Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Soc. Bras. Ciênc. Anim. Lab ; 2(3): 206-216, 2014. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1489712

Resumo

A violência é um problema de saúde pública e tem um grande impacto sobre a qualidade de vida dos indivíduos e na sociedade. Fatores evolutivos, genéticos, ambientais e culturais estão intimamente interligados como causas do comportamento agressivo. Os modelos animais podem ser uma importante ferramenta no estudo de agressividade. Camundongos Swiss Webster foram selecionados com base no perfil de atividade (Hypo, Normal, Hiper), definida pelo teste de suspensão pela cauda. Nossos resultados demonstram que os ratos Hiper (ansiedade -like) foram mais agressivos e violentos do que as outras duas categorias, indicado por um padrão de comportamento agressivo, com uma pontuação de 4+ em relação ao escore 1+ da categoria Normal. Além disso, Hiper, mostraram uma diminuição nos níveis de testosterona total (32,5% em relação ao grupo Normal) e um aumento nos níveis de progesterona (57,6% em comparação com o grupo de Normal). Observou-se também uma diminuição no peso dos testículos, os túbulos seminíferos. Também do número de células de Leydig, diplóide e o número células espermatogênicas em animais hiper-agressivo. Em conjunto, os resultados indicam uma associação entre a testosterona/progesterona e o aparecimento do comportamento altamente agressivo em camundongos Swiss Webster machos.


Violence is a serious public health problem and has a high impact on the quality of life of individuals across societies. Evolutionary, genetic, environmental, and cultural factors are closely interconnected as morbid causes. Animal models can be an important tool in the study of aggression. Regrouped Swiss Webster mice were selected based on mobility profile (Hypo, Normal; Hyper), which was defined by the tail suspension test. Our results demonstrate that Hyper mice (anxiety-like behavior) were more aggressive and violent than the other two categories, indicated by a pattern of aggressive behavior with a score 4+ in relation to score 1+ of Normal category. Hyper group, showed a decrease in total testosterone levels (-32.5% in relation to Norm group) and an increase in progesterone levels (+57.6% compared with the Norm group). We also observed a decrease in the weight of the testicles, the seminiferous tubules, Leydig and diploid spermatogenic cells number in hyper aggressive animals. Together, the results indicate an association between testosterone/progesterone and the appearance of highly aggressive behavior in male Swiss Webster mice.


Assuntos
Masculino , Animais , Ratos , Progesterona/análise , Progesterona/efeitos adversos , Testosterona/análise , Testosterona/efeitos adversos , Violência , Comportamento Animal , Hormônios/administração & dosagem , Hormônios/análise
2.
R. Soc. bras. Ci. Anim. Lab. ; 2(3): 206-216, 2014. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-11513

Resumo

A violência é um problema de saúde pública e tem um grande impacto sobre a qualidade de vida dos indivíduos e na sociedade. Fatores evolutivos, genéticos, ambientais e culturais estão intimamente interligados como causas do comportamento agressivo. Os modelos animais podem ser uma importante ferramenta no estudo de agressividade. Camundongos Swiss Webster foram selecionados com base no perfil de atividade (Hypo, Normal, Hiper), definida pelo teste de suspensão pela cauda. Nossos resultados demonstram que os ratos Hiper (ansiedade -like) foram mais agressivos e violentos do que as outras duas categorias, indicado por um padrão de comportamento agressivo, com uma pontuação de 4+ em relação ao escore 1+ da categoria Normal. Além disso, Hiper, mostraram uma diminuição nos níveis de testosterona total (32,5% em relação ao grupo Normal) e um aumento nos níveis de progesterona (57,6% em comparação com o grupo de Normal). Observou-se também uma diminuição no peso dos testículos, os túbulos seminíferos. Também do número de células de Leydig, diplóide e o número células espermatogênicas em animais hiper-agressivo. Em conjunto, os resultados indicam uma associação entre a testosterona/progesterona e o aparecimento do comportamento altamente agressivo em camundongos Swiss Webster machos. (AU)


Violence is a serious public health problem and has a high impact on the quality of life of individuals across societies. Evolutionary, genetic, environmental, and cultural factors are closely interconnected as morbid causes. Animal models can be an important tool in the study of aggression. Regrouped Swiss Webster mice were selected based on mobility profile (Hypo, Normal; Hyper), which was defined by the tail suspension test. Our results demonstrate that Hyper mice (anxiety-like behavior) were more aggressive and violent than the other two categories, indicated by a pattern of aggressive behavior with a score 4+ in relation to score 1+ of Normal category. Hyper group, showed a decrease in total testosterone levels (-32.5% in relation to Norm group) and an increase in progesterone levels (+57.6% compared with the Norm group). We also observed a decrease in the weight of the testicles, the seminiferous tubules, Leydig and diploid spermatogenic cells number in hyper aggressive animals. Together, the results indicate an association between testosterone/progesterone and the appearance of highly aggressive behavior in male Swiss Webster mice. (AU)


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Testosterona/efeitos adversos , Testosterona/análise , Progesterona/efeitos adversos , Progesterona/análise , Violência , Comportamento Animal , Hormônios/administração & dosagem , Hormônios/análise
3.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1489695

Resumo

O camundongo em biotério é um animal social, agressivo e extremamente territorialista. As relações entre o indivíduo e o grupo assim como sua busca em acesso a reprodu- ção e alimento promove a estruturação de uma ordem hierárquica. Esta hierarquia é classicamente associada a quem agride (dominante) e quem é agredido (subordinado). Através do uso do sistema de gaiolas interligadas (SGI), buscamos esclarecer a dinâmica desta estrutura e a posição do indivíduo dependendo do momento. Além disso, também podemos verificar as relações de afinidade entre os indivíduos e a caracterização do indi- víduo em relação ao perfil de dominância/subordinação. Nossos resultados demonstram que os camundongos da linhagem Swiss Webster em biotério são capazes de formar relações de afinidade (fraternais) quando agrupados jovens e preferindo ficar entre seus semelhantes quando reagrupados na idade adulta. A dominância é realizada por apenas um indivíduo e sugerimos que o objetivo desta atitude seja o acesso exclusivo a uma determinada área e possivelmente ao alimento e acasalamento. Quando dividimos em duas categorias, o dominante protege seus semelhantes e agride prevalentemente os indivíduos da categoria contrária. Os subordinados podem variar entre os que buscam a dominância (disputantes) e os indivíduos que buscam não se envolver nos episódios agressivos (neutros). Há um indivíduo que sofre até 90% das atitudes agressivas do dominante, chamamos esta categoria como “subordinado alvo”.


The mice in animal facilities are a social animal, aggressive and extremely territorial. The relationship between the individual and the group as well as their search access to feed, reproduction and promotes structuring a hierarchical order. This hierarchy is classically associated with aggressors (dominant) and who is attacked (subordinate). Through the use of Interconnected Systems Cages (ISC), we find to clarify the dy- namics of this structure and the social position (depending on the period observed). Our results show that the lineage Swiss Webster mice are capable of forming affinity relations (fraternal) when grouped young. These animals prefer to remain among their fellows after the regrouping. The dominance is performed by only one individual and suggest that the goal of this attitude is the exclusive access to a particular area and encouraging to food and mating. When divided into two categories, the dominant protects his fellow of opposite category to attacks. Subordinates may vary between those who find dominance (disputants) and individuals who find not to engage in aggressive episodes (neutral). There is an individual who suffers up to 90% of the aggressive actions of the dominant call this category as “subordinate target”.


Assuntos
Camundongos , Comportamento Animal , Hierarquia Social , Camundongos
4.
R. Soc. bras. Ci. Anim. Lab. ; 2(1): 49-60, 2013.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-8564

Resumo

O camundongo em biotério é um animal social, agressivo e extremamente territorialista. As relações entre o indivíduo e o grupo assim como sua busca em acesso a reprodu- ção e alimento promove a estruturação de uma ordem hierárquica. Esta hierarquia é classicamente associada a quem agride (dominante) e quem é agredido (subordinado). Através do uso do sistema de gaiolas interligadas (SGI), buscamos esclarecer a dinâmica desta estrutura e a posição do indivíduo dependendo do momento. Além disso, também podemos verificar as relações de afinidade entre os indivíduos e a caracterização do indi- víduo em relação ao perfil de dominância/subordinação. Nossos resultados demonstram que os camundongos da linhagem Swiss Webster em biotério são capazes de formar relações de afinidade (fraternais) quando agrupados jovens e preferindo ficar entre seus semelhantes quando reagrupados na idade adulta. A dominância é realizada por apenas um indivíduo e sugerimos que o objetivo desta atitude seja o acesso exclusivo a uma determinada área e possivelmente ao alimento e acasalamento. Quando dividimos em duas categorias, o dominante protege seus semelhantes e agride prevalentemente os indivíduos da categoria contrária. Os subordinados podem variar entre os que buscam a dominância (disputantes) e os indivíduos que buscam não se envolver nos episódios agressivos (neutros). Há um indivíduo que sofre até 90% das atitudes agressivas do dominante, chamamos esta categoria como “subordinado alvo”.(AU)


The mice in animal facilities are a social animal, aggressive and extremely territorial. The relationship between the individual and the group as well as their search access to feed, reproduction and promotes structuring a hierarchical order. This hierarchy is classically associated with aggressors (dominant) and who is attacked (subordinate). Through the use of Interconnected Systems Cages (ISC), we find to clarify the dy- namics of this structure and the social position (depending on the period observed). Our results show that the lineage Swiss Webster mice are capable of forming affinity relations (fraternal) when grouped young. These animals prefer to remain among their fellows after the regrouping. The dominance is performed by only one individual and suggest that the goal of this attitude is the exclusive access to a particular area and encouraging to food and mating. When divided into two categories, the dominant protects his fellow of opposite category to attacks. Subordinates may vary between those who find dominance (disputants) and individuals who find not to engage in aggressive episodes (neutral). There is an individual who suffers up to 90% of the aggressive actions of the dominant call this category as “subordinate target”.(AU)


Assuntos
Camundongos , Hierarquia Social , Comportamento Animal , Camundongos
5.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1489679

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi demonstrar a necessidade da presença do médico veterinário nas pesquisas e no monitoramento dos procedimentos e das rotinas realizadas nos Biotérios de Experimentação, independentemente do tipo de instalações dos mesmos; e a importância da qualificação profissional dos técnicos que atuam nos Biotérios de Experimentação. Com base no levantamento de pontos críticos dos biotérios do Centro de Experimentação Animal do Instituto Oswaldo Cruz (CEA/IOC), foram identificados os riscos das atividades realizadas, que, consequentemente, foram minimizados devido à presença do médico veterinário e de suas orientações aos técnicos do biotério e usuários (pesquisadores, tecnologistas, alunos de pós-graduação e técnicos de outros laboratórios). Foram observados os técnicos dos biotérios do CEA/IOC, após as orientações supra-citadas e aos cursos de capacitação profissional oferecidos pela instituição, tais como: Curso de Especialização para Técnicos, de Biossegurança em Laboratório de Pesquisa Biomédica, de Biossegurança em Biotérios, de Boas Práticas de Laboratório e de Prevenção de Incêndios. Diante do exposto, recomenda-se que os profissionais devem ser capacitados para exercer o manuseio e a pesquisa em animais, dentro destes conceitos. Devido à presença do médico veterinário e de suas orientações aos técnicos do biotério e usuários, e da capacitação oferecida aos bioteristas do CEA/IOC, como também o aumento da preocupação com o bem-estar e a segurança dos profissionais e dos animais envolvidos na experimentação, os riscos foram minimizados. A mudança de procedimentos nas rotinas aplicadas é eficaz para que os animais possam responder satisfatoriamente aos experimentos neles realizados e para que haja segurança aos que os manipulam. CEUA/Fiocruz LW-38/11, LW-08/10, L-024/09, LW-42/11.


This study’s objective is to demonstrate the need for the veterinarian in the research and monitoring of procedures and routines that are performed in animal experimentation facilities. This need is independent of the premises and includes the importance of professional qualifications for the technicians who work therein. A survey was conducted on the critical points of the Animal Experimentation Center; Oswaldo Cruz Institute (CEA / IOC). Certain risks were identified and then minimized, due to the presence of the veterinarian, through their professional guidance to the biotherium’s technicians and users (researchers, technologists, graduate students and technicians from other labs). Observations were also made after sending the CEA/IOC technicians to training courses offered by the institution, including the aforementioned guidelines. These included: A Specialization Course for Technicians, Biomedical Research Biosafety, Biosecurity in Biotheriums, Good Laboratory Practices and Fire Prevention. From this it can be determined that professionals should be trained in animal handling and research. Within the established guidelines. It can be concluded that due to the presence of the veterinarian, as well as the training offered, risks and concerns for the safety and welfare of both the professionals and animals were minimized. Changes in routine procedures when applied effectively allow the animals to respond satisfactorily to the experiments performed on them, in addition to providing safety to those who handle them. CEUA/Fiocruz LW-38/11, LW-08/10, L-024/09, LW-42/11.


Assuntos
Humanos , Credenciamento/classificação , Técnicos em Manejo de Animais/legislação & jurisprudência
6.
R. Soc. bras. Ci. Anim. Lab. ; 1(3): 263-269, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-1946

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi demonstrar a necessidade da presença do médico veterinário nas pesquisas e no monitoramento dos procedimentos e das rotinas realizadas nos Biotérios de Experimentação, independentemente do tipo de instalações dos mesmos; e a importância da qualificação profissional dos técnicos que atuam nos Biotérios de Experimentação. Com base no levantamento de pontos críticos dos biotérios do Centro de Experimentação Animal do Instituto Oswaldo Cruz (CEA/IOC), foram identificados os riscos das atividades realizadas, que, consequentemente, foram minimizados devido à presença do médico veterinário e de suas orientações aos técnicos do biotério e usuários (pesquisadores, tecnologistas, alunos de pós-graduação e técnicos de outros laboratórios). Foram observados os técnicos dos biotérios do CEA/IOC, após as orientações supra-citadas e aos cursos de capacitação profissional oferecidos pela instituição, tais como: Curso de Especialização para Técnicos, de Biossegurança em Laboratório de Pesquisa Biomédica, de Biossegurança em Biotérios, de Boas Práticas de Laboratório e de Prevenção de Incêndios. Diante do exposto, recomenda-se que os profissionais devem ser capacitados para exercer o manuseio e a pesquisa em animais, dentro destes conceitos. Devido à presença do médico veterinário e de suas orientações aos técnicos do biotério e usuários, e da capacitação oferecida aos bioteristas do CEA/IOC, como também o aumento da preocupação com o bem-estar e a segurança dos profissionais e dos animais envolvidos na experimentação, os riscos foram minimizados. A mudança de procedimentos nas rotinas aplicadas é eficaz para que os animais possam responder satisfatoriamente aos experimentos neles realizados e para que haja segurança aos que os manipulam. CEUA/Fiocruz LW-38/11, LW-08/10, L-024/09, LW-42/11.(AU)


This studys objective is to demonstrate the need for the veterinarian in the research and monitoring of procedures and routines that are performed in animal experimentation facilities. This need is independent of the premises and includes the importance of professional qualifications for the technicians who work therein. A survey was conducted on the critical points of the Animal Experimentation Center; Oswaldo Cruz Institute (CEA / IOC). Certain risks were identified and then minimized, due to the presence of the veterinarian, through their professional guidance to the biotheriums technicians and users (researchers, technologists, graduate students and technicians from other labs). Observations were also made after sending the CEA/IOC technicians to training courses offered by the institution, including the aforementioned guidelines. These included: A Specialization Course for Technicians, Biomedical Research Biosafety, Biosecurity in Biotheriums, Good Laboratory Practices and Fire Prevention. From this it can be determined that professionals should be trained in animal handling and research. Within the established guidelines. It can be concluded that due to the presence of the veterinarian, as well as the training offered, risks and concerns for the safety and welfare of both the professionals and animals were minimized. Changes in routine procedures when applied effectively allow the animals to respond satisfactorily to the experiments performed on them, in addition to providing safety to those who handle them. CEUA/Fiocruz LW-38/11, LW-08/10, L-024/09, LW-42/11.(AU)


Assuntos
Humanos , Credenciamento/classificação , Técnicos em Manejo de Animais/legislação & jurisprudência , /análise
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA