Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 43(4): 1481-1496, jul.-ago. 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1369714

Resumo

The evaluation of the ingestive behavior of ruminant animals is important to identify the animal response to the particularities of the different production systems. However, the five-minute evaluation technique requires personnel, making it difficult to adhere to farms and research in more complex pastoral systems. Thus, this study objected to evaluating the influence of pasture, silvopastoral, and feedlot production systems on the ingestive behavior of lambs and to defining the behavior recording interval in each of the systems. Twenty-four lambs were distributed in an experimental design in split plots. The plots were the production systems (pasture without shading - PS, silvopastoral - SS, and feedlot systems - FS) and the subplots were the behavior observation intervals (5, 10, 15, and 20 min.). In the pasture without shading and silvopastoral systems, the lambs were kept on Aruana grass (Megathyrsus maximus) pasture and supplemented with concentrate at 1.5% of body weight per day, on a dry matter (DM) basis. In the feedlot system, the lambs received a diet consisting of 200 g kg DM-1 of annual ryegrass hay (Lolium multiflorum Lam.) and 800 g kg DM-1 of concentrate. There was no interaction (P > 0.05) between the production system and the recording interval of behavioral activities. The time spent on food intake was higher (P < 0.05) in the pasture (533 min d-1) and silvopastoral (513 min d-1) systems than in the feedlot (225 min d-1). In contrast, for water intake, time was higher (P < 0.05) in the feedlot (21 min d-1) and lower in the silvopastoral system (5 min d-1). There was no difference (P > 0.05) between the systems for rumination and idle activities, of which daily averages were 378 and 587 min d-1, respectively. There was also no difference (P > 0.05) between the observation intervals for feed, water, rumination, and idleness activities. Lambs in pasture-based systems spend more time feeding, and feedlot lambs spend more time ingesting water. Feedlot lambs ruminate as much as grazing animals when fed hay, even though hay represents only 20% of the total diet. The recording interval of behavioral activities in these production systems can be up to 20 minutes.(AU)


A avaliação do comportamento ingestivo de animais ruminantes é importante para identificar a resposta animal frente às particularidades dos diferentes sistemas de produção. Entretanto, a técnica de avaliação usualmente utilizada, com intervalos de cinco minutos, requer mão de obra, dificultando sua adesão em propriedades e em pesquisas em sistemas pastoris de maior complexidade. Assim, este estudo foi realizado com os objetivos de avaliar a influência dos sistemas de produção em pastagem, silvipastoril e confinamento sobre o comportamento ingestivo de cordeiros e definir o intervalo de registro do comportamento em cada um dos sistemas. Foram utilizados 24 cordeiros distribuídos em delineamento experimental em parcelas subdivididas, sendo as parcelas os sistemas de produção (pastagem sem sombreamento, sistema silvipastoril e confinamento) e as subparcelas os intervalos de observação do comportamento (5, 10, 15 e 20 min.). Nos sistemas em pastagem sem sombreamento e silvipastoril, os cordeiros permaneceram em pastagem de capim Aruana (Megathyrsus maximus) e foram suplementados com concentrado a 1,5% do peso corporal ao dia em base de matéria seca (MS). No sistema em confinamento, os cordeiros receberam ração composta por 200 g kg MS-1 de feno de azevém anual (Lolium multiflorum Lam.) e 800 g kg MS-1 de concentrado. Não houve interação (P > 0,05) entre sistema de produção e intervalo de registro das atividades comportamentais. O tempo despendido para a ingestão de alimento foi maior (P < 0,05) no sistema de pastagem (533 min d-1) e silvipastoril (513 min d-1) em relação ao confinamento (225 min d-1), enquanto que para ingestão de água foi maior (P < 0,05) no confinamento (21 min d-1) e menor no silvipastoril (5 min d-1). Não houve diferença (P > 0,05) entre os sistemas para as atividades de ruminação e ócio, cujas médias diárias foram de 378 e 587 min d-1, respectivamente. Também não houve diferença (P > 0,05) entre os intervalos de observação para as atividades de ingestão de alimento, água, ruminação e ócio. Cordeiros em sistemas à base de pastagem gastam mais tempo se alimentando, e cordeiros confinados mais tempo ingerindo água. Cordeiros confinados ruminam tanto quanto animais em pastejo quando alimentados com feno, mesmo que este represente apenas 20% da dieta total. O intervalo de registro das atividades comportamentais nestes sistemas de produção pode ser de até 20 minutos.(AU)


Assuntos
Animais , Comportamento , Lolium , Ovinos , Pastagens , Ingestão de Alimentos , Peso Corporal , Poaceae
2.
Semina ciênc. agrar ; 42(6, supl. 2): 4039-4058, 2021. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1371808

Resumo

The objective of this work was to evaluate the quantitative and qualitative characteristics of carcass and meat of Dorper x Santa Ines crossbred lambs finished in a silvopastoral system, pasture or feedlot. Twentyfour non-castrated male lambs were used (8 animals in each production system). The experimental design was completely randomized, with three production systems and eight replications. The production systems were: pasture of Megathyrsus maximus cv. Aruana, without shading + feed supplementation (Pasture); pasture of Megathyrsus maximus cv. Aruana, with natural shading provided by the native laurel tree (Cordia trichotoma) + feed supplementation (Silvopastoral) and feedlot. The cold carcass weight, empty body weight, cold carcass yield, fat color, fat consistency and carcass compactness index showed significant differences (P < 0.05) between production systems, with higher values observed in the feedlot. The shoulder weight and the percentage of shoulder components (bones, muscle, fat and others), did not significantly differ (P > 0.05) between production systems. The pasture silvopastoral systems presented similar results and also, when contrasted with the feedlot system, did not influence the parameters related to meat. Feedlot provided better quantitative and qualitative characteristics to the lambs' carcassess.(AU)


O objetivo deste trabalho foi avaliar as características quantitativas e qualitativas da carcaça e da carne de cordeiros mestiços Dorper x Santa Inês terminados em sistema silvipastoril, a pasto e confinamento. Foram utilizados 24 cordeiros machos não castrados (8 animais em cada tratamento). O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com três tratamentos e oito repetições. Os tratamentos foram: pastagem de Megathyrsus maximus cv. Aruana, sem sombreamento + suplementação alimentar (Pastagem); pastagem de Megathyrsus maximus cv. Aruana, com sombreamento natural proporcionado pela espécie arbórea Louro-Pardo Nativo (Cordia trichotoma) + suplementação alimentar (Sivilpastoril) e confinamento em aprisco. O peso de carcaça fria, peso de corpo vazio, rendimento de carcaça fria, cor da gordura, consistência da gordura e índice de compacidade da carcaça apresentaram diferença significativa entre os tratamentos (P < 0.05), com valores superiores observados no confinamento. O peso das paletas e a porcentagem dos componentes da paleta (ossos, músculo, gordura e outros), não diferiram significativamente (P > 0.05) entre os sistemas de produção. Os sistemas a pasto sem sombreamento e silvipastoril apresentaram resultados similares, e quando contrastados ao confinamento não apresentaram influência nos parâmetros relacionados a carne. O confinamento proporcionou melhores características quantitativas e qualitativas às carcaças dos cordeiros.(AU)


Assuntos
Animais , Peso Corporal , Ovinos , Pastagens , Carne
3.
Semina ciênc. agrar ; 41(3): 1027-1036, May-June 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501778

Resumo

This study aimed to evaluate the performance and maternal-offspring behavior of ewes fed protected fat from palm oil. Forty multiparous ewes with an average age of three years were divided into two treatments, with or without protected fat supplementation (in concentrate). Every 15 days and at the time of lambing, weighing and body condition evaluation of sheep were performed, while lambs were evaluated at birth until weaning. Duration of post-weaning anestrus was obtained through the manifestation of estrus, detected by a vasectomized male. Data were submitted to analysis of variance. No difference was observed between supplementations for body weight, body condition score, and average daily gain during the gestation phase. Ewes fed protected fat had a superiority regarding the body score during the lactation phase. Lambs from ewes supplemented with protected fat were weaned faster, and ewes presented an early estrus. No difference was observed between treatments for maternal-offspring behavior. The use of fat during lactation showed improvement in productive (body condition score) and reproductive (shorter anestrus period) parameters. It also reduces the weaning age of lambs and does not alter maternal-offspring behavior.


O objetivo foi avaliar o desempenho e comportamento materno-filial de ovelhas alimentadas com gordura protegida de óleo de palma. Foram utilizadas 40 ovelhas multíparas com idade média de três anos divididas em dois tratamentos, com ou sem suplementação de gordura protegida (no concentrado). A cada 15 dias e no momento do parto, foram realizadas pesagens e avaliação da condição corporal das ovelhas, enquanto os cordeiros foram avaliados no nascimento até o desmame. A duração do anestro pós-desmame foi obtida através da manifestação do estro, detectada por macho vasectomizado. Os dados foram submetidos à análise de variância. Verificou-se que na fase de gestação não houve diferença entre as suplementações, para peso vivo, escore de condição corporal e ganho médio diário. Na fase de lactação observa-se superioridade das ovelhas que receberam gordura protegida, no escore corporal. Cordeiros filhos de ovelhas suplementadas com gordura protegida foram desmamados mais rápidos e as ovelhas apresentaram cio mais cedo. Não houve diferença entre os tratamentos para o comportamento materno-filial. O uso da gordura durante a lactação apresentou melhoras em parâmetros produtivo (escore de condição corporal) e reprodutivo (menor período de anestro). Além de reduzir a idade de desmama dos cordeiros e não alterar o comportamento materno-filial.


Assuntos
Animais , Comportamento Materno , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Ração Animal , Óleo de Palmeira/administração & dosagem , Óleo de Palmeira/efeitos adversos
4.
Semina Ci. agr. ; 41(3): 1027-1036, May-June 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-746016

Resumo

This study aimed to evaluate the performance and maternal-offspring behavior of ewes fed protected fat from palm oil. Forty multiparous ewes with an average age of three years were divided into two treatments, with or without protected fat supplementation (in concentrate). Every 15 days and at the time of lambing, weighing and body condition evaluation of sheep were performed, while lambs were evaluated at birth until weaning. Duration of post-weaning anestrus was obtained through the manifestation of estrus, detected by a vasectomized male. Data were submitted to analysis of variance. No difference was observed between supplementations for body weight, body condition score, and average daily gain during the gestation phase. Ewes fed protected fat had a superiority regarding the body score during the lactation phase. Lambs from ewes supplemented with protected fat were weaned faster, and ewes presented an early estrus. No difference was observed between treatments for maternal-offspring behavior. The use of fat during lactation showed improvement in productive (body condition score) and reproductive (shorter anestrus period) parameters. It also reduces the weaning age of lambs and does not alter maternal-offspring behavior.(AU)


O objetivo foi avaliar o desempenho e comportamento materno-filial de ovelhas alimentadas com gordura protegida de óleo de palma. Foram utilizadas 40 ovelhas multíparas com idade média de três anos divididas em dois tratamentos, com ou sem suplementação de gordura protegida (no concentrado). A cada 15 dias e no momento do parto, foram realizadas pesagens e avaliação da condição corporal das ovelhas, enquanto os cordeiros foram avaliados no nascimento até o desmame. A duração do anestro pós-desmame foi obtida através da manifestação do estro, detectada por macho vasectomizado. Os dados foram submetidos à análise de variância. Verificou-se que na fase de gestação não houve diferença entre as suplementações, para peso vivo, escore de condição corporal e ganho médio diário. Na fase de lactação observa-se superioridade das ovelhas que receberam gordura protegida, no escore corporal. Cordeiros filhos de ovelhas suplementadas com gordura protegida foram desmamados mais rápidos e as ovelhas apresentaram cio mais cedo. Não houve diferença entre os tratamentos para o comportamento materno-filial. O uso da gordura durante a lactação apresentou melhoras em parâmetros produtivo (escore de condição corporal) e reprodutivo (menor período de anestro). Além de reduzir a idade de desmama dos cordeiros e não alterar o comportamento materno-filial.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Comportamento Materno , Ração Animal , Óleo de Palmeira/administração & dosagem , Óleo de Palmeira/efeitos adversos
5.
Semina ciênc. agrar ; 40(5,supl.1): 2341-2350, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501511

Resumo

This study aimed to assess the morphogenic characteristics and tiller density of Aruana grass managed at different heights under sheep grazing. Aruana grass was managed at four mean heights (12, 15, 20, and 25 cm) distributed in a randomized block design with three replications, totaling 12 paddocks of 250 m² each. Twenty-four crossbred Dorper x Santa Inês lambs, with mean age and weight of 60 ± 15 days and 16.69 ± 2.70 kg, respectively, were randomly distributed in the treatments. Five tillers were demarcated per paddock for measuring morphogenic variables. A representative area in the paddock was used for counting the number of tillers. No differences (P > 0.05) were observed for leaf appearance rate, leaf elongation rate, stem elongation rate, leaf senescence rate, final leaf length, and leaf life span between the assessed heights. Phyllochron was longer at the height of 25 cm when compared to 15 and 20 cm (19.35, 12.11, and 12.75 days, respectively). The number of live leaves was higher at heights of 12, 15, and 20 cm when compared to 25 cm (3.99, 4.35, 4.15, and 2.86, respectively). The number of basal and aerial tillers presented no variation (P > 0.05) between canopy heights. Management heights from 15 to 20 cm allowed a higher number of live leaves and a shorter phyllochron in Aruana grass pastures managed for sheep. Canopy height management did not influence other morphogenic characteristics and tiller density.


O objetivo com o trabalho foi avaliar as características morfogênicas e a densidade de perfilhos do capim-Aruana manejado em diferentes alturas sob pastejo de ovinos. Em 12 piquetes de 250m² cada, o capim-Aruana foi manejado em quatro alturas médias (12, 15, 20 e 25 cm), distribuídas em um delineamento experimental de blocos casualizados, com três repetições para cada tratamento. Utilizou-se vinte e quatro borregas mestiças das raças Dorper x Santa Inês com idade e peso médio de 60 (± 15) dias e 16,69 (± 2,70) kg, respectivamente, distribuídas aleatoriamente nos tratamentos. Para mensuração das variáveis morfogênicas, foram demarcados cinco perfilhos por piquete. Para contagem do número de perfilhos, foi escolhida uma área representativa do piquete. Não foram observadas diferenças (P > 0,05) para a taxa de aparecimento foliar, taxa de alongamento foliar, taxa de alongamento do colmo, taxa de senescência foliar, comprimento final de folha inteira e duração de vida das folhas entre as alturas avaliadas. O filocrono foi maior na altura de 25 cm quando comparado às alturas de 15 e 20 cm (19,35, 12,11 e 12,75 dias, respectivamente). O número de folhas vivas foi superior nos tratamentos de 12, 15 e 20, quando comparados ao de 25 cm (3,99, 4,35, 4,15 e 2,86, respectivamente). O número de perfilhos basais e aéreos não variaram (P > 0,05) entre as alturas de dossel. Alturas de manejo entre 15 e 20 cm permitem maior número de folhas vivas e menor filocrono em pastagens de capim-Aruana manejada para ovinos. A altura de manejo do dossel não influenciou nas demais características morfogênicas e densidade de perfilhos.


Assuntos
Folhas de Planta/crescimento & desenvolvimento , Folhas de Planta/fisiologia , Panicum/crescimento & desenvolvimento , Panicum/fisiologia , Pastagens/métodos , Ovinos
6.
Semina Ci. agr. ; 40(5,supl.1): 2341-2350, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25752

Resumo

This study aimed to assess the morphogenic characteristics and tiller density of Aruana grass managed at different heights under sheep grazing. Aruana grass was managed at four mean heights (12, 15, 20, and 25 cm) distributed in a randomized block design with three replications, totaling 12 paddocks of 250 m² each. Twenty-four crossbred Dorper x Santa Inês lambs, with mean age and weight of 60 ± 15 days and 16.69 ± 2.70 kg, respectively, were randomly distributed in the treatments. Five tillers were demarcated per paddock for measuring morphogenic variables. A representative area in the paddock was used for counting the number of tillers. No differences (P > 0.05) were observed for leaf appearance rate, leaf elongation rate, stem elongation rate, leaf senescence rate, final leaf length, and leaf life span between the assessed heights. Phyllochron was longer at the height of 25 cm when compared to 15 and 20 cm (19.35, 12.11, and 12.75 days, respectively). The number of live leaves was higher at heights of 12, 15, and 20 cm when compared to 25 cm (3.99, 4.35, 4.15, and 2.86, respectively). The number of basal and aerial tillers presented no variation (P > 0.05) between canopy heights. Management heights from 15 to 20 cm allowed a higher number of live leaves and a shorter phyllochron in Aruana grass pastures managed for sheep. Canopy height management did not influence other morphogenic characteristics and tiller density.(AU)


O objetivo com o trabalho foi avaliar as características morfogênicas e a densidade de perfilhos do capim-Aruana manejado em diferentes alturas sob pastejo de ovinos. Em 12 piquetes de 250m² cada, o capim-Aruana foi manejado em quatro alturas médias (12, 15, 20 e 25 cm), distribuídas em um delineamento experimental de blocos casualizados, com três repetições para cada tratamento. Utilizou-se vinte e quatro borregas mestiças das raças Dorper x Santa Inês com idade e peso médio de 60 (± 15) dias e 16,69 (± 2,70) kg, respectivamente, distribuídas aleatoriamente nos tratamentos. Para mensuração das variáveis morfogênicas, foram demarcados cinco perfilhos por piquete. Para contagem do número de perfilhos, foi escolhida uma área representativa do piquete. Não foram observadas diferenças (P > 0,05) para a taxa de aparecimento foliar, taxa de alongamento foliar, taxa de alongamento do colmo, taxa de senescência foliar, comprimento final de folha inteira e duração de vida das folhas entre as alturas avaliadas. O filocrono foi maior na altura de 25 cm quando comparado às alturas de 15 e 20 cm (19,35, 12,11 e 12,75 dias, respectivamente). O número de folhas vivas foi superior nos tratamentos de 12, 15 e 20, quando comparados ao de 25 cm (3,99, 4,35, 4,15 e 2,86, respectivamente). O número de perfilhos basais e aéreos não variaram (P > 0,05) entre as alturas de dossel. Alturas de manejo entre 15 e 20 cm permitem maior número de folhas vivas e menor filocrono em pastagens de capim-Aruana manejada para ovinos. A altura de manejo do dossel não influenciou nas demais características morfogênicas e densidade de perfilhos.(AU)


Assuntos
Pastagens/métodos , Panicum/crescimento & desenvolvimento , Panicum/fisiologia , Folhas de Planta/crescimento & desenvolvimento , Folhas de Planta/fisiologia , Ovinos
7.
Semina Ci. agr. ; 40(3): 1215-1224, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21861

Resumo

The aim was to assess the effect of the production system on the yield of non-carcass components of Dorper x Santa Inês crossbred lambs. The study was carried out at the teaching and research unit of sheep and goats of the Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos - PR using 24 uncastrated Dorper x Santa Inês crossbreed lambs (8 animals per treatment). The experimental design was completely randomized using three treatments with eight replicates. The treatments were: Panicum maximum cv. Aruana pasture, no shade, and no concentrate supplementation (PAss); Panicum maximum cv. Aruana pasture in the shade of Louro-Pardo Nativo trees (Cordia trichotoma) and with concentrate supplementation (PAcs); feedlot pens (COp). Carcass weight did not differ between treatments (p > 0.05). However, sheep in feedlot pens showed higher average daily weight gain. The non-carcass components differed significantly (p < 0.05), apart from the empty gastrointestinal tract, respiratory tract, and reproductive organs. Blood and external body components (head, skin, and limbs) showed higher weight in COp animals. The full gastrointestinal tract showed a significant difference between the treatments with the highest weight in sheep in the two pasture systems. Blood yield and weight of liver, kidneys, spleen, and heart were higher in COp animals. The production systems thus affected the total mass of non-carcass components in Dorper x Santa Inês crossbred lambs.(AU)


O objetivo deste trabalho foi verificar a influência dos sistemas de produção sobre o rendimento dos componentes não carcaça de cordeiros mestiços Dorper x Santa Inês. O trabalho foi conduzido na Unidade de Ensino e Pesquisa (UNEPE) de ovinos e caprinos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus Dois Vizinhos PR. Foram utilizados 24 cordeiros não castrados (8 animais em cada tratamento) provenientes de cruzamento das raças Dorper x Santa Inês. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 3 tratamentos e 8 repetições. Os tratamentos foram: pastagem de Panicum maximum cv. Aruana, sem sombreamento + suplementação alimentar (PAss); pastagem de Panicum maximum cv. Aruana, com sombreamento natural proporcionado pela espécie arbórea Louro-Pardo Nativo (Cordia trichotoma) + suplementação alimentar (PAcs) e confinamento em aprisco (COp). O peso ao abate não apresentou diferença significativa (P < 0,05) entre os tratamentos, já o ganho de peso médio diário teve resultado superior para o confinamento. Os componentes não-carcaça, com exceção do trato gastrointestinal vazio, aparelho respiratório e reprodutor; apresentaram diferenças significativas (P < 0,05) entre os tratamentos. Sangue e os componentes corporais externos (cabeça, pele e extremidade dos membros locomotores) tiveram melhor rendimento nos animais terminados em confinamento. O trato gastrintestinal cheio apresentou diferença significativa (P<0,05) entre os tratamentos, com valores superiores observados na pastagem de aruana sem sombreamento e com sombreamento (silvipastoril). O rendimento do sangue, fígado, rins, baço e coração foram maiores nos animais terminados em confinamento. Os sistemas de produção estudados influenciaram no rendimento dos componentes não carcaça de cordeiros mestiços Dorper x Santa Inês.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Pesos e Medidas Corporais/veterinária , Ração Animal/análise , Panicum , Cordia , Carne/análise
8.
Semina ciênc. agrar ; 40(3): 1215-1224, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501419

Resumo

The aim was to assess the effect of the production system on the yield of non-carcass components of Dorper x Santa Inês crossbred lambs. The study was carried out at the teaching and research unit of sheep and goats of the Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos - PR using 24 uncastrated Dorper x Santa Inês crossbreed lambs (8 animals per treatment). The experimental design was completely randomized using three treatments with eight replicates. The treatments were: Panicum maximum cv. Aruana pasture, no shade, and no concentrate supplementation (PAss); Panicum maximum cv. Aruana pasture in the shade of Louro-Pardo Nativo trees (Cordia trichotoma) and with concentrate supplementation (PAcs); feedlot pens (COp). Carcass weight did not differ between treatments (p > 0.05). However, sheep in feedlot pens showed higher average daily weight gain. The non-carcass components differed significantly (p < 0.05), apart from the empty gastrointestinal tract, respiratory tract, and reproductive organs. Blood and external body components (head, skin, and limbs) showed higher weight in COp animals. The full gastrointestinal tract showed a significant difference between the treatments with the highest weight in sheep in the two pasture systems. Blood yield and weight of liver, kidneys, spleen, and heart were higher in COp animals. The production systems thus affected the total mass of non-carcass components in Dorper x Santa Inês crossbred lambs.


O objetivo deste trabalho foi verificar a influência dos sistemas de produção sobre o rendimento dos componentes não carcaça de cordeiros mestiços Dorper x Santa Inês. O trabalho foi conduzido na Unidade de Ensino e Pesquisa (UNEPE) de ovinos e caprinos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), Campus Dois Vizinhos – PR. Foram utilizados 24 cordeiros não castrados (8 animais em cada tratamento) provenientes de cruzamento das raças Dorper x Santa Inês. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com 3 tratamentos e 8 repetições. Os tratamentos foram: pastagem de Panicum maximum cv. Aruana, sem sombreamento + suplementação alimentar (PAss); pastagem de Panicum maximum cv. Aruana, com sombreamento natural proporcionado pela espécie arbórea Louro-Pardo Nativo (Cordia trichotoma) + suplementação alimentar (PAcs) e confinamento em aprisco (COp). O peso ao abate não apresentou diferença significativa (P < 0,05) entre os tratamentos, já o ganho de peso médio diário teve resultado superior para o confinamento. Os componentes não-carcaça, com exceção do trato gastrointestinal vazio, aparelho respiratório e reprodutor; apresentaram diferenças significativas (P < 0,05) entre os tratamentos. Sangue e os componentes corporais externos (cabeça, pele e extremidade dos membros locomotores) tiveram melhor rendimento nos animais terminados em confinamento. O trato gastrintestinal cheio apresentou diferença significativa (P<0,05) entre os tratamentos, com valores superiores observados na pastagem de aruana sem sombreamento e com sombreamento (silvipastoril). O rendimento do sangue, fígado, rins, baço e coração foram maiores nos animais terminados em confinamento. Os sistemas de produção estudados influenciaram no rendimento dos componentes não carcaça de cordeiros mestiços Dorper x Santa Inês.


Assuntos
Animais , Carne/análise , Cordia , Ovinos/crescimento & desenvolvimento , Panicum , Pesos e Medidas Corporais/veterinária , Ração Animal/análise
9.
Semina ciênc. agrar ; 40(5,supl.1): 2375-2386, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501514

Resumo

The aim was to evaluate the productive quality and fermentative as like the nutritional parameters of winter grass silage in the vegetative and reproductive stages in two consecutive crop years. The experiment was carried out at Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos, Brazil, from April 2012 to December 2013. The experimental field had a 560 m2 area; it comprised 32 plots of 16 m2 each, with a space of 0.5 m between blocks. Four winter grass species were used, including Avena sativa L. ‘IPR 126’ (white oat), Avena strigosa Schreb. ‘IAPAR 61’ (lopsided oat), Lolium multiflorum Lam. ‘Barjumbo’ (ryegrass), and Secale cereale L. ‘Temprano’ (rye), being evaluated through silage making in two phenological stages, vegetative and reproductive. The experimental design was randomized block in a bifactorial scheme (cultivar and phenological phase of pasture). The experimental materials were ensiled in polyvinyl chloride (PVC) microsiles, with four replicates per treatment. Pre-drying and ensiling allowed the preservation of material quality. The highest yields of dry matter per hectare were obtained in the reproductive stage; however, the nutritive content at this stage was relatively lower when compared with vegetative. The rye presented relatively less variation of the nutritional composition between the studied phenological stages. The ash content of the forage influenced the pH of the silage, and the highest pH was verified at the vegetative stage. Even with pre-dehydration, the vegetative stage presented a greater loss of effluents than the reproductive stage.


O objetivo foi avaliar a qualidade produtiva, parâmetros fermentativos e nutricionais da silagem das gramíneas temperadas nos estágios vegetativo e reprodutivo em dois anos consecutivos de cultivo. O trabalho foi conduzido na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos - PR de abril de 2012 a dezembro de 2013. A área experimental possuía 560 m², divididos em 32 parcelas de 16 m² cada, com 0,5 m de espaçamento entre blocos. As gramíneas avaliadas foram: Aveia Branca cv. IPR 126 (Avena sativa L.), Aveia Preta cv. IAPAR 61 (Avena strigosa Schreb.), Azevém cv. Barjumbo (Lolium multiflorum Lam.) e Centeio cv. Temprano (Secale cereale L.), através da confecção de silagem pré-secada em dois estádios: vegetativo e reprodutivo. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso em esquema fatorial, avaliando o fator cultivar e o fator estádio fenológico das gramíneas. Foram avaliadas a qualidade nutricional e parâmetros fermentativos da silagem, assim como seu respectivo estádio fenológico. As forrageiras foram ensiladas em microssilos experimentais de PVC, com 4 repetições por tratamento. A pré-secagem e a ensilagem possibilitaram a conservação e qualidade do material. As maiores produções de matéria seca por hectare foram obtidas na fase reprodutiva, no entanto, a composição nutricional nesta fase apresentou teores inferiores comparados ao da fase vegetativa. O centeio apresentou menor variação da composição nutricional entre os estádios fenológicos estudados. O conteúdo mineral da forrageira influencia no pH da silagem, sendo que pH mais elevado é verificado no estádio vegetativo. Mesmo com a pré-secagem, o estádio vegetativo apresenta maior perda por efluentes quando comparada ao estádio reprodutivo.


Assuntos
Armazenamento de Alimentos/métodos , Avena/fisiologia , Conservação de Alimentos/métodos , Lolium/fisiologia , Ração Animal/análise , Secale/fisiologia , Silagem
10.
Semina Ci. agr. ; 40(5,supl.1): 2375-2386, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-25624

Resumo

The aim was to evaluate the productive quality and fermentative as like the nutritional parameters of winter grass silage in the vegetative and reproductive stages in two consecutive crop years. The experiment was carried out at Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos, Brazil, from April 2012 to December 2013. The experimental field had a 560 m2 area; it comprised 32 plots of 16 m2 each, with a space of 0.5 m between blocks. Four winter grass species were used, including Avena sativa L. ‘IPR 126 (white oat), Avena strigosa Schreb. ‘IAPAR 61 (lopsided oat), Lolium multiflorum Lam. ‘Barjumbo (ryegrass), and Secale cereale L. ‘Temprano (rye), being evaluated through silage making in two phenological stages, vegetative and reproductive. The experimental design was randomized block in a bifactorial scheme (cultivar and phenological phase of pasture). The experimental materials were ensiled in polyvinyl chloride (PVC) microsiles, with four replicates per treatment. Pre-drying and ensiling allowed the preservation of material quality. The highest yields of dry matter per hectare were obtained in the reproductive stage; however, the nutritive content at this stage was relatively lower when compared with vegetative. The rye presented relatively less variation of the nutritional composition between the studied phenological stages. The ash content of the forage influenced the pH of the silage, and the highest pH was verified at the vegetative stage. Even with pre-dehydration, the vegetative stage presented a greater loss of effluents than the reproductive stage.(AU)


O objetivo foi avaliar a qualidade produtiva, parâmetros fermentativos e nutricionais da silagem das gramíneas temperadas nos estágios vegetativo e reprodutivo em dois anos consecutivos de cultivo. O trabalho foi conduzido na Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Campus Dois Vizinhos - PR de abril de 2012 a dezembro de 2013. A área experimental possuía 560 m², divididos em 32 parcelas de 16 m² cada, com 0,5 m de espaçamento entre blocos. As gramíneas avaliadas foram: Aveia Branca cv. IPR 126 (Avena sativa L.), Aveia Preta cv. IAPAR 61 (Avena strigosa Schreb.), Azevém cv. Barjumbo (Lolium multiflorum Lam.) e Centeio cv. Temprano (Secale cereale L.), através da confecção de silagem pré-secada em dois estádios: vegetativo e reprodutivo. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso em esquema fatorial, avaliando o fator cultivar e o fator estádio fenológico das gramíneas. Foram avaliadas a qualidade nutricional e parâmetros fermentativos da silagem, assim como seu respectivo estádio fenológico. As forrageiras foram ensiladas em microssilos experimentais de PVC, com 4 repetições por tratamento. A pré-secagem e a ensilagem possibilitaram a conservação e qualidade do material. As maiores produções de matéria seca por hectare foram obtidas na fase reprodutiva, no entanto, a composição nutricional nesta fase apresentou teores inferiores comparados ao da fase vegetativa. O centeio apresentou menor variação da composição nutricional entre os estádios fenológicos estudados. O conteúdo mineral da forrageira influencia no pH da silagem, sendo que pH mais elevado é verificado no estádio vegetativo. Mesmo com a pré-secagem, o estádio vegetativo apresenta maior perda por efluentes quando comparada ao estádio reprodutivo.(AU)


Assuntos
Avena/fisiologia , Lolium/fisiologia , Secale/fisiologia , Silagem , Armazenamento de Alimentos/métodos , Conservação de Alimentos/métodos , Ração Animal/análise
11.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 14(4): 745-754, Oct.-Dec.2013. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-716800

Resumo

This study aimed to evaluate the effect of the availability of creep feeding for different periods of time on weight gain, weaning weight, body condition and biometric measurements bodily crossbred goats breed Boer. 12 goats were used 7/8 Boer, nursing mothers, and their offspring, in three treatments, totaling 27 kids, nine per treatment. The experimental design was a completely randomized design with three treatments and nine replications by treatment. The treatments were: access to creep feed from birth to 70 days of age; access to creep feed from 20 days until 70 days of age; access to creep feed from 40 days until 70 days of age. Data were collected every 10 days. The analysis of variance and comparison of means was performed by Tukey test. The different treatments possible differences in weight gain, body weight, body length, heart girth and abdominal and hip height. There was no difference in body condition and withers height and animals. The best results were observed in groups subjected to higher access times supplementation. Thus, we indicate this type of supplementation during breastfeeding for at least 50 days, and demonstrate the irrelevance of supply concentrated in the first 20 days of life.(AU)


Objetivou-se avaliar o efeito da disponibilidade de creep feeding por diferentes períodos de tempo sobre o ganho de peso, peso a desmama e as medidas biométricas corporais de cabritos mestiços da raça Bôer. Foram utilizadas 12 cabras 7/8 Bôer, lactantes, e suas respectivas crias, distribuídas em três tratamentos, totalizando 27 cabritos, sendo nove por tratamento. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com três tratamentos e nove repetições por tratamento. Os tratamentos foram: acesso ao creep feeding do nascimento até os 70 dias de idade; acesso ao creep feeding a partir dos 20 dias até os 70 dias de idade; acesso ao creep feeding a partir dos 40 dias até os 70 dias de idade. Os dados foram coletados a cada 10 dias. A análise de variância e comparação entre médias foi realizada pelo teste Tukey. Os diferentes tratamentos possibilitaram diferenças de ganho de peso, peso vivo corporal, comprimento corporal, perímetro torácico e abdominal e altura de garupa. Não houve diferença no escore corporal e na altura de cernelha dos animais. Os melhores resultados foram observados em grupos submetidos aos maiores tempos de acesso à suplementação. Assim, indica-se esse tipo de suplementação durante a amamentação por pelo menos 50 dias, e demonstra a irrelevância do fornecimento de concentrado nos primeiros 20 dias de vida.(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Lactente , Peso-Estatura , Identificação Biométrica , Cabras/crescimento & desenvolvimento , Cabras/metabolismo , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
12.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 14(4): 745-754, Oct.-Dec.2013. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1493255

Resumo

This study aimed to evaluate the effect of the availability of creep feeding for different periods of time on weight gain, weaning weight, body condition and biometric measurements bodily crossbred goats breed Boer. 12 goats were used 7/8 Boer, nursing mothers, and their offspring, in three treatments, totaling 27 kids, nine per treatment. The experimental design was a completely randomized design with three treatments and nine replications by treatment. The treatments were: access to creep feed from birth to 70 days of age; access to creep feed from 20 days until 70 days of age; access to creep feed from 40 days until 70 days of age. Data were collected every 10 days. The analysis of variance and comparison of means was performed by Tukey test. The different treatments possible differences in weight gain, body weight, body length, heart girth and abdominal and hip height. There was no difference in body condition and withers height and animals. The best results were observed in groups subjected to higher access times supplementation. Thus, we indicate this type of supplementation during breastfeeding for at least 50 days, and demonstrate the irrelevance of supply concentrated in the first 20 days of life.


Objetivou-se avaliar o efeito da disponibilidade de creep feeding por diferentes períodos de tempo sobre o ganho de peso, peso a desmama e as medidas biométricas corporais de cabritos mestiços da raça Bôer. Foram utilizadas 12 cabras 7/8 Bôer, lactantes, e suas respectivas crias, distribuídas em três tratamentos, totalizando 27 cabritos, sendo nove por tratamento. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com três tratamentos e nove repetições por tratamento. Os tratamentos foram: acesso ao creep feeding do nascimento até os 70 dias de idade; acesso ao creep feeding a partir dos 20 dias até os 70 dias de idade; acesso ao creep feeding a partir dos 40 dias até os 70 dias de idade. Os dados foram coletados a cada 10 dias. A análise de variância e comparação entre médias foi realizada pelo teste Tukey. Os diferentes tratamentos possibilitaram diferenças de ganho de peso, peso vivo corporal, comprimento corporal, perímetro torácico e abdominal e altura de garupa. Não houve diferença no escore corporal e na altura de cernelha dos animais. Os melhores resultados foram observados em grupos submetidos aos maiores tempos de acesso à suplementação. Assim, indica-se esse tipo de suplementação durante a amamentação por pelo menos 50 dias, e demonstra a irrelevância do fornecimento de concentrado nos primeiros 20 dias de vida.


Assuntos
Feminino , Animais , Lactente , Cabras/crescimento & desenvolvimento , Cabras/metabolismo , Identificação Biométrica , Peso-Estatura , Fenômenos Fisiológicos da Nutrição do Lactente
13.
Botucatu; s.n; 2003. 80 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-11837

Resumo

pt

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA