Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online) ; 54(1): 81-87, 2017. ilus., tab.
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-846777

Resumo

The multidrug resistant and the emergence of methicillin-resistant staphylococci isolated from animals, food, and humans are public health concern. These microorganisms produce different toxins related to food poisoning in humans. This study aimed to characterize Staphylococcus spp. isolated from two organic milk farms in Brazil. A total of 259 milk samples were collected, from which 58 (22.4%) Staphylococcus spp. were isolated. The highest sensibility to ceftiofur and sulfamethoxazole/trimethoprim was observed in 96.6% of Staphylococcus spp., and whereas 89% were resistant to penicillin G. The mecA gene was detected in 13.8% of the isolates. SEA and SEC were the most common enterotoxins detected. PFGE revealed genetic heterogeneity from S. intermedius and S. warneri analyzed, while S. aureus presented similar profiles among isolates from the two studied herds. To the best of our knowledge, the current study describes for the first time presence of enterotoxins, mecA gene, and genetic diversity of staphylococci isolated from organic dairy farms in Brazil.(AU)


A emergência de estafilococos multirresistentes e resistentes à meticilina, isolados de animais, alimentos e humanos é uma preocupação em saúde pública. Esses micro-organismos produzem diferentes toxinas relacionadas à intoxicação alimentar em humanos. Este estudo caracterizou Staphylococcus spp. isolados em duas fazendas orgânicas no Brasil. Foram coletadas 259 amostras de leite em duas propriedades leiteiras orgânicas, nas quais 58 (22,4%) estirpes de Staphylococcus spp. foram isoladas. A maior sensibilidade dos isolados foi observada para ceftiofur e sulfametoxazol/trimetoprim em 96,6%. Em contraste, acima de 89% de resistência dos estafilicocos foi encontrada para penicilina G. O gene mecA foi identificado em 13,8% dos isolados. SEA e SEC foram as enterotoxinas mais comumente detectadas. PFGE revelou heterogeneidade genética entre S. intermedius e S. warneri, enquanto S. aureus demonstraram perfis semelhantes entre isolados dos dois rebanhos estudados. Relata-se pela primeira vez no Brasil a detecção de enterotoxinas, o gene mecA e diversidade genética em estafilococos isolados de vacas em produção orgânica.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Farmacorresistência Viral Múltipla , Alimentos Orgânicos , Genes MDR , Leite/microbiologia , Staphylococcus/isolamento & purificação , Eletroforese em Gel de Campo Pulsado , Enterotoxinas/genética , Variação Genética
2.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 54(1): 81-87, 2017. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-15673

Resumo

The multidrug resistant and the emergence of methicillin-resistant staphylococci isolated from animals, food, and humans are public health concern. These microorganisms produce different toxins related to food poisoning in humans. This study aimed to characterize Staphylococcus spp. isolated from two organic milk farms in Brazil. A total of 259 milk samples were collected, from which 58 (22.4%) Staphylococcus spp. were isolated. The highest sensibility to ceftiofur and sulfamethoxazole/trimethoprim was observed in 96.6% of Staphylococcus spp., and whereas 89% were resistant to penicillin G. The mecA gene was detected in 13.8% of the isolates. SEA and SEC were the most common enterotoxins detected. PFGE revealed genetic heterogeneity from S. intermedius and S. warneri analyzed, while S. aureus presented similar profiles among isolates from the two studied herds. To the best of our knowledge, the current study describes for the first time presence of enterotoxins, mecA gene, and genetic diversity of staphylococci isolated from organic dairy farms in Brazil.(AU)


A emergência de estafilococos multirresistentes e resistentes à meticilina, isolados de animais, alimentos e humanos é uma preocupação em saúde pública. Esses micro-organismos produzem diferentes toxinas relacionadas à intoxicação alimentar em humanos. Este estudo caracterizou Staphylococcus spp. isolados em duas fazendas orgânicas no Brasil. Foram coletadas 259 amostras de leite em duas propriedades leiteiras orgânicas, nas quais 58 (22,4%) estirpes de Staphylococcus spp. foram isoladas. A maior sensibilidade dos isolados foi observada para ceftiofur e sulfametoxazol/trimetoprim em 96,6%. Em contraste, acima de 89% de resistência dos estafilicocos foi encontrada para penicilina G. O gene mecA foi identificado em 13,8% dos isolados. SEA e SEC foram as enterotoxinas mais comumente detectadas. PFGE revelou heterogeneidade genética entre S. intermedius e S. warneri, enquanto S. aureus demonstraram perfis semelhantes entre isolados dos dois rebanhos estudados. Relata-se pela primeira vez no Brasil a detecção de enterotoxinas, o gene mecA e diversidade genética em estafilococos isolados de vacas em produção orgânica.(AU)


Assuntos
Animais , Bovinos , Alimentos Orgânicos , Leite/microbiologia , Genes MDR , Staphylococcus/isolamento & purificação , Farmacorresistência Viral Múltipla , Eletroforese em Gel de Campo Pulsado , Enterotoxinas/genética , Variação Genética
3.
Vet. zootec ; 21(1): 25-38, 2014.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1426933

Resumo

A linfadenite infecciosa (pio) granulomatosa é a principal manifestação clínica causada pelo Rhodococcus equi nos suínos gerando altos prejuízos com a condenação de carcaças em abatedouros e pelo potencial zoonótico dos micro-organismos. Recentemente tem-se investigado a virulência associada aos plasmídios (Vap) em linhagens de R. equi isolados de suínos. O perfil encontrado nos isolados de suínos é semelhante ao de humanos com rodococose (VapB), particularmente acometidos pela síndrome da imunodeficiência adquirida (Aids). O presente estudo revisou os principais aspectos da rodococose em suínos, com ênfase nas propriedades de virulência de R. equi, nos achados epidemiológicos e nos aspectos de Saúde Pública.


The (pyo)granulomatous infections lymphadenitis is major clinical manifestation caused by Rhodococcus equi in swine causing losses in the carcass condemnation in abattoirs and the zoonotic potential of agents. Recently, virulence associated to plasmids (Vap) of R. equi isolates has been investigated. Plasmid profile found in pigs is similar to observed in humans with rhodococcosis (VapB), particularly infected by acquired immunodeficiency syndrome (AIDS). The aim of present study was to review the major aspects of swine rhodococcosis, with emphasis to virulence mechanisms of bacterium, epidemiology and public health concern.


La linfadenitis infecciosa (pio) granulomatosa es la principal manifestación clínica causada por Rhodococcus equi. En los cerdos causan elevadas pérdidas en la condena de las canales en los mataderos, y el potencial zoonótico de los microorganismos. Recientemente, se ha investigado la virulencia asociados con plásmideos (Vap) en cepas de R. equi aislados de cerdos. El perfil encontrado en aislamientos de cerdos es similar al de los seres humanos con rodococosis (VapB), especialmente afectado por el síndrome de inmunodeficiencia adquirido (SIDA). Este estudio examinó los aspectos principales de rodococosis en cerdos con énfasis en las propiedades de virulencia de R. equi, en los aspectos epidemiológicos y de salud pública.


Assuntos
Humanos , Animais , Suínos/virologia , Rhodococcus equi/isolamento & purificação , Vetores Genéticos , Linfadenite/veterinária , Síndrome da Imunodeficiência Adquirida/complicações
4.
Ci. Rural ; 44(11): 2035-2038, Nov. 2014. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27647

Resumo

This study reports an unusual case of deforming mandibular osteomyelitis in a cow caused by Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes, on the face of the ventrolateral caudal portion of the right branch of the mandible. Fragment aspired of lesion by fine needle allowed cytological characterization, isolation and identification of T. pyogenes. Radiographic examination showed marked periosteal reaction in the right mandible, numerous lytic areas and cortical bone destruction. Despite of treatment based on in vitro antimicrobial sensitivity test, it was recommended the euthanasia due to progressive worsening of the cow's condition. Multiple abscesses were observed in the mandibular region at necropsy. Pyogranuloma was characterized in histological exam. Sampled material collected from the lesion after necropsy resulted in microbiological reisolation of T. pyogenes.(AU)


Relata-se caso incomum de osteomielite mandibular deformante em vaca, causada por Trueperella (Arcanobacterium) pyogenes, na face ventro-lateral da porção caudal do ramo direito da mandíbula. A punção aspirativa de fragmento da lesão permitiu a caracterização citológica, o isolamento microbiano e identificação de T. pyogenes. Exame radiográfico mostrou acentuada reação periodontal na mandíbula direita, com predomínio de áreas líticas e destruição da cortical óssea. Apesar da instituição do tratamento baseado no teste de sensibilidade microbiana in vitro, foi recomendada a eutanásia, em virtude da piora progressiva do estado geral do animal. No exame post-mortem foram observados múltiplos abscessos na lesão que, histologicamente, foi caracterizada como piogranuloma. A colheita de material da região mandibular afetada, após a necropsia, resultou no reisolamento microbiológico de T. pyogenes.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Bovinos , Doenças dos Bovinos , Osteomielite/veterinária , Arcanobacterium/patogenicidade , Arcanobacterium/isolamento & purificação
5.
Pesqui. vet. bras ; 29(1): 52-58, 2009. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-426

Resumo

Nos últimos anos cresce a preocupação dos consumidores quanto à qualidade do leite e às condições de produção e bem-estar dos animais. Simultaneamente, aumenta o interesse e o consumo de produtos e subprodutosde origem animal produzidos no sistema orgânico, com destaque para o leite e derivados. O presente estudo investigoua presença de microrganismos patogênicos, a sensibilidade e a multi-resistência dos isolados aos antimicrobianos, a celularidade e a presença de resíduos de drogas no leite de vacas, com e sem mastite, produzido no sistema orgânico. Foram amostradas 148 vacas no período médio de lactação, das quais duas com mastite clínica, 72 com mastite subclínica e 74 sem mastite (controles), provenientes de quatro pequenas propriedades do interior do Estado de São Paulo, certificadas como orgânicas. Staphylococcus aureus (25,7%), Streptococcus spp. (21,4%), Corynebacterium bovis (12,9%), Streptococcus agalactiae (4,3%) e Staphylococcus spp. (4,3%) foram os microrganismos mais frequentemente isolados nos animais com mastite. Aspergillus spp. foi isolado de um animal. Ceftiofur (95,2%), oxacilina (84,2%), gentamicina (76,3%) e cefoperazona (70,3%) foram os antimicrobianos mais efetivos frenteaos isolados. As maiores taxas de resistência das linhagens foram constatadas para penicilina (53,5%), ampicilina (41,6%) e neomicina (38,6%). Multi-resistência a trêsou mais fármacos foi encontrada em 40 (39,6%) linhagens. A média da contagem de células somáticas das propriedades para animais com mastite foi 175.742,67 céls/mL, enquantoque para os animais controles foi 58.227,6 céls/mL. A presença de resíduos de antimicrobianos foi observada no leite de quatro (2,7%) animais. Os resultados revelarambaixa celularidade média nos animais, indicativo de boa qualidade do leite. Entretanto, apontam para a necessidadeda adoção de medidas de controle para microrganismos contagiosos e maior... (AU)


In last years increase the importance of milk quality and conditions of bovine milking. Simultaneously, increase the interest about organic milk and derivates. The aim of present study was investigate the milk pathogens, sensitivity and multiple drug resistance of isolates, somatic cell count and residues of drugs in milk, from cattle with and without mastitis, come from four little organic dairy farms in State of São Paulo, Brazil. Were used 148 cattle on the middle period of lactation. From these, two showed clinical mastitis, 72 subclinical mastitis and 74 without signs of mammary inflammation (controls). Staphylococcus aureus (25.7%), Streptococcus spp. (21.4%), Corynebacterium bovis (12.9%), Streptococcus agalactiae (4.3%) and Staphylococcus spp. (4.3%) were the more-frequent microorganismsisolated from animals with mastitis. Aspergillus spp. was isolated from one animal. Ceftiofur (95.2%), oxacillin (84.2%), gentamicin (76.3%) and cefoperazone (70.3%) were the moreeffective drugs. High resistance of isolates were found to penicillin (53.5%), ampicillin (41.6%) and neomycin (38.6%). Multiple drug resistance to three or more drugs was observed in 40 (39.6%) isolates. Media of somatic cell count encountered in animals with mastitis and controls were 175,742.67cs/mL and 58,227.6 cs/mL, respectively. Antimicrobials residuesin milk were detected in four (2.7%) animals. The present findings showed the low somatic cell count of animals, indicative of good quality of milk. However, pointed the need of control measures for contagious pathogens of bovine mastitis and more attention forprohibition of antimicrobial use in organic dairy farms.(AU)


Assuntos
Animais , Mastite Bovina/microbiologia , Leite/microbiologia , Contagem de Células Sanguíneas/métodos , Resistência Microbiana a Medicamentos , Bovinos
6.
Botucatu; s.n; 2009. 24 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-12419

Resumo

A linfadenite em suinos é caracterizada pela complexidade de agentes infecciosos, predominantemente de origem bacteriana, responsável por alto prejuízo econômico em todo mundo com o descarte de carcaças, assim como pelos reflexos em saúde pública. Os processos (pio)granulomatosos causados pelos microrganismos são indistinguíveis na linha de abate. 0 presente estudo investigou a participação do genero Mycobacterium e outros microrganismos em linfonodos de suínos e javalis de abatedouros, com e sem linfadenite. Foram examinados 129 linfonodos de suínos com lesões e 129 sem lesões aparentes, e 60 linfonodos de javalis com lesões e 60 sem alterações, provenientes de dois frigoríficos do interior do estado de São Paulo. As amostras de linfonodos foram submetidas ao cultivo microbiológico simultaneamente nos meios de ágar sangue bovino (5%) desfibrinado, ágar MacConkey, meio seletivo de NANAT, Stonebrink-Lesslie e Loewenstein-Jensen. As colônias sugestivas do gênero Mycobacterium e BAAR-positivas, foram submetidas a caracterização de espécie pela reação em cadeia pela polimerase. Foram identificados nos linfonodos de suínos com lesões 31 (24,1%) linhagens de Mycobacterium spp, 17 (13,2%) Rhodococcus equi. 17 (13,2%) Streptococcus B hemolítico, 9 (6,9%) Corynebacterium sp, 7 (5,4%) Arcanobacterium pyogenes, seguido por outros patógenos em menor frequência. Nos linfonodos de suínos sem lesão, foram identificadas, 5 (3,8%) linhagens Corynebacterium sp, 4 (3,1%) Streptococcus B hemolitico, 4 (3,1%) Arcanobacterium pyogenes, 4 (3,1%) Streptococcus a hemolítico, 4 (3,1%) Escherichia coli, 4 (3,1%) Staphylococcus sp, 3 (2,3%) Mycobacterium spp, 2 (1,5%) Rhodacoccus equi, 2 (1,5%) Enterobacter cloacae, 1 (0,8%) Proteus mirabilis e 1 (0,8%) Klebsiella pneumoniae. Nos linfonodos de javalis com lesão foram identificadas 7 (11,6%) linhagens de Streptococcus a hemolítico, 6 (10,0%) Streptococcus B hemolítico, 5 (8,4%)


The lymphadenitis in pigs is recognized by complexity of infectious agents, predominantly of bacterial origin, characterized by high economic losses in worldwide, due to disposal of carcasses and public health problems. The pyo(granulamatous) processes caused by microorganisms are very similar in slaughterhouse. The present study investigated the presence of Mycobacterium spp and others pathogens in lymph nodes of pigs and wild boars (Sus scrota) slaughtered, with and without lymphadenitis. Were investigated 129 lymph nodes of pigs with lesions and 129 without lesion, and 60 lymph nodes of wild boards with lesions and 60 without lesions, come from two slaughterhouses of state of São Paulo, Brazil. The lymph nodes were submitted to microbiological exams simultaneously in defibrinated bovine blood agar (5%), MacConkey agar, NANAT selective agar, Stonebrink-Lesslie and Loewenstein-Jensen. The suggestive colonies of Mycobacterium genus and alcohol-acid bacillus positiye- BAAR, were submitted to the species characterization by polymerase chain reaction. In lymph nodes of pigs with lesions were identified 31 (24.1%) strains of Mycobacterium spp, 17 (13.2%) Rhodococcus equi, 17 (13.2%) Streptococcus B hemolytic, 9 (6.9%) Corynebacterium sp, 7 (5.4%) Arcanobacterium pyogenes, followed by others pathogens with low occurrence. From lymph nodes without lesions of pigs were identified 5 (3.8%) strains of Corynebacterium sp, 4(3.1%) Streptococcu B hemolytic, 4 (3.1%) Arcanobacterium pyogenes, 4 (3.1%) Streptococcus a hemolytic, 4 (3.1%) Escherichia coli, 4 (3.1%) Staphylococcus sp, 3 (2.3%) Mycobacterium spp, 2 (1.5%) Rhodococcus equi, 2 (1.5%) Enterobacter cloacae, 1 (0.8%) Proteus mirabilis and 1 (0.8%) Klebsiella pneumoniae. From lymph nodes with lesions of wild boars were isolated 7 (11.6%) strains of Streptococcus a hemolytic, 6 (10.0%) Streptococcus B hemolytic, 5 (8.4%) Mycobacterium spp, 4 (6.6%) Rhodococcus equi, followed by others

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA