Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Neotrop. ichthyol ; 21(2): e230030, 2023. tab, graf, mapas
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1448727

Resumo

Environmental factors act at multiple spatial scales in a hierarchical manner to shape the organization of biota. However, the relative influence of different scale-related factors is poorly known, especially in Atlantic Forest Blackwater streams. Therefore, we herein aimed to evaluate local, landscape and spatial factors that shape fish assemblages in 14 blackwater restinga coastal Atlantic Forest streams under natural conditions and verify species occurrence patterns among four sub-basins during the low-precipitation season. When we combined local, landscape and spatial factors, variance partitioning explained a high proportion of variation in species matrix. Local variables pH and Total Dissolved Solids explained most of the variability, and these were the most important factors in determining fish community structure. Significant differences in fish assemblage structure among the four sub-basins were observed, and Mimagoniates microlepis, Phalloceros harpagos, and Hollandichthys multifasciatus were the species that most contributed to this dissimilarity. The important contribution of local predictors, the high number of endemic species herein recorded, the presence of an endangered species (Spintherobolus broccae), and near pristine conditions, may be used as baseline conditions for the assessment of similar environments.


Fatores ambientais atuam em múltiplas escalas espaciais de forma hierárquica, moldando a organização da biota. Todavia, as influências relativas de fatores relacionados a diferentes escalas são ainda pouco conhecidas, especialmente em riachos de águas pretas da Mata Atlântica. Investigamos como os fatores locais, da paisagem e espaciais, moldam as assembleias de peixes em 14 riachos costeiros de restinga de águas pretas da Mata Atlântica sob condições naturais, verificando os padrões de ocorrência de espécies em quatro sub-bacias durante a estação de baixa precipitação. A partição de variância explicou uma alta proporção de variação na matriz de espécies ao combinar fatores locais, de paisagem e espaciais. As variáveis ​ locais pH e Sólidos Totais Dissolvidos explicaram a maior parte da variabilidade e foram os fatores mais importantes na estruturação da comunidade de peixes. Foram observadas diferenças significativas na estrutura da assembleia de peixes entre as quatro sub-bacias, sendo que Mimagoniates microlepis, Phalloceros harpagos e Hollandichthys multifasciatus foram as espécies que mais contribuíram para essa dissimilaridade. A importante contribuição dos preditores locais, o alto número de espécies endêmicas e a presença de uma espécie ameaçada (Spintherobolus broccae) indicam condições próximas das pristinas dos riachos, podendo estes ser usados como referência para a avaliação de ambientes semelhantes.


Assuntos
Animais , Biodiversidade , Rios , Peixes/classificação
2.
Acta amaz ; 52(4): 289-298, 2022. mapas, ilus, graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1413961

Resumo

Fisheries is an important activity in the Amazon basin and potentially has a high impact on ichthyofauna. With the aim of achieving sustainability in fisheries of target species, protected areas were established within a fisheries management framework known as the Amazon Lakes Management System (ALMS). With the aim to evaluate the effect of ALMS on fish assemblages as a whole, we compared floodplain lakes with different levels of fish management in the lower Solimões River, in the Brazilian Amazon, developing an index of biotic integrity, named ALMS-IBI. We sampled fish in three lake categories: protected (PR), managed (MN), and commercially fished (CM). The ALMS-IBI was developed by selecting and testing fish assemblage metrics based on samplings carried out in 2017 and 2018, using gillnets with different mesh sizes. We captured 4565 fish of 113 species and seven trophic categories. The final index is composed of seven metrics related to species richness, trophic structure, and fish abundance, and characterized the fish assemblage in the PR and MN lakes as acceptable, and in the CM lakes as poor. Our results indicate that the ALMS-IBI can be an efficient method to monitor the whole fish assemblage in Amazonian floodplain lakes, and can be used as a complementary tool in the ALMS to assess environmental sustainability.(AU)


A pesca é uma atividade importante na bacia amazônica e tem alto impacto potencial sobre a ictiofauna. Com o objetivo de alcançar sustentabilidade na atividade pesqueira de espécies focais, foram estabelecidas áreas protegidas no marco de um plano de manejo pesqueiro conhecido como Sistema de Manejo dos Lagos da Amazônia (ALMS). Com o objetivo de avaliar o efeito do ALMS sobre toda a assembleia de peixes, nós comparamos lagos de várzea com diferentes níveis de manejo pesqueiro no baixo rio Solimões, na Amazônia brasileira, desenvolvendo um índice de integridade biótica, denominado ALMS-IBI. Amostramos peixes em três categorias de lagos: protegidos (PR), manejados (MN) e de pesca comercial (CM). O ALMS-IBI foi desenvolvido por meio da seleção e teste de métricas das assembleias de peixes, com base em amostragens realizadas em 2017 e 2018, usando redes de emalhar com diferentes tamanhos de malha. Capturamos 4565 peixes de 113 espécies e sete categorias tróficas. O índice final está composto de sete métricas relacionadas à riqueza de espécies, estrutura trófica e abundância de peixes, e caracterizou a assembleia de peixes como regular nos lagos PR e MN, e como pobre nos lagos CM. Nossos resultados indicam que o ALMS-IBI pode ser um método eficiente para monitorar a assembleia de peixes como um todo em lagos de várzea amazônicos, e pode ser usado como uma ferramenta complementar para avaliar a sustentabilidade ambiental no ALMS.(AU)


Assuntos
Biomarcadores Ambientais , Biodiversidade , Pesqueiros , Peixes/fisiologia , Brasil , Lagos/análise , Biota
3.
Neotrop. ichthyol ; 17(1): e180120, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1002708

Resumo

This study aimed to determine whether fish species occupy different mesohabitats, as defined by specific criteria of substrate types in Atlantic Forest blackwater streams. We sampled fourteen coastal blackwater rivers along the coast of São Paulo State, Brazil, during the low-flow season (June-September/2016). For each stream, we selected three mesohabitat types (sand, leaf-litter and trunks) in a 100 m river stretch. We sampled 41 mesohabitats, 31 of which contained fish, resulting in 15 species. When multivariate analysis of variance (MANOVA) was applied to the mesohabitat abiotic variables, no significant differences were indicated between them. ANOSIM for species density and biomass and Redundancy Analyses (RDAs) for species density, biomass and fish community indexes showed similar patterns of community structure among mesohabitats. Nevertheless, fish biomass, diversity and richness were associated with such unique environmental features as low shading and shallow habitats. The observed dispersion among mesohabitats suggests that these communities are subject to some level of disturbance, which may affect the value of patches as refugia. Thus, the sharing of these mesohabitat patches among species may represent an opportunistic strategy to maximize the use of available resources for these low density populations living in these unique environments.(AU)


O objetivo do estudo foi testar se espécies de peixes ocupam diferentes mesohabitats definidos por critérios específicos de tipos de substrato em riachos de águas pretas de Mata Atlântica. Durante a estação de baixa vazão (junho-setembro/2016), foram amostrados quatorze riachos costeiros de águas pretas no litoral de São Paulo, Brasil. Para cada riacho, selecionamos três tipos de mesohabitats (areia, folhiço e troncos) em um trecho de rio de 100 m. Amostramos 41 mesohabitats, dos quais 31 com peixes, resultando em 15 espécies. A análise de variância multivariada (MANOVA) aplicada às variáveis abióticas dos mesohabitats, não indicou diferenças significativas entre estes. A ANOSIM para densidade de espécies e biomassa e as Análises de Redundância (RDAs) para densidade de espécies, biomassa e índices da comunidade indicaram padrões semelhantes da estrutura da comunidade entre mesohabitats. No entanto, a biomassa, a diversidade e a riqueza de peixes estiveram associadas a características ambientais específicas tais como habitats rasos e sombreados. Os resultados sugerem que estas comunidades estejam sujeitas a certo nível de perturbação, o que afeta o valor dos mesohabitats como refúgios. Assim, a utilização dos diferentes mesohabitats entre as espécies pode representar uma estratégia oportunista para maximizar o uso de recursos por essas populações de baixa densidade que vivem nestes ambientes peculiares.(AU)


Assuntos
Animais , Características de Residência , Organização Social , Peixes/classificação
4.
Neotrop. ichthyol ; 17(1): e180120, 2019. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-22202

Resumo

This study aimed to determine whether fish species occupy different mesohabitats, as defined by specific criteria of substrate types in Atlantic Forest blackwater streams. We sampled fourteen coastal blackwater rivers along the coast of São Paulo State, Brazil, during the low-flow season (June-September/2016). For each stream, we selected three mesohabitat types (sand, leaf-litter and trunks) in a 100 m river stretch. We sampled 41 mesohabitats, 31 of which contained fish, resulting in 15 species. When multivariate analysis of variance (MANOVA) was applied to the mesohabitat abiotic variables, no significant differences were indicated between them. ANOSIM for species density and biomass and Redundancy Analyses (RDAs) for species density, biomass and fish community indexes showed similar patterns of community structure among mesohabitats. Nevertheless, fish biomass, diversity and richness were associated with such unique environmental features as low shading and shallow habitats. The observed dispersion among mesohabitats suggests that these communities are subject to some level of disturbance, which may affect the value of patches as refugia. Thus, the sharing of these mesohabitat patches among species may represent an opportunistic strategy to maximize the use of available resources for these low density populations living in these unique environments.(AU)


O objetivo do estudo foi testar se espécies de peixes ocupam diferentes mesohabitats definidos por critérios específicos de tipos de substrato em riachos de águas pretas de Mata Atlântica. Durante a estação de baixa vazão (junho-setembro/2016), foram amostrados quatorze riachos costeiros de águas pretas no litoral de São Paulo, Brasil. Para cada riacho, selecionamos três tipos de mesohabitats (areia, folhiço e troncos) em um trecho de rio de 100 m. Amostramos 41 mesohabitats, dos quais 31 com peixes, resultando em 15 espécies. A análise de variância multivariada (MANOVA) aplicada às variáveis abióticas dos mesohabitats, não indicou diferenças significativas entre estes. A ANOSIM para densidade de espécies e biomassa e as Análises de Redundância (RDAs) para densidade de espécies, biomassa e índices da comunidade indicaram padrões semelhantes da estrutura da comunidade entre mesohabitats. No entanto, a biomassa, a diversidade e a riqueza de peixes estiveram associadas a características ambientais específicas tais como habitats rasos e sombreados. Os resultados sugerem que estas comunidades estejam sujeitas a certo nível de perturbação, o que afeta o valor dos mesohabitats como refúgios. Assim, a utilização dos diferentes mesohabitats entre as espécies pode representar uma estratégia oportunista para maximizar o uso de recursos por essas populações de baixa densidade que vivem nestes ambientes peculiares.(AU)


Assuntos
Animais , Demografia , Organização Social , Peixes/classificação
5.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 44(4): 369-369, Oct.-Dec. 2018. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465377

Resumo

Stress is know as responsible for the decrease in immunity and reduced survival, growth, and reproductive capacity of animals. Besides, organisms respond to certain biological rhythms, such as circadian, to which animals naturally adjust. This study aimed to monitor the plasma (lactate and total protein), serum (cortisol and cholesterol) and whole blood (glucose) variables in tilapia in a 24 h cycle. A set of 49 aquariums with 5 individuals each were used. All of them, at the beginning of the experiment, were subjected to the same stress of capture and handling. The animals from the first aquaria were sampled after 15 min of stress. Blood samples from animals of the remaining aquarium were sequentially drawn at 30-min intervals. Radar charts were used to visualize the hourly change in the measured variables. Significant differences of each analysis between the measured variables by aquarium and the phases of the circadian cycle (light-dark) and morning-afternoon-night-dawn intervals, were evaluated using the Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests, respectively. A positive relationship between cortisol and glucose levels was found. Most analysis, except cholesterol and lactate did not show any significant difference between light and dark periods, and the intensity and frequency of peaks observed were not deleterious to individuals.


O estresse é conhecidamente responsável pela diminuição da imunidade e redução da sobrevivência, crescimento e capacidade reprodutiva dos animais. Além disso, os organismos respondem a certos ritmos biológicos, como o circadiano, aos quais se ajustam naturalmente. Este estudo teve como objetivo monitorar as variáveis plasmática (lactato e proteína total), soro (cortisol e colesterol) e sangue total (glicose) na tilápia em um período de 24 h. Quarenta e nove aquários com 5 indivíduos cada foram utilizados. Todos eles, no início do experimento, foram submetidos ao mesmo estresse de captura e manuseio. Os animais do primeiro aquários foram amostrados após 15 min do estresse. Os demais As amostras de sangue de indivíduos de cada aquário foram sequencialmente em intervalos de 30 min. Somente os indivíduos do primeiro aquário foram analisados após 15 minutos de estresse. Os gráficos de radar foram usadas para visualizar a variação horária nas variáveis medidas. Diferenças estatisticamente significativas entre a média dos indivíduos de cada aquário, para as fases do ciclo circadiano (luz-escuro) e os intervalos manhã-tarde-noite-madrugada foram respectivamente avaliadas utilizando os testes Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Observou-se relação positiva entre os níveis de cortisol e glicose. As análises, com exceção de colesterol e lactato, não mostraram diferença significativa entre períodos de luz e sombras, e a intensidade e a freqüência dos picos observados não foram prejudiciais aos indivíduos.


Assuntos
Animais , Ciclídeos/imunologia , Ciclídeos/sangue , Transtornos Cronobiológicos/veterinária , Aquicultura , Estresse Psicológico/imunologia
6.
B. Inst. Pesca ; 44(4): e369-e369, Oct.-Dec. 2018. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-735239

Resumo

Stress is know as responsible for the decrease in immunity and reduced survival, growth, and reproductive capacity of animals. Besides, organisms respond to certain biological rhythms, such as circadian, to which animals naturally adjust. This study aimed to monitor the plasma (lactate and total protein), serum (cortisol and cholesterol) and whole blood (glucose) variables in tilapia in a 24 h cycle. A set of 49 aquariums with 5 individuals each were used. All of them, at the beginning of the experiment, were subjected to the same stress of capture and handling. The animals from the first aquaria were sampled after 15 min of stress. Blood samples from animals of the remaining aquarium were sequentially drawn at 30-min intervals. Radar charts were used to visualize the hourly change in the measured variables. Significant differences of each analysis between the measured variables by aquarium and the phases of the circadian cycle (light-dark) and morning-afternoon-night-dawn intervals, were evaluated using the Mann-Whitney and Kruskal-Wallis tests, respectively. A positive relationship between cortisol and glucose levels was found. Most analysis, except cholesterol and lactate did not show any significant difference between light and dark periods, and the intensity and frequency of peaks observed were not deleterious to individuals.(AU)


O estresse é conhecidamente responsável pela diminuição da imunidade e redução da sobrevivência, crescimento e capacidade reprodutiva dos animais. Além disso, os organismos respondem a certos ritmos biológicos, como o circadiano, aos quais se ajustam naturalmente. Este estudo teve como objetivo monitorar as variáveis plasmática (lactato e proteína total), soro (cortisol e colesterol) e sangue total (glicose) na tilápia em um período de 24 h. Quarenta e nove aquários com 5 indivíduos cada foram utilizados. Todos eles, no início do experimento, foram submetidos ao mesmo estresse de captura e manuseio. Os animais do primeiro aquários foram amostrados após 15 min do estresse. Os demais As amostras de sangue de indivíduos de cada aquário foram sequencialmente em intervalos de 30 min. Somente os indivíduos do primeiro aquário foram analisados após 15 minutos de estresse. Os gráficos de radar foram usadas para visualizar a variação horária nas variáveis medidas. Diferenças estatisticamente significativas entre a média dos indivíduos de cada aquário, para as fases do ciclo circadiano (luz-escuro) e os intervalos manhã-tarde-noite-madrugada foram respectivamente avaliadas utilizando os testes Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Observou-se relação positiva entre os níveis de cortisol e glicose. As análises, com exceção de colesterol e lactato, não mostraram diferença significativa entre períodos de luz e sombras, e a intensidade e a freqüência dos picos observados não foram prejudiciais aos indivíduos.(AU)


Assuntos
Animais , Ciclídeos/sangue , Ciclídeos/imunologia , Transtornos Cronobiológicos/veterinária , Estresse Psicológico/imunologia , Aquicultura
7.
B. Inst. Pesca ; 42(3): 674-690, jul./set. 2016. mapas, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-13186

Resumo

Total mercury (Hg) levels in water, zooplankton and in the invading fish Platanichthys platana were studied in the Billings Complex, in order to understand the transfer of the total Hg to higher trophic levels. Samples were collected at four sites with different levels of eutrophication, at the dry and rainy seasons of 2014. A total of 93 specimens of P. platana were analyzed. During the rainy season the Grande River site was the only one that showed total Hg values above the legal standards (0,004 mg.L-1) in the water, while in the zooplankton, it was detectable only in the Central Body in the same season. Total Hg observed in fish varied between 0,04 e 0,29 g.g-1, and highest values in fish were found at the Grande River site. The analysis of covariance (ANCOVA) showed an influence of the sites (p=0,000) and total length (p = 0.008) on Hg concentrations, suggesting an influence of the environmental conditions on Hg bioaccumulation in the fishes. The successful invasion of P. platana in the Billings Complex suggests that this species is acting as an additional element for the transfer of the total Hg to higher trophic levels.(AU)


Foram quantificados os níveis de Mercúrio (Hg) total na água, na comunidade zooplanctônica e no peixe invasor Platanichthys platana do Complexo Billings, buscando compreender o papel desta espécie na transferência do Hg para níveis tróficos superiores. As coletas foram realizadas em quatro locais com diferentes níveis de eutrofização, em duas épocas do ano (seca e chuvosa) de 2014, tendo sido analisados um total de 93 exemplares. Na época chuvosa, o ponto Rio Grande foi o único a apresentar valores de Hg total na água acima do estabelecido pela legislação (0,004 mg.L-1), enquanto que no zooplâncton, este somente foi detectado no ponto Corpo Central na mesma época. Nos peixes o Hg total observado variou entre 0,04 e 0,29 g.g-1, com o valor mais elevado registrado no ponto Rio Grande. A Análise de Covariância (ANCOVA) indicou uma influência dos pontos de coleta (p=0,000) e do comprimento total (p=0,008) nas concentrações de Hg, sugerindo uma influência das condições ambientais sobre a bioacumulação de Hg total nos peixes. A bem sucedida invasão de P. platana no Complexo Billings sugere que esta espécie pode representar um elemento adicional para a transferência do Hg total para os níveis tróficos superiores.(AU)


Assuntos
Animais , Bioacumulação/análise , Mercúrio/análise , Peixes , Zooplâncton , Dieta/veterinária , Cadeia Alimentar
8.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 42(3): 674-690, jul./set. 2016. map, tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1465188

Resumo

Total mercury (Hg) levels in water, zooplankton and in the invading fish Platanichthys platana were studied in the Billings Complex, in order to understand the transfer of the total Hg to higher trophic levels. Samples were collected at four sites with different levels of eutrophication, at the dry and rainy seasons of 2014. A total of 93 specimens of P. platana were analyzed. During the rainy season the Grande River site was the only one that showed total Hg values above the legal standards (0,004 mg.L-1) in the water, while in the zooplankton, it was detectable only in the Central Body in the same season. Total Hg observed in fish varied between 0,04 e 0,29 g.g-1, and highest values in fish were found at the Grande River site. The analysis of covariance (ANCOVA) showed an influence of the sites (p=0,000) and total length (p = 0.008) on Hg concentrations, suggesting an influence of the environmental conditions on Hg bioaccumulation in the fishes. The successful invasion of P. platana in the Billings Complex suggests that this species is acting as an additional element for the transfer of the total Hg to higher trophic levels.


Foram quantificados os níveis de Mercúrio (Hg) total na água, na comunidade zooplanctônica e no peixe invasor Platanichthys platana do Complexo Billings, buscando compreender o papel desta espécie na transferência do Hg para níveis tróficos superiores. As coletas foram realizadas em quatro locais com diferentes níveis de eutrofização, em duas épocas do ano (seca e chuvosa) de 2014, tendo sido analisados um total de 93 exemplares. Na época chuvosa, o ponto Rio Grande foi o único a apresentar valores de Hg total na água acima do estabelecido pela legislação (0,004 mg.L-1), enquanto que no zooplâncton, este somente foi detectado no ponto Corpo Central na mesma época. Nos peixes o Hg total observado variou entre 0,04 e 0,29 g.g-1, com o valor mais elevado registrado no ponto Rio Grande. A Análise de Covariância (ANCOVA) indicou uma influência dos pontos de coleta (p=0,000) e do comprimento total (p=0,008) nas concentrações de Hg, sugerindo uma influência das condições ambientais sobre a bioacumulação de Hg total nos peixes. A bem sucedida invasão de P. platana no Complexo Billings sugere que esta espécie pode representar um elemento adicional para a transferência do Hg total para os níveis tróficos superiores.


Assuntos
Animais , Bioacumulação/análise , Dieta/veterinária , Mercúrio/análise , Peixes , Zooplâncton , Cadeia Alimentar
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA