Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
R. bras. Parasitol. Vet. ; 23(4): 428-434, Oct-Dec/2014. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-26817

Resumo

Three hemoplasma species are recognized in domestic cats: Mycoplasma haemofelis, ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum and ‘Candidatus Mycoplasma turicensis. We report the prevalence and hematological abnormalities of hemoplasma infection in 369 domestic cats from three different populations (blood donors, hospitalized cats and shelter cats) from Southern Brazil. Complete blood counts were performed at the time of blood collection, and DNA was extracted and tested by conventional PCR for each hemoplasma species. A total of 79 samples (21.40%) were positive for at least one species. The most prevalent hemoplasma was ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum, with 50/369 (13.55%) positive cats, followed by ‘Candidatus Mycoplasma turicensis, 10/369 (2.71%), and Mycoplasma haemofelis, 8/369 (2.16%). Mycoplasma haemofelis and ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum coinfection was observed in 4/369 (1.08%), whereas ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum and ‘Candidatus Mycoplasma turicensis in 5/369 (1.35%). Three cats (0.81%) were infected with all three hemoplasmas. There was no association between infection and the different populations. Anemia was associated with Mycoplasma haemofelis and ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum, but not with ‘Candidatus Mycoplasma turicensis. Male cats and cats with outdoor access were more likely to be infected. Although ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum is believed to cause minimal or no hematological alterations, the infected cats studied herein were more likely to be anemic.


Três espécies de hemoplasmas são reconhecidas em gatos domésticos: Mycoplasma haemofelis, ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum e ‘Candidatus Mycoplasma turicensis. A prevalência e alterações hematológicas associadas à infecção por hemoplasmas foi estudada, em 369 gatos domésticos de três populações distintas (doadores de sangue, hospitais e gatos de abrigo) do Sul do Brasil. Foram realizados hemogramas completos no momento da coleta de sangue e as amostras tiveram seu DNA extraído e testado por PCR convencional para cada espécie de hemoplasmas. Setenta e nove amostras (21,40%) foram positivas para pelo menos uma espécie. O mais prevalente foi ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum com 50/369 (13,55%) gatos positivos, seguidos por ‘Candidatus Mycoplasma turicensis com 10/369 (2,71%) e Mycoplasma haemofelis com 8/369 (2,16%). Coinfecção por Mycoplasma haemofelis e ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum foi observada em 4/369 (1,08%), enquanto ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum e ‘Candidatus Mycoplasma turicensis coinfectaram 5/369 (1,35%) gatos. Três (0,81%) gatos apresentaram infecção pelos três hemoplasmas. Não houve associação entre a infecção e as diferentes populações. Anemia foi associada com a infecção por Mycoplasma haemofelis e ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum, mas não com ‘Candidatus Mycoplasma turicensis. Gatos machos e com acesso à rua apresentaram maior probabilidade de serem infectados. Embora se acredite que ‘Candidatus Mycoplasma haemominutum possa causar alterações hematológicas mínimas ou ausentes, gatos infectados encontrados neste estudo foram mais propensos à anemia.


Assuntos
Animais , Masculino , Ratos , Hepatócitos/efeitos dos fármacos , Mitocôndrias Hepáticas/efeitos dos fármacos , NAD(P)H Desidrogenase (Quinona)/metabolismo , Estresse Oxidativo/efeitos dos fármacos , Ubiquinona/farmacologia , Células Cultivadas , Citoproteção , Membrana Celular/efeitos dos fármacos , Sobrevivência Celular/efeitos dos fármacos , Glutationa/metabolismo , Hepatócitos/enzimologia , Potenciais da Membrana/efeitos dos fármacos , Mitocôndrias Hepáticas/enzimologia , NAD , Oxirredução , Ratos Sprague-Dawley , Espécies Reativas de Oxigênio/metabolismo , Rotenona/toxicidade , Desacopladores/toxicidade
2.
Arq. ciênc. vet. zool. UNIPAR ; 14(2): 145-150, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-8180

Resumo

A endocardite bacteriana é uma doença caracterizada pela infecção do endocárdio valvular ou mural. Os sinais clínicos inespecíficos, somados a grande variedade de agentes que podem estar implicados na etiologia da doença e as diferenças em relação à suscetibilidade aos antimicrobianos fazem do diagnóstico e tratamento um desafio para o clínico. O objetivo desta revisão é abordar os principais micro-organismos envolvidos e possibilidades terapêuticas da endocardite em cães.(AU)


Bacterial endocarditis is a disease characterized by the infection of the valvular or mural endocardium. The unspecific clinical signs, the wide variety of agents that may be implicated in the etiology and the differences in antimicrobial susceptibility make the diagnosis and treatment a challenge to clinicians. The purpose of this review is to discuss the main microorganisms involved in canine endocarditis and its therapeutic possibilitie.(AU)


Endocarditis bacteriana es una enfermedad caracterizada por la infección del endocardio valvular o mural. Los señales clínicos inespecíficos, sumados a una gran variedad de agentes que pueden estar implicados en la etiología de la enfermedad y las diferencias en relación a la susceptibilidad a los antimicrobianos, hacen del diagnóstico y tratamiento un reto para el clínico. El objetivo de esta revisión es abordar los principales microorganismos implicados y posibilidades terapéuticas de endocarditis en perros.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Endocardite Bacteriana/microbiologia , Anti-Infecciosos/farmacologia , Cães/classificação
3.
Clín. Vet. (São Paulo, Ed. Port.) ; 20(117): 78-94, 2015. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1481016

Resumo

A PCR quantitativa (qPCR) vem recentemente substituindo a PCR convencional e tornando-se a técnica molecular de escolha oferecida pelos grandes laboratórios de diagnóstico veterinário e humano no mundo todo. O objetivo desta revisão foi descrever a utilidade dessa técnica para o diagnóstico de doenças infecciosas em pequenos animais. Por meio da qPCR, pode-se investigar a doença direcionando a pesquisa para um agente específico. Pode-se também testar a amostra clínica para vários agentes de forma simultânea, por meio de painéis de investigação para agentes múltiplos, elaborados de acordo com os patógenos mais prováveis para determinados sinais clínicos ou sistemas acometidos. Considerando que grande número de agentes infecciosos pode estar presentes em coinfecções e que a presença concomitante de dois ou mais agentes pode agravar a condição do hospedeiro, a detecção simultânea desses patógenos pode permitir prognóstico, planejamento do tratamento e respectivas estratégias de prevenção mais adequados. São descritas as vantagens e limitações dos testes moleculares em relação aos testes mais utilizados na rotina clínica veterinária para o diagnóstico de doenças infecciosas em cães e gatos.


Quantitative PCR (qPCR) has recently replaced conventional PCR and is becoming the molecular technique of choice, offered by the major laboratories of veterinary and human diagnostics worldwide. The aim of this review is to describe the usefulness of this technique for the diagnosis of infectious diseases in small animals. Through qPCR, one can investigate disease by either confirming the involvement of a specific agent or by testing the clinical sample for detection of a variety of agents by means of multiple-agent panels that are elaborated with the most likely pathogens for certain clinical signs or affected systems. Considering that a large number of infectious agents may be present in co-infections, understanding and detecting such agents may allow for adequate prognosis, treatment planning and prevention strategies in the clinical setting. Advantages and limitations of molecular tests are described in comparison to the routinely performed tests in the small animal clinics for diagnosis of infectious diseases in dogs and cats.


Recientemente la PCR cuantitativa ha reemplazado la PCR convencional, convirtiéndose en la técnica molecular de elección ofrecida por los principales laboratorios veterinarios y humanos de diagnóstico a nivel mundial. El objetivo de esta revisión fue describir la utilidad de esta técnica para el diagnóstico de enfermedades infecciosas en pequeños animales. Mediante la PCR cuantitativa se puede investigar la enfermedad, direccionando la pesquisa hacia un agente específico. También se puede testear la muestra clínica con varios agentes simultáneos, a través de paneles de investigación para agentes múltiples, elaborados de acuerdo con los patógenos más probables, en relación a determinados signos clínicos o sistemas afectados. Teniendo en cuenta que un gran número de agentes infecciosos pueden estar presentes en coinfecciones, y que la presencia concomitante de dos o más agentes puede empeorar la condición del huésped, la detección simultánea de esos patógenos puede permitir un mejor pronóstico, así como planear el tratamiento y las estrategias de prevención más adecuadas. Se describen las ventajas y limitaciones de las tests moleculares en relación a los otros métodos más utilizados en la clínica veterinaria para el diagnóstico de enfermedades infecciosas de perros y gatos.


Assuntos
Animais , Gatos , Cães , Diagnóstico Clínico/veterinária , Doenças Transmissíveis/diagnóstico , Doenças Transmissíveis/veterinária , Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/métodos , Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/veterinária , Técnicas de Laboratório Clínico/veterinária
4.
Clín. Vet. ; 20(117): 78-94, 2015. ilus, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13944

Resumo

A PCR quantitativa (qPCR) vem recentemente substituindo a PCR convencional e tornando-se a técnica molecular de escolha oferecida pelos grandes laboratórios de diagnóstico veterinário e humano no mundo todo. O objetivo desta revisão foi descrever a utilidade dessa técnica para o diagnóstico de doenças infecciosas em pequenos animais. Por meio da qPCR, pode-se investigar a doença direcionando a pesquisa para um agente específico. Pode-se também testar a amostra clínica para vários agentes de forma simultânea, por meio de painéis de investigação para agentes múltiplos, elaborados de acordo com os patógenos mais prováveis para determinados sinais clínicos ou sistemas acometidos. Considerando que grande número de agentes infecciosos pode estar presentes em coinfecções e que a presença concomitante de dois ou mais agentes pode agravar a condição do hospedeiro, a detecção simultânea desses patógenos pode permitir prognóstico, planejamento do tratamento e respectivas estratégias de prevenção mais adequados. São descritas as vantagens e limitações dos testes moleculares em relação aos testes mais utilizados na rotina clínica veterinária para o diagnóstico de doenças infecciosas em cães e gatos.(AU)


Quantitative PCR (qPCR) has recently replaced conventional PCR and is becoming the molecular technique of choice, offered by the major laboratories of veterinary and human diagnostics worldwide. The aim of this review is to describe the usefulness of this technique for the diagnosis of infectious diseases in small animals. Through qPCR, one can investigate disease by either confirming the involvement of a specific agent or by testing the clinical sample for detection of a variety of agents by means of multiple-agent panels that are elaborated with the most likely pathogens for certain clinical signs or affected systems. Considering that a large number of infectious agents may be present in co-infections, understanding and detecting such agents may allow for adequate prognosis, treatment planning and prevention strategies in the clinical setting. Advantages and limitations of molecular tests are described in comparison to the routinely performed tests in the small animal clinics for diagnosis of infectious diseases in dogs and cats.(AU)


Recientemente la PCR cuantitativa ha reemplazado la PCR convencional, convirtiéndose en la técnica molecular de elección ofrecida por los principales laboratorios veterinarios y humanos de diagnóstico a nivel mundial. El objetivo de esta revisión fue describir la utilidad de esta técnica para el diagnóstico de enfermedades infecciosas en pequeños animales. Mediante la PCR cuantitativa se puede investigar la enfermedad, direccionando la pesquisa hacia un agente específico. También se puede testear la muestra clínica con varios agentes simultáneos, a través de paneles de investigación para agentes múltiples, elaborados de acuerdo con los patógenos más probables, en relación a determinados signos clínicos o sistemas afectados. Teniendo en cuenta que un gran número de agentes infecciosos pueden estar presentes en coinfecciones, y que la presencia concomitante de dos o más agentes puede empeorar la condición del huésped, la detección simultánea de esos patógenos puede permitir un mejor pronóstico, así como planear el tratamiento y las estrategias de prevención más adecuadas. Se describen las ventajas y limitaciones de las tests moleculares en relación a los otros métodos más utilizados en la clínica veterinaria para el diagnóstico de enfermedades infecciosas de perros y gatos.(AU)


Assuntos
Animais , Gatos , Cães , Diagnóstico Clínico/veterinária , Doenças Transmissíveis/diagnóstico , Doenças Transmissíveis/veterinária , Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/métodos , Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real/veterinária , Técnicas de Laboratório Clínico/veterinária
5.
Vet. foco ; 7(2): 175-184, jan.-jun. 2010. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1502788

Resumo

O hiperadrenocorticismo (HAC) ou síndrome de Cushing é um distúrbio decorrente do excesso de glicocorticoides endógenos ou exógenos, resultando em altas concentrações de cortisol no plasma. No Brasil, o tratamento mais eficaz disponível é a administração criteriosa de mitotano. Para monitoramento destes pacientes, testes periódicos de estimulação com ACTH tornam-se necessários para evitar crises de hipocortisolismo. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso de hiperadrenocorticismo pituitário-dependente associado com linfossarcoma hepático em uma cadela da raça Poodle de 10 anos de idade, em tratamento para HAC há um ano. Em revisão clínica os proprietários relataram ocorrência de emese, inapetência e prostração. O exame clínico evidenciou icterícia e algia abdominal. Descartou-se ocorrência de leptospirose por exames sorológicos e PCR de amostra de urina, bem como hipoadrenocorticismo por teste de estimulação por ACTH. Ecograficamente ficou evidente a existência de hepatomegalia com presença de massas heterogêneas e bordos irregulares. Uma biópsia aspirativa com agulha fina guiada por ultra-som evidenciou tratar-se de um linfossarcoma, com a paciente indo a óbito dias após realização da biópsia


Hyperadrenocorticism or canine Cushing´s syndrome is a hormonal disturbance due to excessive endogenous glucocorticoid production or glucocorticoid excessive administration, resulting in high cortisol plasma levels. In Brazil, criterious mitotane administration is the most available efficient treatment. ACTH stimulation tests must be performed periodically with the aim of avoid hypocortisolism crisis in these patients. The purpose of this work was to report a pituitary-dependent hyperadrenocorticism (PDH) associated to hepatic lymphosarcoma in a 10 years old female Poodle that was being treated for PDH during one year. In a clinical revision owners report sickness, inappetence and prostration. Clinical examination evidenced icterus and abdominal pain. Leptospirosis was excluded by sorologic trial and by urinary PCR, as well as hypoadrenocorticism from ACTH stimulation test. Ultrassonography evidenced hepatomegalia with many heterogenic mass with irregular boards. Fine needle aspirative biopsia ultrassom guided evidenced lymphosarcoma. The patient died few days after biopsia


Assuntos
Feminino , Animais , Hiperfunção Adrenocortical/veterinária
6.
Vet. Foco ; 7(2): 175-184, jan.-jun. 2010. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3375

Resumo

O hiperadrenocorticismo (HAC) ou síndrome de Cushing é um distúrbio decorrente do excesso de glicocorticoides endógenos ou exógenos, resultando em altas concentrações de cortisol no plasma. No Brasil, o tratamento mais eficaz disponível é a administração criteriosa de mitotano. Para monitoramento destes pacientes, testes periódicos de estimulação com ACTH tornam-se necessários para evitar crises de hipocortisolismo. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso de hiperadrenocorticismo pituitário-dependente associado com linfossarcoma hepático em uma cadela da raça Poodle de 10 anos de idade, em tratamento para HAC há um ano. Em revisão clínica os proprietários relataram ocorrência de emese, inapetência e prostração. O exame clínico evidenciou icterícia e algia abdominal. Descartou-se ocorrência de leptospirose por exames sorológicos e PCR de amostra de urina, bem como hipoadrenocorticismo por teste de estimulação por ACTH. Ecograficamente ficou evidente a existência de hepatomegalia com presença de massas heterogêneas e bordos irregulares. Uma biópsia aspirativa com agulha fina guiada por ultra-som evidenciou tratar-se de um linfossarcoma, com a paciente indo a óbito dias após realização da biópsia(AU)


Hyperadrenocorticism or canine Cushing´s syndrome is a hormonal disturbance due to excessive endogenous glucocorticoid production or glucocorticoid excessive administration, resulting in high cortisol plasma levels. In Brazil, criterious mitotane administration is the most available efficient treatment. ACTH stimulation tests must be performed periodically with the aim of avoid hypocortisolism crisis in these patients. The purpose of this work was to report a pituitary-dependent hyperadrenocorticism (PDH) associated to hepatic lymphosarcoma in a 10 years old female Poodle that was being treated for PDH during one year. In a clinical revision owners report sickness, inappetence and prostration. Clinical examination evidenced icterus and abdominal pain. Leptospirosis was excluded by sorologic trial and by urinary PCR, as well as hypoadrenocorticism from ACTH stimulation test. Ultrassonography evidenced hepatomegalia with many heterogenic mass with irregular boards. Fine needle aspirative biopsia ultrassom guided evidenced lymphosarcoma. The patient died few days after biopsia(AU)


Assuntos
Animais , Feminino , Hiperfunção Adrenocortical/veterinária
7.
Braz. j. vet. res. anim. sci ; 45(supl): 46-53, 2008. tab, ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-5202

Resumo

O presente estudo teve como objetivo determinar a prevalência dos tipos sangüíneos em felinos domésticos, mestiços, da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Foram selecionados aleatoriamente 100 gatos, clinicamente saudáveis, mestiços e sem parentesco entre si. Amostras de sangue foram coletadas da veia jugular e a tipagem sangüínea foi realizada através do teste Rapid Vet H Feline (DMS Laboratories, Flemington, USA) e do teste hemaglutinação em tubo de ensaio. A tipagem reversa foi realizada para confirmar o tipo e a presença de aloanticorpos naturais. No presente estudo encontrou-seprevalência de 97% e 3% de gatos do tipo A e B, respectivamente. Não foram encontrados gatos do tipo AB. Os resultados indicam que no sul do Brasil há uma alta prevalência de gatos domésticos mestiços do tipo A, entretanto a prevalência de gatos do tipo B encontrada no trabalho é mais alta do que aquelas relatadas em alguns países. O conhecimento da prevalência dos tipos sangüíneos da população de gatos de uma região pode auxiliar na determinação dos riscos de reações transfusionais e de ocorrência de isoeritrólise neonatal, e estes podem ser prevenidos através de tipagem sangüínea e teste de compatibilidade sangüínea.(AU)


The present study was carried out to determine the prevalence of the blood types in mixed breed domestic cats of Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. A hundred of clinically healthy mixed breed and non related cats were selected. Blood samples were collected from the jugular vein and the blood typing was performed by Rapid Vet H Feline test(DMS Laboratories, Flemington, USA) and by hemagglutination tube test. Reverse blood typing was done to confirm the blood types and the presence of alloantibodies. In the present study the prevalence of blood type A and B in cats were 97% and 3%, respectively. No AB blood type cats were found. These results indicate that there is a high prevalence of blood type A mixed breed domestic cats in the south of Brazil, although the prevalence o B cats found is higher than reported in some countries. The knowledge of feline blood types prevalence in cat population can help to determine the risks of transfusion reactions and neonatal isoerythrolysis, and these can beavoid by blood typing and cross-matching test.(AU)


Assuntos
Animais , Antígenos de Grupos Sanguíneos/isolamento & purificação , Antígenos de Grupos Sanguíneos/imunologia , Gatos
8.
MEDVEP. Rev. cient. Med. Vet. ; 4(13): l2140, jul.-dez. 2006. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-14716

Resumo

A cistite enfisematosa é uma condição inflamatória rara, caracterizada por acúmulo de gás dentro da parede e lúmen da bexiga, resultante de uma infecção por bactérias produtoras de gás. O presente trabalho descreve um caso de cistite enfisematosa em uma cadela mestiça, de oito anos de idade, 14 kg, com diabetes mellitus cetoacidótica. O diagnóstico de cistite enfisematosa foi baseado nos achados radiográficos e ultra-sonográficos. A cultura urinária aeróbia foi positiva para Staphylococcus aureus, sensível a enrofloxina, sendo este o antimicrobiano instituído. Após 30 dias de tratamento houve falha na administração de insulina por parte do proprietário e o animal veio a óbito. Observou-se resolução da cistite enfisematosa, confirmada radiograficamente pela ausência de gás na bexiga urinária após o tratamento e pelos achados de necropsia(AU)


Emphysematous cystitis is na uncommon inflammatory condition of the bladder characterized by formation of gás within the bladder or within its wall resultant from a gas-producing bacterial infection. This report describes a case of emphysematous cystitis in a cetoacidotic diabetic, made according to abdominal radiographic and ultrasonographic findings. Staphylococcus aureus bacteria were isolated on urine culture. Based on the antibiogram results, treatment with enrofloxacin was instituted. Four weeks later the insulin was discontinued and the animal expired. The emphysematous cystitis has been resolved, confirmed by the radiographic absence of gas in the bladder after treatment and by the post mortem findings(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Cães/urina , Cistite/diagnóstico , Cistite/tratamento farmacológico , Cistite/veterinária
9.
MEDVEP. Rev. cient. Med. Vet. ; 4(11): 46-51, jan.-mar. 2006. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-478

Resumo

A displasia renal é a desorganização estrutural do parâmetro renal e decorre de alterações na nefrogênese, durante o período de formação embriológica dos rins. Esse processo pode ser de origem hereditária ou congênita e acomete animais jovens, geralmente de quatro meses a dois anos de idade. O objetivo deste trabalho é relatar o caso de displasia renal em um canino, macho, 10 meses de idade, mestiço de poodle standard e husky siberiano. O animal apresentava vômito e anorexia há duas semanas. Ao exame físico, apresentava mucosas pálidas, caquexia, leve dor abdominal e desidratação moderada. Após realização de exame laboratorial, confirmou-se a ocorrência de anemia grave e creatinina sérica elevada. Ao exame ultra-sonográfico, os rins apresentavam-se com margens irregulares, perda da definição corticomedular, parênquima hiperecóico e pelve renal dilatada. Foi realizada transfusão sanguínea e fluidoterapia intensa. Apesar da melhora no início do tratamento, o animal após uma semana apresentou novo quadro urêmico associado a convulsões e optou-se por eutanásia. Ao exame macroscópico, observaram-se rins brancos, firmes, de superfície irregular e com medular diminuída de tamanho. Microscopicamente, os rins apresentavam proliferação de tecido fibroso associado a túbulos e glomérulos imaturos, dilatação e degeneração tubular moderadas, caracterizando displasia renal(AU)


Renal dysplasia is a disorganized development of renal parenchyma due to abnormal differentiation, during the period of embryologic kidney formation. This process can be congenital or inherited in origin, and effect young animals, especially dogs at 4months to 2 years of age. The authors report a case of renal dysplasia in a 10-month-old, male, mixed standard poodle and Siberian husky dog. The dog was presented due to vomiting and anorexia for 15 days. Physical examination revealed pale mucous membranes, cachexia, mild abdominal pain and mild dehydratation. Abnormal results of haematological and serum biochemiacal analyses inclused severe anemia and azotaemia. Ultrasound examination revealed both kidneys with rough surface, reduced corticomedullary definition, hyperechoic parenchyma and enlarged renal pelves. The animal received blood transfusion and aggressive fluid therapy. Despite of improvement in the onset of treatment, after one week, the dog showed uremic signs related to seizures, and euthanasia was done. Macroscopically, both kidneys were firm and with rough surface and thinner medullar. Histological analysis of kidneys showed proliferation of fibrous tissue associated to immature glomeruli and urinary tubules, mild tubular dilatation and degeneration, characterizing renal dysplasia(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Nefropatias/veterinária , Insuficiência Renal , Cães
10.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1485126

Resumo

A displasia renal é a desorganização estrutural do parâmetro renal e decorre de alterações na nefrogênese, durante o período de formação embriológica dos rins. Esse processo pode ser de origem hereditária ou congênita e acomete animais jovens, geralmente de quatro meses a dois anos de idade. O objetivo deste trabalho é relatar o caso de displasia renal em um canino, macho, 10 meses de idade, mestiço de poodle standard e husky siberiano. O animal apresentava vômito e anorexia há duas semanas. Ao exame físico, apresentava mucosas pálidas, caquexia, leve dor abdominal e desidratação moderada. Após realização de exame laboratorial, confirmou-se a ocorrência de anemia grave e creatinina sérica elevada. Ao exame ultra-sonográfico, os rins apresentavam-se com margens irregulares, perda da definição corticomedular, parênquima hiperecóico e pelve renal dilatada. Foi realizada transfusão sanguínea e fluidoterapia intensa. Apesar da melhora no início do tratamento, o animal após uma semana apresentou novo quadro urêmico associado a convulsões e optou-se por eutanásia. Ao exame macroscópico, observaram-se rins brancos, firmes, de superfície irregular e com medular diminuída de tamanho. Microscopicamente, os rins apresentavam proliferação de tecido fibroso associado a túbulos e glomérulos imaturos, dilatação e degeneração tubular moderadas, caracterizando displasia renal


Renal dysplasia is a disorganized development of renal parenchyma due to abnormal differentiation, during the period of embryologic kidney formation. This process can be congenital or inherited in origin, and effect young animals, especially dogs at 4months to 2 years of age. The authors report a case of renal dysplasia in a 10-month-old, male, mixed standard poodle and Siberian husky dog. The dog was presented due to vomiting and anorexia for 15 days. Physical examination revealed pale mucous membranes, cachexia, mild abdominal pain and mild dehydratation. Abnormal results of haematological and serum biochemiacal analyses inclused severe anemia and azotaemia. Ultrasound examination revealed both kidneys with rough surface, reduced corticomedullary definition, hyperechoic parenchyma and enlarged renal pelves. The animal received blood transfusion and aggressive fluid therapy. Despite of improvement in the onset of treatment, after one week, the dog showed uremic signs related to seizures, and euthanasia was done. Macroscopically, both kidneys were firm and with rough surface and thinner medullar. Histological analysis of kidneys showed proliferation of fibrous tissue associated to immature glomeruli and urinary tubules, mild tubular dilatation and degeneration, characterizing renal dysplasia


Assuntos
Animais , Cães , Cães , Insuficiência Renal , Nefropatias/veterinária
11.
MEDVEP, Rev. Cient. Med. Vet., Pequenos Anim. Anim. Estim ; 4(13): l2140-214, jul.-dez. 2006. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1485141

Resumo

A cistite enfisematosa é uma condição inflamatória rara, caracterizada por acúmulo de gás dentro da parede e lúmen da bexiga, resultante de uma infecção por bactérias produtoras de gás. O presente trabalho descreve um caso de cistite enfisematosa em uma cadela mestiça, de oito anos de idade, 14 kg, com diabetes mellitus cetoacidótica. O diagnóstico de cistite enfisematosa foi baseado nos achados radiográficos e ultra-sonográficos. A cultura urinária aeróbia foi positiva para Staphylococcus aureus, sensível a enrofloxina, sendo este o antimicrobiano instituído. Após 30 dias de tratamento houve falha na administração de insulina por parte do proprietário e o animal veio a óbito. Observou-se resolução da cistite enfisematosa, confirmada radiograficamente pela ausência de gás na bexiga urinária após o tratamento e pelos achados de necropsia


Emphysematous cystitis is na uncommon inflammatory condition of the bladder characterized by formation of gás within the bladder or within its wall resultant from a gas-producing bacterial infection. This report describes a case of emphysematous cystitis in a cetoacidotic diabetic, made according to abdominal radiographic and ultrasonographic findings. Staphylococcus aureus bacteria were isolated on urine culture. Based on the antibiogram results, treatment with enrofloxacin was instituted. Four weeks later the insulin was discontinued and the animal expired. The emphysematous cystitis has been resolved, confirmed by the radiographic absence of gas in the bladder after treatment and by the post mortem findings


Assuntos
Animais , Cães , Cistite/diagnóstico , Cistite/tratamento farmacológico , Cistite/veterinária , Cães/urina
12.
MEDVEP. Rev. cient. Med. Vet. ; 3(10): 106-110, jul.-dez. 2005. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-410

Resumo

O sertolioma é uma neoplasia testicular comum em cães machos. De diferentes raças, mais freqüente em idosos. Pode ocorrer em testículos escrotais, ou em criptorquidas, ou naquelas presentes nas hérnias escrotais. Alguns animais podem manifestar sinais de feminilização e/ou discrasia sanguínea, decorrente do hiperestrogenismo. A metástase é raramente encontrada, e o tratamento indicado é a orquiectomia bilateral. O presente estudo tem por objetivo apresentar diferentes manifestações desta patologia em cinco cães: dois com testículos escrotais ulcerados, dois com síndrome da feminilização e um criptorquida. Todos os animais foram submetidos a orquiectomia, e não apresentaram discrasia sanguínea, nem imagem compatível com metástase no RX torácico. Estes animais foram avaliados por um período de um a dois anos através de RX torácicos e exame clínico geral e não apresentam recidiva da doença, sendo a orquiectomia eficaz no controle da mesma(AU)


The sertolioma is a common testis tumor in male dogs, of different races, more frequent in scrotal testis, or in criptorchids, or in those presents in the scrotal hernias. Some animals can manifest female signs, or blood discrasia, due to the hiperestrogenysm. The metastasis is rarely found, and the suitable treatment is the bilateral orchiectomy. The present study has for objective to present different manifestations of this pathology in five dogs: two with scrotal testis ulcerated, two with syndrome of the female dog and a criptorchidism. All the animals was submitte to orchiectomy and they didnt present blood discrasia, nor compatible image with metastasis in thoracic SX. These animals were appraised for a period of one to two years through thoracic RX and general clinical exam, and at the clinical exam did not return. So the orchiectomy was efficient to control that(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Orquiectomia/veterinária , Castração/veterinária , Cães , Tumor de Células de Sertoli/patologia , Tumor de Células de Sertoli/veterinária , Síndrome de Resistência a Andrógenos
13.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1485112

Resumo

O sertolioma é uma neoplasia testicular comum em cães machos. De diferentes raças, mais freqüente em idosos. Pode ocorrer em testículos escrotais, ou em criptorquidas, ou naquelas presentes nas hérnias escrotais. Alguns animais podem manifestar sinais de feminilização e/ou discrasia sanguínea, decorrente do hiperestrogenismo. A metástase é raramente encontrada, e o tratamento indicado é a orquiectomia bilateral. O presente estudo tem por objetivo apresentar diferentes manifestações desta patologia em cinco cães: dois com testículos escrotais ulcerados, dois com síndrome da feminilização e um criptorquida. Todos os animais foram submetidos a orquiectomia, e não apresentaram discrasia sanguínea, nem imagem compatível com metástase no RX torácico. Estes animais foram avaliados por um período de um a dois anos através de RX torácicos e exame clínico geral e não apresentam recidiva da doença, sendo a orquiectomia eficaz no controle da mesma


The sertolioma is a common testis tumor in male dogs, of different races, more frequent in scrotal testis, or in criptorchids, or in those presents in the scrotal hernias. Some animals can manifest female signs, or blood discrasia, due to the hiperestrogenysm. The metastasis is rarely found, and the suitable treatment is the bilateral orchiectomy. The present study has for objective to present different manifestations of this pathology in five dogs: two with scrotal testis ulcerated, two with syndrome of the female dog and a criptorchidism. All the animals was submitte to orchiectomy and they didn’t present blood discrasia, nor compatible image with metastasis in thoracic SX. These animals were appraised for a period of one to two years through thoracic RX and general clinical exam, and at the clinical exam did not return. So the orchiectomy was efficient to control that


Assuntos
Animais , Cães , Castração/veterinária , Cães , Orquiectomia/veterinária , Síndrome de Resistência a Andrógenos , Tumor de Células de Sertoli/patologia , Tumor de Células de Sertoli/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA