Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Sci. agric ; 51(2)1994.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1495358

Resumo

The serum total protein and albumin concentrations and the performance under different milk feeding programs were evaluated in twenty-four female Holstein newborn calves, randomly allocated in three treatments. The animals were daily fed milk or supplemental colostrum, in different feeding programs during the first thirty days of Ufe. Blood samples were collected at 3; 5;10; 15; 17; 20; 22; 25; 30; 40; 50 and 60 days of age and analysed for serum total protein and serum albumin. Animals were weighed at 0; 5; 10; 15; 20; 25; 30; 40; 50 and 60 days after birth. In the first sixty days, the serum total protein concentration in treatment 3 (colostrum fed twice a day) was higher (p 0.05) than in treatment 1 (milk). The concentration of serum was also different at different ages (p 0.0001). During the experimental period the total protein decreased (equation r² = 0.98). Serum albumin levels were similar at all ages, but different in treatments. Treatment 2 (colostrum fed once a day) levels were higher (p 0.05) than in treatment 1 for serum albumin. Treatment 3 body weight gain was higher (p 0.05) than in treatment 1 during the experimental period. It was concluded that the best performance was found in calves that received a supplemental colostrum diet twice a day.


Os níveis séricos de proteína total e albúmina e o desempenho de bezerras holandesas foram estudados utilizando-se 24 animais recém-nascidos em um delineamento experimental inteiramente ao acaso em parcelas subdivididas, com três tratamentos à base de leite e colostro suplementar, a saber: tratamento 1 - colostro materno no 1° dia de vida (idem para tratamentos 2 e 3) e 2 litros de leite pela manhã e 2 litros de leite à tarde, do 2° dia de vida até o 30° dia de vida; tratamento 2 - fornecimento de 0,8 litros de leite + 1,2 litros de colostro pela manhã e 2 litros de leite à tarde, até 30 dias de idade; tratamento 3 - fornecimento de 1,4 litros de leite + 0,6 litros de colostro pela manhã e igual dieta à tarde, até 30 dias de idade. Amostras de sangue foram coletadas aos 3, 5, 10, 15,17, 20, 22, 25, 30, 40, 50 e 60 dias de vida e analisadas quanto à concentração de proteína total e albúmina séricas.Os animais foram pesados ao nascer e aos 5, 10, 15, 20, 25, 30, 40, 50 e 60 dias de idade. Os animais do tratamento 3 (colostro duas vezes/dia) tiveram concentração de proteína total sérica superior (p 0,05) a dos animais do tratamento 1(leite). O nível sérico de proteína total variou entre idades experimentais (p 0,0001). Houve redução da concentração de proteína total durante o período experimental (r² = 0,98). A albúmina sérica não diferiu entre as idades experimentais, havendo porém, diferença entre tratamentos, sendo que os animais do tratamento 2 (colostro uma vez/dia) superaram (p 0,05) os do tratamento 1 (leite) em relação a está variável. O ganho de peso no periodo foi maior (p 0,05) no tratamento 3 (colostro duas vezes/dia) do que no tratamento 1 (leite). Concluiu-se que o fornecimento de colostro suplementar misturado ao leite duas vezes ao dia proporcionou melhor desempenho das bezerras, evidenciando o seu alto valor nutricional.

2.
Sci. agric ; 52(1)1995.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1495422

Resumo

The fluctuation of serum protein was investigated in two groups of milk cows, 6 primiparous and 6 multiparous, during the last six weeks pre-partum. Electrophoresis and the biuret method were used to analyse the serum proteins. Blood was collected from the coccigeal region at 5, 4, 3, 2, 1 weeks pre-partum and at birth. The results indicate a decrease in the total protein concentration (p 0.0001) as a consequence of immunooglobulin concentration decrease (p 0.0001) during the experimental period. The total protein decreased from 9.82 + 0.7 g/100 ml, six weeks pre-partum, to 7.92 + 0.6 g/100 ml, at birth (minimum value registered). In the same period immunoglobutin decreased from 4.12 + 0.7 g/100 ml to 2.40 + 0.5 g/100 ml (minimum value registered). Considering the two groups of cows separately, the multiparous showed a tendency to decrease more the immunoglobulin concentration (p 0.09), when compared to primiparous.


O comportamento das proteínas séricas foi avaliado em dois grupos de vacas de leite, 6 primíparas e 6 multíparas, durante as ultimas 6 semanas pré-parto. Para separação da fração protéica foi empregado o método de eletroforese, enquanto para quantificação da proteína total foi utilizado o método de biureto. O sangue, retirado da região coccígea, foi amostrado nos períodos 5, 4, 3, 2, 1 semanas pré-parto e no dia do parto. Os resultados indicam uma queda na concentração da proteína total (p 0.0001), em função do decréscimo da concentração de imunoglobulina (p 0.0001), durante o período analisado. A proteína total decresceu de 9,82 + 0,7 g/100 ml, na quinta semana pré-parto, para 7,92 + 0,6 g/100 ml no dia do parto (valor mínimo médio registrado). No mesmo período, a imunoglobulina variou de 4,12 + 0,7 g/100 ml para 2,40 + 0,5 g/100 ml (valor mínimo médio registrado). Considerando-se os dois grupos de vacas separadamente, as multíparas mostraram uma tendência de decréscimo mais acentuado na concentração de imunoglobulina (p 0.09) quando comparadas com as primíparas.

3.
Sci. agric ; 53(2)1996.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1495532

Resumo

Eighty six piglets born from a crossbread Landrace x Large White sows were assigned to four treatments using a randomized block design (4 blocks/treatment). Besides the control treatment (T4), two other treatments (T1 and T2) had powder milk incorporated to the rations (14.4% and 9.6% in the pre-initial phase and 9.6% and 4.8% in the initial phase). The fourth treatment (T3) did not have powder milk in the ration but diluted in water at 10%, only in the pre-initial phase. The pre-initial diet was used between 21 and 49 days of life and the initial in the period between 49 and 61 days of life. Blood samples were collected for serum immunoglobulin (Ig) determination at 1, 2, 10, 21, 28, 35 and 61 days of life. In the period 1 to 28 days the concentration of Ig in T4 was superior (p 0,05), compared to the other treatments, while in the period 28 to 61 days, no difference was detected. This result reflects the influence of Ig acquisition from colostrum in this period. At day 21 the difference between T2 and T4 was significative. The lowest concentrations of Ig ocurred between 28 and 35 days in treatments T1, T3 and T4, and between 21 and 28 days in treatment T2. This result suggests that lower levels of Ig in the exogenous phase and catabolic phase of Ig adquired from colostrum, determine an earlier beginning of antibodies synthesis.


Oitenta e seis leitões provenientes de fêmeas mestiças Landrace x Large White foram distribuídos em quatro tratamentos, empregando-se um delineamento em blocos casualizados (4 blocos/tratamento). Além do tratamento controle, onde se forneceu ração peletizada (T4), dois outros tratamentos (T1 e T2) utilizaram dietas com diferentes níveis de leite em pó incorporado às rações peletizadas (14% e 9,6% na fase pré-inicial e 9,6% e 4,8% na fase inicial). O quarto tratamento (T3) não teve leite em pó incorporado à ração peletizada e sim fornecido diluído a 10% em água, apenas na fase pré-inicial. A dieta pré-inicial foi oferecida no período compreendido entre 21 a 49 dias de vida e a dieta inicial, no período de 49 a 61 dias de idade. As amostragens de sangue para determinação da concentração de imunoglobulinas séricas (Ig) foram realizadas nas datas 1, 2, 10, 21, 28, 35 e 61 dias de vida. No período de 1 a 28 dias a concentração de Ig em T4 foi superior (p 0,05), comparada com os valores dos demais tratamentos, enquanto no período de 28 a 61 dias nenhuma diferença foi detectada. Este resultado indica a influência da eficiência da aquisição de Ig do colostro naquele período considerado. Aos 21 dias verificou-se uma diferença significativa entre T2 e T4. As menores concentrações de Ig ocorreram entre 28 e 35 dias nos tratamentos T1, T3 e T4, e entre 21 e 28 dias no tratamento T2. Este resultado sugere que níveis mais baixos de Ig na fase exógena, fase de catabolismo do Ig adquirido do colostro, determinam um início de atividade de síntese própria, endógena, mais precoce.

4.
Sci. agric. ; 53(2)1996.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-438998

Resumo

Eighty six piglets born from a crossbread Landrace x Large White sows were assigned to four treatments using a randomized block design (4 blocks/treatment). Besides the control treatment (T4), two other treatments (T1 and T2) had powder milk incorporated to the rations (14.4% and 9.6% in the pre-initial phase and 9.6% and 4.8% in the initial phase). The fourth treatment (T3) did not have powder milk in the ration but diluted in water at 10%, only in the pre-initial phase. The pre-initial diet was used between 21 and 49 days of life and the initial in the period between 49 and 61 days of life. Blood samples were collected for serum immunoglobulin (Ig) determination at 1, 2, 10, 21, 28, 35 and 61 days of life. In the period 1 to 28 days the concentration of Ig in T4 was superior (p 0,05), compared to the other treatments, while in the period 28 to 61 days, no difference was detected. This result reflects the influence of Ig acquisition from colostrum in this period. At day 21 the difference between T2 and T4 was significative. The lowest concentrations of Ig ocurred between 28 and 35 days in treatments T1, T3 and T4, and between 21 and 28 days in treatment T2. This result suggests that lower levels of Ig in the exogenous phase and catabolic phase of Ig adquired from colostrum, determine an earlier beginning of antibodies synthesis.


Oitenta e seis leitões provenientes de fêmeas mestiças Landrace x Large White foram distribuídos em quatro tratamentos, empregando-se um delineamento em blocos casualizados (4 blocos/tratamento). Além do tratamento controle, onde se forneceu ração peletizada (T4), dois outros tratamentos (T1 e T2) utilizaram dietas com diferentes níveis de leite em pó incorporado às rações peletizadas (14% e 9,6% na fase pré-inicial e 9,6% e 4,8% na fase inicial). O quarto tratamento (T3) não teve leite em pó incorporado à ração peletizada e sim fornecido diluído a 10% em água, apenas na fase pré-inicial. A dieta pré-inicial foi oferecida no período compreendido entre 21 a 49 dias de vida e a dieta inicial, no período de 49 a 61 dias de idade. As amostragens de sangue para determinação da concentração de imunoglobulinas séricas (Ig) foram realizadas nas datas 1, 2, 10, 21, 28, 35 e 61 dias de vida. No período de 1 a 28 dias a concentração de Ig em T4 foi superior (p 0,05), comparada com os valores dos demais tratamentos, enquanto no período de 28 a 61 dias nenhuma diferença foi detectada. Este resultado indica a influência da eficiência da aquisição de Ig do colostro naquele período considerado. Aos 21 dias verificou-se uma diferença significativa entre T2 e T4. As menores concentrações de Ig ocorreram entre 28 e 35 dias nos tratamentos T1, T3 e T4, e entre 21 e 28 dias no tratamento T2. Este resultado sugere que níveis mais baixos de Ig na fase exógena, fase de catabolismo do Ig adquirido do colostro, determinam um início de atividade de síntese própria, endógena, mais precoce.

5.
Sci. agric. ; 52(1)1995.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-438892

Resumo

The fluctuation of serum protein was investigated in two groups of milk cows, 6 primiparous and 6 multiparous, during the last six weeks pre-partum. Electrophoresis and the biuret method were used to analyse the serum proteins. Blood was collected from the coccigeal region at 5, 4, 3, 2, 1 weeks pre-partum and at birth. The results indicate a decrease in the total protein concentration (p 0.0001) as a consequence of immunooglobulin concentration decrease (p 0.0001) during the experimental period. The total protein decreased from 9.82 + 0.7 g/100 ml, six weeks pre-partum, to 7.92 + 0.6 g/100 ml, at birth (minimum value registered). In the same period immunoglobutin decreased from 4.12 + 0.7 g/100 ml to 2.40 + 0.5 g/100 ml (minimum value registered). Considering the two groups of cows separately, the multiparous showed a tendency to decrease more the immunoglobulin concentration (p 0.09), when compared to primiparous.


O comportamento das proteínas séricas foi avaliado em dois grupos de vacas de leite, 6 primíparas e 6 multíparas, durante as ultimas 6 semanas pré-parto. Para separação da fração protéica foi empregado o método de eletroforese, enquanto para quantificação da proteína total foi utilizado o método de biureto. O sangue, retirado da região coccígea, foi amostrado nos períodos 5, 4, 3, 2, 1 semanas pré-parto e no dia do parto. Os resultados indicam uma queda na concentração da proteína total (p 0.0001), em função do decréscimo da concentração de imunoglobulina (p 0.0001), durante o período analisado. A proteína total decresceu de 9,82 + 0,7 g/100 ml, na quinta semana pré-parto, para 7,92 + 0,6 g/100 ml no dia do parto (valor mínimo médio registrado). No mesmo período, a imunoglobulina variou de 4,12 + 0,7 g/100 ml para 2,40 + 0,5 g/100 ml (valor mínimo médio registrado). Considerando-se os dois grupos de vacas separadamente, as multíparas mostraram uma tendência de decréscimo mais acentuado na concentração de imunoglobulina (p 0.09) quando comparadas com as primíparas.

6.
Sci. agric. ; 51(2)1994.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-438830

Resumo

The serum total protein and albumin concentrations and the performance under different milk feeding programs were evaluated in twenty-four female Holstein newborn calves, randomly allocated in three treatments. The animals were daily fed milk or supplemental colostrum, in different feeding programs during the first thirty days of Ufe. Blood samples were collected at 3; 5;10; 15; 17; 20; 22; 25; 30; 40; 50 and 60 days of age and analysed for serum total protein and serum albumin. Animals were weighed at 0; 5; 10; 15; 20; 25; 30; 40; 50 and 60 days after birth. In the first sixty days, the serum total protein concentration in treatment 3 (colostrum fed twice a day) was higher (p 0.05) than in treatment 1 (milk). The concentration of serum was also different at different ages (p 0.0001). During the experimental period the total protein decreased (equation r² = 0.98). Serum albumin levels were similar at all ages, but different in treatments. Treatment 2 (colostrum fed once a day) levels were higher (p 0.05) than in treatment 1 for serum albumin. Treatment 3 body weight gain was higher (p 0.05) than in treatment 1 during the experimental period. It was concluded that the best performance was found in calves that received a supplemental colostrum diet twice a day.


Os níveis séricos de proteína total e albúmina e o desempenho de bezerras holandesas foram estudados utilizando-se 24 animais recém-nascidos em um delineamento experimental inteiramente ao acaso em parcelas subdivididas, com três tratamentos à base de leite e colostro suplementar, a saber: tratamento 1 - colostro materno no 1° dia de vida (idem para tratamentos 2 e 3) e 2 litros de leite pela manhã e 2 litros de leite à tarde, do 2° dia de vida até o 30° dia de vida; tratamento 2 - fornecimento de 0,8 litros de leite + 1,2 litros de colostro pela manhã e 2 litros de leite à tarde, até 30 dias de idade; tratamento 3 - fornecimento de 1,4 litros de leite + 0,6 litros de colostro pela manhã e igual dieta à tarde, até 30 dias de idade. Amostras de sangue foram coletadas aos 3, 5, 10, 15,17, 20, 22, 25, 30, 40, 50 e 60 dias de vida e analisadas quanto à concentração de proteína total e albúmina séricas.Os animais foram pesados ao nascer e aos 5, 10, 15, 20, 25, 30, 40, 50 e 60 dias de idade. Os animais do tratamento 3 (colostro duas vezes/dia) tiveram concentração de proteína total sérica superior (p 0,05) a dos animais do tratamento 1(leite). O nível sérico de proteína total variou entre idades experimentais (p 0,0001). Houve redução da concentração de proteína total durante o período experimental (r² = 0,98). A albúmina sérica não diferiu entre as idades experimentais, havendo porém, diferença entre tratamentos, sendo que os animais do tratamento 2 (colostro uma vez/dia) superaram (p 0,05) os do tratamento 1 (leite) em relação a está variável. O ganho de peso no periodo foi maior (p 0,05) no tratamento 3 (colostro duas vezes/dia) do que no tratamento 1 (leite). Concluiu-se que o fornecimento de colostro suplementar misturado ao leite duas vezes ao dia proporcionou melhor desempenho das bezerras, evidenciando o seu alto valor nutricional.

7.
Sci. agric ; 52(3)1995.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1495484

Resumo

The objective of this study was to evaluate the protein fluctuation of 32 Holstein newborn calves under different milk feeding programs. Animals with high and low condition of acquired passive immunity, were splited in two groups, with and without extended colostrum feeding. The treatments were: T1 - high/milk; T2 - low/milk; T3 -high/colostrum; T4 - low/colostrum. Total protein (TP), albumin and imunoglobulin G (IgG) present in the serum of the calves were evaluated. Calves of Tl and T3 showed higher concentration of TP and IgG as compared to T2 and T4. TP and albumin concentration were higher (P = 0,0001 e p = 0,059) in T3 and T4 in relation to animals in T1 and T2. The lowest concentration of PT and IgG were higher (p = 0,082 e p = 0,0001) in Tl and T3 as compared to T2 and T4. The date when the lowest concentrations of TP ocurred in Tl and T3, 40 days, was superior (p = 0,0012) to 20 days found in T2 and T4. The same ocurred to IgG (p = 0,060) with dates of 50 and 40 days for high (T1 and T3) and low (T2 and T4) groups respectively. Animals that received colostrum (T3 and T4) showed, only for TP, higher (p = 0,0002) concentrations in relation to the minimum concentration, which was registred at the age of 30 days. The date when the lowest concentration of IgG occurred was not different between animals that received colostrum and milk (40 days). According to the results it is suggested that colostrum in the diet has a positive effect in the serum protein synthesis, which in addition to immunoglobulins play an important role in the serum protein fluctuation of the newborn calves.


O presente trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento das proteínas séricas de 32 bezerros recém-nascidos submetidos a diferentes programas de aleitamento. Foram utilizados animais com duas diferentes condições de imunidade passiva adquirida, alta e baixa, divididos em dois grupos, com e sem fornecimento prolongado de colostra. Os tratamentos foram os seguintes: T1 - alto/leite; T2 -baixo/leite; T3 - alto/colostro; T4 - baixo/ colostro. Foram avaliados os parâmetros séricos de proteína total (PT), albumina e imunoglobulina G (IgG). O grupo alto (T1 e T3) apresentou uma concentração média superior de proteína total (p = 0,0033) e imunoglobulina (p = 0,0001) séricas comparadas com os valores encontrados para o grupo baixo (T2 e T4). Proteína total e albumina apresentaram concentrações médias superiores (p = 0,0001 e p = 0,059) no grupo colostra (T3 e T4) comparado com o grupo leite (T1 e T2). Os valores mínimos médios para PT e IgG foram superiores (p = 0,082 e p = 0,0001) no grupo alto comparado com o grupo baixo. A data de ocorrência do valor médio mínimo no grupo alto para PT foi 40 dias, valor superior (p = 0,0012) aos 20 dias encontrado para o grupo baixo. O mesmo ocorreu para IgG (p = 0,060), tendo sido obtido 50 e 40 dias, respectivamente, para os grupos alto e baixo. Os animais que receberam colostra (T3 e T4) apresentaram, apenas para PT, valor superior (p = 0,0002) para o parâmetro menor valor médio, que ocorreu aos 30 dias de idade. A data de ocorrência do valor médio mínimo para IgG não diferiu entre os animais que receberam colostro e leite (40 dias). O fornecimento prolongado de colostro na dieta pode favorecer o processo de síntese de proteínas séricas em bezerros recém-nascidos.

8.
Sci. agric. ; 52(3)1995.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-438952

Resumo

The objective of this study was to evaluate the protein fluctuation of 32 Holstein newborn calves under different milk feeding programs. Animals with high and low condition of acquired passive immunity, were splited in two groups, with and without extended colostrum feeding. The treatments were: T1 - high/milk; T2 - low/milk; T3 -high/colostrum; T4 - low/colostrum. Total protein (TP), albumin and imunoglobulin G (IgG) present in the serum of the calves were evaluated. Calves of Tl and T3 showed higher concentration of TP and IgG as compared to T2 and T4. TP and albumin concentration were higher (P = 0,0001 e p = 0,059) in T3 and T4 in relation to animals in T1 and T2. The lowest concentration of PT and IgG were higher (p = 0,082 e p = 0,0001) in Tl and T3 as compared to T2 and T4. The date when the lowest concentrations of TP ocurred in Tl and T3, 40 days, was superior (p = 0,0012) to 20 days found in T2 and T4. The same ocurred to IgG (p = 0,060) with dates of 50 and 40 days for high (T1 and T3) and low (T2 and T4) groups respectively. Animals that received colostrum (T3 and T4) showed, only for TP, higher (p = 0,0002) concentrations in relation to the minimum concentration, which was registred at the age of 30 days. The date when the lowest concentration of IgG occurred was not different between animals that received colostrum and milk (40 days). According to the results it is suggested that colostrum in the diet has a positive effect in the serum protein synthesis, which in addition to immunoglobulins play an important role in the serum protein fluctuation of the newborn calves.


O presente trabalho teve como objetivo avaliar o comportamento das proteínas séricas de 32 bezerros recém-nascidos submetidos a diferentes programas de aleitamento. Foram utilizados animais com duas diferentes condições de imunidade passiva adquirida, alta e baixa, divididos em dois grupos, com e sem fornecimento prolongado de colostra. Os tratamentos foram os seguintes: T1 - alto/leite; T2 -baixo/leite; T3 - alto/colostro; T4 - baixo/ colostro. Foram avaliados os parâmetros séricos de proteína total (PT), albumina e imunoglobulina G (IgG). O grupo alto (T1 e T3) apresentou uma concentração média superior de proteína total (p = 0,0033) e imunoglobulina (p = 0,0001) séricas comparadas com os valores encontrados para o grupo baixo (T2 e T4). Proteína total e albumina apresentaram concentrações médias superiores (p = 0,0001 e p = 0,059) no grupo colostra (T3 e T4) comparado com o grupo leite (T1 e T2). Os valores mínimos médios para PT e IgG foram superiores (p = 0,082 e p = 0,0001) no grupo alto comparado com o grupo baixo. A data de ocorrência do valor médio mínimo no grupo alto para PT foi 40 dias, valor superior (p = 0,0012) aos 20 dias encontrado para o grupo baixo. O mesmo ocorreu para IgG (p = 0,060), tendo sido obtido 50 e 40 dias, respectivamente, para os grupos alto e baixo. Os animais que receberam colostra (T3 e T4) apresentaram, apenas para PT, valor superior (p = 0,0002) para o parâmetro menor valor médio, que ocorreu aos 30 dias de idade. A data de ocorrência do valor médio mínimo para IgG não diferiu entre os animais que receberam colostro e leite (40 dias). O fornecimento prolongado de colostro na dieta pode favorecer o processo de síntese de proteínas séricas em bezerros recém-nascidos.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA