Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 9 de 9
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. ciênc. vet ; 26(3): 69-74, jul./set. 2019. il.
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1390827

Resumo

A radiografia intra-oral é um método de diagnóstico por imagem essencial em pacientes submetidos a tratamento odontológico de qualquer natureza, especialmente em casos de doença peridontal. Permite a avaliação de estruturas ósseas e dentárias, elucidando múltiplos diagnósticos que não são firmados clinicamente. Inclui-se no estudo radiográfico a análise da integridade da lâmina dura, do ligamento periodontal, de afecções dentárias como abscessos periapicais, cistos, alterações de desenvolvimento coronário e radicular, agenesias, dentes inclusos ou supranumerários, raízes fraturadas remanescentes na região subgengival, reabsorções dentárias ou ósseas (associadas à doença periodontal ou neoplasias) e estruturas internas do dente (diâmetro da câmara pulpar e canal radicular). O presente artigo visa, portanto, mostrar através da apresentação de casos clínicos, a relevância do exame radiográfico para a correta abordagem diagnóstica e terapêutica de afecções subclínicas, mesmo em pacientes sem sinais de dor ou supostamente portadores de apenas gengivite. Foram relatados um caso de hipoplasia radicular, um de cisto de origem dentária e outro de reabsorção dentária, todos diagnosticados após a realização da documentação radiográfica intra-oral.


The intra-oral radiography is an essential diagnosis imaging method, in patients submitted to dental treatment of any nature, especially cases of periodontal diseases. It allows the evaluation of structural bone and dental diseases, elucidating multiple diagnoses, which are not clinically proven. The radiographic study includes the analysis of the periodontal ligament and lamina dura integrity, dental anomalies such as periapical abscesses, cysts, coronary and root development failures, agenesis, unerupted or supernumerary teeth, fractured roots remaining in the subgingival area, tooth or bone resorption, (associated with neoplasia or periodontal disease) and Internal tooth structures such as diameter of pulp chamber and root canal. The present article aims to show, through clinical case reports, the relevance of the radiographic examination towards the correct diagnosis and therapeutic approach of subclinical infections, even in patients without signs of pain or supposedly gingivitis bearers. Amongst the reported cases, there is a root hipoplasia, a dental origin cyst and a tooth resorption, all diagnosed after intra-oral radiographic completion.


Assuntos
Animais , Gatos , Cães , Doenças Periodontais/veterinária , Dente/diagnóstico por imagem , Doenças Dentárias/veterinária , Radiografia Dentária/veterinária , Gatos/anormalidades , Assistência Odontológica/veterinária , Cães/anormalidades
2.
R. bras. Ci. Vet. ; 26(3): 69-74, jul.-set. 2019. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-24703

Resumo

A radiografia intra-oral é um método de diagnóstico por imagem essencial em pacientes submetidos a tratamento odontológico de qualquer natureza, especialmente em casos de doença peridontal. Permite a avaliação de estruturas ósseas e dentárias, elucidando múltiplos diagnósticos que não são firmados clinicamente. Inclui-se no estudo radiográfico a análise da integridade da lâmina dura, do ligamento periodontal, de afecções dentárias como abscessos periapicais, cistos, alterações de desenvolvimento coronário e radicular, agenesias, dentes inclusos ou supranumerários, raízes fraturadas remanescentes na região subgengival, reabsorções dentárias ou ósseas (associadas à doença periodontal ou neoplasias) e estruturas internas do dente (diâmetro da câmara pulpar e canal radicular). O presente artigo visa, portanto, mostrar através da apresentação de casos clínicos, a relevância do exame radiográfico para a correta abordagem diagnóstica e terapêutica de afecções subclínicas, mesmo em pacientes sem sinais de dor ou supostamente portadores de apenas gengivite. Foram relatados um caso de hipoplasia radicular, um de cisto de origem dentária e outro de reabsorção dentária, todos diagnosticados após a realização da documentação radiográfica intra-oral.(AU)


The intra-oral radiography is an essential diagnosis imaging method, in patients submitted to dental treatment of any nature, especially cases of periodontal diseases. It allows the evaluation of structural bone and dental diseases, elucidating multiple diagnoses, which are not clinically proven. The radiographic study includes the analysis of the periodontal ligament and lamina dura integrity, dental anomalies such as periapical abscesses, cysts, coronary and root development failures, agenesis, unerupted or supernumerary teeth, fractured roots remaining in the subgingival area, tooth or bone resorption, (associated with neoplasia or periodontal disease) and Internal tooth structures such as diameter of pulp chamber and root canal. The present article aims to show, through clinical case reports, the relevance of the radiographic examination towards the correct diagnosis and therapeutic approach of subclinical infections, even in patients without signs of pain or supposedly gingivitis bearers. Amongst the reported cases, there is a root hipoplasia, a dental origin cyst and a tooth resorption, all diagnosed after intra-oral radiographic completion.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Cães , Fotografia Dentária/veterinária , Radiografia Dentária/veterinária , Periodontite Periapical/veterinária , Periodontite Periapical/diagnóstico por imagem , Tecido Periapical/diagnóstico por imagem
3.
Rev. bras. ciênc. vet ; 26(3): 69-74, jul./set. 2019. ilus
Artigo em Português | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1491644

Resumo

A radiografia intra-oral é um método de diagnóstico por imagem essencial em pacientes submetidos a tratamento odontológico de qualquer natureza, especialmente em casos de doença peridontal. Permite a avaliação de estruturas ósseas e dentárias, elucidando múltiplos diagnósticos que não são firmados clinicamente. Inclui-se no estudo radiográfico a análise da integridade da lâmina dura, do ligamento periodontal, de afecções dentárias como abscessos periapicais, cistos, alterações de desenvolvimento coronário e radicular, agenesias, dentes inclusos ou supranumerários, raízes fraturadas remanescentes na região subgengival, reabsorções dentárias ou ósseas (associadas à doença periodontal ou neoplasias) e estruturas internas do dente (diâmetro da câmara pulpar e canal radicular). O presente artigo visa, portanto, mostrar através da apresentação de casos clínicos, a relevância do exame radiográfico para a correta abordagem diagnóstica e terapêutica de afecções subclínicas, mesmo em pacientes sem sinais de dor ou supostamente portadores de apenas gengivite. Foram relatados um caso de hipoplasia radicular, um de cisto de origem dentária e outro de reabsorção dentária, todos diagnosticados após a realização da documentação radiográfica intra-oral.


The intra-oral radiography is an essential diagnosis imaging method, in patients submitted to dental treatment of any nature, especially cases of periodontal diseases. It allows the evaluation of structural bone and dental diseases, elucidating multiple diagnoses, which are not clinically proven. The radiographic study includes the analysis of the periodontal ligament and lamina dura integrity, dental anomalies such as periapical abscesses, cysts, coronary and root development failures, agenesis, unerupted or supernumerary teeth, fractured roots remaining in the subgingival area, tooth or bone resorption, (associated with neoplasia or periodontal disease) and Internal tooth structures such as diameter of pulp chamber and root canal. The present article aims to show, through clinical case reports, the relevance of the radiographic examination towards the correct diagnosis and therapeutic approach of subclinical infections, even in patients without signs of pain or supposedly gingivitis bearers. Amongst the reported cases, there is a root hipoplasia, a dental origin cyst and a tooth resorption, all diagnosed after intra-oral radiographic completion.


Assuntos
Animais , Gatos , Cães , Fotografia Dentária/veterinária , Periodontite Periapical/diagnóstico por imagem , Periodontite Periapical/veterinária , Radiografia Dentária/veterinária , Tecido Periapical/diagnóstico por imagem
4.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 47(4): 274-281, out.-dez. 2010. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4887

Resumo

Sabe-se que durante qualquer procedimento cirúrgico na região da mandíbula no homem, um dano iatrogênico ao feixe vasculonervoso que percorre o canal mandibular (CM) poderia causar desde parestesia até dor constante. Na odontologia veterinária, diferentes procedimentos cirúrgicos são realizados no tecido ósseo adjacente ao CM, o que implica no conhecimento acurado da localização do mesmo. O objetivo desta pesquisa foi determinar por meio da Tomografia Computadorizada (TC) o trajeto do CM em relação às faces da mandíbula: lingual, vestibular, ventral e crista alveolar em dez mandíbulas de cadáveres de cães mesaticefálicos. Os tomogramas foram realizados no plano transversal, tomando como referência para cada corte o forame mandibular, as raízes dentárias dos dentes molares, pré-molares e forame mentoniano médio. No tomógrafo foram realizadas medidas desde o CM até as diferentes faces. Conclui-se que a partir do dente 3º molar, no sentido rostral, o CM aumenta gradualmente a distância em relação à crista alveolar, alcançando a sua máxima profundidade na região dente 1º molar. Em relação às faces vestibular e lingual, o CM apresentou-se lingualizado na região dos dentes molares. O CM continua rostralmente ocupando a região ventral do corpo da mandíbula, mantendo uma distância similar entre a superfície vestibular e lingual. Já na região do dente 3º pré-molar o canal mandibular aumenta ligeiramente a sua distância com relação à face ventral e lingual da mandíbula, antes do seu fim no forame mentoniano medial na face vestibular da mandíbula.(AU)


As it is known, during any surgical procedure in the human mandible, an iatrogenic damage to the neurovascular bundle that runs along the mandibular canal (MC) could cause from paresthesia to constant pain. In veterinary dentistry, different surgical procedures are performed on the bone tissue adjacent to the MC, which implies accurate knowledge of its localization. The purpose of this study was to determine by means of computerized tomography (CT) the path of the MC in relation with: lingual surface, vestibular surface, alveolar crest, and ventral mandible surface in ten mesaticephalic dogs. The slices were performed in transverse plane using as reference the mandibular foramen, the medial mental foramen and the tooth roots of molars and premolars; several measures among the MC and the mandibular faces were performed. The conclusion of this study was that from the 3rd molar tooth (following in rostral direction), the MC gradually increases its distance from the alveolar crest, reaching its maximum depth in the 1st molar tooth area. In the molar area, the MC was located nearly of the mandibular lingual surface. The CM continues rostrally occupying the ventral region of the mandible body keeping a similar distance between the buccal and lingual surface. Then in the 3rd premolar area the MC increases slightly its distance from the ventral aspect of the mandible, before its end in the medial mental foramen on the face of the mandible.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Mandíbula/anatomia & histologia , Tomografia/veterinária , Cães/anatomia & histologia
5.
Nosso Clín. ; 17(98): 18-24, mar.-abr. 2014. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-20268

Resumo

A doença periodontal é uma das afecções da cavidade oral que mais afeta os gatos domésticos. É de origem bacteriana, onde os microrganismos se aderem à superfície dos dentes formando a placa bacteriana, que destrói os tecidos periodontais, que são: a gengiva, o osso alveolar, o ligamento periodontal e o cemento. Após algum tempo, esta placa bacteriana se mineraliza formando o cálculo dentário. Este, por sua vez, pode estar localizado na região supragengival ou subgengival. A doença periodontal tem várias fases, que se inicia com uma gengivite, onde os sinais clínicos são dor, inflamação gengival e mau hálito. Depois, evolui para a periodontite que é a fase irreversível da doença, ocorrendo perda de inserção do ligamento periodontal, destruição dos tecidos periodontais e reabsorção do osso alveolar. Porém, se a doença periodontal for tratada corretamente pode ser controlada interrompendo o avanço da mesma. Para o diagnóstico, é necessária a realização de exame clínico minucioso e de radiografias intra-orais, onde muitas vezes são descobertas lesões bucais ou dentárias concomitantes, como a lesão de reabsorção dentária, comum na espécie felina. O tratamento ideal para a doença periodontal inclui remoção do cálculo, aplainamento radicular e polimento. Dependendo da gravidade da doença, pode-se realizar intervenção cirúrgica periodontal complementar como exodontia, raspagem aberta, enxerto ósseo, gengivectomia ou gengivoplastia, associada ao uso de antinflamatórios e antissépticos. Um felino de 9 anos de idade, apresentando doença periodontal moderada foi submetido a tratamento periodontal completo. Durante a raspagem, foi observada a presença de lesão de reabsorção em alguns dentes,comprovada por imagens radiográficas intra-orais. Os dentes com comprometimento periodontal e com lesão reabsortiva foram extraídos, e o proprietário relatou melhora significativa da hiporexia e apatia do animal após o tratamento.(AU)


Periodontal disease is one of the affections of the oral cavity that affects domestic cats. It is of bacterial origin, where the microorganisms adhere to the tooth surface to form plaque, which destroys periodontal tissues, which are: the gingiva, alveolar bone, periodontal ligament and cementum. After some time, this plaque is forming the mineralized dental calculus. This, in turn, may be located in supragingival or subgingival region. Periodontal disease has several phases, which begins with gingivitis, where clinical symptoms are pain, gingivitis and bad breath. Then, it develops into periodontitis is irreversible stage of the disease, occurring insertion loss of the periodontal ligament, the periodontalt issue destruction and resorption of alveolar bone. However, if periodontal disease is treated properly can be controlled by stopping the advance of same. For diagnosis, it is necessary to perform a thorough clinical examination and intraoral radiographs, which are often discovered concomitant oral or dental injuries such as dental injury, common resorption infeline species. The ideal treatment for periodontal disease includes removal of calculus, root planing and polishing. Depending on the severity of the disease, one can perform additional periodontal surgery such as extraction, open scraping bone graft or gingivectomy gingivoplasty associated with the use of anti-inflammatory agents and antiseptics. A cat of 9 years of age, with moderate periodontal disease underwent complete periodontal treatment. During the sweep, the presence of resorptive lesion in some teeth, proven by intraoral radiographic images was observed. Teeth with periodontal involvement and resorptive lesion were extracted, and the owner reported a significant improvement of appetite loss and apathy of the animal after treatment.(AU)


La enfermedad periodontal es una de las alteraciones de la cavidad oral que más afecta ai gato doméstico. De origen bacteriana, en la cual, los microorganismos se alojan en la superficie de los dientes y van formando la placa bacteriana, destruyendo los tejidos periodontales, que son: La encía, el hueso alveolar, el ligamento periodontal y el cemento. Después de algún tiempo, esta placa bacteriana se mineraliza formando el calculo dentario. Este a su vez, puede estar localizado en la región supragingival o subgingival. La enfermedad periodontal tiene varias fases, iniciando con gingivitis, con síntomas como dolor, inflamación gingival y halitosis. Posteriormente evoluciona para periodontitis, que es la fase irreversible de la enfermedad, presentándose perdida de la inserción del ligamento periodontal, destrucción de los tejidos periodontales y reabsorción del hueso alveolar. Sin embargo, si la enfermedad periodontal es tratada correctamente, se puede detener su evolución. Para el diagnóstico es necesario un examen clínico minucioso, acornpariado de radiografías intraorales, que a menudo se descubren lesiones bucales o dentales concomitantes, como el dano a la resorción, comunes en los felinos. El tratamiento para la enfermedad periodontal incluye remoción del calculo dentario, aplanamiento radicular y pulimiento. Dependiendo de la gravedad de la enfermedad, puede ser necesaria la realización de intervención quirúrgica periodontal con curetaje a cielo abierto, injerto óseo, gingivectomia y/o gingivoplastia asociada al uso de antibióticos y antisépticos. Un felino de 9 anos de edad, presentando enfermedad periodontal moderada fue sometido a tratamiento periodontal completo. Durante el curetaje fue observada la presencia de lesión reabsortiva en varios dientes, comprobada por imágenes radiográficas intraorales.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Doenças Periodontais/veterinária , Reabsorção de Dente/veterinária , Traumatismos Dentários/veterinária , Periodontite/veterinária , Cálculos Dentários/veterinária
6.
Nosso clínico ; 17(98): 18-24, mar.-abr. 2014. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1485839

Resumo

A doença periodontal é uma das afecções da cavidade oral que mais afeta os gatos domésticos. É de origem bacteriana, onde os microrganismos se aderem à superfície dos dentes formando a placa bacteriana, que destrói os tecidos periodontais, que são: a gengiva, o osso alveolar, o ligamento periodontal e o cemento. Após algum tempo, esta placa bacteriana se mineraliza formando o cálculo dentário. Este, por sua vez, pode estar localizado na região supragengival ou subgengival. A doença periodontal tem várias fases, que se inicia com uma gengivite, onde os sinais clínicos são dor, inflamação gengival e mau hálito. Depois, evolui para a periodontite que é a fase irreversível da doença, ocorrendo perda de inserção do ligamento periodontal, destruição dos tecidos periodontais e reabsorção do osso alveolar. Porém, se a doença periodontal for tratada corretamente pode ser controlada interrompendo o avanço da mesma. Para o diagnóstico, é necessária a realização de exame clínico minucioso e de radiografias intra-orais, onde muitas vezes são descobertas lesões bucais ou dentárias concomitantes, como a lesão de reabsorção dentária, comum na espécie felina. O tratamento ideal para a doença periodontal inclui remoção do cálculo, aplainamento radicular e polimento. Dependendo da gravidade da doença, pode-se realizar intervenção cirúrgica periodontal complementar como exodontia, raspagem aberta, enxerto ósseo, gengivectomia ou gengivoplastia, associada ao uso de antinflamatórios e antissépticos. Um felino de 9 anos de idade, apresentando doença periodontal moderada foi submetido a tratamento periodontal completo. Durante a raspagem, foi observada a presença de lesão de reabsorção em alguns dentes,comprovada por imagens radiográficas intra-orais. Os dentes com comprometimento periodontal e com lesão reabsortiva foram extraídos, e o proprietário relatou melhora significativa da hiporexia e apatia do animal após o tratamento.


Periodontal disease is one of the affections of the oral cavity that affects domestic cats. It is of bacterial origin, where the microorganisms adhere to the tooth surface to form plaque, which destroys periodontal tissues, which are: the gingiva, alveolar bone, periodontal ligament and cementum. After some time, this plaque is forming the mineralized dental calculus. This, in turn, may be located in supragingival or subgingival region. Periodontal disease has several phases, which begins with gingivitis, where clinical symptoms are pain, gingivitis and bad breath. Then, it develops into periodontitis is irreversible stage of the disease, occurring insertion loss of the periodontal ligament, the periodontalt issue destruction and resorption of alveolar bone. However, if periodontal disease is treated properly can be controlled by stopping the advance of same. For diagnosis, it is necessary to perform a thorough clinical examination and intraoral radiographs, which are often discovered concomitant oral or dental injuries such as dental injury, common resorption infeline species. The ideal treatment for periodontal disease includes removal of calculus, root planing and polishing. Depending on the severity of the disease, one can perform additional periodontal surgery such as extraction, open scraping bone graft or gingivectomy gingivoplasty associated with the use of anti-inflammatory agents and antiseptics. A cat of 9 years of age, with moderate periodontal disease underwent complete periodontal treatment. During the sweep, the presence of resorptive lesion in some teeth, proven by intraoral radiographic images was observed. Teeth with periodontal involvement and resorptive lesion were extracted, and the owner reported a significant improvement of appetite loss and apathy of the animal after treatment.


La enfermedad periodontal es una de las alteraciones de la cavidad oral que más afecta ai gato doméstico. De origen bacteriana, en la cual, los microorganismos se alojan en la superficie de los dientes y van formando la placa bacteriana, destruyendo los tejidos periodontales, que son: La encía, el hueso alveolar, el ligamento periodontal y el cemento. Después de algún tiempo, esta placa bacteriana se mineraliza formando el calculo dentario. Este a su vez, puede estar localizado en la región supragingival o subgingival. La enfermedad periodontal tiene varias fases, iniciando con gingivitis, con síntomas como dolor, inflamación gingival y halitosis. Posteriormente evoluciona para periodontitis, que es la fase irreversible de la enfermedad, presentándose perdida de la inserción del ligamento periodontal, destrucción de los tejidos periodontales y reabsorción del hueso alveolar. Sin embargo, si la enfermedad periodontal es tratada correctamente, se puede detener su evolución. Para el diagnóstico es necesario un examen clínico minucioso, acornpariado de radiografías intraorales, que a menudo se descubren lesiones bucales o dentales concomitantes, como el dano a la resorción, comunes en los felinos. El tratamiento para la enfermedad periodontal incluye remoción del calculo dentario, aplanamiento radicular y pulimiento. Dependiendo de la gravedad de la enfermedad, puede ser necesaria la realización de intervención quirúrgica periodontal con curetaje a cielo abierto, injerto óseo, gingivectomia y/o gingivoplastia asociada al uso de antibióticos y antisépticos. Un felino de 9 anos de edad, presentando enfermedad periodontal moderada fue sometido a tratamiento periodontal completo. Durante el curetaje fue observada la presencia de lesión reabsortiva en varios dientes, comprobada por imágenes radiográficas intraorales.


Assuntos
Animais , Gatos , Doenças Periodontais/veterinária , Reabsorção de Dente/veterinária , Traumatismos Dentários/veterinária , Cálculos Dentários/veterinária , Periodontite/veterinária
7.
São Paulo; s.n; 18/12/2012. 105 p.
Tese em Português | VETINDEX | ID: biblio-1505216

Resumo

A articulação temporomandibular do cão é considerada como uma articulação condilar verdadeira ou sinovial, conformada por duas superfícies articulares: a fossa mandibular e processo condilar, as quais permitem abrir e fechar a boca. [...] O objetivo desta pesquisa foi determinar por meio de exame de tomografia computadorizada, tanto as características morfométricas das superfícies articulares quanto a relação existente entre as mesmas, em cães adultos mesaticefálicos e braquicefálicos. Foram mensuradas a profundidade e largura da fossa mandibular, e sequencialmente 5 diferentes ângulos relacionando as superfícies articulares em 34 articulações temporomandibulares de 17 cães mesaticefálicos e 62 articulações temporomandibulares de 31 cães braquicefálicos. As mensurações realizadas permitiram estabelecer as características morfológicas e o grau de relação articular temporomandibular nos cães deste estudo. As articulações temporomandibulares dos cães mesaticefálicos e braquicefálicos de pequeno e médio porte apresentaram fossas mandibulares pouco profundas, processos retroarticulares pouco desenvolvidos e processos condilares irregulares. Já os cães mesaticefálicos e braquicefálicos de grande porte apresentaram articulações mais congruentes, com fossas mandibulares mais profundas, processo retroarticulares bem evidentes e processos condilares mais uniformes. A mediana do ângulo de relação articular variou para os cães mesaticefálicos entre 123° e 172°, e para os cães braquicefálicos entre 96° e 167°. A tomografia computadorizada demostrou ser uma ferramenta de grande valia tanto na identificação dos pontos de referência quanto na obtenção das mensurações propostas neste trabalho


The temporomandibular joint (TMJ) in the dog is regarded as a true or synovial condylar joint, formed by two articular surfaces: the mandibular fossa and the condylar process, which allows opening and closing of the mouth. This joint could be affected by congenital, traumatic, neoplastic and degenerative disorders that may affect the animals ability to prehend or eat food. Although several imaging techniques have been used to describe the anatomical conformation of the TMJ in the dog, there are no morphometric studies using computed tomography to describe the TMJ structures or the anatomical relationship between them. The aim of this study was to determine measurable parameters that detail the morphometry of the temporomandibular bony structures and their anatomical relationship by means of computed tomography performed in normal adult mesaticephalic and brachycephalic dogs. In 17 mesaticephalic dogs (34 TMJs) and 31 brachycephalic dogs (62 TMJs), measurements were taken of the depth and width of the mandibular fossa as well as five different angles relating the mandibular fossa, retroarticular process and condylar process. The temporomandibular joints of small and medium-sized brachycephalic and mesaticephalic dogs showed shallow mandibular fossas, poorly developed retroarticular processes and irregular mandibular heads. On the other hand, large brachycephalic and mesaticephalic dogs showed more congruent temporomandibular joints with deeper mandibular fossas, marked retroarticular process and more uniform condylar processes. The median value range of the temporomandibular joint relationship angle in mesaticephalic dogs was between 123° and 172°, and for brachycephalic dogs between 96° and 167°. Computed tomography Computed tomography proved to be a valuable tool for identifying normal reference points for measuring TMJ depth, width and anatomical conformation


Assuntos
Animais , Cães , Articulação Temporomandibular , Biometria , Cães/anatomia & histologia , Tomografia Computadorizada de Emissão/veterinária , Cefalometria/veterinária
8.
São Paulo; s.n; 18/12/2012. 105 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-1230

Resumo

A articulação temporomandibular do cão é considerada como uma articulação condilar verdadeira ou sinovial, conformada por duas superfícies articulares: a fossa mandibular e processo condilar, as quais permitem abrir e fechar a boca. [...] O objetivo desta pesquisa foi determinar por meio de exame de tomografia computadorizada, tanto as características morfométricas das superfícies articulares quanto a relação existente entre as mesmas, em cães adultos mesaticefálicos e braquicefálicos. Foram mensuradas a profundidade e largura da fossa mandibular, e sequencialmente 5 diferentes ângulos relacionando as superfícies articulares em 34 articulações temporomandibulares de 17 cães mesaticefálicos e 62 articulações temporomandibulares de 31 cães braquicefálicos. As mensurações realizadas permitiram estabelecer as características morfológicas e o grau de relação articular temporomandibular nos cães deste estudo. As articulações temporomandibulares dos cães mesaticefálicos e braquicefálicos de pequeno e médio porte apresentaram fossas mandibulares pouco profundas, processos retroarticulares pouco desenvolvidos e processos condilares irregulares. Já os cães mesaticefálicos e braquicefálicos de grande porte apresentaram articulações mais congruentes, com fossas mandibulares mais profundas, processo retroarticulares bem evidentes e processos condilares mais uniformes. A mediana do ângulo de relação articular variou para os cães mesaticefálicos entre 123° e 172°, e para os cães braquicefálicos entre 96° e 167°. A tomografia computadorizada demostrou ser uma ferramenta de grande valia tanto na identificação dos pontos de referência quanto na obtenção das mensurações propostas neste trabalho (AU)


The temporomandibular joint (TMJ) in the dog is regarded as a true or synovial condylar joint, formed by two articular surfaces: the mandibular fossa and the condylar process, which allows opening and closing of the mouth. This joint could be affected by congenital, traumatic, neoplastic and degenerative disorders that may affect the animals ability to prehend or eat food. Although several imaging techniques have been used to describe the anatomical conformation of the TMJ in the dog, there are no morphometric studies using computed tomography to describe the TMJ structures or the anatomical relationship between them. The aim of this study was to determine measurable parameters that detail the morphometry of the temporomandibular bony structures and their anatomical relationship by means of computed tomography performed in normal adult mesaticephalic and brachycephalic dogs. In 17 mesaticephalic dogs (34 TMJs) and 31 brachycephalic dogs (62 TMJs), measurements were taken of the depth and width of the mandibular fossa as well as five different angles relating the mandibular fossa, retroarticular process and condylar process. The temporomandibular joints of small and medium-sized brachycephalic and mesaticephalic dogs showed shallow mandibular fossas, poorly developed retroarticular processes and irregular mandibular heads. On the other hand, large brachycephalic and mesaticephalic dogs showed more congruent temporomandibular joints with deeper mandibular fossas, marked retroarticular process and more uniform condylar processes. The median value range of the temporomandibular joint relationship angle in mesaticephalic dogs was between 123° and 172°, and for brachycephalic dogs between 96° and 167°. Computed tomography Computed tomography proved to be a valuable tool for identifying normal reference points for measuring TMJ depth, width and anatomical conformation (AU)


Assuntos
Animais , Cães , Cães/anatomia & histologia , Articulação Temporomandibular , Biometria , Tomografia Computadorizada de Emissão/veterinária , Cefalometria/veterinária
9.
São Paulo; s.n; 02/12/2008.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-6081

Resumo

Sabe-se que para determinados procedimentos cirúrgicos em Odontologia, como a exodontia, a cirurgia ortognática, cirurgia ortopédica, cirurgia de neoplasias e a colocação de implantes dentários, é importante conhecer a localização exata do trajeto do canal mandibular (CM) que contém o feixe vasculonervoso. O objetivo desta pesquisa foi determinar por meio da tomografia computadorizada (TC) o trajeto do canal mandibular através da mandíbula com relação as suas faces (vestibular, lingual e ventral), a crista alveolar e as raízes dentárias em duas classes de crânios de cães. Assim, foram avaliados 10 crânios de cadáveres de cães mesaticefálicos e 10 crânios de cadáveres de cães braquicefálicos no Serviço de Diagnóstico por Imagem do Hospital Veterinário da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo. Os tomogramas foram realizados no plano transversal tomando como referência para cada corte as raízes dentárias. No tomógrafo foram mensuradas as distâncias do canal mandibular até as faces vestibular, lingual, ventral e crista alveolar da mandíbula. As medidas coletadas foram submetidas à análise estatística que indicou que o trajeto do canal mandibular foi similar nos dois tipos de crânios. Observou-se que o canal mandibular desce suavemente desde o forame mandibular acompanhando o formato da mandíbula em direção à região dos dentes molares, onde alcança a sua máxima profundidade junto ao 1o molar e 4o pré-molar, continua rostralmente aumentando ligeiramente a distância com relação a borda ventral da mandíbula justo antes de terminar no forame mentoniano. O canal mandibular localizou-se em contato ou muito próximo da cortical lingual da mandíbula desde o forame mandibular até a região dos dentes molares, assim, continuou rostralmente ocupando a região ventral do corpo da mandíbula mantendo-se eqüidistante entre a superfície vestibular e lingual. Já na região do dente 3o pré-molar o canal mandibular originou o forame mentoniano caudal na face vestibular da mandíbula antes de incrementar ligeiramente a sua distância em relação a face ventral e lingual da mandíbula, para terminar assim no forame mentoniano médio na face vestibular, ventral à raiz mesial do dente 2o pré-molar


For some surgical procedures in dentistry, as the exodontia, the orthognathic surgery, orthopedic surgery, oral neoplasm resection, and the dental implants placement, it is important to know the accurate localization of the mandibular canal (MC), which contains the vascular and nerve package. The aim of this research was to determine the course of the mandibular canal through the mandible with relation to the structures that surround it (lingual surface, vestibular surface and ventral surface), alveolar crest and dental roots in two kinds of dog skulls by means of computerized tomography (CT). For that, 10 skulls of mesaticephalic dogs and 10 skulls of brachycephalic dogs were evaluated in the Image Diagnosis Service of the Veterinary Hospital of the Veterinary and Zootechny School of the São Paulo University. In order to determine the localization of the canal passage in the mandible, measures were taken, in relation with: lingual surface, vestibular surface, ventral mandible surface and alveolar crest with CT help. The measurements were submitted to statistical analysis and showed that the mandibular canal course was similar in brachycephalic and mesaticephalic dogs, the measurements indicated that the mandibular canal descends slightly from the mandibular foramen to the molar area, slightly closer to the lingual surface than the vestibular surface until the molar region. The MC continues rostrally occupying the ventral region of the mandible body, reaching its maximum depth in relation with the alveolar crest border at the level of the 1st molar and 4th premolar teeth area. In the 4th and 3rd premolar region the MC maintains a similar distance between the vestibular and lingual border. At the level of the 3rd premolar the MC originates the mental caudal mental foramen before increases the distance in relation with the lingual and ventral border just before its termination at the medial mental foramen on the vestibular surface, ventral to the 2nd premolar roots

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA