Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ars vet ; 25(2): 090-099, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-33185

Resumo

O objetivo do trabalho foi determinar a idade média que os ovinos da raça Santa Inês, criados no Sul do Espírito Santo / Brasil alcançam a puberdade e avaliar o perfil espermático destes animais na fase pré-púbere, púbere e pós-púbere. Foram utilizados 33 machos, nascidos entre os meses de janeiro e setembro do ano de 2007. As coletas e avaliações do sêmen iniciaram após a desmama (90 dias), sendo realizadas a cada 28 dias até os 354 dias de idade. A idade média à puberdade foi de 210,8 ± 50,8 dias, com peso corporal de 36,3 ± 9,2 kg e perímetro escrotal de 25,2 ± 3,0 cm. Foi observada grande variabilidade fenotípica entre os animais, tanto na idade à puberdade quanto ao peso, ao perímetro escrotal e as características seminais, que foram inferiores na pré-puberdade, melhorando quantitativa e qualitativamente na puberdade e na pós-puberdade. A idade influenciou as características seminais, que melhoraram rapidamente dos 5 aos 7 meses, coincidindo com a fase de entrada à puberdade. O peso corporal e o perímetro escrotal apresentaram maior aumento dos 3 aos 5 meses de idade. Os defeitos espermáticos maiores diminuíram com a idade, no entanto, a porcentagem de defeitos menores foi alta dos três aos 12 meses de idade, elevando a quantidade de defeitos totais. As correlações entre as características estudadas foram, em geral, de alta magnitude. Pode-se concluir que existe uma melhor

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA