Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 2 de 2
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 22: e, 2021. graf, tab, ilus
Artigo em Inglês, Português | VETINDEX | ID: biblio-1473810

Resumo

O termo potencial de produção representa a quantidade máxima de produto que seria possível se obter em uma determinada área. Mas qual é o potencial de produção da bovinocultura de corte em pastagens tropicais? Para responder esta pergunta, é necessário compreender os fatores relacionados ao acúmulo de forragem, eficiência de pastejo, composição química da planta forrageira, consumo de forragem e requerimento nutricional dos animais para um dado desempenho, manejo, genética e gestão do sistema de produção. A produtividade média anual da pecuária de corte no Brasil está em torno de 120 kg de peso corporal (aproximadamente 60 kg de carcaça) por hectare. Este índice está bem abaixo de resultados reportados na literatura. O manejo adequado de pastagens com forrageiras tropicais normalmente proporciona taxa de lotação acima de uma unidade animal (UA, 450 kg) por hectare. O aumento na taxa de lotação, combinado com elevado ganho de peso proporcionam alta produtividade, podendo ultrapassar 1260 kg de peso corporal (aproximadamente 630 kg de carcaça) anuais por hectare. A produção de bovinos de corte em pastagens tropicais possui alto potencial de resposta quanto a adoção de tecnologias para incremento nos índices de produtividade.


The expression production potential represents the maximum amount of products that can be obtained per unit area. However, what is the maximum amount of product that can be obtained in a pasture area? To answer this question, it is necessary to understand the factors related to forage accumulation, grazing efficiency, chemical composition of the forage plant, forage intake and nutritional requirements of animals, management, genetics, and management of the production system. The average annual productivity of beef cattle in Brazil is approximately 120 kg of body weight (approximately 60 kg of carcass) per hectare. This index is below the parameters reported in the literature. Adequate management of pastures with tropical forages usually provides a stocking rate above one animal unit (450 kg) per hectare. The increase in the stocking rate, combined with high individual body weight gain, provides high productivity, which may exceed 1260 kg of body weight (approximately 630 of carcass) per hectare per year. The production of beef cattle in tropical pastures has a high response potential with regard to the adoption of technologies to increase productivity indices.


Assuntos
Animais , Bovinos , Criação de Animais Domésticos/estatística & dados numéricos , Indústria Agropecuária/políticas
2.
Ciênc. anim. bras. (Impr.) ; 22: e69609, 2021. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1345776

Resumo

The expression production potential represents the maximum amount of products that can be obtained per unit area. However, what is the maximum amount of product that can be obtained in a pasture area? To answer this question, it is necessary to understand the factors related to forage accumulation, grazing efficiency, chemical composition of the forage plant, forage intake and nutritional requirements of animals, management, genetics, and management of the production system. The average annual productivity of beef cattle in Brazil is approximately 120 kg of body weight (approximately 60 kg of carcass) per hectare. This index is below the parameters reported in the literature. Adequate management of pastures with tropical forages usually provides a stocking rate above one animal unit (450 kg) per hectare. The increase in the stocking rate, combined with high individual body weight gain, provides high productivity, which may exceed 1260 kg of body weight (approximately 630 of carcass) per hectare per year. The production of beef cattle in tropical pastures has a high response potential with regard to the adoption of technologies to increase productivity indices.


O termo potencial de produção representa a quantidade máxima de produto que seria possível se obter em uma determinada área. Mas qual é o potencial de produção da bovinocultura de corte em pastagens tropicais? Para responder esta pergunta, é necessário compreender os fatores relacionados ao acúmulo de forragem, eficiência de pastejo, composição química da planta forrageira, consumo de forragem e requerimento nutricional dos animais para um dado desempenho, manejo, genética e gestão do sistema de produção. A produtividade média anual da pecuária de corte no Brasil está em torno de 120 kg de peso corporal (aproximadamente 60 kg de carcaça) por hectare. Este índice está bem abaixo de resultados reportados na literatura. O manejo adequado de pastagens com forrageiras tropicais normalmente proporciona taxa de lotação acima de uma unidade animal (UA, 450 kg) por hectare. O aumento na taxa de lotação, combinado com elevado ganho de peso proporcionam alta produtividade, podendo ultrapassar 1260 kg de peso corporal (aproximadamente 630 kg de carcaça) anuais por hectare. A produção de bovinos de corte em pastagens tropicais possui alto potencial de resposta quanto a adoção de tecnologias para incremento nos índices de produtividade.


Assuntos
Animais , Bovinos , Bovinos , Pastagens , Poaceae , Brachiaria , Criação de Animais Domésticos , Panicum
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA