Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
R. Ci. agrovet. ; 15(2): 103-108, 2016. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-690851

Resumo

Ocotea paranaensis is a low frequency species in the Atlantic Forest and presents occurrence records only in the state of Paraná. The present study aimed at describing and illustrating the fruit and seed morphology, germination stages and seedling of Ocotea paranaensis. The fruits used in this study were collected from 5 mother trees in Laurace State Park, Adrianópolis, PR. For the fruit and seed description and illustration, 50 random samples were analyzed. To monitor the germination stages and seedling development, 5 replicates with 10 seeds each were placed in vermiculite, and then put to germinate in a Biomatic germinator at 30ºC. The fruit is an indehiscent drupe, with coloration varying from bright green to black, with thin, hairless, smooth and shiny epicarp, quite thick, fleshy mesocarp, and smooth, coriaceous endocarp. The seed is exalbuminous, round, with smooth, membranous, with brown integument. The embryo is axial, convex flatenned of pink coloration. Germination started on the eighth day and went on up to the sixtieth day after the test was initiated. The seedling is hypogeal, cryptocotylar, presenting cylindrical epicotyl with bright green cataphylls and simple alternate protophylls, with acute apex, cuneate leaf base and light green color. The aspects described and illustrated in this study were proven to be reliable for the species identification in nurseries and also for natural regeneration studies.(AU)


Ocotea paranaensis é uma espécie de baixa frequência na Mata Atlântica com registros de ocorrência apenas no estado do Paraná. Assim, este trabalho teve como objetivo descrever e ilustrar a morfologia de fruto e semente, fases da germinação e plântula de Ocotea paranaensis. Os frutos foram coletados em cinco matrizes no Parque Estadual das Lauráceas, Adrianópolis, PR. Para a descrição e ilustração do fruto e da semente foram analisadas 50 amostras. Para acompanhar as fases da germinação e o desenvolvimento da plântula, cinco repetições de 10 sementes foram colocadas em substrato vermiculita e postas em germinador Biomatic, a 30ºC. O fruto é do tipo drupa, indeiscente, verde-claro a preto, epicarpo fino, glabro, liso, brilhante, mesocarpo carnoso, bastante espesso e endocarpo liso, coriáceo. A semente é exalbuminosa, globosa, tegumento liso, membranáceo, coloração castanho. O embrião é axial, plano-convexo, de coloração rosada. A germinação iniciou-se no 8º dia se estendendo até o 60º dia após a instalação do teste, sendo a plântula hipógea, criptocotiledonar, epicótilo cilíndrico com catáfilos verde-claro e protofilos simples, alternos, ápice agudo, base cuneada e coloração verde-claro. Os aspectos descritos e ilustrados mostraram-se confiáveis para a identificação da espécie em viveiros e em estudos de regeneração natural.(AU)


Assuntos
Ocotea/embriologia , Ocotea/crescimento & desenvolvimento , Ocotea/anatomia & histologia , Germinação/fisiologia , Plântula , Frutas , Sementes , Florestas
2.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 15(2): 103-108, 2016. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1488117

Resumo

Ocotea paranaensis is a low frequency species in the Atlantic Forest and presents occurrence records only in the state of Paraná. The present study aimed at describing and illustrating the fruit and seed morphology, germination stages and seedling of Ocotea paranaensis. The fruits used in this study were collected from 5 mother trees in Laurace State Park, Adrianópolis, PR. For the fruit and seed description and illustration, 50 random samples were analyzed. To monitor the germination stages and seedling development, 5 replicates with 10 seeds each were placed in vermiculite, and then put to germinate in a Biomatic germinator at 30ºC. The fruit is an indehiscent drupe, with coloration varying from bright green to black, with thin, hairless, smooth and shiny epicarp, quite thick, fleshy mesocarp, and smooth, coriaceous endocarp. The seed is exalbuminous, round, with smooth, membranous, with brown integument. The embryo is axial, convex flatenned of pink coloration. Germination started on the eighth day and went on up to the sixtieth day after the test was initiated. The seedling is hypogeal, cryptocotylar, presenting cylindrical epicotyl with bright green cataphylls and simple alternate protophylls, with acute apex, cuneate leaf base and light green color. The aspects described and illustrated in this study were proven to be reliable for the species identification in nurseries and also for natural regeneration studies.


Ocotea paranaensis é uma espécie de baixa frequência na Mata Atlântica com registros de ocorrência apenas no estado do Paraná. Assim, este trabalho teve como objetivo descrever e ilustrar a morfologia de fruto e semente, fases da germinação e plântula de Ocotea paranaensis. Os frutos foram coletados em cinco matrizes no Parque Estadual das Lauráceas, Adrianópolis, PR. Para a descrição e ilustração do fruto e da semente foram analisadas 50 amostras. Para acompanhar as fases da germinação e o desenvolvimento da plântula, cinco repetições de 10 sementes foram colocadas em substrato vermiculita e postas em germinador Biomatic, a 30ºC. O fruto é do tipo drupa, indeiscente, verde-claro a preto, epicarpo fino, glabro, liso, brilhante, mesocarpo carnoso, bastante espesso e endocarpo liso, coriáceo. A semente é exalbuminosa, globosa, tegumento liso, membranáceo, coloração castanho. O embrião é axial, plano-convexo, de coloração rosada. A germinação iniciou-se no 8º dia se estendendo até o 60º dia após a instalação do teste, sendo a plântula hipógea, criptocotiledonar, epicótilo cilíndrico com catáfilos verde-claro e protofilos simples, alternos, ápice agudo, base cuneada e coloração verde-claro. Os aspectos descritos e ilustrados mostraram-se confiáveis para a identificação da espécie em viveiros e em estudos de regeneração natural.


Assuntos
Germinação/fisiologia , Ocotea/anatomia & histologia , Ocotea/crescimento & desenvolvimento , Ocotea/embriologia , Plântula , Florestas , Frutas , Sementes
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA