Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 4 de 4
Filtrar
Mais filtros

Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Rev. bras. parasitol. vet ; 30(4): e011721, 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1347268

Resumo

Abstract Helminths and protozoa are major causes of diseases in domestic animals, and many can also cause infections in humans. Knowledge of intestinal parasitoses affecting domestic animals is important for the implementation of appropriate preventive measures. The objective of this study was to evaluate the occurrence of gastrointestinal parasites in fecal samples of dogs and cats attended at the Veterinary Hospital of the Metropolitan University of Santos, SP, Brazil. We also attempted to determine whether such infection was associated with sex, age, or the presence of diarrhea. We analyzed 100 fecal samples: 85 from dogs and 15 from cats. Among the dogs, 31.8% of the samples were positive, and to 40.0% among the cats. Infection was not associated with sex or age. However, among the dogs, parasitism showed a significant association with the presence of diarrhea (P = 0.013). The helminths Ancylostoma spp. and the protozoa Giardia duodenalis were the most frequent parasites in this research. Although they present unknown species and assemblages, they are parasites with a zoonotic potential of great importance in public health. Therefore, it is essential that pets are properly diagnosed and treated against gastrointestinal parasitic infection to prevent the spread of diseases.


Resumo As enfermidades causadas por helmintos e protozoários representam uma das principais causas de doenças em animais domésticos, e muitos desses parasitos podem causar infecções em seres humanos. O conhecimento das enteroparasitoses que acometem os animais domésticos é de suma importância para que medidas preventivas adequadas sejam implementadas. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a frequência de ocorrência de parasitos gastrointestinais em amostras de fezes de cães e gatos atendidos no Hospital Veterinário da Universidade Metropolitana de Santos, bem como sua associação com o sexo, a idade e a presença de diarreia. Do total das amostras de cães analisadas, 31,8% estavam positivas, em relação aos gatos, e 40% apresentaram positividade. Não houve associação entre o sexo e a idade, porém, foi observada associação significativa entre a presença da parasitose e da diarreia (p=0,013) entre os cães. O helminto Ancylostoma spp. e o protozoário Giardia duodenalis foram os mais frequentes na pesquisa. Embora apresentem espécies e "assemblages" desconhecidas, são parasitos de potencial zoonóticos de grande importância em saúde pública. Assim, é essencial que os animais de companhia sejam corretamente diagnosticados e tratados contra infecções parasitárias gastrintestinais para evitar a propagação de doenças.


Assuntos
Animais , Masculino , Feminino , Gatos , Cães , Infecções Protozoárias em Animais/epidemiologia , Doenças do Gato/epidemiologia , Doenças do Cão/epidemiologia , Gastroenteropatias/veterinária , Helmintíase Animal/epidemiologia , Contagem de Ovos de Parasitas/veterinária , Trichuris/isolamento & purificação , Brasil/epidemiologia , Prevalência , Giardia lamblia/isolamento & purificação , Sarcocystis/isolamento & purificação , Diarreia/veterinária , Distribuição por Idade e Sexo , Fezes/parasitologia , Ancylostoma/isolamento & purificação , Isospora/isolamento & purificação
2.
São Paulo; s.n; 06/03/2013. 52 p. ilus, tab.
Tese em Português | VETINDEX | ID: biblio-1505280

Resumo

O queijo minas meia cura, popular entre os consumidores no Brasil, não é regulamentado, o que pressupõe que estes produtos sejam de origem informal, fabricados com leite cru, sem controle das condições higiênicas e sanitárias ou do processo de cura. Esta pesquisa se dispôs a estudar os fatores, tanto relacionados ao queijo (pH, Aw e U%) quanto aos relacionados à Listeria monocytogenes (análise qualitativa, quantitativa nas amostras que forem positiva e identificação e caracterização genotípica) como também pesquisar possível atividade antagônica das bactérias lácteas sobre a Listeria monocytogenes.Foram analisadas 165 amostras provindas de barracas de feiras do município de São Paulo. As análises físico-químicas classificaram as amostras como queijo de média umidade (57,6%) e de baixa umidade (34,5%); quanto ao pH, o valor mínimo registrado foi de 4,3 e o máximo foi de 7,5; e os valores da Aw variaram de 0,86 a 0,98. Listeria monocytogenes foi isolada em 3% das amostras (5/165) pelo método qualitativo, enquanto os testes de quantificação (feitos nas amostras positivas) não revelaram o agente, sugerindo que o nível de contaminação apresentava-se entre os limites de detecção das técnicas, a saber: 1 UFC/25g ou 0,04 UFC/g para a qualitativa e 3 NMP/g para a quantitativa . Em ambas as técnicas de caracterização genotípica (AFLP e PFGE) foram gerados cinco pulsotipos, cada um representando uma amostra. De 480 colônias isoladas das amostras, 6,66% apresentaram antagonismo pela L. monocytogenes. A freqüência de Listeria monocytogenes em queijo tipo minas meia cura é relativamente baixa e, quando presente, encontra-se em baixos níveis de contaminação. No entanto, do ponto de vista geográfico, o agente encontra-se no queijo tipo minas meia cura de todas as regiões do município de São Paulo.


Minas meia-cura cheese, popular among brazilian consumers, has not been regulated indicating that the cheese available in the market is informal and made from raw milk, uncontrolled hygienic-sanitary conditions nor the curing process. This study aimed evaluating factors related to the product (pH, Aw and U%) as well as the ones related to Listeria monocytogenes (qualitative analysis followed by quantitative analysis of the positive ones and genetic identification). Antagonic activity of some lactic bacteria against Listeria monocytogenes was also investigated. Samples (165) were bought at open markets in São Paulo city. By the content in humidity, samples were classified as cheese of medium (57,6%) and low humidity (34,5%); concerning pH the lowest value was 4,3 and the highest 7,5, values of Aw ranged from 0,86 a 0,98. Listeria monocytogenes was isolated from 3% of the samples (5/165) by qualitative test but none of them showed any growth in quantitative test suggesting that the level of contamination were somewhere in between the detection limits of the tests: 1 CFU/25 g or 0,04 CFU/g for qualitative method and 3 MPN/g for quantitative one. In both genotypic characterization techniques (AFLP and PFGE) five pulsotypes were generated, each one representing a sample. Of 480 colonies isolated from the samples, 6.66% showed antagonism by L. monocytogenes. The frequency of Listeria monocytogenes in Minas meia cura cheese is relatively low and when present the level of contamination is low. However it is wide distributed in Sao Paulo city.


Assuntos
Conservação de Alimentos/métodos , Genótipo , Listeria monocytogenes/patogenicidade , Queijo/análise , Amostras de Alimentos , Fenômenos Químicos/métodos
3.
São Paulo; s.n; 06/03/2013. 52 p. ilus, tab.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-5741

Resumo

O queijo minas meia cura, popular entre os consumidores no Brasil, não é regulamentado, o que pressupõe que estes produtos sejam de origem informal, fabricados com leite cru, sem controle das condições higiênicas e sanitárias ou do processo de cura. Esta pesquisa se dispôs a estudar os fatores, tanto relacionados ao queijo (pH, Aw e U%) quanto aos relacionados à Listeria monocytogenes (análise qualitativa, quantitativa nas amostras que forem positiva e identificação e caracterização genotípica) como também pesquisar possível atividade antagônica das bactérias lácteas sobre a Listeria monocytogenes.Foram analisadas 165 amostras provindas de barracas de feiras do município de São Paulo. As análises físico-químicas classificaram as amostras como queijo de média umidade (57,6%) e de baixa umidade (34,5%); quanto ao pH, o valor mínimo registrado foi de 4,3 e o máximo foi de 7,5; e os valores da Aw variaram de 0,86 a 0,98. Listeria monocytogenes foi isolada em 3% das amostras (5/165) pelo método qualitativo, enquanto os testes de quantificação (feitos nas amostras positivas) não revelaram o agente, sugerindo que o nível de contaminação apresentava-se entre os limites de detecção das técnicas, a saber: 1 UFC/25g ou 0,04 UFC/g para a qualitativa e 3 NMP/g para a quantitativa . Em ambas as técnicas de caracterização genotípica (AFLP e PFGE) foram gerados cinco pulsotipos, cada um representando uma amostra. De 480 colônias isoladas das amostras, 6,66% apresentaram antagonismo pela L. monocytogenes. A freqüência de Listeria monocytogenes em queijo tipo minas meia cura é relativamente baixa e, quando presente, encontra-se em baixos níveis de contaminação. No entanto, do ponto de vista geográfico, o agente encontra-se no queijo tipo minas meia cura de todas as regiões do município de São Paulo. (AU)


Minas meia-cura cheese, popular among brazilian consumers, has not been regulated indicating that the cheese available in the market is informal and made from raw milk, uncontrolled hygienic-sanitary conditions nor the curing process. This study aimed evaluating factors related to the product (pH, Aw and U%) as well as the ones related to Listeria monocytogenes (qualitative analysis followed by quantitative analysis of the positive ones and genetic identification). Antagonic activity of some lactic bacteria against Listeria monocytogenes was also investigated. Samples (165) were bought at open markets in São Paulo city. By the content in humidity, samples were classified as cheese of medium (57,6%) and low humidity (34,5%); concerning pH the lowest value was 4,3 and the highest 7,5, values of Aw ranged from 0,86 a 0,98. Listeria monocytogenes was isolated from 3% of the samples (5/165) by qualitative test but none of them showed any growth in quantitative test suggesting that the level of contamination were somewhere in between the detection limits of the tests: 1 CFU/25 g or 0,04 CFU/g for qualitative method and 3 MPN/g for quantitative one. In both genotypic characterization techniques (AFLP and PFGE) five pulsotypes were generated, each one representing a sample. Of 480 colonies isolated from the samples, 6.66% showed antagonism by L. monocytogenes. The frequency of Listeria monocytogenes in Minas meia cura cheese is relatively low and when present the level of contamination is low. However it is wide distributed in Sao Paulo city. (AU)


Assuntos
Queijo/análise , Conservação de Alimentos/métodos , Listeria monocytogenes/patogenicidade , Genótipo , Amostras de Alimentos , Fenômenos Químicos/métodos
4.
São Paulo; s.n; 19/11/2008.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-5609

Resumo

Leite integral de búfala foi experimentalmente contaminado com Mycobacterium fortuitum e Listeria monocytogenes. Foi feita a análise quantitativa dos agentes imediatamente antes e depois de dois tratamentos térmicos: pasteurização (do leite) e filagem (da Mozzarella). Na análise da Listeria, foi empregada metodologia adaptada para a obtenção do NMP, usando os meios UVM, Fraser e Palcam como pré-enriquecimento, enriquecimento seletivo e isolamento, respectivamente. O Mycobacterium foi semeado em placas com meio Löwenstein-Jensen modificado. Os resultados mostraram que a pasteurização do leite reduziu em média 6,0 log NMP/mL de Listeria sp e 4,0 log UFC/mL de Mycobacterium sp. A filagem da coalhada reduziu em média 8,37 log NMP/g de Listeria sp e 6,3 log UFC/g de Mycobacterium sp. Concluiu-se que a filagem da Mozzarella foi mais eficiente que a pasteurização do leite na redução do inóculo de Listeria monocytogenes e Mycobacterium fortuitum em cerca de 2 logaritmos de cada agente


Whole buffalo milk was experimentally contaminated with Mycobacterium fortuitum and Listeria monocytogenes. The quantitative analysis of the agents was made immediately before and after two thermal treatments: pasteurization (of milk) and stretching (of Mozzarella). In the analysis of the Listeria, methodology adapted for the attainment of the MPN was used, employing UVM, Fraser and Palcam as not selective enrichment, selective enrichment and isolation, respectively. The Mycobacterium was plated onto modified Löwenstein-Jensen. The results had shown that the pasteurization of milk reduced 6,0 log MPN/mL Listeria sp on average, and 4,0 log CFU/mL de Mycobacterium sp. The stretching of the curd reduced 8,37 log MPN/g de Listeria sp on average, and 6,3 log CFU/g de Mycobacterium sp. It has been concluded that the stretching of Mozzarella was more efficient than the pasteurization of milk in the reduction of Listeria monocytogenes inoculum and Mycobacterium fortuitum in about 2 logarithms of each agent

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA