Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 3 de 3
Filtrar
Mais filtros

Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 75(3): 455-466, 2023. ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1436935

Resumo

Degradation of bovine small intestine and respective effects on biomechanics have not been described to date. Biomechanical testing of intestinal tissues is often carried out within a few hours of donor death and tissue deterioration is not accounted for. Freezing is efficient for the preservation of several tissues; however, it may cause cellular damage. This study investigated the morphologic and biomechanical changes of bovine jejunum at different postmortem moments. Effects of freezing and thawing on morphology and biomechanical behavior were also examined. Macroscopic changes were first noted within eight hours of death. At this time, histologic changes also started to set in, and biomechanical tests revealed lower bursting pressure (203.10±46.14mmHg). At 12 hours, tissue rearrangement was noted, and bursting pressure increased (238.43±31.04mmHg). A second drop in pressure was detected at 18 hours (235.20±38.21mmHg), followed by a progressive drop until the end of the experimental period. Histologic changes revealed progressive deterioration. Mechanical resistance did not differ between thawed and fresh specimens. It was concluded that bovine jejunal specimens retain biomechanical resistance up to 6 hours after death. Freezing and thawing did not affect the mechanical resistance of the intestinal wall in this experimental model.


A degradação do intestino delgado de bovinos e seu efeito biomecânico não são descritos na literatura. Trabalhos que envolvem a biomecânica intestinal realizam os ensaios em poucas horas após o óbito dos doadores, sem avaliação de seu estado de deterioração. O congelamento é eficiente na conservação de vários tecidos, porém pode provocar danos em nível celular. Este estudo teve por objetivo avaliar a degradação morfológica e biomecânica do jejuno de bovinos em diferentes tempos post mortem. O efeito do congelamento e do descongelamento sobre essas características também foi avaliado. As primeiras alterações macroscópicas foram observadas oito horas após o óbito. No mesmo momento, se iniciaram as alterações histológicas e a menor pressão suportada ao teste biomecânico (203,10±46,14mmHg). A partir de 12 horas, o tecido sofreu um rearranjo, suportando maior pressão (238,43±31,04mmHg). Uma segunda queda foi detectada após 18 horas (235,20±38,21mmHg), seguida de redução progressiva até o término do experimento. As lesões histológicas foram progressivas e graduais. As amostras testadas após descongelamento não apresentaram diferença estatística quanto à resistência mecânica em comparação com os espécimes frescos. Concluiu-se que as amostras mantêm sua resistência biomecânica até 6 horas após o óbito. Também se mostrou que o congelamento e o descongelamento, nas condições testadas, não alteraram a resistência mecânica da parede intestinal.


Assuntos
Animais , Bovinos , Preservação de Órgãos , Fenômenos Biomecânicos , Criopreservação , Congelamento , Jejuno
2.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(6): 1699-1702, nov.-dez. 2018. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-969636

Resumo

Canine Leproid Granuloma Syndrome (CLGS), also known as canine leprosy, is a cutaneous nodular infectious disease caused by Mycobacterium sp.. Despite being reported worldwide, it is still quite unknown and underdiagnosed. Diagnosis may be achieved by cytopathology or histopathology of skin lesions, but identification of the infectious agent is complex, since bacterial in vitro growth is not possible, relying upon molecular techniques such as PCR to confirm Mycobacterium DNA in the sample. We report a CLGS case in Niteroi, Rio de Janeiro state, Brazil, diagnosed by cytopathology and submitted to molecular identification of the agent. PCR amplification of hsp65 gene was performed and revealed 100% genetic homology to M. murphy strain. This is the first CLGS report with molecular identification in Rio de Janeiro state, and this finding should raise awareness about CLGS as a differential diagnosis among granulomatous skin diseases in this region.(AU)


A síndrome de granuloma leproide canino (SGLC), também conhecida como lepra canina, é uma doença infecciosa cutânea nodular causada por Mycobacterium sp. Apesar de ser relatada mundialmente, ainda é bastante desconhecida e subdiagnosticada. O diagnóstico pode ser conseguido por citopatologia ou histopatologia de lesões cutâneas, mas a identificação do agente infeccioso é complexa, uma vez que o crescimento in vitro bacteriano não é possível, dependendo de técnicas moleculares como a PCR para confirmar o DNA de Mycobacterium na amostra. Relatou-se um caso da SGLC em Niterói, estado do Rio de Janeiro, Brasil, diagnosticado por citopatologia e submetido à identificação molecular do agente. Foi realizada amplificação por PCR do gene hsp65, que revelou 100% de homologia genética com a cepa M. murphy. Este é o primeiro relato da SGLC com identificação molecular no estado do Rio de Janeiro, o que mostra a importância de se acrescentar a SGLC ao diagnóstico diferencial das doenças granulomatosas de pele nessa região.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Reação em Cadeia da Polimerase/estatística & dados numéricos , Mycobacterium/citologia , Mycobacterium/patogenicidade , Infecções por Mycobacterium , Cães
3.
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online) ; 70(6): 1699-1702, nov.-dez. 2018. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21367

Resumo

Canine Leproid Granuloma Syndrome (CLGS), also known as canine leprosy, is a cutaneous nodular infectious disease caused by Mycobacterium sp.. Despite being reported worldwide, it is still quite unknown and underdiagnosed. Diagnosis may be achieved by cytopathology or histopathology of skin lesions, but identification of the infectious agent is complex, since bacterial in vitro growth is not possible, relying upon molecular techniques such as PCR to confirm Mycobacterium DNA in the sample. We report a CLGS case in Niteroi, Rio de Janeiro state, Brazil, diagnosed by cytopathology and submitted to molecular identification of the agent. PCR amplification of hsp65 gene was performed and revealed 100% genetic homology to M. murphy strain. This is the first CLGS report with molecular identification in Rio de Janeiro state, and this finding should raise awareness about CLGS as a differential diagnosis among granulomatous skin diseases in this region.(AU)


A síndrome de granuloma leproide canino (SGLC), também conhecida como lepra canina, é uma doença infecciosa cutânea nodular causada por Mycobacterium sp. Apesar de ser relatada mundialmente, ainda é bastante desconhecida e subdiagnosticada. O diagnóstico pode ser conseguido por citopatologia ou histopatologia de lesões cutâneas, mas a identificação do agente infeccioso é complexa, uma vez que o crescimento in vitro bacteriano não é possível, dependendo de técnicas moleculares como a PCR para confirmar o DNA de Mycobacterium na amostra. Relatou-se um caso da SGLC em Niterói, estado do Rio de Janeiro, Brasil, diagnosticado por citopatologia e submetido à identificação molecular do agente. Foi realizada amplificação por PCR do gene hsp65, que revelou 100% de homologia genética com a cepa M. murphy. Este é o primeiro relato da SGLC com identificação molecular no estado do Rio de Janeiro, o que mostra a importância de se acrescentar a SGLC ao diagnóstico diferencial das doenças granulomatosas de pele nessa região.(AU)


Assuntos
Animais , Cães , Reação em Cadeia da Polimerase , Mycobacterium/citologia , Mycobacterium/patogenicidade , Infecções por Mycobacterium , Cães
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA