Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 17 de 17
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 51(08): 1-12, 2021. tab, ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1480194

Resumo

In Brazil, humane slaughter regulation is in use since 2000; however it is not applied to fish. This paper studied parameters for electrical stunning using direct current waveform in South American catfish (Rhamdia quelen) and its subsequent effects on muscular pH and rigor mortis. Seventy fish were allocated into two groups. In group 125, fish were stunned using 125 Volts (V), 30 Hz, duty cycle of 90% and 1.3 Amp (A) applied for 30 s; in group 400, fish were stunned with 400 V, 30 Hz, duty cycle of 27%, 0.9 A, for 30 s. Unconsciousness time was determined through behavioural assessment. After slaughter, ten fish from each group were refrigerated for both measurements muscular pH and rigor mortis index (RMI) at 0, 3, 6, 24, 72 and 120 h. In 125, 14.4% (5/35) of fish were not effectively stunned, in contrast with 400 in which 100% of fish (35/35) were effectively stunned. The unconsciousness duration was higher in 400 group (87.7±16.1 s) in contrast with group 125 (66.6 ± 16.1 s). Until 6 h post mortem ninety percent of fish reached maximum rigor mortis (RMI=100%).


No Brasil, a normativa de abate humanitário está em vigência desde 2000, no entanto tal norma não contempla peixes. O objetivo deste trabalho foi estudar os parâmetros para insensibilização elétrica em Jundiá (Rhamdia quelen) e seus efeitos sobre o pH muscular e o rigor mortis. Setenta peixes foram alocados em dois grupos. No grupo 125, os peixes foram insensibilizados usando 125 Volts (V), 30 Hz, duty cycle of 90% e 1.3 Amp (A) durante 30 s; no grupo 400, os peixes foram insensibilizados com 400 V, 30 Hz, duty cycle of 27%, 0.9 A, durante 30 s. O tempo de inconsciência foi determinado por avaliação comportamental. Após o abate, 10 peixes de cada grupo foram refrigerados para mensurações de pH muscular e o índice rigor mortis (RMI) às 0, 3, 6, 24, 72 e 120 h. No grupo 125, 14.4% (5/35) dos peixes não foram efetivamente insensibilizados, em contraste com o grupo 400, em que 100% dos peixes (35/35) foram efetivamente insensibilizados. A duração da inconsciência foi significativamente maior no tratamento 400, igual a 87.7 ± 16.1 s em relação aos 66.6 ± 16.1 s no 125. Noventa por cento dos peixes atingiram o máximo rigor mortis (RMI=100%) dentro das 6 h pós-abate. A insensibilização elétrica em Jundiá parece ser possível usando parâmetros do grupo 400, devido à duração de inconsciência maior que 60 s.


Assuntos
Animais , Peixes-Gato , Rigor Mortis/veterinária
2.
Ci. Rural ; 51(08): 1-12, 2021. tab, ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765665

Resumo

In Brazil, humane slaughter regulation is in use since 2000; however it is not applied to fish. This paper studied parameters for electrical stunning using direct current waveform in South American catfish (Rhamdia quelen) and its subsequent effects on muscular pH and rigor mortis. Seventy fish were allocated into two groups. In group 125, fish were stunned using 125 Volts (V), 30 Hz, duty cycle of 90% and 1.3 Amp (A) applied for 30 s; in group 400, fish were stunned with 400 V, 30 Hz, duty cycle of 27%, 0.9 A, for 30 s. Unconsciousness time was determined through behavioural assessment. After slaughter, ten fish from each group were refrigerated for both measurements muscular pH and rigor mortis index (RMI) at 0, 3, 6, 24, 72 and 120 h. In 125, 14.4% (5/35) of fish were not effectively stunned, in contrast with 400 in which 100% of fish (35/35) were effectively stunned. The unconsciousness duration was higher in 400 group (87.7±16.1 s) in contrast with group 125 (66.6 ± 16.1 s). Until 6 h post mortem ninety percent of fish reached maximum rigor mortis (RMI=100%).(AU)


No Brasil, a normativa de abate humanitário está em vigência desde 2000, no entanto tal norma não contempla peixes. O objetivo deste trabalho foi estudar os parâmetros para insensibilização elétrica em Jundiá (Rhamdia quelen) e seus efeitos sobre o pH muscular e o rigor mortis. Setenta peixes foram alocados em dois grupos. No grupo 125, os peixes foram insensibilizados usando 125 Volts (V), 30 Hz, duty cycle of 90% e 1.3 Amp (A) durante 30 s; no grupo 400, os peixes foram insensibilizados com 400 V, 30 Hz, duty cycle of 27%, 0.9 A, durante 30 s. O tempo de inconsciência foi determinado por avaliação comportamental. Após o abate, 10 peixes de cada grupo foram refrigerados para mensurações de pH muscular e o índice rigor mortis (RMI) às 0, 3, 6, 24, 72 e 120 h. No grupo 125, 14.4% (5/35) dos peixes não foram efetivamente insensibilizados, em contraste com o grupo 400, em que 100% dos peixes (35/35) foram efetivamente insensibilizados. A duração da inconsciência foi significativamente maior no tratamento 400, igual a 87.7 ± 16.1 s em relação aos 66.6 ± 16.1 s no 125. Noventa por cento dos peixes atingiram o máximo rigor mortis (RMI=100%) dentro das 6 h pós-abate. A insensibilização elétrica em Jundiá parece ser possível usando parâmetros do grupo 400, devido à duração de inconsciência maior que 60 s.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes-Gato , Rigor Mortis/veterinária
3.
Acta Vet. bras. ; 14(2): 61-67, jun. 2020. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26339

Resumo

One of the motives that compromises the welfare of dogs is a lack of understanding of their needs and of the natural behavior of the species. The use of telemetry as a means of indirect observation is emergent and has provided a significant increase in scientific perspectives. However, its use is still limited for domestic animals despite the high potential for applying the technology in this area. Thus, the objective of this project was to construct a prototype using telemetry via satellite, of reduced size and low cost that allows for the monitoring of dogs in the streets. The prototype of the tracker was constructed containing a Pro Mini Arduino with an ATmega328 micro-controller, a GPS module for the Arduino, GPS u-blox NEO-6M and a Micro Sd reading/taping module for the Arduino. The final weight of the prototype was 197.4±101.5 grams with the battery and is attached to the collar. The dispersion of the planimetric coordinates around the mean was 2.7 meters, which increased to 10.9 meters when the height factor was added to the dispersion. It was concluded that with the size and weight of the prototype used it was possible to evaluate medium to large-sized dogs in the street. The prototype showed the precision necessary to read the coordinates collected for projects aimed at monitoring dogs in the streets, since these do not demand millimetric precision and accuracy.(AU)


Um dos motivos do comprometimento do bem-estar de cães é a falta de compreensão das suas necessidades e do comportamento natural da espécie. A utilização de telemetria como método de observação indireta é emergente e tem proporcionado um crescimento significativo das perspectivas científicas; porém, ainda em animais domésticos seu uso é limitado mesmo com seu alto potencial de aplicação da tecnologia no setor. Dessa forma a intenção do projeto foi a construção de um protótipo de telemetria via satélite de tamanho reduzido e de baixo custo que permita o monitoramento dos cães na rua. O protótipo de rastreador foi construído contendo um Arduino Pro Mini com o micro controlador ATmega328, um módulo GPS para Arduino, GPS u-blox NEO-6M e um módulo de leitor/gravador Micro Sd para Arduino. O peso final do protótipo chegou a 197,4±10,5 gramas com bateria e acoplado na coleira. A dispersão das coordenadas planimétricas ao redor da média foi de 2,7 metros e quando adicionado o fator altitude a dispersão passa para 10,9 metros. Conclui-se que com o tamanho e peso do protótipo utilizado é possível avaliar cães de rua de porte médio a grande. O protótipo teve uma precisão na leitura das coordenadas coletadas necessário para projetos de monitoramento de cães de rua nos quais não se exige uma precisão e acurácia milimétrica.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Programas de Rastreamento/métodos , Programas de Rastreamento/veterinária , Cães , Telemetria
4.
Acta Vet. Brasilica ; 14(2): 61-67, jun. 2020. ilus, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1453205

Resumo

One of the motives that compromises the welfare of dogs is a lack of understanding of their needs and of the natural behavior of the species. The use of telemetry as a means of indirect observation is emergent and has provided a significant increase in scientific perspectives. However, its use is still limited for domestic animals despite the high potential for applying the technology in this area. Thus, the objective of this project was to construct a prototype using telemetry via satellite, of reduced size and low cost that allows for the monitoring of dogs in the streets. The prototype of the tracker was constructed containing a Pro Mini Arduino with an ATmega328 micro-controller, a GPS module for the Arduino, GPS u-blox NEO-6M and a Micro Sd reading/taping module for the Arduino. The final weight of the prototype was 197.4±101.5 grams with the battery and is attached to the collar. The dispersion of the planimetric coordinates around the mean was 2.7 meters, which increased to 10.9 meters when the height factor was added to the dispersion. It was concluded that with the size and weight of the prototype used it was possible to evaluate medium to large-sized dogs in the street. The prototype showed the precision necessary to read the coordinates collected for projects aimed at monitoring dogs in the streets, since these do not demand millimetric precision and accuracy.


Um dos motivos do comprometimento do bem-estar de cães é a falta de compreensão das suas necessidades e do comportamento natural da espécie. A utilização de telemetria como método de observação indireta é emergente e tem proporcionado um crescimento significativo das perspectivas científicas; porém, ainda em animais domésticos seu uso é limitado mesmo com seu alto potencial de aplicação da tecnologia no setor. Dessa forma a intenção do projeto foi a construção de um protótipo de telemetria via satélite de tamanho reduzido e de baixo custo que permita o monitoramento dos cães na rua. O protótipo de rastreador foi construído contendo um Arduino Pro Mini com o micro controlador ATmega328, um módulo GPS para Arduino, GPS u-blox NEO-6M e um módulo de leitor/gravador Micro Sd para Arduino. O peso final do protótipo chegou a 197,4±10,5 gramas com bateria e acoplado na coleira. A dispersão das coordenadas planimétricas ao redor da média foi de 2,7 metros e quando adicionado o fator altitude a dispersão passa para 10,9 metros. Conclui-se que com o tamanho e peso do protótipo utilizado é possível avaliar cães de rua de porte médio a grande. O protótipo teve uma precisão na leitura das coordenadas coletadas necessário para projetos de monitoramento de cães de rua nos quais não se exige uma precisão e acurácia milimétrica.


Assuntos
Animais , Cães , Cães , Programas de Rastreamento/métodos , Programas de Rastreamento/veterinária , Telemetria
5.
Ci. Rural ; 49(1): e20180243, Jan. 17, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-18802

Resumo

Pigs transportation is a critical stage for their welfare and can directly influence the rates of carcass condemnation. The objective of this research was to study the injuries and condemnation data recorded in the Federal Inspection System (SIF) as potential welfare indicators during pig transport. In federally inspected slaughterhouses in the State of Paraná, Brazil, from january 2011 to December 2016, 1.4% (602,006) of carcasses were condemned, 15.0% (90,426) as a result of injuries related to transportation. From total condemnation cases, 12.1% (72,759) were due to traumatic injury, 2.5% (15,144) to PSE, 0.4% (2,327) to dead on arrival and 0.03% (196) to other transportation welfare indicators. There was no correlation between the condemnation rates and the meteorological data. The results exposed the need for improvement in pig transport conditions. In addition, this study allowed us to point out possible improvements in the collection of nosographic data into the SIFs Management Information System (SIGSIF), such as inclusion of other injuries associated with welfare restrictions, standardization of the terms that already exist in the system, improvement in the indicator measurements, development of regulations and training for professionals involved. Results suggested that SIGSIF data are useful for monitoring the welfare of pigs during transportation, with potential for refinement from improvements in data recording.(AU)


O transporte de suínos é um estágio crítico para seu bem-estar e pode influenciar os índices de condenação de carcaça. O objetivo deste trabalho foi estudar as lesões e condenações registradas no Sistema de Inspeção Federal (SIF) como potenciais indicadores de bem-estar durante o transporte de suínos. Nos abatedouros paranaenses com SIF, de janeiro de 2011 a dezembro de 2016, 1,4% (602.006) das carcaças foram condenadas, sendo 15% (90.426) em decorrência de lesões potencialmente relacionadas ao transporte. Do total de condenações, 12,1% (72.759) foram por lesão traumática, 2,5% (15.144) por PSE, 0,4% (2.327) por mortalidade na chegada ao abatedouro e 0,03% (196) por outros indicadores de bem-estar no transporte. Não houve correlação entre índices de condenação e dados meteorológicos. O trabalho expôs a necessidade de aprimoramento nas condições de transporte dos suínos. Além disso, permitiu apontar melhorias na coleta de dados no Sistema de Informações Gerenciais do SIF (SIGSIF), como a inclusão de outras lesões associadas a restrições de bem-estar, padronização dos termos existentes no SIGSIF, aperfeiçoamento na mensuração dos indicadores, construção de normativas e treinamento dos profissionais envolvidos. Os resultados sugerem que os dados do SIF são úteis para o monitoramento de bem-estar de suínos durante o transporte, com potencial de refinamento a partir de melhorias no registro de dados.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/lesões , Matadouros , Bem-Estar do Animal/normas , Meios de Transporte/métodos , Brasil , Inspeção Sanitária
6.
Ci. Rural ; 49(4): e20180571, Apr. 8, 2019. mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-19279

Resumo

The objective of this study was to better understand farmers perceptions regarding sheep welfare and procedures concerning the tail docking of sheep in the state of Parana, Southern Brazil. The study was carried out via telephone interviews or personally with 146 sheep farmers. Twenty-eight farmers (19.2%) did not tail dock; the main reasons given were because they raised short-hair sheep breeds. One hundred and eighteen farmers docked their sheep tails (80.8%). The main reasons given were hygiene (61.0%), facilitated mating (42.4%), breed standards (29.7%), and esthetics (26.3%). Rubber ring was the main method used for tail docking. Although farmers in Parana recognized that sheep are sentient animals and that tail docking causes pain, anesthesia was used by only six (5.1%) farmers during the procedure of tail docking. Our results showed that farmers opinions on sheep tail docking are divergent. Farmers who perform tail docking must be encouraged to use anesthesia and analgesia, and to ponder on the real need for the practice. This statement seems especially relevant considering the fact that some farmers reported the viability of maintaining wool sheep with undocked tails and that they recognized the suffering involved in this procedure.(AU)


O objetivo deste trabalho foi compreender melhor a percepção de ovinocultores em relação ao bem-estar de ovinos e aos procedimentos envolvendo a caudectomia desses animais no Paraná, sul do Brasil. O estudo foi realizado por meio de entrevistas telefônicas ou pessoalmente com 146 ovinocultores. Vinte e oito ovinocultores (19,2%) não realizavam caudectomia; a principal razão citada foi porque os produtores criavam ovelhas deslanadas (pelo curto). Cento e dezoito ovinocultores realizavam a caudectomia (80,8%) e as principais razões citadas foram: higiene (61,0%), monta facilitada (42,4%), padrão racial (29,7%) e estética (26,3%). O principal método utilizado para realizar a caudectomia foi o anel de borracha. Apesar dos ovinocultores no Paraná reconhecerem que ovinos são animais sencientes e que a caudectomia causa dor, somente seis (5,1%) aplicavam anestesia durante o procedimento. Nossos resultados demonstram que a opinião dos ovinocultores com relação à caudectomia é divergente. Ovinocultores que realizam a caudectomia devem ser encorajados a usar anestesia e analgesia, além de ponderar a real necessidade para essa prática. Essa afirmação se mostra relevante ao considerar o fato de que alguns produtores relataram a viabilidade de manter ovinos lanados com cauda inteira e o reconhecimento por parte deles do sofrimento causado aos animais durante a remoção da cauda.(AU)


Assuntos
Humanos , Animais , Ovinos , Bem-Estar do Animal , Dor/cirurgia , Dor/veterinária , Cauda/cirurgia , Anestesia , Anestesia/veterinária
7.
Ciênc. rural (Online) ; 47(12): 1-6, Dec. 2017. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1479815

Resumo

We investigated self-reported attitudes of 148 South Brazilian sheep farmers to animal welfare and sentience. Many farmers (73.0%) knew animal welfare superficially. Farmers that worked for longer in the sheep industry and that raised sheep for commercial purposes mentioned more commonly that they had knowledge about animal welfare (P 0.05). Terms related to freedom from hunger, thirst and malnutrition were the most used to define animal welfare, cited 24.9% of the times. The majority claimed that their animals experience good levels of welfare (93.2%), especially farmers that kept bigger flocks (P 0.05). However, many respondents believed that sheep welfare could be improved on their farms (71.6%), mainly farmers with less experience in the sheep industry (P 0.01). High scores of sentience were attributed to sheep by farmers with frequent contact with their animals (P 0.05). According to the farmers, castration causes the highest levels of suffering to sheep (32.4%) and shearing, the lowest (50.0%). South Brazilian farmer knowledge about animal welfare, attitudes to sentience and recognition of suffering need improvement.


Objetivou-se estudar as atitudes de 148 ovinocultores do sul do Brasil em relação a bem-estar e senciência animal. A maioria dos produtores (73,0%) conhecia bem-estar animal superficialmente. Produtores que trabalhavam mais tempo na indústria ovina e que criavam ovinos para fins comerciais mencionaram mais comumente que tinham conhecimento sobre bem-estar animal (P 0,05). Termos relacionados à liberdade de fome, sede e desnutrição foram os mais usados para definir bem-estar animal, citado 24,9% das vezes pelos produtores. A maioria afirmou que seus animais possuem níveis adequados de bem-estar (93,2%), especialmente produtores que mantinham rebanhos maiores (P 0,05). No entanto, muitos respondentes acreditavam que o bem-estar dos ovinos poderia ser melhorado em suas fazendas (71,6%), principalmente produtores com menos experiência na indústria ovina (P 0,01). Altos escores de senciência foram atribuídos a ovinos por produtores com contato frequente com seus animais (P 0,05). De acordo com os produtores, a castração causa os maiores níveis de sofrimento aos ovinos (32,4%) e a tosquia, os menores (50,0%). O conhecimento de produtores do sul do Brasil sobre bem-estar animal, as atitudes em relação à senciência e o reconhecimento do sofrimento precisam ser melhorados.


Assuntos
Animais , Bem-Estar do Animal , Ovinos , Percepção , Animais Domésticos
8.
Ci. Rural ; 47(12): 1-6, dez. 2017. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21339

Resumo

We investigated self-reported attitudes of 148 South Brazilian sheep farmers to animal welfare and sentience. Many farmers (73.0%) knew animal welfare superficially. Farmers that worked for longer in the sheep industry and that raised sheep for commercial purposes mentioned more commonly that they had knowledge about animal welfare (P 0.05). Terms related to freedom from hunger, thirst and malnutrition were the most used to define animal welfare, cited 24.9% of the times. The majority claimed that their animals experience good levels of welfare (93.2%), especially farmers that kept bigger flocks (P 0.05). However, many respondents believed that sheep welfare could be improved on their farms (71.6%), mainly farmers with less experience in the sheep industry (P 0.01). High scores of sentience were attributed to sheep by farmers with frequent contact with their animals (P 0.05). According to the farmers, castration causes the highest levels of suffering to sheep (32.4%) and shearing, the lowest (50.0%). South Brazilian farmer knowledge about animal welfare, attitudes to sentience and recognition of suffering need improvement.(AU)


Objetivou-se estudar as atitudes de 148 ovinocultores do sul do Brasil em relação a bem-estar e senciência animal. A maioria dos produtores (73,0%) conhecia bem-estar animal superficialmente. Produtores que trabalhavam mais tempo na indústria ovina e que criavam ovinos para fins comerciais mencionaram mais comumente que tinham conhecimento sobre bem-estar animal (P 0,05). Termos relacionados à liberdade de fome, sede e desnutrição foram os mais usados para definir bem-estar animal, citado 24,9% das vezes pelos produtores. A maioria afirmou que seus animais possuem níveis adequados de bem-estar (93,2%), especialmente produtores que mantinham rebanhos maiores (P 0,05). No entanto, muitos respondentes acreditavam que o bem-estar dos ovinos poderia ser melhorado em suas fazendas (71,6%), principalmente produtores com menos experiência na indústria ovina (P 0,01). Altos escores de senciência foram atribuídos a ovinos por produtores com contato frequente com seus animais (P 0,05). De acordo com os produtores, a castração causa os maiores níveis de sofrimento aos ovinos (32,4%) e a tosquia, os menores (50,0%). O conhecimento de produtores do sul do Brasil sobre bem-estar animal, as atitudes em relação à senciência e o reconhecimento do sofrimento precisam ser melhorados.(AU)


Assuntos
Animais , Ovinos , Bem-Estar do Animal , Percepção , Animais Domésticos
9.
Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. (Online) ; 54(2): 109-116, 2017. graf, tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-875074

Resumo

Little research has examined the views of Latin Americans on the use of animals in research. This study examined the degree to which Brazilians support the use of animals in research and the reasons they put forth to explain their position. Participants were randomly assigned to research scenarios describing the use of animals for biomedical or environmental benefits, and varying in the number of pigs required. Each scenario began by proposing the use of conventional pigs and then advanced to the development and use of genetically modified animals (GMA). A total of 151 quantitative and 307 qualitative answers were analysed. Scenario and number of animals had little effect on support, but opposition increased from 25% to 58% when pigs were used to develop a GM strain for the environmental scenario. Support to use of animals was often conditional upon adequate protection of the animals' welfare. Participants were less willing to support research on environmental scenario when this involved the creation of GMA, in part because they feared the risk associated with this technology.(AU)


Há poucos estudos sobre a opinião de latino-americanos quanto ao uso de animais em pesquisa. Este estudo avaliou o grau de apoio e as motivações de brasileiros em relação a essa questão. Os participantes foram aleatoriamente apresentados a dois cenários, um biomédico e outro ambiental, variando também o número de animais usados. Cada cenário se iniciava com o uso de suínos convencionais e prosseguia com o desenvolvimento e uso de animais geneticamente modificados. Foram analisadas 151 respostas quantitativas e 307 qualitativas. O cenário e o número de animais tiveram pouco efeito no apoio ao uso dos animais, no entanto, a oposição aumentou de 25% para 58% quando o uso de suínos geneticamente modificados foram apresentados no cenário ambiental. O apoio ao uso de animais em pesquisa estava frequentemente condicionado ao grau de bem-estar animal, e o apoio à pesquisa diminuiu com o uso de animais geneticamente modificados, em parte, devido aos riscos associados a essa tecnologia.(AU)


Assuntos
Humanos , Animais , Experimentação Animal/ética , Bem-Estar do Animal , Temas Bioéticos , Engenharia Genética/ética , Brasil , Suínos
10.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 54(2): 109-116, 2017. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-15630

Resumo

Little research has examined the views of Latin Americans on the use of animals in research. This study examined the degree to which Brazilians support the use of animals in research and the reasons they put forth to explain their position. Participants were randomly assigned to research scenarios describing the use of animals for biomedical or environmental benefits, and varying in the number of pigs required. Each scenario began by proposing the use of conventional pigs and then advanced to the development and use of genetically modified animals (GMA). A total of 151 quantitative and 307 qualitative answers were analysed. Scenario and number of animals had little effect on support, but opposition increased from 25% to 58% when pigs were used to develop a GM strain for the environmental scenario. Support to use of animals was often conditional upon adequate protection of the animals' welfare. Participants were less willing to support research on environmental scenario when this involved the creation of GMA, in part because they feared the risk associated with this technology.(AU)


Há poucos estudos sobre a opinião de latino-americanos quanto ao uso de animais em pesquisa. Este estudo avaliou o grau de apoio e as motivações de brasileiros em relação a essa questão. Os participantes foram aleatoriamente apresentados a dois cenários, um biomédico e outro ambiental, variando também o número de animais usados. Cada cenário se iniciava com o uso de suínos convencionais e prosseguia com o desenvolvimento e uso de animais geneticamente modificados. Foram analisadas 151 respostas quantitativas e 307 qualitativas. O cenário e o número de animais tiveram pouco efeito no apoio ao uso dos animais, no entanto, a oposição aumentou de 25% para 58% quando o uso de suínos geneticamente modificados foram apresentados no cenário ambiental. O apoio ao uso de animais em pesquisa estava frequentemente condicionado ao grau de bem-estar animal, e o apoio à pesquisa diminuiu com o uso de animais geneticamente modificados, em parte, devido aos riscos associados a essa tecnologia.(AU)


Assuntos
Humanos , Animais , Temas Bioéticos , Bem-Estar do Animal , Experimentação Animal/ética , Engenharia Genética/ética , Suínos , Brasil
11.
Ci. Rural ; 45(12): 2239-2244, Dec. 2015. graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28712

Resumo

Broiler chicken welfare regulation at farm level is scarce in Brazil. This research aimed to study good agricultural practices at farm level adopted by broiler chicken companies in the state of Paraná, analyzing them in relation to the promotion of animal welfare. Twenty exporting companies were contacted, 15 answered the questionnaire. The participating companies were responsible for 76.3% of the State broiler production. Indicators related to the availability and the quality of food and water are being adapted by the companies, but still need to be improved. Regarding environmental indicators, companies had concerns about air and litter quality and about the implementation of emergency systems on totally enclosed broiler houses. Natural light has been replaced by low intensity artificial lighting. Footpad dermatitis was the most cited disease used as a sanitary indicator (93.3%), but little information was given about the maximum percentages allowed. Environmental enrichment is not used in poultry houses. This study identified agricultural programs with positive and negative impacts on animal welfare. Investments on research seem to be the only way to conduct changes on broiler chicken chain without reducing the quality of animals' life.(AU)


A regulamentação em bem-estar animal (BEA) no Brasil não tem especificidade para a cadeia de frangos de corte nas etapas anteriores ao abate. Este trabalho teve como objetivo estudar os programas de boas práticas agropecuárias (BPA) de empresas de avicultura de corte do Paraná, analisando-os em relação à promoção do BEA no âmbito das granjas. Vinte empresas exportadoras do Paraná foram contatadas, 15 aceitaram participar, sendo estas responsáveis por 76,3% da produção do Paraná. Observou-se que os indicadores relacionados à disponibilidade e qualidade de alimento têm sido objeto de adequação nas granjas, ainda sujeito a melhorias. Nos indicadores ambientais, observaram-se cuidados com a qualidade do ar e da cama, implementação de sistemas de emergência em granjas climatizadas e a substituição da iluminação natural por artificial de baixa intensidade. A pododermatite foi a doença mais citada como indicador sanitário (93,3%), mas pouca informação foi dada a respeito dos valores máximos para este e outros indicadores sanitários. O enriquecimento ambiental não é usado pelas empresas respondentes. Foram identificados programas de BPA que podem ter consequências positivas e negativas para o BEA. Os resultados deste trabalho sugerem que o investimento em pesquisa parece ser a única via para balizar mudanças no setor de avicultura, sem que estas incorram em redução na qualidade de vida das aves.(AU)


Assuntos
Animais , Bem-Estar do Animal , Aves Domésticas , Qualidade de Vida
12.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 51(4): 282-296, 2014.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-11873

Resumo

Animal welfare expert reports may support court decisions when animal abuse or maltreatment is suspected. The objective of this work is to adapt animal welfare assessment protocols to identify companion animal abuse. The proposed protocol includes four indicator categories: nutritional, comfort, health and behavioral. To reach the overall conclusion regarding the situation evaluated, the final decisions for each group of indicators, classified as inadequate, regular and adequate, must be integrated into a single result, which will be the final welfare degree. This protocol employs a simple integration method, based on thresholds for inclusion in each of the five animal welfare degrees reported as overall conclusion for the assessment: very low, low, regular, high or very high welfare. Low and very low degrees are considered non-acceptable and are reported as abuse or maltreatment. Regular welfare is considered acceptable if corrective measures are assured. High and very high degrees are considered desirable for animal welfare. The protocol allows differentiation of animal welfare status to better decide whether an animal is under abuse, maltreatment or negligence. We hope that the refinement of the recognition of crimes against animals, especially considering cases where no physical lesion is present, coupled with a standardized protocol will improve perception of animal suffering, facilitate the field work of those involved in this type of investigation, and offer a contribution to the improvement of animal welfare in our society through proper action and crime reduction.(AU)


As decisões judiciais sobre casos de maus-tratos contra animais podem ser subsidiadas por laudos de peritos em bemestar animal. O objetivo deste trabalho foi adaptar protocolos de diagnóstico de bem-estar animal para a identificação de maus-tratos contra animais de companhia. O protocolo é composto por quatro conjuntos de indicadores: nutricionais, de conforto, sanitários e comportamentais, os quais devem ser classificados em inadequados, regulares e adequados. As decisões finais para cada conjunto de indicadores devem ser integradas em um único resultado, o qual será o grau final de bem-estar. O protocolo utiliza uma forma de integração simplificada, baseada em limites para a inclusão em cada um dos cinco graus de bem-estar, descritos como: muito baixo, baixo, regular, alto e muito alto. Graus de bem-estar baixo e muito baixo são considerados inaceitáveis e devem ser descritos como maus-tratos. Grau de bem-estar regular é considerado aceitável se medidas corretivas forem asseguradas. Graus de bem-estar alto e muito alto são considerados desejáveis para o bem-estar animal. O protocolo permite a diferenciação do grau de bem-estar em escala compatível para a decisão em relação à ocorrência de maus-tratos. Esperamos que o refinamento das formas de identificação de crimes contra animais, especialmente nos casos nos quais não existem lesões físicas, juntamente com um protocolo padronizado, possam aprimorar a percepção do sofrimento animal, além de facilitar o trabalho de campo das pessoas envolvidas nestas investigações, oferecendo assim uma contribuição para incrementar o bem-estar animal, por meio de ações adequadas e de redução da criminalidade.(AU)


Assuntos
Animais , Imperícia , Legislação como Assunto , Prova Pericial , Bem-Estar do Animal
13.
Ci. Rural ; 44(10): 1867-1873, Oct. 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-27355

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos do enriquecimento ambiental sobre o bem-estar de frangos de corte em sistemas industriais. Um total de 400 frangos de corte machos, criados de um a 38 dias de idade, foram alojados em 20 boxes de 2m2 com 20 aves unidade-1 experimental, sendo 10 boxes com ambiente controle (AC) e 10 com ambiente enriquecido (AE) com poleiros, caixa de areia, couve, repolho e objetos suspensos. Aos sete, 21 e 35 dias foram avaliados claudicação, desvio valgo-varo e pododermatite (indicadores sanitários) e colhidas amostras sanguíneas. Na primeira, segunda e sexta semanas, o comportamento das aves foi registrado pelo método de varredura durante 13 horas/dia, a cada 20min. Semanalmente, foram avaliados consumo médio, ganho de peso médio e conversão alimentar (desempenho) das aves. Resultados hematológicos e de desempenho foram comparados pelo teste F, comportamentos e indicadores sanitários pelo teste Chi quadrado e mortalidade pelo teste T. Não houve diferença entre tratamentos para indicadores sanitários. Não houve diferença para relação heterófilo:linfócito (AC 0,47±0,02/AE 0,45±0,02), sendo que a contagem de basófilos ficou acima da normalidade em ambos os tratamentos (1338±97 µL-1; 1212±106 µL-1). Houve diminuição no comportamento de acocorar (35,0%/31,8%) e dormir (14,6%/13,1%) e aumento do banho de areia (0,9%/1,5%), bicar objetos (0,2%/0,6%), manutenção corporal (12,7%/14,2%) e forragear (8,2%/12,0%) em AE. Não houve diferença para mortalidade (2,5%/4,0%) e desempenho. Os itens de enriquecimento mostraram benefícios em relação ao comportamento das aves, mas problemas sanitários afetaram negativamente seu bem-estar em ambos os tratamentos.(AU)


The objective of this research was to evaluate the effects of environmental enrichment on the welfare of industrial broiler chickens. Four hundred male broilers, from one to 38 days, were equally distributed in 20 pens of 2m2, being 10 pens controlled no-enriched boxes (CE) and 10 in environment enriched (EE) with perches, sand tray, cabbage, kale and hanging objects. At 7, 21 and 35 days birds were individually scored for lameness, valgus-varus deviation and foot pad dermatitis (health indicators). Blood was collected form hematological analyses. At week one, two and six, in two boxes/treatment, behavior was assessed during 13 hours per day, using the scanning method, every 20min. Average consumption, weight gain and feed conversion (performance indicators) of broilers were weekly assessed. Hematologic and performance results were compared by F test, behavior and health indicators by Chi square and mortality by T test. There was no difference between enriched and no-enriched boxes for health indicators. There was no difference for the heterophil:lymphocyte ratio (CE 0.47±0.02/EE 0.45±0.02), but the basophil count was higher than normal values in both treatments (1338±97 µL-1; 1212±106 µL-1). There was a decrease in squatting (35.0%/31.8%) and sleeping (14.6%/13.1%) behaviors and increases in dust-bathing (0.9%/1.5%), pecking objects (0.2%/0.6%), body maintenance (12.7%/14.2%) and foraging (8.2%/12.0%) for enriched boxes. No significant difference in mortality (2.5%/4.0%) and performance were found. The enriched boxes showed benefits on chicken's behavior, however, health problems affected negatively the welfare of broiler chickens in enriched and no-enriched treatments.(AU)ien


Assuntos
Animais , Masculino , Aves Domésticas , Bem-Estar do Animal , Alimentos Fortificados , Aumento de Peso
14.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 49(6): 431-441, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3737

Resumo

A relação entre seres humanos e animais deve ser positiva. No entanto, interações negativas também têm sido descritas, como os relatos de ocorrências de maus-tratos contra animais. Os objetivos deste trabalho foram estudar o perfil de denúncias de maus-tratos contra animais registradas nas Sociedades Protetoras dos Animais de Campo Largo e de Curitiba e na Rede de Defesa e Proteção Animal de Curitiba, e analisar a pertinência da ação de profissionais capacitados em tais processos. Os elementos apurados foram espécies animais envolvidas e descrição das denúncias a fim de coletar as informações pertinentes e classificá-las de acordo com as causas e com as Cinco Liberdades. Das denúncias, 82,9% envolveram cães. As causas mais comuns foram abandono (16,2%), não fornecimento de alimento e água (15,7%), morte (14,7%) e ausência de atendimento veterinário (13,5%). A maioria das ocorrências fez referência às liberdades sanitária (71,8%) e nutricional (28,2%), embora a avaliação técnica tenha revelado o comprometimento comum da liberdade psicológica (93,5%). Os resultados sugerem que a colaboração de profissional capacitado em bemestar animal pode subsidiar o aprimoramento das deliberações em casos de suspeita de maus-tratos aos animais.(AU)


The human-animal relationship should be positive; however, negative interactions are frequently registered, some of which can be found as reports of incidents of animal abuse. The aim of this study was to survey the history of complaints of animal abuse recorded in the Animal Protection Society of Campo Largo and Curitiba and in the Animal Defense and Protection Network of Curitiba, Paraná, and to analyze the relevance of veterinary action in such cases. The data collected were animal species involved, description of complaints and relevant information to classify them according to the causes and the Five Freedoms. Of the allegations, 82.9% involved dogs. The most common causes were abandonment (16.2%), failure to provide food and water (15.7%), death (14.7%) and lack of veterinary care (13.5%). Most of the cases referred to the freedom from pain, injury and disease, and the freedom from hunger and thirst, although the technical evaluation has revealed a frequent impact on psychological freedom. The results suggest that the collaboration of a professional specialized in animal welfare can enhance the deliberations in cases of suspected animal abuse.(AU)


Assuntos
Animais , Bem-Estar do Animal/ética , Cães/classificação , Estudos Retrospectivos
15.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 49(4): 255-261, 2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3717

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a dor pós-intervenção associada a três métodos de esterilização de cães machos. Vinte e sete cães participaram do estudo, e foram distribuídos em três grupos denominados: OT, cães submetidos à orquiectomia; GZ, cães que receberam injeções intratesticular de gluconato de zinco; e VT, cães submetidos à vasectomia. Os escores de dor foram avaliados por meio da escala da Universidade de Melbourne utilizada para avaliação de dor pós-operatória em cães. Não houve diferença significativa entre as medianas de escores de dor nos distintos grupos. No grupo GZ, 44% dos animais necessitaram de sedação durante a aplicação e 11% apresentaram complicações secundárias, com ulceração e edema testicular. O valor máximo de dor foi mais alto no grupo GZ, levando à necessidade de analgesia pós-intervenção em um cão. Os resultados motivam estudos com maior número de animais em relação ao gluconato de zinco, sugerindo a necessidade de acompanhamento dos cães durante 15 dias pós-intervenção.(AU)


The objective of this project was to evaluate the post-intervention pain due to three methods of male sterilization. Twenty seven dogs participated in the study and were distributed in three groups: (OT) dogs submitted to orchiectomy; (ZG) dogs submitted to intratesticular injections of zinc gluconate; and (VT) dogs submitted to vasectomy. Pain was evaluated with the dog post-surgical pain evaluation scale from Melbourne. There was no significant difference amongst median pain scores for the groups. In the group ZG, 44% of the animals needed sedation during the application, and 11% showed secondary complications, with ulceration and swollen testicles. The maximum pain score was higher for the ZG group, requiring post-intervention analgesia for one dog. The results motivate studies with higher number of animals regarding zinc gluconate, suggesting that the dogs be closely monitored during 15 days post-intervention.(AU)


Assuntos
Animais , Cães/classificação , Esterilização , Bem-Estar do Animal/ética , Vasectomia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA