Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(6): 1823-1832, nov.-dez. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-970530

Resumo

The hematological and immunological development of calves from birth to 6 months of age was performed by hemogram and cellular phenotype. Ten male Holstein calves were assessed in 13 moments: before colostrum intake (D0), every 2 days until the 10th day of life (D2 to D10), at the 15th day after birth (D15), and then monthly up to 6 months (D180). Calves presented hemoconcentration on day (D) 0 and showed a gradual decrease in hematimetric rates until D180. The inversion of the neutrophilic for lymphocytic profile was observed on D4. The percentage of CD3+ cells on D10 was higher than D30 up to D180. The number of CD4+ and CD8+ cells did not change between time points. The number of CD21+ lymphocytes was significantly higher at early time points of D0 up to D15, compared on D30 until D150. In conclusion, the neonatal period was marked by stress leukogram in the first 4 days, and low number of B lymphocytes. These might be risk factors for bacterial infections responsible for navel inflammation and diarrhea. The increase in the number of B cells from 30 days of age demonstrated that the calves were functional and able to generate an immune response.(AU)


O desenvolvimento hematológico e o imunológico de bezerros do nascimento aos seis meses de idade foram avaliados por meio hemograma e imunofenotipagem dos linfócitos. Para tanto, 10 bezerros machos Holandeses foram avaliados em 13 momentos: antes da ingestão do colostro (D0), a cada dois dias até o 10º dia (D2 a D10), 15º dia (D15) e, em seguida, mensalmente até seis meses de idade (D180). Os bezerros apresentaram hemoconcentração em D0 e decréscimo gradual dos índices hematimétricos até D180. A inversão do perfil neutrofílico para linfocítico foi observada em D4. Os valores de CD3+ (%) em D10 foram maiores que aqueles observados em D30 até D180. CD4+ e CD8+ não apresentaram alterações entre os momentos. Os linfócitos B CD21+ aumentaram significativamente a partir dos primeiros momentos D0 até D15, em comparação com os momentos subsequentes D30 até D150. Em conclusão, o período neonatal foi caracterizado pelo leucograma de estresse nos primeiros quatro dias e o baixo número de linfócitos B. Esses fatos podem ser considerados como fatores de risco para infecções bacterianas responsáveis pelas inflamações umbilicais e pela diarreia. Por outro lado, o aumento de células B após os 30 dias de vida demonstrou que os bezerros foram capazes de gerar uma resposta imune.(AU)


Assuntos
Animais , Lactente , Bovinos , Bovinos/imunologia , Bovinos/sangue , Imunofenotipagem/veterinária , Citometria de Fluxo/veterinária
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(6): 1823-1832, nov.-dez. 2018. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21425

Resumo

The hematological and immunological development of calves from birth to 6 months of age was performed by hemogram and cellular phenotype. Ten male Holstein calves were assessed in 13 moments: before colostrum intake (D0), every 2 days until the 10th day of life (D2 to D10), at the 15th day after birth (D15), and then monthly up to 6 months (D180). Calves presented hemoconcentration on day (D) 0 and showed a gradual decrease in hematimetric rates until D180. The inversion of the neutrophilic for lymphocytic profile was observed on D4. The percentage of CD3+ cells on D10 was higher than D30 up to D180. The number of CD4+ and CD8+ cells did not change between time points. The number of CD21+ lymphocytes was significantly higher at early time points of D0 up to D15, compared on D30 until D150. In conclusion, the neonatal period was marked by stress leukogram in the first 4 days, and low number of B lymphocytes. These might be risk factors for bacterial infections responsible for navel inflammation and diarrhea. The increase in the number of B cells from 30 days of age demonstrated that the calves were functional and able to generate an immune response.(AU)


O desenvolvimento hematológico e o imunológico de bezerros do nascimento aos seis meses de idade foram avaliados por meio hemograma e imunofenotipagem dos linfócitos. Para tanto, 10 bezerros machos Holandeses foram avaliados em 13 momentos: antes da ingestão do colostro (D0), a cada dois dias até o 10º dia (D2 a D10), 15º dia (D15) e, em seguida, mensalmente até seis meses de idade (D180). Os bezerros apresentaram hemoconcentração em D0 e decréscimo gradual dos índices hematimétricos até D180. A inversão do perfil neutrofílico para linfocítico foi observada em D4. Os valores de CD3+ (%) em D10 foram maiores que aqueles observados em D30 até D180. CD4+ e CD8+ não apresentaram alterações entre os momentos. Os linfócitos B CD21+ aumentaram significativamente a partir dos primeiros momentos D0 até D15, em comparação com os momentos subsequentes D30 até D150. Em conclusão, o período neonatal foi caracterizado pelo leucograma de estresse nos primeiros quatro dias e o baixo número de linfócitos B. Esses fatos podem ser considerados como fatores de risco para infecções bacterianas responsáveis pelas inflamações umbilicais e pela diarreia. Por outro lado, o aumento de células B após os 30 dias de vida demonstrou que os bezerros foram capazes de gerar uma resposta imune.(AU)


Assuntos
Animais , Lactente , Bovinos , Bovinos/imunologia , Bovinos/sangue , Imunofenotipagem/veterinária , Citometria de Fluxo/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA