Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1491472

Resumo

Diversos fatores afetam a qualidade do leite dentro de uma propriedade leiteira, muitas alterações são responsáveis pelas variaçõesda qualidade nutricional do leite. Portanto, objetivou-se determinar o teor de ácidos graxos e o de ácido linoleico conjugado, emleites produzidos em diferentes regiões do Rio Grande do Sul. Amostras de leite foram obtidas em três diferentes laticínios do RioGrande do Sul, situados nas regiões do Noroeste, Norte e Sul, produzidas nas diferentes regiões e estações climáticas, do anode 2010 e que são comercializadas na cidade de Santa Maria/RS. O perfil de ácidos graxos e de ácido linoleico conjugado foideterminado por cromatografia gasosa. O principal ácido graxo insaturado foi o oleico (18:1n9c). O teor de ômega-3 foi maior noinverno (0,75%) e o teor de ômega-6 presente no leite foi maior na estação do verão para as regiões Norte e Noroeste. A razão-6/-3 variou de 3:1 a 5:1 com relação às médias observadas neste estudo. Os níveis de ácido linoleico conjugado no leiteaumentaram nas estações da primavera e do inverno, com média de 10,13 mg. O conteúdo CLA de leites produzidos na regiãoSul do Brasil possuem valores superiores aos relatados para os produtos lácteos de países em climas temperados.

2.
R. bras. Ci. Vet. ; 19(2)2012.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-712457

Resumo

Diversos fatores afetam a qualidade do leite dentro de uma propriedade leiteira, muitas alterações são responsáveis pelas variaçõesda qualidade nutricional do leite. Portanto, objetivou-se determinar o teor de ácidos graxos e o de ácido linoleico conjugado, emleites produzidos em diferentes regiões do Rio Grande do Sul. Amostras de leite foram obtidas em três diferentes laticínios do RioGrande do Sul, situados nas regiões do Noroeste, Norte e Sul, produzidas nas diferentes regiões e estações climáticas, do anode 2010 e que são comercializadas na cidade de Santa Maria/RS. O perfil de ácidos graxos e de ácido linoleico conjugado foideterminado por cromatografia gasosa. O principal ácido graxo insaturado foi o oleico (18:1n9c). O teor de ômega-3 foi maior noinverno (0,75%) e o teor de ômega-6 presente no leite foi maior na estação do verão para as regiões Norte e Noroeste. A razão-6/-3 variou de 3:1 a 5:1 com relação às médias observadas neste estudo. Os níveis de ácido linoleico conjugado no leiteaumentaram nas estações da primavera e do inverno, com média de 10,13 mg. O conteúdo CLA de leites produzidos na regiãoSul do Brasil possuem valores superiores aos relatados para os produtos lácteos de países em climas temperados.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA