Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. rural (Online) ; 52(3): e20210143, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1339666

Resumo

Temperament often depends on the animals' reaction to people, social and environmental conditions. However, little is known about the influence of changes in the pasture environment on cattle temperament. Thus, this study was designed to evaluate if an animals' temperament changes in response to being kept in a silvopastoral system. This study evaluated the effect of the tree components in a pasture environment on the temperament of any grazing cattle in integrated crop-livestock systems. A total of thirty-two Angus steers were allocated to either a livestock (L) or livestock-forest (LF) system and observed from December 2019 to February 2020. Each animal was evaluated for their reactivity score, flight speed, and number of vocalizations. The statistical model established that the animals were random effects and that the treatments and periods were fixed effects using the MIXED procedure, and the means were compared using LSMeans. The flight speed and number of vocalizations were similar in both production systems, while the reactivity score was lower for animals kept in the LF system when compared to those in the L system. This suggested that the LF system interferes positively with the animal's temperament in relation to the L production system. However, additional research is needed to understand the influence of the production system on animal temperament.


As divergências no temperamento dependem da reação dos animais às pessoas e à diferentes situações sociais e ambientais. Contudo, pouco se sabe acerca da influência de alterações no ambiente pastoril sobre o temperamento dos bovinos. Com isso, a hipótese de trabalho é de que o temperamento dos animais pode ser alterado se mantidos em sistemas pastoris arborizados. Para tanto, objetivou-se avaliar o efeito do componente arbóreo em ambiente pastoril sobre o temperamento de bovinos em pastejo em sistemas integrados de produção agropecuária. Foram avaliados 32 novilhos da raça Angus alocados em dois sistemas pecuária (PEC) e pecuária-floresta (PF) durante o período de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020, no qual foi mensurado: o escore de reatividade dos animais; a velocidade de fuga e o número de vocalizações. O modelo estatístico utilizado considerou como efeito fixo de tratamentos e períodos e efeitos aleatórios dos animais, utilizando o procedimento MIXED, as médias foram comparadas pelo recurso lsmeans. A velocidade de saída e número de vocalizações foram similares entre os sistemas de produção. O escore de reatividade foi menor para os animais mantidos no sistema PF quando comparados aos do tratamento PEC. O sistema PF interfere positivamente no temperamento animal em relação ao sistema de produção PEC, observado pelo menor escore de reatividade nos animais mantidos neste sistema. Contudo, o estudo sobre a influência da integração de sistemas sobre o temperamento animal exige mais pesquisas para revelar o potencial deste modelo de produção sobre o comportamento animal.


Assuntos
Animais , Bovinos , Comportamento Animal , Bovinos , Pastagens , Florestas , Criação de Animais Domésticos/economia
2.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 17(2): 175-184, Abr-Jun. 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473450

Resumo

Avaliaram-se os efeitos de níveis de correção da fertilidade do solo (testemunha, calagem, adubação e calagem + adubação) e da idade de rebrota (21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77 e 84 dias) sobre a dinâmica de crescimento e rendimento de forragem de Trachypogon plumosus em Roraima. O aumento da idade de rebrota resultou em maiores rendimentos de matéria seca (MS), taxa absoluta de crescimento (TAC), taxa de assimilação líquida (TAL), razão de área foliar (RAF) e índice de área foliar (IAF), ocorrendo o inverso quanto à taxa média de crescimento (TMC). A gramínea mostrou-se responsiva à melhoria da fertilidade do solo. A calagem + adubação ou a adubação proporcionaram maiores rendimentos de MS (1.934 e 1.661 kg ha-1), TAC (36,6 e 31,5 kg ha-1 dia-1), TMC (32,5 e 27,9 kg ha-1 dia-1), TAL (4,993 e 4,152 g/m2), RAF (152,9 e 140,9 cm2/g) e IAF (2,42 e 2,14). Para otimizar a eficiência de utilização da forragem produzida e reduzir perdas por senescência da gramínea, o período mais adequado de sua utilização, durante o período chuvoso, situa-se entre 56 e 63 dias com o uso de adubação e calagem + adubação e entre 63 a 70 dias para a testemunha e a calagem


We assessed the effects of levels of soil fertility correction (control, liming, fertilization and liming + fertilization) and of regrowth ages (21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77, and 84 days) on growth dynamic and forage yield of Trachypogon plumosus in the Roraima´s savannas. Dry matter (DM) yields, absolute growth rate (AGR), net assimilation rate (NAR), and leaf area ratio (LAR) increased consistently with regrowth age, while the crop growth rate (CGR) was inversely proportional to regrowth age. The grass showed high responsivity to soil fertility improvement. Liming + fertilization or fertilization alone provided higher DM yields (1,934 and 1,661 kg ha-1), AGR (36.6 and 31.5 kg ha-1.day), CGR (32.5 and 27.9 kg ha-1.day), NAR (4.993 e 4.152 g/m2), LAR (152.9 and 140.9 cm2/g), and LAI (2.42 and 2.14). Regrowth intervals of 56 to 63 days for liming + fertilized and fertilized pastures, and 63 to 70 days for control or liming pastures were appropriate to provide maximum forage yields, growth rates and to prevent larger losses relative to senescence and leaf death


Assuntos
Esterco/análise , Pastagens/análise , Poaceae/crescimento & desenvolvimento , Tratamento do Solo/métodos , Produtos Agrícolas/crescimento & desenvolvimento
3.
Ci. Anim. bras. ; 17(2): 175-184, Abr-Jun. 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-334233

Resumo

Avaliaram-se os efeitos de níveis de correção da fertilidade do solo (testemunha, calagem, adubação e calagem + adubação) e da idade de rebrota (21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77 e 84 dias) sobre a dinâmica de crescimento e rendimento de forragem de Trachypogon plumosus em Roraima. O aumento da idade de rebrota resultou em maiores rendimentos de matéria seca (MS), taxa absoluta de crescimento (TAC), taxa de assimilação líquida (TAL), razão de área foliar (RAF) e índice de área foliar (IAF), ocorrendo o inverso quanto à taxa média de crescimento (TMC). A gramínea mostrou-se responsiva à melhoria da fertilidade do solo. A calagem + adubação ou a adubação proporcionaram maiores rendimentos de MS (1.934 e 1.661 kg ha-1), TAC (36,6 e 31,5 kg ha-1 dia-1), TMC (32,5 e 27,9 kg ha-1 dia-1), TAL (4,993 e 4,152 g/m2), RAF (152,9 e 140,9 cm2/g) e IAF (2,42 e 2,14). Para otimizar a eficiência de utilização da forragem produzida e reduzir perdas por senescência da gramínea, o período mais adequado de sua utilização, durante o período chuvoso, situa-se entre 56 e 63 dias com o uso de adubação e calagem + adubação e entre 63 a 70 dias para a testemunha e a calagem(AU)


We assessed the effects of levels of soil fertility correction (control, liming, fertilization and liming + fertilization) and of regrowth ages (21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77, and 84 days) on growth dynamic and forage yield of Trachypogon plumosus in the Roraima´s savannas. Dry matter (DM) yields, absolute growth rate (AGR), net assimilation rate (NAR), and leaf area ratio (LAR) increased consistently with regrowth age, while the crop growth rate (CGR) was inversely proportional to regrowth age. The grass showed high responsivity to soil fertility improvement. Liming + fertilization or fertilization alone provided higher DM yields (1,934 and 1,661 kg ha-1), AGR (36.6 and 31.5 kg ha-1.day), CGR (32.5 and 27.9 kg ha-1.day), NAR (4.993 e 4.152 g/m2), LAR (152.9 and 140.9 cm2/g), and LAI (2.42 and 2.14). Regrowth intervals of 56 to 63 days for liming + fertilized and fertilized pastures, and 63 to 70 days for control or liming pastures were appropriate to provide maximum forage yields, growth rates and to prevent larger losses relative to senescence and leaf death(AU)


Assuntos
Tratamento do Solo/métodos , Pastagens/análise , Poaceae/crescimento & desenvolvimento , Esterco/análise , Produtos Agrícolas/crescimento & desenvolvimento
4.
Ci. Anim. bras. ; 17(2)2016.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-745146

Resumo

Abstract We assessed the effects of levels of soil fertility correction (control, liming, fertilization and liming + fertilization) and of regrowth ages (21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77, and 84 days) on growth dynamic and forage yield of Trachypogon plumosus in the Roraima´s savannas. Dry matter (DM) yields, absolute growth rate (AGR), net assimilation rate (NAR), and leaf area ratio (LAR) increased consistently with regrowth age, while the crop growth rate (CGR) was inversely proportional to regrowth age. The grass showed high responsivity to soil fertility improvement. Liming + fertilization or fertilization alone provided higher DM yields (1,934 and 1,661 kg ha-1), AGR (36.6 and 31.5 kg ha-1.day), CGR (32.5 and 27.9 kg ha-1.day), NAR (4.993 e 4.152 g/m2), LAR (152.9 and 140.9 cm2/g), and LAI (2.42 and 2.14). Regrowth intervals of 56 to 63 days for liming + fertilized and fertilized pastures, and 63 to 70 days for control or liming pastures were appropriate to provide maximum forage yields, growth rates and to prevent larger losses relative to senescence and leaf death.


Resumo Avaliaram-se os efeitos de níveis de correção da fertilidade do solo (testemunha, calagem, adubação e calagem + adubação) e da idade de rebrota (21, 28, 35, 42, 49, 56, 63, 70, 77 e 84 dias) sobre a dinâmica de crescimento e rendimento de forragem de Trachypogon plumosus em Roraima. O aumento da idade de rebrota resultou em maiores rendimentos de matéria seca (MS), taxa absoluta de crescimento (TAC), taxa de assimilação líquida (TAL), razão de área foliar (RAF) e índice de área foliar (IAF), ocorrendo o inverso quanto à taxa média de crescimento (TMC). A gramínea mostrou-se responsiva à melhoria da fertilidade do solo. A calagem + adubação ou a adubação proporcionaram maiores rendimentos de MS (1.934 e 1.661 kg ha-1), TAC (36,6 e 31,5 kg ha-1 dia-1), TMC (32,5 e 27,9 kg ha-1 dia-1), TAL (4,993 e 4,152 g/m2), RAF (152,9 e 140,9 cm2/g) e IAF (2,42 e 2,14). Para otimizar a eficiência de utilização da forragem produzida e reduzir perdas por senescência da gramínea, o período mais adequado de sua utilização, durante o período chuvoso, situa-se entre 56 e 63 dias com o uso de adubação e calagem + adubação e entre 63 a 70 dias para a testemunha e a calagem.

5.
Semina ciênc. agrar ; 35(supl.4): 2749-2766, 2014. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1499793

Resumo

This study evaluated the effect of grazing and its absence, and the nitrogen on the morphology ofroots of black oat (Avena strigosa Schreb.) mixed with Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.).The experimental design was a randomized block design in split-split, the main portion was studythe effects of grazing and its absence, in the subplots the nitrogen doses of 75 and 150 kg ha-1 and in the sub-subplots were at sampling period. There was used the cylinder method to collect the root,being measured the length, surface area, mean diameter and volume by image analysis system Win /MacRizho (4.1c). Determined the dry mass of roots and shoot, and estimated the density of the roottissue and shoot:root ratio. From these results we determined the rate of root growth relative (RGR),relative root expansion rate (RRER) and rate of accumulation of dry matter daily (RADM). In the firstperiod, was higher RGR, RRER, the second period there was a reduction of the same, probably dueto the period of drought and plant senescence. There was also reduced due to grazing RADM. Withgrazing, the length, surface area, mean diameter and root volume were higher, indicating that there wasgreater root growth of plants grazed compared to ungrazed. The systems studied had no effect on thedry weight of roots. There were found greater specific mass and shot:root ratio in the system withoutgrazing. There was no significant difference between the nitrogen studied. At mixed of black oat andryegrass, the grazing and nitrogen dose until 150 kg ha-1 little affect root growth. The nitrogen dosechanged a little the growth rates and expansion of the roots. On the other hand, the grazing favored thelength, area, volume and root diameter.


Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do pastejo e sua ausência e doses de nitrogênio (N) sobre a morfologia de raízes da mistura de aveia preta (Avena strigosa Schreb.) e azevém anual (Lolium multiflorum Lam.). O delineamento experimental foi de blocos cazualizados em parcelas subsubdivididas, na parcela principal foram estudados os efeitos do pastejo e de sua ausência, na subparcela as doses de N 75 e 150 kg ha-1 e as sub-subparcelas às épocas de amostragens. Foi utilizado o método do cilindro para coleta de raiz, sendo mensurados o comprimento, área superficial, diâmetro médio e volume radical pelo sistema de análise de imagem Win/MacRizho (4.1c). Determinou-se a massa seca radical e da parte aérea e estimou-se a massa específica do tecido radical e a relação parte aérea: raiz. A partir destes resultados se calculou a taxa de crescimento relativo de raiz (TCRR), taxa de expansão relativa de raiz (TERR) e taxa de acúmulo de matéria seca diária (TAMS). No primeiro período, ocorreu maior TCRR e TERR, no segundo período ocorreu redução dos mesmos, provavelmente devido ao déficit hídrico e senescência das plantas. Também houve redução da TAMS devido ao pastejo. Com pastejo, o comprimento, área da superfície, diâmetro médio e volume radical foram maiores, indicando que houve maior crescimento radical de plantas pastejadas em comparação às não pastejadas. Os sistemas estudados não tiveram efeito sobre a massa seca radical. Foi observado maior massa específica e relaçãoparte aérea: raiz no sistema sem pastejo. Não houve diferença significativa entre as doses de nitrogênioestudadas. Na mistura de aveia preta e azevém, o pastejo e doses de N até 150 kg ha-1 pouco afetamo crescimento radical. As doses de adubação nitrogenada alteraram pouco as taxas de crescimento eexpansão radical. Por outro lado, o pastejo favoreceu o comprimento, área, volume e diâmetro radical.


Assuntos
Avena/crescimento & desenvolvimento , Lolium/crescimento & desenvolvimento , Nitrogênio , Raízes de Plantas/anatomia & histologia , Raízes de Plantas/crescimento & desenvolvimento
6.
Semina Ci. agr. ; 35(supl.4): 2749-2766, 2014. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-26470

Resumo

This study evaluated the effect of grazing and its absence, and the nitrogen on the morphology ofroots of black oat (Avena strigosa Schreb.) mixed with Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.).The experimental design was a randomized block design in split-split, the main portion was studythe effects of grazing and its absence, in the subplots the nitrogen doses of 75 and 150 kg ha-1 and in the sub-subplots were at sampling period. There was used the cylinder method to collect the root,being measured the length, surface area, mean diameter and volume by image analysis system Win /MacRizho (4.1c). Determined the dry mass of roots and shoot, and estimated the density of the roottissue and shoot:root ratio. From these results we determined the rate of root growth relative (RGR),relative root expansion rate (RRER) and rate of accumulation of dry matter daily (RADM). In the firstperiod, was higher RGR, RRER, the second period there was a reduction of the same, probably dueto the period of drought and plant senescence. There was also reduced due to grazing RADM. Withgrazing, the length, surface area, mean diameter and root volume were higher, indicating that there wasgreater root growth of plants grazed compared to ungrazed. The systems studied had no effect on thedry weight of roots. There were found greater specific mass and shot:root ratio in the system withoutgrazing. There was no significant difference between the nitrogen studied. At mixed of black oat andryegrass, the grazing and nitrogen dose until 150 kg ha-1 little affect root growth. The nitrogen dosechanged a little the growth rates and expansion of the roots. On the other hand, the grazing favored thelength, area, volume and root diameter.(AU)


Este trabalho objetivou avaliar os efeitos do pastejo e sua ausência e doses de nitrogênio (N) sobre a morfologia de raízes da mistura de aveia preta (Avena strigosa Schreb.) e azevém anual (Lolium multiflorum Lam.). O delineamento experimental foi de blocos cazualizados em parcelas subsubdivididas, na parcela principal foram estudados os efeitos do pastejo e de sua ausência, na subparcela as doses de N 75 e 150 kg ha-1 e as sub-subparcelas às épocas de amostragens. Foi utilizado o método do cilindro para coleta de raiz, sendo mensurados o comprimento, área superficial, diâmetro médio e volume radical pelo sistema de análise de imagem Win/MacRizho (4.1c). Determinou-se a massa seca radical e da parte aérea e estimou-se a massa específica do tecido radical e a relação parte aérea: raiz. A partir destes resultados se calculou a taxa de crescimento relativo de raiz (TCRR), taxa de expansão relativa de raiz (TERR) e taxa de acúmulo de matéria seca diária (TAMS). No primeiro período, ocorreu maior TCRR e TERR, no segundo período ocorreu redução dos mesmos, provavelmente devido ao déficit hídrico e senescência das plantas. Também houve redução da TAMS devido ao pastejo. Com pastejo, o comprimento, área da superfície, diâmetro médio e volume radical foram maiores, indicando que houve maior crescimento radical de plantas pastejadas em comparação às não pastejadas. Os sistemas estudados não tiveram efeito sobre a massa seca radical. Foi observado maior massa específica e relaçãoparte aérea: raiz no sistema sem pastejo. Não houve diferença significativa entre as doses de nitrogênioestudadas. Na mistura de aveia preta e azevém, o pastejo e doses de N até 150 kg ha-1 pouco afetamo crescimento radical. As doses de adubação nitrogenada alteraram pouco as taxas de crescimento eexpansão radical. Por outro lado, o pastejo favoreceu o comprimento, área, volume e diâmetro radical.(AU)


Assuntos
Avena/crescimento & desenvolvimento , Lolium/crescimento & desenvolvimento , Raízes de Plantas/crescimento & desenvolvimento , Nitrogênio , Raízes de Plantas/anatomia & histologia
7.
Ci. Rural ; 44(1): 71-78, Jan. 2014. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-324163

Resumo

In oat production, tillering persistence is the determinant of one important yield component, namely the number of panicles. This process is highly influenced by the inter- and intraspecific interactions of the agroecosystem, which in turn depend on agronomic practices. The hypothesis of this research is that nitrogen does not increase oat tolerance to negative interference from trees, so oat tillering persistence in grain production remains un-modified by nitrogen at distances relative to the eucalyptus tracks, within the alley cropping agroforestry system (ACS). Thus, nitrogen should not be used to increase oat yield potential in these systems. The objective of this study was to determine how the tillering persistence for grain production and oat (Avena sativa L. cv. 'IPR 126') tiller traits were influenced by nitrogen levels (12 and 80kg N ha-1) at five equidistant positions between two adjacent eucalyptus (Eucalyptus dunnii Maiden) double line tracks [20m (4mx3m)] in ACS and traditional no-till agriculture in subtropical Brazil. The experiment was conducted in a split-block randomized block design with four replicates. The goal was to evaluate the oat phytomass, tiller-to-main shoot phytomass ratio, tillers per main shoot, grain yield and tiller-to-main shoot grain yield ratio. The oat tillering persistence for grain production is dependent on different nitrogen levels at distances relative to adjacent eucalyptus tracks and therefore, different nitrogen levels should be used in those areas, to improve oat yield potential inside ACS in subtropical Brazil.(AU)


Na produção de aveia, a persistência do perfilhamento é determinante para um importante componente de rendimento, o número de panículas. Esse processo é bastante influenciado pelas interações interespecíficas e intraespecíficas no agroecossistema, que, por sua vez, depende das práticas agronômicas. A hipótese deste trabalho é que o nitrogênio não aumenta a tolerância da aveia à interferência negativa das árvores, logo, a persistência do perfilhamento para produção de grãos não é modificada pelo nitrogênio em distâncias relativas às faixas de eucaliptos, em sistema agroflorestal em aleias (SAF). Assim, o nitrogênio não deve ser utilizado para aumentar o potencial de rendimento da aveia nestes sistemas. O objetivo deste trabalho foi determinar como a persistência do perfilhamento para produção de grãos e as características dos perfilhos da aveia (Avena sativa L. cv. 'IPR 126') são influenciados por níveis de nitrogênio (12 e 80kg N ha-1), em cinco posições equidistantes entre duas faixas adjacentes de linhas duplas [20m (4mx3m)] de eucalipto (Eucalyptus dunnii Maiden) e agricultura tradicional de plantio direto, no subtrópico brasileiro. O experimento foi realizado em faixas, no delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Foram avaliados a fitomassa da aveia, a razão de fitomassa entre o colmo principal e os perfilhos, o número de perfilhos por colmo principal, o rendimento de grãos e a relação do rendimento de grãos entre o colmo principal e os perfilhos. A persistência do perfilhamento para produção de grãos de aveia é dependente de diferentes níveis de nitrogênio em distâncias relativas a faixas adjacentes de eucaliptos, portanto, diferentes níveis de nitrogênio devem ser utilizados nessas distâncias, para aumentar o potencial de rendimento da aveia nos SAF no subtrópico brasileiro.(AU)


Assuntos
Avena , Eucalyptus
8.
Ci. Rural ; 38(2): 445-450, mar.-abr. 2008. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-4132

Resumo

Com o objetivo de avaliar a rentabilidade da produção de leite no sistema de produção integração lavoura-pecuária, foi conduzido um experimento, no período de julho de 2004 a abril de 2005, em Castro, Paraná. O delineamento utilizado foi de blocos ao acaso com quatro tratamentos e três repetições, com os tratamentos correspondendo a diferentes níveis de suplementação. Os tratamentos utilizados foram: 1 - pastagem + 20 por cento de suplementação, com Dieta Total Misturada (DTM), suficiente para mantença e produção de 28 litros vaca-1dia-1; 2 - pastagem + 45 por cento de suplementação; 3 - pastagem + 65 por cento de suplementação; e 4 - pastagem + 100 por cento de suplementação. A área experimental utilizada foi de 32,40ha, com 22,4ha no inverno, implantada com o consórcio azevém anual (Lolium multiflorum L.) e aveia preta (Avena strigosa Schreb.), dividida em 12 piquetes. No verão foi utilizada área de 10,0ha, com Quicuio (Pennisetum clandestinum), dividida também em 12 piquetes. Em cada repetição, foram utilizados quatro animais "testers", sendo três vacas da raça HPB e uma da raça Jérsei. O sistema de pastejo adotado foi o de lotação contínua, com carga variável. Foram utilizados animais reguladores para controlar a altura do pasto, mantida em torno de 20cm. Foram avaliadas, duas vezes por semana, a produção individual de leite das vacas, e a cada duas semanas a percentagem de gordura, a percentagem de proteína e a contagem de células somáticas no leite. A análise econômica foi realizada utilizando a metodologia proposta pelo Sistema de Acompanhamento do Custo de Produção de Leite no Paraná - FAEP. O tratamento 1, com 20 por cento de suplementação, apresentou o melhor resultado econômico, com custo operacional total de R$ 0,4635 litro-1, e margem líquida de R$ 0,13 litro-1.(AU)


Aiming to evaluate the profitability of milk production under an integrated dairy-crop system, on experiment was carried out at a commercial farm, of Paraná State, from July 2004 up to April 2005. A completely randomized block design, with four treatments, corresponding to different supplementation levels, with three replicates was applied. Treatments were pastures supplemented with 20 percent, 45 percent, 65 percent and 100 percent of supplementation (total diet calculated to give maintenance and milk production of 28kg/cow per day). The experimental area contained 32.4 hectares, being 22.4 hectares used during winter, composed of a mixture of annual ryegrass (Lolium multiflorum L.) and black oat (Avena strigosa Schreb), divided into twelve paddocks. During summer an area of 10 hectares was used, with Kikuyo (Pennisetum clandestinum) also divided in 12 paddocks. Three Holstein and one Jersey cows were used in each experimental unit as testers animals. The grazing system was continuous, with variable stocking. Put-and-take animals were used to control ward height, maintained around 20cm. Individual milk production was evaluated twice a week and percentage of fat, protein and somatic cell count were evaluated weekly. The economic analysis was proceeded using the methodology proposed by the Milk Cost Follow Up System of Paraná State. During the evaluation period, treatment 1 with 20 percent of supplementation showed the best results, with a total operational cost of R$ 0.4635 liter-1 and net income of R$ 0.13 liter-1.(AU)


Assuntos
Substitutos do Leite Humano , Pastagens/análise , Pastagens/economia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA