Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ars vet ; 37(3): 166-172, 2021. graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1463593

Resumo

Recently, fish byproducts have been appraised as a source of structurally diverse bioactive compounds. In this context, fish mucus has revealed a myriad of pharmacological activities. This study describes a new bioactive molecule release system composed of protein nanoparticles from pacamã (Lophiosilurus alexandri) mucus, an endemic fish to the São Francisco River (Brazil). The process of obtaining and applying these nanoparticles, composed of proteins present in the pacamã mucus, as biocompatible carriers of bioactive molecules is also addressed herein. Therefore, the external mucus of the fish was collected, lyophilized and hydrated in deionized water containing the template molecule. After pH adjustment to 7.5, followed by sonication and centrifugation, the formed nanoparticles were collected in the supernatant. Additionally, the mucus and the particles were characterized, and pharmacological effects were evaluated regarding their antifungal, antibacterial, anticancer, anti or pro-inflammatory and antinociceptive proprieties. NP-Mucus did not exhibit antibacterial activity against Pseudomonas aeruginosa or Staphylococcus aureus. However, it showed potential effects against Candida albicans with a minimum inhibitory concentration (MIC) of 1 µg/mL, and significant pro-inflammatory role, reflected by cellular recruitment activity and healing effects. Therefore, future studies are now needed in order to identify specific compounds in NP-mucus responsible for the observed effects in order to provide new pharmacological and therapeutic strategies.


Recentemente, os subprodutos de peixes foram avaliados como uma fonte de compostos bioativos estruturalmente diversos. Nesse contexto, o muco dos peixes revelou uma miríade de atividades farmacológicas. Este estudo descreve um novo sistema de liberação de moléculas bioativas compostas por nanopartículas de proteínas do muco do pacamã (Lophiosilurus alexandri), um peixe do Rio São Francisco (Brasil). O processo de obtenção e aplicação dessas nanopartículas, compostas por proteínas presentes no muco do pacamã, como carreadores biocompatíveis de moléculas bioativas também são abordados neste artigo. Para tanto, o muco externo dos peixes foi coletado, liofilizado e hidratado em água deionizada contendo a molécula template. Após ajuste do pH para 7,5, seguido de sonicação e centrifugação, as nanopartículas formadas foram coletadas no sobrenadante. Adicionalmente, foram caracterizados o muco e as partículas, sendo avaliados os efeitos farmacológicos quanto às propriedades antifúngicas, antibacterianas, anticancerígenas, anti ou pró-inflamatórias e antinociceptivas. NP-Mucus não exibiu atividade antibacteriana contra Pseudomonas aeruginosa ou Staphylococcus aureus. No entanto, apresentou efeitos potenciais contra Candida albicans com concentração inibitória mínima (MIC) de 1 µg/mL, além de importante papel próinflamatório, refletido pela atividade de recrutamento celular e efeitos cicatrizantes. Portanto, estudos são necessários para identificar compostos no NP-muco responsáveis pelos efeitos observados, a fim de fornecer novas estratégias farmacológicas e terapêuticas.


Assuntos
Animais , Anticarcinógenos , Antifúngicos , Muco/fisiologia , Muco/química , Peixes-Gato/fisiologia , Triagem
2.
Ars Vet. ; 37(3): 166-172, 2021. graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-33461

Resumo

Recently, fish byproducts have been appraised as a source of structurally diverse bioactive compounds. In this context, fish mucus has revealed a myriad of pharmacological activities. This study describes a new bioactive molecule release system composed of protein nanoparticles from pacamã (Lophiosilurus alexandri) mucus, an endemic fish to the São Francisco River (Brazil). The process of obtaining and applying these nanoparticles, composed of proteins present in the pacamã mucus, as biocompatible carriers of bioactive molecules is also addressed herein. Therefore, the external mucus of the fish was collected, lyophilized and hydrated in deionized water containing the template molecule. After pH adjustment to 7.5, followed by sonication and centrifugation, the formed nanoparticles were collected in the supernatant. Additionally, the mucus and the particles were characterized, and pharmacological effects were evaluated regarding their antifungal, antibacterial, anticancer, anti or pro-inflammatory and antinociceptive proprieties. NP-Mucus did not exhibit antibacterial activity against Pseudomonas aeruginosa or Staphylococcus aureus. However, it showed potential effects against Candida albicans with a minimum inhibitory concentration (MIC) of 1 µg/mL, and significant pro-inflammatory role, reflected by cellular recruitment activity and healing effects. Therefore, future studies are now needed in order to identify specific compounds in NP-mucus responsible for the observed effects in order to provide new pharmacological and therapeutic strategies.(AU)


Recentemente, os subprodutos de peixes foram avaliados como uma fonte de compostos bioativos estruturalmente diversos. Nesse contexto, o muco dos peixes revelou uma miríade de atividades farmacológicas. Este estudo descreve um novo sistema de liberação de moléculas bioativas compostas por nanopartículas de proteínas do muco do pacamã (Lophiosilurus alexandri), um peixe do Rio São Francisco (Brasil). O processo de obtenção e aplicação dessas nanopartículas, compostas por proteínas presentes no muco do pacamã, como carreadores biocompatíveis de moléculas bioativas também são abordados neste artigo. Para tanto, o muco externo dos peixes foi coletado, liofilizado e hidratado em água deionizada contendo a molécula template. Após ajuste do pH para 7,5, seguido de sonicação e centrifugação, as nanopartículas formadas foram coletadas no sobrenadante. Adicionalmente, foram caracterizados o muco e as partículas, sendo avaliados os efeitos farmacológicos quanto às propriedades antifúngicas, antibacterianas, anticancerígenas, anti ou pró-inflamatórias e antinociceptivas. NP-Mucus não exibiu atividade antibacteriana contra Pseudomonas aeruginosa ou Staphylococcus aureus. No entanto, apresentou efeitos potenciais contra Candida albicans com concentração inibitória mínima (MIC) de 1 µg/mL, além de importante papel próinflamatório, refletido pela atividade de recrutamento celular e efeitos cicatrizantes. Portanto, estudos são necessários para identificar compostos no NP-muco responsáveis pelos efeitos observados, a fim de fornecer novas estratégias farmacológicas e terapêuticas.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato/fisiologia , Triagem , Muco/química , Muco/fisiologia , Antifúngicos , Anticarcinógenos
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA