, the identification of organ dysfunction through physical examination and routine laboratory analysis proved to be more effective in identifying and predicting the critically ill patients than the SIRS criteria or clinical presentation of the disease.


O objetivo deste estudo retrospectivo foi avaliar o impacto da apresentação clínica da piometra na morbimortalidade das cadelas afetadas. Foram avaliados os registros clínicos de 47 cadelas tratadas cirurgicamente para piometra entre maio e dezembro de 2017. Os dados recolhidos na admissão foram analisados para classificar os animais quanto à apresentação clínica da piometra, presença de critérios da Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica (SRIS) e disfunções orgânicas - cardiovascular, neurológica, renal e hemostática. Foi registrado o desfecho durante 14 dias. A mortalidade global foi de 13%. Piometra aberta e fechada foram identificadas em 62% (n= 29) e 38% (n= 18) respectivamente. SRIS esteve presente em 44 (94%) cadelas e 27 (57%) tiveram pelo menos uma disfunção orgânica. A disfunção mais prevalente foi a hemostática, seguida da neurológica, cardiovascular e renal. A apresentação clínica da piometra e a presença de SRIS não se correlacionaram entre si ou com presença de disfunção orgânica e mortalidade. No entanto, a quantidade de disfunções orgânicas (r=0.532, P=<0.001) e a presença das disfunções neurológica (r= -0.371; P=0.012) e renal (r=0.303; P=0.041) foram correlacionados com mortalidade. Assim, a identificação de disfunções orgânicas através do exame físico e análises laboratoriais de rotina mostrou-se mais eficaz na identificação e previsão de pacientes críticos do que os critérios de SRIS ou a apresentação clínica da doença.


Assuntos
Animais , Cães , Doenças do Colo do Útero/veterinária , Síndrome de Resposta Inflamatória Sistêmica/veterinária , Doenças do Cão , Piometra/veterinária
16.
Jaboticabal; s.n; 2004. 113 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-11387

Resumo

pt

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA