Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Acta amaz ; 52(3): 208-217, 2022. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1392819

Resumo

Terrestrial arthropod groups, including insects, spiders, and millipedes, represent an important food resource for primates. However, species consumed and patterns and rates of arthropod-related feeding for most frugivorous primates are still poorly known. We examined stomach contents of 178 Amazonian primate specimens of nine genera and three families obtained from community-based collections voluntarily donated by subsistence hunters. Based on our results, we assessed whether consumption patterns followed the expected negative relationship between arthropod ingestion and body size as postulated in the Jarman-Bell and Kay models. We identified 12 consumed arthropod taxa, including insects (beetles, grasshoppers, ants, flies, caterpillars, praying mantises, and others), spiders and millipedes. Medium and large-bodied primates consumed a greater diversity (measured by Simpson's diversity index) and richness of arthropods, but differed in terms of composition of taxa consumed. Cacajao, Sapajus and Cebus consumed proportionally more Orthoptera and Coleoptera compared to the other primate genera analyzed. We did not find significant correlations between richness and diversity of arthropods consumed and primate body mass. There was a slight tendency for the decrease in the relative content of arthropods in the diet with increased body mass in medium and large primates, which does not provide full support for the Jarman-Bell and Kay models. The study of arthropod consumption by arboreal primates in the wild remains challenging. Our study suggests that arthropods supply essential nutrients for frugivorous primates, and provides an alternative method to analyse faunal consumption patterns in primates.(AU)


Grupos de artrópodes terrestres, incluindo insetos, aranhas e milípedes, representam um importante recurso alimentar para muitos primatas. Porém, espécies consumidas e padrões de consumo de artrópodes ainda são pouco conhecidos para a maioria dos primatas frugívoros. Nós examinamos o conteúdo estomacal de 178 espécimes de primatas amazônicos, de nove gêneros e três famílias, provenientes de coletas de base comunitária, doados voluntariamente por caçadores de subsistência. Com base em nossos resultados, avaliamos se os padrões de consumo seguem a relação negativa esperada em relação ao tamanho corporal, conforme postulado nos modelos de Jarman-Bell e Kay. Identificamos 12 taxa de artrópodes consumidos, incluindo insetos (besouros, gafanhotos, formigas, moscas, lagartas, louva-a-deuses, entre outros), aranhas e milípedes. Primatas de médio e grande porte consumiram maior diversidade (medida pelo índice de diversidade de Simpson) e riqueza de artrópodes, mas difeririam na composição dos taxa consumidos. Cacajao, Sapajus e Cebus consumiram proporcionalmente mais Orthoptera e Coleoptera que os outros gêneros analizados. Não encontramos correlações significativas entre riqueza ou diversidade de artrópodes consumidos e a massa corporal dos primatas. Houve uma leve tendência de diminuição no conteúdo relativo de artrópodes na dieta com o aumento da massa corporal de primatas médios e grandes, o que não fornece suporte completo para os modelos de Jarman-Bell e de Kay. O estudo do consumo de artrópodes por primatas arborícolas na natureza continua sendo desafiador. Nosso estudo sugere que os artrópodes fornecem nutrientes essenciais para primatas frugívoros, e apresenta um método alternativo para estudar padrões de consumo de fauna por primatas.(AU)


Assuntos
Animais , Primatas/fisiologia , Artrópodes , Cadeia Alimentar , Ingestão de Alimentos/fisiologia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA