Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 21(2): 159-167, mar. 2022. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1366269

Resumo

Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) e a população microbiana do solo ocupam papel de destaque em amenizar os efeitos causados pelo estresse hídrico em diversas culturas, entretanto se faz necessário estabelecer parâmetros sobre a dinâmica da interação desses microrganismos com as plantas em condições de estresse. Diante do exposto, o trabalho teve por objetivo avaliar a micorrização ea respiração microbiana do solo cultivado com mudas de maracujá amarelo e pinhão manso submetidas a diferentes níveis de água. O experimento foi realizado em vasos na casa de vegetação localizada na Universidade Estadual de Goiás, unidade de Ipameri. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, e analisado em um esquema fatorial 2 x 7 sendo duas espécies de plantas (maracujá e pinhão manso) e sete níveis de fornecimento de água (25%, 50%, 75%, 100%, 125%, 150% e 175%) em relação a capacidade de campo (CC) do solo com cinco repetições, totalizando 70 parcelas experimentais de cultivo. Foram avaliadas a respiração microbiana do solo (RM), número de esporos micorrízicos (ESP) e colonização micorrízica (CM). Em termos de RM os solos responderam de forma distinta a alteração da umidade do solo, onde a microbiota do solo com pinhão manso se mostrou mais adaptada até aos 175% da CC que do maracujá. A condição de excesso hídrico provocou uma diminuição no ESP do solo de ambas a culturas, porém com efeito sendo mais significativo na cultura do maracujá que apresentou uma média de 77,2 esporos 50g-1 de solo. A CM do pinhão manso e do maracujazeiro foram afetadas negativamente com o aumento dos níveis de umidade do solo, porém o pinhão manso apresentou em média uma taxa de CM 38,5% maior que o maracujá. De maneira geral a microbiota do solo e os FMAs sob mudas de pinhão manso responderam melhor ao estresse hídrico.(AU)


Arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) and the soil microbial population occupy a prominent role in mitigating the effects caused by water stress in several crops. However, it is necessary to establish parameters on the dynamics of the interaction of these microorganisms with plants under stress conditions. Given the above, this study aimed to evaluate the mycorrhization and microbial respiration of soil cultivated with yellow passion fruit and jatropha seedlings subjected to different water levels. The experiment was carried out in pots in a greenhouse located at the State University of Goiás, Ipameri unit. The design used was completely randomized and analyzed in a 2x 7 factorial scheme with two plant species (passion fruit and Jatropha curcas) and seven levels of water supply (25%, 50%, 75%, 100%, 125%, 150% and,175%) in relation to the field capacity (FC) of the soil with five replications, totaling 70 experimental cultivation plots. In addition, soil microbial respiration (MR), number of mycorrhizal spores (SPO) and mycorrhizal colonization (MC) were also evaluated. In terms of MR, the soils responded differently to changes in soil moisture, where the microbiota of the soil with Jatropha curcaswas more adapted up to 175% of CC than that of passion fruit. The excess water condition caused a decrease in the SPOof the soil of both crops, but with an effect being more significant in the passion fruit crop, which presented an average of 77.2 spores 50g-1of soil. The MC of Jatropha curcasand passion fruit were negatively affected with the increase of soil moisture levels, however,the Jatropha curcaspresented an average rate of MC 38.5% higher than the passion fruit. In general, the soil microbiota and the AMF under Jatropha seedlings responded better to water stress.(AU)


Assuntos
Solo , Passiflora , Desidratação , Malpighiales/fisiologia , Micorrizas
2.
Semina ciênc. agrar ; 39(1): 7-18, jan.-fev. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501099

Resumo

Jatropha curcas L., popularly known as the physic nut, is a monoecious, perennial lactiferous species belonging to the family Euphorbiaceae. Recently, interest in this species has been growing, due to its ability to flourish on degraded land and in soils with low natural fertility, the high oil content of its seeds, its rapid growth and easy propagation, and the identification of several secondary metabolites with medicinal importance. This study aims to report the main trends and gaps in the global scientific literature about J. curcas L, using a scientometric analysis. We have carried out this scientometric analysis on the global literature to identify: 1) temporal publication trends; 2) the quality of scientific production, estimated using citation numbers and journal impact factors; 3) the main journals and countries interested in this topic and the language of scientific divulgation; 4) the main research fields; 5) the use of wild or commercial cultivars; and 6) average authorship levels and international collaboration networks. Our findings have revealed a continuous increase in both quantitative and qualitative parameters in studies about J. curcas. The main trends in physic nut studies involve biofuel production and the plant’s agronomic characteristics. The main knowledge gaps relating to J. curcas are in the fields of forestry, sustainability, animal nutrition, and genetic improvement. Another problem identified in this study is a lack of commercial seeds; none of the studies analyzed have used commercial seeds. India, Brazil, and China together are responsible for 55% of the knowledge about this species, obtained through scientific production. Only moderate international collaboration has been observed between countries, perhaps as consequence of conflicts of interest. Despite an increasing number of articles, som e countries have stopped producing J. curcas L, and the worldwide crop production has decreased.


Jatropha curcas L., p opularmente conhecida como pinhão manso é uma espécie monóica, lactífera e perene pertencente à família Euphorbiaceae. Recentemente, o interesse científico por esta espécie vem aumentando devido à capacidade dessa planta de se desenvolver em terras degradadas ou em solos de baixa fertilidade natural; ao alto teor de óleo de suas sementes; a propagação fácil; ao rápido crescimento; a identificação de vários metabólitos secundários com relevante potencial medicinal. O objetivo deste estudo foi relatar as principais tendências e lacunas da literatura científica mundial sobre J. curcas L através de uma análise cienciométrica. Neste estudo foi realizada uma análise da literatura mundial tentando identificar: 1.) as tendências temporais de publicação; 2.) a qualidade da produção científica estimada pelo número de citações e fator de impacto das revistas; 3.) as principais revistas e países interessados no tema ea linguagem da divulgação científica; 4.) os principais campos de estudos; 5.) A utilização de cultivar selvagem ou comercial; e 6.) número médio de autores e rede de colaboração. Como resultado, observou-se aumento contínuo em ambos os parâmetros quantitativos e qualitativos nos estudos sobre J. curcas. As principais tendências em estudos de pinhão-manso foram à produção de biocombustíveis e características agronômicas. As principais lacunas no conhecimentosobre J. curcas foram associados com a silvicultura e sustentabilidade, nutrição animal e melhoramentogenético. Outro problema identificado neste estudo foi a falta de sementes comerciais, todos os artigosinvestigados usaram sementes não comerciais. Em relação à produção científica, Índia, Brasil e Chinajuntos foram responsáveis por 55% dos artigos publicados sobre o tema. Além disso, observou-se...


Assuntos
Fator de Impacto de Revistas , 50088 , Indicadores de Produção Científica , Jatropha , Literatura de Revisão como Assunto
3.
Semina Ci. agr. ; 39(1): 7-18, jan.-fev. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-728508

Resumo

Jatropha curcas L., popularly known as the physic nut, is a monoecious, perennial lactiferous species belonging to the family Euphorbiaceae. Recently, interest in this species has been growing, due to its ability to flourish on degraded land and in soils with low natural fertility, the high oil content of its seeds, its rapid growth and easy propagation, and the identification of several secondary metabolites with medicinal importance. This study aims to report the main trends and gaps in the global scientific literature about J. curcas L, using a scientometric analysis. We have carried out this scientometric analysis on the global literature to identify: 1) temporal publication trends; 2) the quality of scientific production, estimated using citation numbers and journal impact factors; 3) the main journals and countries interested in this topic and the language of scientific divulgation; 4) the main research fields; 5) the use of wild or commercial cultivars; and 6) average authorship levels and international collaboration networks. Our findings have revealed a continuous increase in both quantitative and qualitative parameters in studies about J. curcas. The main trends in physic nut studies involve biofuel production and the plants agronomic characteristics. The main knowledge gaps relating to J. curcas are in the fields of forestry, sustainability, animal nutrition, and genetic improvement. Another problem identified in this study is a lack of commercial seeds; none of the studies analyzed have used commercial seeds. India, Brazil, and China together are responsible for 55% of the knowledge about this species, obtained through scientific production. Only moderate international collaboration has been observed between countries, perhaps as consequence of conflicts of interest. Despite an increasing number of articles, som e countries have stopped producing J. curcas L, and the worldwide crop production has decreased.(AU)


Jatropha curcas L., p opularmente conhecida como pinhão manso é uma espécie monóica, lactífera e perene pertencente à família Euphorbiaceae. Recentemente, o interesse científico por esta espécie vem aumentando devido à capacidade dessa planta de se desenvolver em terras degradadas ou em solos de baixa fertilidade natural; ao alto teor de óleo de suas sementes; a propagação fácil; ao rápido crescimento; a identificação de vários metabólitos secundários com relevante potencial medicinal. O objetivo deste estudo foi relatar as principais tendências e lacunas da literatura científica mundial sobre J. curcas L através de uma análise cienciométrica. Neste estudo foi realizada uma análise da literatura mundial tentando identificar: 1.) as tendências temporais de publicação; 2.) a qualidade da produção científica estimada pelo número de citações e fator de impacto das revistas; 3.) as principais revistas e países interessados no tema ea linguagem da divulgação científica; 4.) os principais campos de estudos; 5.) A utilização de cultivar selvagem ou comercial; e 6.) número médio de autores e rede de colaboração. Como resultado, observou-se aumento contínuo em ambos os parâmetros quantitativos e qualitativos nos estudos sobre J. curcas. As principais tendências em estudos de pinhão-manso foram à produção de biocombustíveis e características agronômicas. As principais lacunas no conhecimentosobre J. curcas foram associados com a silvicultura e sustentabilidade, nutrição animal e melhoramentogenético. Outro problema identificado neste estudo foi a falta de sementes comerciais, todos os artigosinvestigados usaram sementes não comerciais. Em relação à produção científica, Índia, Brasil e Chinajuntos foram responsáveis por 55% dos artigos publicados sobre o tema. Além disso, observou-se...(AU)


Assuntos
Jatropha , Fator de Impacto de Revistas , 50088 , Indicadores de Produção Científica , Literatura de Revisão como Assunto
4.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 21(2): 159-167, 2022.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1432816

Resumo

Arbuscular mycorrhizal fungi (AMF) and the soil microbial population occupy a prominent role in mitigating the effects caused by water stress in several crops. However, it is necessary to establish parameters on the dynamics of the interaction of these microorganisms with plants under stress conditions. Given the above, this study aimed to evaluate the mycorrhization and microbial respiration of soil cultivated with yellow passion fruit and jatropha seedlings subjected to different water levels. The experiment was carried out in pots in a greenhouse located at the State University of Goiás, Ipameri unit. The design used was completely randomized and analyzed in a 2 x 7 factorial scheme with two plant species (passion fruit and Jatropha curcas) and seven levels of water supply (25%, 50%, 75%, 100%, 125%, 150% and, 175%) in relation to the field capacity (FC) of the soil with five replications, totaling 70 experimental cultivation plots. In addition, soil microbial respiration (MR), number of mycorrhizal spores (SPO) and mycorrhizal colonization (MC) were also evaluated. In terms of MR, the soils responded differently to changes in soil moisture, where the microbiota of the soil with Jatropha curcas was more adapted up to 175% of CC than that of passion fruit. The excess water condition caused a decrease in the SPO of the soil of both crops, but with an effect being more signific


Os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs) e a população microbiana do solo ocupam papel de destaque em amenizar os efeitos causados pelo estresse hídrico em diversas culturas, entretanto se faz necessário estabelecer parâmetros sobre a dinâmica da interação desses microrganismos com as plantas em condições de estresse. Diante do exposto, o trabalho teve por objetivo avaliar a micorrização e a respiração microbiana do solo cultivado com mudas de maracujá amarelo e pinhão manso submetidas a diferentes níveis de água. O experimento foi realizado em vasos na casa de vegetação localizada na Universidade Estadual de Goiás, unidade de Ipameri. O delineamento utilizado foi inteiramente casualizado, e analisado em um esquema fatorial 2 x 7 sendo duas espécies de plantas (maracujá e pinhão manso) e sete níveis de fornecimento de água (25%, 50%, 75%, 100%, 125%, 150% e 175%) em relação a capacidade de campo (CC) do solo com cinco repetições, totalizando 70 parcelas experimentais de cultivo. Foram avaliadas a respiração microbiana do solo (RM), número de esporos micorrízicos (ESP) e colonização micorrízica (CM). Em termos de RM os solos responderam de forma distinta a alteração da umidade do solo, onde a microbiota do solo com pinhão manso se mostrou mais adaptada até aos 175% da CC que do maracujá. A condição de excesso hídrico provocou uma diminuição no ESP do solo de ambas a culturas,

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA