Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1488633

Resumo

Phenolic compounds are widely spread in vegetable kingdom. Among fruits, grape (Vitis vinifera L.) is one of the most important source of phenolic compounds, like flavonoids (anthocyanidins and flavonones), stilbene (resveratrol), phenic acid (derived from cinnamic and benzoic acids) and a large variety of tannins. In the last decades, great attention has been directed to the free radicals participation in the pathogenesis of several non-transmissible diseases. Studies have proved the antioxidant properties of phenolic compounds in products made by grapes, especially red wine. Another wine compound is ethanol, which reinforces cardiovascular protection. This study had the objective of investigating the biological properties of phenolic compounds in wine, looking for their composition, chemical structure and antioxidant activity. It is equally important to keep in mind that wine can benefit health by moderate drinking. According to several researchers, a proper diet and the moderate wine consumption (300 mL/day) are adequate strategies to protect and enhance health through several physiological mechanisms.


Os compostos fenólicos estão amplamente distribuídos no reino vegetal. Entre as frutas, a uva (Vitis vinifera L.) é uma das maiores fontes de compostos fenólicos. Os principais fenólicos presentes na uva são os flavonóides (antocianinas e flavonóis), os estilbenos (resveratrol), os ácidos fenólicos (derivados dos ácidos cinâmicos e benzóicos) e uma larga variedade de taninos. Nas últimas décadas, muita atenção tem sido direcionada ao envolvimento dos radicais livres na patogênese de diversas doenças não transmissíveis. Estudos comprovaram as propriedades antioxidantes dos compostos fenólicos presentes em produtos derivados da uva, especialmente o vinho tinto. Outro ingrediente presente no vinho é o etanol que reforça a proteção cardiovascular. Este trabalho teve como objetivo investigar as propriedades biológicas dos compostos fenólicos presentes em vinhos, abordando a composição, a estrutura química e a atividade antioxidante. É importante ressaltar que o vinho deve ser consumido com moderação, sendo que o consumo excessivo passa a ser fator de risco para doenças cardiovasculares e outras. Portanto, é oportuno manter uma dieta equilibrada. De acordo com diversos especialistas, o consumo de uma ou duas taças de vinho tinto por dia (300 mL), levando em conta uma boa absorção dos princípios ativos, é adequado para proteção do organismo por meio de diversos mecanismos fisiológicos

2.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1488619

Resumo

Wine is an alcoholic beverage of complex composition due to the biological, chemical, physical and enzymatic transformations that occur during its processing. Among natural factors, climatic conditions on grape maturation can influence the concentration of sugar and organic acids and the content of volatile and fenolic compounds. This work had as objective to compare wine quality during the vinification, from the Cabernet Sauvignon cultivar, harvested at two different production regions of Santa Catarina (Lages and São Joaquim), through physical-chemical monitoring of the compounds and sensorial evaluation. Wine was elaborated through microvinification, in the 2006 growing season. Samples for determining physical and chemical characteristics of winemaking were collected as follows: analyze of the most, immediately after grape crushing, and analyze of the wine, on maturation. Results indicated that wine from São Joaquim showed superior grades of alcohol, total acidity, total poliphenols, anthocyanins and tannins than that from Lages. The wine from São Joaquim also presented larger color intensity, greater acidity and astringency and more body, in the sensorial evaluation.


O vinho é uma bebida de composição complexa devido às transformações biológicas, químicas, físicas e enzimáticas que ocorrem em seu processamento. Entre os fatores naturais, as condições climáticas durante o período de maturação da uva podem influenciar nas concentrações de açúcar e de ácidos orgânicos, no teor de compostos voláteis e de compostos fenólicos da uva. Este trabalho teve como objetivo comparar a qualidade do vinho, durante a vinificação, do cultivar Cabernet Sauvignon proveniente de duas regiões do Estado de Santa Catarina, Lages e São Joaquim, através do monitoramento dos componentes físico-químicos e avaliação sensorial. Os vinhos foram elaborados por microvinificação, na safra de 2006. A retirada das amostras para a determinação das análises físicoquímicas foi realizada da seguinte forma: análise do mosto, imediatamente após o esmagamento da uva, e análise do vinho, na maturação. Observou-se que o vinho produzido com uvas de São Joaquim apresentou grau alcoólico, acidez total, polifenóis totais, antocianinas e taninos superiores ao vinho de Lages. Na avaliação sensorial, o vinho de São Joaquim caracterizou-se por apresentar maior intensidade de cor, maior acidez e adstringência e mais corpo.

3.
R. Ci. agrovet. ; 8(1): 71-83, 2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-713954

Resumo

Phenolic compounds are widely spread in vegetable kingdom. Among fruits, grape (Vitis vinifera L.) is one of the most important source of phenolic compounds, like flavonoids (anthocyanidins and flavonones), stilbene (resveratrol), phenic acid (derived from cinnamic and benzoic acids) and a large variety of tannins. In the last decades, great attention has been directed to the free radicals participation in the pathogenesis of several non-transmissible diseases. Studies have proved the antioxidant properties of phenolic compounds in products made by grapes, especially red wine. Another wine compound is ethanol, which reinforces cardiovascular protection. This study had the objective of investigating the biological properties of phenolic compounds in wine, looking for their composition, chemical structure and antioxidant activity. It is equally important to keep in mind that wine can benefit health by moderate drinking. According to several researchers, a proper diet and the moderate wine consumption (300 mL/day) are adequate strategies to protect and enhance health through several physiological mechanisms.


Os compostos fenólicos estão amplamente distribuídos no reino vegetal. Entre as frutas, a uva (Vitis vinifera L.) é uma das maiores fontes de compostos fenólicos. Os principais fenólicos presentes na uva são os flavonóides (antocianinas e flavonóis), os estilbenos (resveratrol), os ácidos fenólicos (derivados dos ácidos cinâmicos e benzóicos) e uma larga variedade de taninos. Nas últimas décadas, muita atenção tem sido direcionada ao envolvimento dos radicais livres na patogênese de diversas doenças não transmissíveis. Estudos comprovaram as propriedades antioxidantes dos compostos fenólicos presentes em produtos derivados da uva, especialmente o vinho tinto. Outro ingrediente presente no vinho é o etanol que reforça a proteção cardiovascular. Este trabalho teve como objetivo investigar as propriedades biológicas dos compostos fenólicos presentes em vinhos, abordando a composição, a estrutura química e a atividade antioxidante. É importante ressaltar que o vinho deve ser consumido com moderação, sendo que o consumo excessivo passa a ser fator de risco para doenças cardiovasculares e outras. Portanto, é oportuno manter uma dieta equilibrada. De acordo com diversos especialistas, o consumo de uma ou duas taças de vinho tinto por dia (300 mL), levando em conta uma boa absorção dos princípios ativos, é adequado para proteção do organismo por meio de diversos mecanismos fisiológicos

4.
R. Ci. agrovet. ; 7(1): 54-60, 2008.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-714260

Resumo

Wine is an alcoholic beverage of complex composition due to the biological, chemical, physical and enzymatic transformations that occur during its processing. Among natural factors, climatic conditions on grape maturation can influence the concentration of sugar and organic acids and the content of volatile and fenolic compounds. This work had as objective to compare wine quality during the vinification, from the Cabernet Sauvignon cultivar, harvested at two different production regions of Santa Catarina (Lages and São Joaquim), through physical-chemical monitoring of the compounds and sensorial evaluation. Wine was elaborated through microvinification, in the 2006 growing season. Samples for determining physical and chemical characteristics of winemaking were collected as follows: analyze of the most, immediately after grape crushing, and analyze of the wine, on maturation. Results indicated that wine from São Joaquim showed superior grades of alcohol, total acidity, total poliphenols, anthocyanins and tannins than that from Lages. The wine from São Joaquim also presented larger color intensity, greater acidity and astringency and more body, in the sensorial evaluation.


O vinho é uma bebida de composição complexa devido às transformações biológicas, químicas, físicas e enzimáticas que ocorrem em seu processamento. Entre os fatores naturais, as condições climáticas durante o período de maturação da uva podem influenciar nas concentrações de açúcar e de ácidos orgânicos, no teor de compostos voláteis e de compostos fenólicos da uva. Este trabalho teve como objetivo comparar a qualidade do vinho, durante a vinificação, do cultivar Cabernet Sauvignon proveniente de duas regiões do Estado de Santa Catarina, Lages e São Joaquim, através do monitoramento dos componentes físico-químicos e avaliação sensorial. Os vinhos foram elaborados por microvinificação, na safra de 2006. A retirada das amostras para a determinação das análises físicoquímicas foi realizada da seguinte forma: análise do mosto, imediatamente após o esmagamento da uva, e análise do vinho, na maturação. Observou-se que o vinho produzido com uvas de São Joaquim apresentou grau alcoólico, acidez total, polifenóis totais, antocianinas e taninos superiores ao vinho de Lages. Na avaliação sensorial, o vinho de São Joaquim caracterizou-se por apresentar maior intensidade de cor, maior acidez e adstringência e mais corpo.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA