Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 20: e.49219, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1473711

Resumo

O objetivo deste estudo foi descrever a estrutura do dossel e o comportamento ingestivo de caprinos em pastos de papuã manejados sob lotação contínua. Os tratamentos corresponderam a quatro alturas de manejo (10, 20, 30 e 40 cm) mantidas através de taxa de lotação variável. As variáveis analisadas foram: composição morfológica, massa e densidade dos componentes; comprimento de lâminas foliares; valor nutritivo por simulação de pastejo; tempos de pastejo, ruminação e atividades complementares. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de contrastes de polinômios ortogonais. Os principais resultados foram: i) com o aumento da altura de manejo, houve um aumento da massa (total e dos componentes morfológicos) e uma inversão na composição morfológica (redução na proporção de lâminas foliares e aumento na de colmos + material morto); ii) o comprimento de lâminas foliares aumentou com a altura de manejo; iii) os animais dedicaram mais tempo ao pastejo com a redução da altura de manejo, embora aparentemente tenham abdicado do pastejo no tratamento 10 cm ao final do experimento. Baseado nos dados de estrutura do dossel e comportamento ingestivo, concluiu-se que pastos de papuã sob lotação contínua devem ser manejados próximos de 40 cm. As razões são discutidas ao longo do artigo.


The aim of this trial was to describe the canopy structure and grazing behavior of goats in Alexandergrass swards under continuous stocking. The treatments corresponded to four sward canopy heights (10, 20, 30, and 40 cm) maintained by variable stocking density. The following variables were accessed: morphological composition; nutritive value by hand plucking; mass and density of morphological components; leaf lamina length; Time spent grazing, ruminating, and idling. The data were submitted to analysis of variance and polynomial orthogonal contrasts. The main results were: i) following the sward canopy height increments, there was an increment in forage mass (and its morphological components), as well as an inversion in morphological compositions (leaf proportion reduction and stem + dead material increment); ii) leaf lamina length increased with grazing height increments; iii) time spent grazing was increased following sward canopy height reduction, although animals apparently abdicated to graze in 10 cm treatment at the final of the experiment. Based on sward canopy structure and grazing behavior, we concluded that Alexandergrass under continuous stocking should be managed around 40 cm. Reason are discussed throughout the manuscript.


Assuntos
Animais , Brachiaria , Comportamento Animal , Ingestão de Alimentos , Pastagens , Ruminantes , Valor Nutritivo
2.
Rev. Ciênc. Agrovet. (Online) ; 18(2): 178-186, 2019. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1488330

Resumo

This study aimed to evaluate the performance of goats grazing black oat (Avena strigosa) fed with different levels of supplementation as well as its influence on soil resistance to penetration and corn yield grown in succession with increasing levels of N top dressing. In the winter, ten monthold Boer goats received supplementation levels at 0, 5, 10, and 15 g kg-1 of body weight, in continuous stocking grazing, with variable stocking rate, and with a control without grazing. In the summer, the main plots were divided into sub-plots and N was applied at increasing levels in top dressing on the corn crop (0, 50, 100, and 150 kg ha-1 of N as urea). In the winter, the forage sward mass and its forage production, stocking rate, animal live weight gain and soil resistance to penetration were evaluated. In the summer, the corn yield components were evaluated. Stocking rate increased as supplement levels increased, which also increased the intensity of trampling and hence the resistance to soil penetration in the surface layer without affecting the grain yield of the corn grown in succession. When winter grazing is in accordance with the forage height and the fertilization, it reduces the need for nitrogen in the summer to obtain the corn yield produced in ungrazed areas in the winter.


Este estudo teve por objetivo avaliar diferentes níveis de suplementação em caprinos, sob pastejo de aveia preta, e sua influência na resistência do solo à penetração e no rendimento de grãos de milho, cultivado em sucessão com crescentes doses de N em cobertura. No inverno os tratamentos se constituíram do uso de suplemento alimentar correspondente a 0, 5, 10 e 15 g kg-1 do peso vivo de fêmeas de caprinos da raça Boer, com 10 meses de idade, em pastejo de aveia preta cv. IAPAR 61 e um tratamento sem pastejo. No verão as parcelas foram subdivididas e aplicadas doses crescentes de N em cobertura na cultura do milho (0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N na forma de ureia). No inverno foram avaliados: altura de dossel, massa de forragem e produção da forragem; carga e ganho de peso animal; e resistência do solo à penetração. No verão foram avaliados os componentes de rendimento do milho. Maiores níveis de suplementação, no inverno, aumenta a capacidade suporte da área de pastagem, o que eleva a intensidade de pisoteio e, consequentemente, a resistência do solo à penetração na camada superficial, sem afetar, no entanto, o rendimento de grãos de milho cultivado em sucessão. O pastejo no inverno, quando realizado respeitando a altura da forragem e adubação, reduz a necessidade de N em cobertura no verão para a obtenção do mesmo rendimento de grãos de milho de áreas sem pastejo no inverno.


Assuntos
Animais , Agricultura Sustentável , Análise do Solo , Avena , Nitrogênio/administração & dosagem , Pastagens/métodos , Permeabilidade do Solo/métodos , Ruminantes , Tratamento do Solo/métodos
3.
R. Ci. agrovet. ; 18(2): 178-186, 2019. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-21477

Resumo

This study aimed to evaluate the performance of goats grazing black oat (Avena strigosa) fed with different levels of supplementation as well as its influence on soil resistance to penetration and corn yield grown in succession with increasing levels of N top dressing. In the winter, ten monthold Boer goats received supplementation levels at 0, 5, 10, and 15 g kg-1 of body weight, in continuous stocking grazing, with variable stocking rate, and with a control without grazing. In the summer, the main plots were divided into sub-plots and N was applied at increasing levels in top dressing on the corn crop (0, 50, 100, and 150 kg ha-1 of N as urea). In the winter, the forage sward mass and its forage production, stocking rate, animal live weight gain and soil resistance to penetration were evaluated. In the summer, the corn yield components were evaluated. Stocking rate increased as supplement levels increased, which also increased the intensity of trampling and hence the resistance to soil penetration in the surface layer without affecting the grain yield of the corn grown in succession. When winter grazing is in accordance with the forage height and the fertilization, it reduces the need for nitrogen in the summer to obtain the corn yield produced in ungrazed areas in the winter.(AU)


Este estudo teve por objetivo avaliar diferentes níveis de suplementação em caprinos, sob pastejo de aveia preta, e sua influência na resistência do solo à penetração e no rendimento de grãos de milho, cultivado em sucessão com crescentes doses de N em cobertura. No inverno os tratamentos se constituíram do uso de suplemento alimentar correspondente a 0, 5, 10 e 15 g kg-1 do peso vivo de fêmeas de caprinos da raça Boer, com 10 meses de idade, em pastejo de aveia preta cv. IAPAR 61 e um tratamento sem pastejo. No verão as parcelas foram subdivididas e aplicadas doses crescentes de N em cobertura na cultura do milho (0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N na forma de ureia). No inverno foram avaliados: altura de dossel, massa de forragem e produção da forragem; carga e ganho de peso animal; e resistência do solo à penetração. No verão foram avaliados os componentes de rendimento do milho. Maiores níveis de suplementação, no inverno, aumenta a capacidade suporte da área de pastagem, o que eleva a intensidade de pisoteio e, consequentemente, a resistência do solo à penetração na camada superficial, sem afetar, no entanto, o rendimento de grãos de milho cultivado em sucessão. O pastejo no inverno, quando realizado respeitando a altura da forragem e adubação, reduz a necessidade de N em cobertura no verão para a obtenção do mesmo rendimento de grãos de milho de áreas sem pastejo no inverno.(AU)


Assuntos
Animais , Ruminantes , Avena , Pastagens/métodos , Nitrogênio/administração & dosagem , Agricultura Sustentável , Análise do Solo , Permeabilidade do Solo/métodos , Tratamento do Solo/métodos
4.
Ci. Anim. bras. ; 20: e.49219, dez. 13, 2019. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-24697

Resumo

O objetivo deste estudo foi descrever a estrutura do dossel e o comportamento ingestivo de caprinos em pastos de papuã manejados sob lotação contínua. Os tratamentos corresponderam a quatro alturas de manejo (10, 20, 30 e 40 cm) mantidas através de taxa de lotação variável. As variáveis analisadas foram: composição morfológica, massa e densidade dos componentes; comprimento de lâminas foliares; valor nutritivo por simulação de pastejo; tempos de pastejo, ruminação e atividades complementares. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de contrastes de polinômios ortogonais. Os principais resultados foram: i) com o aumento da altura de manejo, houve um aumento da massa (total e dos componentes morfológicos) e uma inversão na composição morfológica (redução na proporção de lâminas foliares e aumento na de colmos + material morto); ii) o comprimento de lâminas foliares aumentou com a altura de manejo; iii) os animais dedicaram mais tempo ao pastejo com a redução da altura de manejo, embora aparentemente tenham abdicado do pastejo no tratamento 10 cm ao final do experimento. Baseado nos dados de estrutura do dossel e comportamento ingestivo, concluiu-se que pastos de papuã sob lotação contínua devem ser manejados próximos de 40 cm. As razões são discutidas ao longo do artigo.(AU)


The aim of this trial was to describe the canopy structure and grazing behavior of goats in Alexandergrass swards under continuous stocking. The treatments corresponded to four sward canopy heights (10, 20, 30, and 40 cm) maintained by variable stocking density. The following variables were accessed: morphological composition; nutritive value by hand plucking; mass and density of morphological components; leaf lamina length; Time spent grazing, ruminating, and idling. The data were submitted to analysis of variance and polynomial orthogonal contrasts. The main results were: i) following the sward canopy height increments, there was an increment in forage mass (and its morphological components), as well as an inversion in morphological compositions (leaf proportion reduction and stem + dead material increment); ii) leaf lamina length increased with grazing height increments; iii) time spent grazing was increased following sward canopy height reduction, although animals apparently abdicated to graze in 10 cm treatment at the final of the experiment. Based on sward canopy structure and grazing behavior, we concluded that Alexandergrass under continuous stocking should be managed around 40 cm. Reason are discussed throughout the manuscript.(AU)


Assuntos
Animais , Ruminantes , Ingestão de Alimentos , Comportamento Animal , Pastagens , Brachiaria , Valor Nutritivo
5.
Semina Ci. agr. ; 34(2): 905-920, 2013.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-4979

Resumo

This study aimed to evaluate the dry matter decomposition and N release from black oat residues and dung from goats, as well as its influence on corn yield grown in succession under increasing levels of N applied in topdressing. At winter, treatments consisted of different levels of a dietary supplement corresponding to 0, 5, 10 and 15 g kg-1 of body weight of females, Boer goats grazing oat cv. IAPAR 61 and a treatment without grazing. During the winter period were evaluated: forage sward, mass and its forage production, stocking rate, animal live weight gain, content of mineral N in the soil. At the end of grazing period, dry matter decomposition rate and N release from black oat residual biomass and animal dung were evaluated. At summer, main plots were divided into sub-plots and N applied at increasing levels over the corn crop (0, 50, 100 and 150 kg ha-1 of N as urea). During this period, corn yield was evaluated. Grazed areas at winter under increasing levels of supplementation resulted in an increase of animal production and increased dry matter decomposition rate and N release from the pasture when compared to ungrazed areas. At the ungrazed areas, it was necessary to apply 150 kg ha-1 of N in sidedress to ensure the same corn yield obtained at the grazing treatments without N application.(AU)


O objetivo do presente estudo foi verificar a decomposição e liberação de N dos resíduos vegetais de aveia e dejetos de caprinos, bem como sua influência no rendimento do milho cultivado em sucessão sob crescentes doses de N aplicados em cobertura. No inverno os tratamentos se constituíram do uso de suplemento alimentar correspondente a 0, 5, 10 e 15 g kg-1 do peso vivo de fêmeas de caprinos da raça Bôer em pastejo de aveia preta cv. IAPAR 61 e um tratamento sem pastejo. Durante o período de inverno foram avaliados: altura, massa e produção da forragem; carga e ganho de peso animal e teores de N-mineral no solo. Após o término do período de pastejo foi avaliada a decomposição da matéria seca e taxa de liberação de N da forragem e do esterco. No verão as parcelas foram subdivididas e doses crescentes de N foram aplicadas em cobertura na cultura do milho (0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N na forma de uréia). Nesta fase, foi avaliado o rendimento do milho. As áreas pastejadas no inverno sob crescentes níveis de suplementação propiciaram aumento na produção animal e maior velocidade de decomposição da matéria seca e liberação do N da pastagem quando comparadas a áreas sem pastejo. Nas áreas sem pastejo no inverno foi necessário a aplicação de 150 kg ha-1 de N em cobertura para assegurar o mesmo rendimento de milho obtido nos tratamentos com pastejo e sem aplicação de N na cultura do milho.(AU)


Assuntos
Avena , Desoxigenação Nitrogenada/métodos , Fezes , Cabras/classificação
6.
Semina ciênc. agrar ; 34(2): 905-920, 2013.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1499173

Resumo

This study aimed to evaluate the dry matter decomposition and N release from black oat residues and dung from goats, as well as its influence on corn yield grown in succession under increasing levels of N applied in topdressing. At winter, treatments consisted of different levels of a dietary supplement corresponding to 0, 5, 10 and 15 g kg-1 of body weight of females, Boer goats grazing oat cv. IAPAR 61 and a treatment without grazing. During the winter period were evaluated: forage sward, mass and its forage production, stocking rate, animal live weight gain, content of mineral N in the soil. At the end of grazing period, dry matter decomposition rate and N release from black oat residual biomass and animal dung were evaluated. At summer, main plots were divided into sub-plots and N applied at increasing levels over the corn crop (0, 50, 100 and 150 kg ha-1 of N as urea). During this period, corn yield was evaluated. Grazed areas at winter under increasing levels of supplementation resulted in an increase of animal production and increased dry matter decomposition rate and N release from the pasture when compared to ungrazed areas. At the ungrazed areas, it was necessary to apply 150 kg ha-1 of N in sidedress to ensure the same corn yield obtained at the grazing treatments without N application.


O objetivo do presente estudo foi verificar a decomposição e liberação de N dos resíduos vegetais de aveia e dejetos de caprinos, bem como sua influência no rendimento do milho cultivado em sucessão sob crescentes doses de N aplicados em cobertura. No inverno os tratamentos se constituíram do uso de suplemento alimentar correspondente a 0, 5, 10 e 15 g kg-1 do peso vivo de fêmeas de caprinos da raça Bôer em pastejo de aveia preta cv. IAPAR 61 e um tratamento sem pastejo. Durante o período de inverno foram avaliados: altura, massa e produção da forragem; carga e ganho de peso animal e teores de N-mineral no solo. Após o término do período de pastejo foi avaliada a decomposição da matéria seca e taxa de liberação de N da forragem e do esterco. No verão as parcelas foram subdivididas e doses crescentes de N foram aplicadas em cobertura na cultura do milho (0, 50, 100 e 150 kg ha-1 de N na forma de uréia). Nesta fase, foi avaliado o rendimento do milho. As áreas pastejadas no inverno sob crescentes níveis de suplementação propiciaram aumento na produção animal e maior velocidade de decomposição da matéria seca e liberação do N da pastagem quando comparadas a áreas sem pastejo. Nas áreas sem pastejo no inverno foi necessário a aplicação de 150 kg ha-1 de N em cobertura para assegurar o mesmo rendimento de milho obtido nos tratamentos com pastejo e sem aplicação de N na cultura do milho.


Assuntos
Avena , Desoxigenação Nitrogenada/métodos , Fezes , Cabras/classificação
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA