Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-215065

Resumo

Este estudo teve como objetivo avaliar novas estratégias sanitárias, por meio do uso de um biopromotor por diferentes vias de aplicação (oral, imersão e intraperitoneal) e um hepatoprotetor adicionado na ração, em tilápias-do-nilo Oreochromis niloticus, comparados com um grupo controle basal e um controle vacinado, para verificar a possibilidade de melhorias no quadro sanitário da espécie e aumento da resistência frente ao patógeno Streptococcus agalactiae sorotipo Ib. Foram utilizados 360 juvenis de tilápias-do-nilo com aproximadamente 45 dias de vida e peso médio de 0,72±0,04 g, mantidos em um sistema de recirculação de água durante 62 dias. Neste período, foram fracionadas diferentes doses do biopromotor em diferentes vias de aplicações. Na via oral, foram adicionados 100 µL e 200 µL do biopromotor para cada grama de ração ofertada; para o banho de imersão foram utilizados 500 mL e 1000 mL do biopromotor diluídos em 4,5 L e 4,0 L respectivamente; para injeção intraperitoneal, 200 µL por peixe. Para esse grupo de animais um controle positivo foi estabelecido, o qual foi vacinado com uma vacina comercial contra estreptococose. Na alimentação, 0,1% do hepatoprotetor Di-Heptarine S® foi incorporado à ração e ofertada durante todo o período. Outro grupo controle foi estabelecido e recebeu somente de ração comercial. Todos os peixes foram alimentados com a ração comercial Nicoluzzi® (40% PB) específica para tilápias. No 54º dia foram coletadas amostras para análises hematológicas, imunológicas, histológicas e enzimáticas; e no dia 55 os peixes foram desafiados com S. agalactiae e verificada a eficácia do biopromotor e do hepatoprotetor. Amostras para análises hematológicas, imunológicas e histológicas também foram coletadas neste período do desafio para verificar possíveis alterações fisiológicas nos peixes. Ao final do experimento foi constatado que os dois produtos proporcionaram alterações no perfil hematológico, histológico, imunológico e enzimático dos animais, desenvolvendo certa resistência contra o patógeno bacteriano, visto que ao final do desafio experimental somente os peixes do grupo controle alcançaram taxa de 100% de mortalidade


The objective of this study was to evaluate new health strategies by using a biopromoter with different application routes (oral, immersion and intraperitoneal) and a hepatoprotector added to the diet in Nile tilapia Oreochromis niloticus, compared to a control group basal and a vaccinated control, to verify the possibility of improvements in the sanitary framework of the species and increase of resistance to the pathogen Streptococcus agalactiae serotype Ib. 360 juveniles of Nile tilapia with approximately 45 days of life and average weight of 0.72±0.04 g were used, kept in a water recirculation system for 62 days. In this period, different doses of the biopromoter were fractionated in different routes of application. In the oral route, 100 L and 200 L of the biopromoter were added to each gram of feed offered; for the immersion bath were used 500 mL and 1000 mL of the biopromoter diluted in 4.5 L and 4 L respectively; for intraperitoneal injection, 200 L per fish. For this group of animals, a positive control was established, which was vaccinated with a commercial vaccine against streptococcosis. In feed, 0.1% of Di-Heptarine S® hepatoprotector was incorporated into the diet and offered throughout the period. Another control group was established and received only commercial ration. All fish were fed commercial tilapia-specific Nicoluzzi® (40% CP) commercial feed. On day 54 samples were collected for hematological, immunological, histological and enzymatic analyzes; and at day 55 the fish were challenged with S. agalactiae and the efficacy of the biopromoter and hepatoprotector were checked. Samples for hematological, immunological and histological analyzes were also collected during this period of the challenge to verify possible physiological changes in the fish. At the end of the experiment it was observed that the two products provided changes in the hematological, histological, immunological and enzymatic profiles of the animals, developing some resistance against the bacterial pathogen, since at the end of the experimental challenge only the fish of the control group reached a rate of 100% mortality

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA