Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Intervalo de ano de publicação
1.
Semina ciênc. agrar ; 44(2): 613-624, mar.-abr. 2023. tab, graf, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1434464

Resumo

The objective of this study was to examine the effects of emulsifying agents on processing and texture characteristics of kibbles in the pet food industry. For each treatment, four runs were performed (four replications/treatment) and four samples were collected over time. Two commercial emulsifiers, added on top of the formulation, were used in an economical extruded dry food for adult dogs, forming three treatments, namely, CON: control; EMUA: CON + 0.06% emulsifier A; and EMUB: CON + 0.06% emulsifier B. The foods were extruded in a single-screw extruder with a throughput of 6,000 kg/h, and the same set of equipment, mixing, drying, and coating conditions were adopted for all treatments. Emulsifier A contains partially saturated mono- and diglycerides, sodium stearoyl lactylate, and diacetyl tartaric acid esters of monoglycerides in its composition; whereas emulsifier B includes mono- and diglycerides of fatty acids, diacetyl tartaric acid esters of monoglycerides, and stearoyl sodium lactate. Canonical correlation analysis was performed for process correlation and kibble texture characteristics data. The multivariate lambda Wilks test was used to assess the significance of the canonical roots together. Canonical function 1 was found to be significant. There was control in the process, due to the clustering of treatments. The use of emulsifiers influenced the hardness of the kibbles, with lower resistance found in EMUA (54.731 ± 1.124) than in EMUB (121.898 ± 5.158). The EMUB treatment showed lower amperage, power, and energy consumption values than the other treatments (P<0.05). Compared with the control treatment, the EMUA and EMUB treatments showed 1.43% and 3.15% lower amperage values, respectively. In conclusion, EMUB contributes more significantly to texture characteristics and to the extrusion process.(AU)


Objetivou-se com essa pesquisa avaliar os efeitos de aditivos emulsificantes em características de processo e textura dos kibbles na indústria pet food. Para cada tratamento, foram realizadas quatro batidas (4 repetições/tratamento) e coletadas quatro amostras no tempo. Dois emulsificantes comerciais, adicionados on top, foram utilizados em um alimento seco extrusado, indicado para cães adultos, formando 3 tratamentos ((CON; Controle), (EMUA; CON + 0,06% emulsificante A), (EMUB; CON + 0,06% emulsificante B)). Foi utilizada dieta comercial econômica para cães adultos. Os alimentos foram extrusados em uma extrusora de rosca simples, com capacidade de processamento de 6.000 kg/h, sendo que o mesmo conjunto de equipamentos, condições de mistura, secagem e revestimento foram utilizados para todos os tratamentos. O emulsificante A possui em sua composição mono-diglicerídeo parcialmente saturado, estearoil lactato de sódio e mono éster de ácido tartárico di-acetilado, enquanto o emulsificante B possui em sua composição mono e diglicerídeos de ácidos graxos, ésteres de monoglicerídeos com ácido diacetiltartárico e estearoil lactato de sódio. Foi realizada uma análise de correlação canônica para os dados de correlação de processos e características de textura de kibble. O teste multivariado lambda Wilks foi usado para avaliar a significância das raízes canônicas juntas. Observou-se que a função canônica 1 mostrou-se significante. Percebeu-se que houve controle no processo, devido ao agrupamento dos tratamentos. A utilização de emulsificantes influenciou a característica de dureza dos kibbles, com menor resistência de EMUA (54,731 ±1,124), quando comparado a EMUB (121,898± 5,158). O tratamento EMUB obteve valores de amperagem, potência e consumo de energia inferiores aos demais tratamentos (P<0,05). Houve uma redução no valor da Amperagem, em relação ao tratamento CON de 1,43% e 3,15%, respectivamente, para os tratamentos EMUA e EMUB. Conclui-se que EMUB contribui mais significativamente para obtenção de características de textura e para o processo de extrusão.(AU)


Assuntos
Animais , Emulsificantes/efeitos adversos , Cães/fisiologia , Análise de Alimentos/métodos , Mastigação/fisiologia
2.
Bol. ind. anim. (Impr.) ; 79: e1511, 2022. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1410395

Resumo

A study was carried out to evaluate the inclusion of increasing levels of a residue from the rendering plant after obtaining meat and bone meal for growing pigs on performance, carcass characteristics, incidence of diarrhea and economic viability of the diets. Forty-eight pigs were allotted in a completely randomized design with four treatments (0, 2, 4 and 6% of residue inclusion), six replicates and two animals per experimental unit (barrows and females) with 30 ± 0.662 kg of initial weight in a 24-day trial period. Statistical assumptions of normality and homogeneity were verified using Shapiro-Wilk and Barllet tests, respectively, at 5% probability. The assumptions were met and the data were subjected to analysis of variance at 5% significance. The performance variables, carcass characteristics and diarrhea incidence did not show significant differences (P<0.05) between the levels of inclusion of residue in the diet. The residue can be used up to 6% in the feed without affecting performance, carcass characteristics and diarrhea incidence in growing pigs, however, the inclusion of 4% of the residue presents greater economic viability.


Foi conduzido um trabalho para avaliar a inclusão de níveis crescentes de um resíduo, proveniente da graxaria, após a obtenção de farinha de carne e ossos de abatedouro de bovinos, para suínos em fase de crescimento sobre o desempenho, características de carcaça, incidência de diarreia e viabilidade econômica das dietas. Foram utilizados 48 suínos, distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso com 4 tratamentos (0, 2, 4 e 6% de inclusão do resíduo), seis repetições e dois animais por unidade experimental (machos castrados e fêmeas) com 30 ± 0,662 kg de peso inicial em período experimental de 24 dias. Foram verificadas as pressuposições estatísticas de normalidade por meio do teste de Shapiro-Wilk e homogeneidade pelo teste de Barllet a 5% de probabilidade. As pressuposições foram atendidas e os dados foram submetidos a análise de variância e teste F a 5% de significância. As variáveis de desempenho, características de carcaça e incidência de diarreia não apresentaram diferenças significativas (P<0,05) entre os níveis inclusão do resíduo na ração. O resíduo pode ser utilizado em até 6% na ração sem afetar o desempenho, as características de carcaça e causar diarreia em suínos em fase de crescimento, no entanto, a inclusão de 4% do resíduo apresenta maior viabilidade econômica.


Assuntos
Animais , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Resíduos de Alimentos , Ração Animal/economia , Aumento de Peso , Matadouros/economia
3.
Semina ciênc. agrar ; 42(3,supl. 1): 1813-1824, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1501961

Resumo

The aim of this study was to examine the use of antioxidants on the oxidative stability of poultry offal oil used in the pet food industry. Five commercial synthetic and two natural antioxidants were used in the following treatments: Control (CON); CON + (BHT + BHA + ETH95); CON + (BHT + BHA); CON + (BHA + PG + CA); CON + (BHT + BHA + ETH70); CON + BHA; CON + (ASC + rosemary); and CON + (ASC + tocopherols). Inclusion levels were 0.5% for the synthetic and 0.625% for the natural antioxidants. Oxidative stability was determined at three temperatures (90, 110 and 130 ºC). To determine the fatty acid profile, the original sample of the offal oil was considered a negative control. The fatty acids were determined based on the preparation of methyl esters by a transesterification reaction with methanol in alkaline medium, followed by gas chromatography analysis. The different fatty acid types were identified by comparing the retention times of the fatty acid methyl ester standards with the retention times of the observed peaks. Compositional data analysis was carried out. Without the use of antioxidant, induction time is shorter, resulting in lower oxidative stability of the offal oil and consequent loss of its quality due to less time taken to oxidize. The antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA better preserved the essential fatty acids (linolenic and linoleic). Natural antioxidants exhibited higher oxidation, with higher proportions of saturated fatty acids and the worst ω6:ω3 ratios. In conclusion, the synthetic antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA provided greater protection against oxidation and better preserved the essential fatty acids. The natural antioxidants tested in the present study did not provide satisfactory protection.


Objetivou-se com essa pesquisa avaliar o uso de antioxidantes sobre a estabilidade oxidativa de óleo de vísceras de aves utilizado na indústria pet food. Foram utilizados cinco antioxidantes comerciais sintéticos e dois naturais: Controle (CON); CON + (BHT+BHA+ETO95); CON + (BHT+BHA); CON + (BHA+PG+AC); CON + (BHT+BHA+ETO70); CON + BHA; CON + (ASC+ alecrim); CON + (ASC+ tocoferois)). A inclusão dos antioxidantes foi de 0,5% para os sintéticos e de 0,625% para os naturais. A determinação da estabilidade oxidativa foi feita em 3 temperaturas (90 ºC, 110 ºC e 130 ºC). Para a determinação do perfil de ácidos graxos, foi considerada a amostra original do óleo de vísceras como controle negativo. A determinação dos ácidos graxos foi baseada na preparação dos ésteres metílicos por reação de transesterificação com metanol em meio alcalino, seguida da análise por cromatografia gasosa. A identificação dos diferentes tipos de ácidos graxos foi obtida comparando os tempos de retenção dos padrões do éster metílico de ácidos graxos com os tempos de retenção dos picos observados. Foi realizada uma análise de dados composicionais. Foi possível observar que, sem utilização de um antioxidante, o tempo de indução é menor, repercutindo em uma menor estabilidade oxidativa do óleo de vísceras, com consequente perda de sua qualidade, devido a um menor tempo gasto para se oxidar. Os antioxidantes utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA, preservaram mais os ácidos graxos essenciais (linolênico e linoleico). Os antioxidantes naturais tiveram maior oxidação, com maiores proporções de ácidos graxos saturados e as piores relações ω6: ω3. Conclui-se que os antioxidantes sintéticos utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA proporcionaram maior proteção contra a oxidação e preservaram mais os ácidos graxos essenciais. Os antioxidantes naturais, no presente estudo, não apresentaram proteção satisfatória.


Assuntos
Animais , Alimentos Industrializados , Antioxidantes/análise , Ração Animal , Tocoferóis/análise
4.
Semina Ci. agr. ; 42(3,supl. 1): 1813-1824, 2021. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765841

Resumo

The aim of this study was to examine the use of antioxidants on the oxidative stability of poultry offal oil used in the pet food industry. Five commercial synthetic and two natural antioxidants were used in the following treatments: Control (CON); CON + (BHT + BHA + ETH95); CON + (BHT + BHA); CON + (BHA + PG + CA); CON + (BHT + BHA + ETH70); CON + BHA; CON + (ASC + rosemary); and CON + (ASC + tocopherols). Inclusion levels were 0.5% for the synthetic and 0.625% for the natural antioxidants. Oxidative stability was determined at three temperatures (90, 110 and 130 ºC). To determine the fatty acid profile, the original sample of the offal oil was considered a negative control. The fatty acids were determined based on the preparation of methyl esters by a transesterification reaction with methanol in alkaline medium, followed by gas chromatography analysis. The different fatty acid types were identified by comparing the retention times of the fatty acid methyl ester standards with the retention times of the observed peaks. Compositional data analysis was carried out. Without the use of antioxidant, induction time is shorter, resulting in lower oxidative stability of the offal oil and consequent loss of its quality due to less time taken to oxidize. The antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA better preserved the essential fatty acids (linolenic and linoleic). Natural antioxidants exhibited higher oxidation, with higher proportions of saturated fatty acids and the worst ω6:ω3 ratios. In conclusion, the synthetic antioxidants used in CON + (BHT + BHA + ETH95), CON + (BHA + PG + CA) and CON + BHA provided greater protection against oxidation and better preserved the essential fatty acids. The natural antioxidants tested in the present study did not provide satisfactory protection.(AU)


Objetivou-se com essa pesquisa avaliar o uso de antioxidantes sobre a estabilidade oxidativa de óleo de vísceras de aves utilizado na indústria pet food. Foram utilizados cinco antioxidantes comerciais sintéticos e dois naturais: Controle (CON); CON + (BHT+BHA+ETO95); CON + (BHT+BHA); CON + (BHA+PG+AC); CON + (BHT+BHA+ETO70); CON + BHA; CON + (ASC+ alecrim); CON + (ASC+ tocoferois)). A inclusão dos antioxidantes foi de 0,5% para os sintéticos e de 0,625% para os naturais. A determinação da estabilidade oxidativa foi feita em 3 temperaturas (90 ºC, 110 ºC e 130 ºC). Para a determinação do perfil de ácidos graxos, foi considerada a amostra original do óleo de vísceras como controle negativo. A determinação dos ácidos graxos foi baseada na preparação dos ésteres metílicos por reação de transesterificação com metanol em meio alcalino, seguida da análise por cromatografia gasosa. A identificação dos diferentes tipos de ácidos graxos foi obtida comparando os tempos de retenção dos padrões do éster metílico de ácidos graxos com os tempos de retenção dos picos observados. Foi realizada uma análise de dados composicionais. Foi possível observar que, sem utilização de um antioxidante, o tempo de indução é menor, repercutindo em uma menor estabilidade oxidativa do óleo de vísceras, com consequente perda de sua qualidade, devido a um menor tempo gasto para se oxidar. Os antioxidantes utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA, preservaram mais os ácidos graxos essenciais (linolênico e linoleico). Os antioxidantes naturais tiveram maior oxidação, com maiores proporções de ácidos graxos saturados e as piores relações ω6: ω3. Conclui-se que os antioxidantes sintéticos utilizados em CON + (BHT+BHA+ETO95), CON + (BHA+PG+AC) e CON + BHA proporcionaram maior proteção contra a oxidação e preservaram mais os ácidos graxos essenciais. Os antioxidantes naturais, no presente estudo, não apresentaram proteção satisfatória.(AU)


Assuntos
Animais , Ração Animal , Alimentos Industrializados , Antioxidantes/análise , Tocoferóis/análise
5.
R. bras. Saúde Prod. Anim. ; 16(3): 544-557, jul-set. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-690881

Resumo

Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar as digestibilidades aparente e estandardizada de fosfatos para suínos em fase de crescimento, empregando duas metodologias. Foram usados 42 machos castrados, mestiços, com peso inicial de 37 ± 1,1kg em delineamento de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 7, com dois métodos de coleta: coleta total de fezes e uso de indicador (cinza insolúvel em ácido [AIA ]) × sete tratamentos, que consistiram de uma dieta controle (CTR); três dietas contendo fosfato na forma de pó (PP): PPA = CTR + fosfato pó A, PPB = CTR + fosfato pó B, e PPC = CTR + fosfato pó C; e mais três dietas contendo o fosfato microgranular (MP): MP15 = CTR + fosfato microgranular 15%, MP45 = CTR + fosfato microgranular 45% e MP75 = CTR + fosfato microgranular 75%). Os valores de 15, 45, e 75% correspondem à solubilidade em água dos fosfatos. Foram seis repetições, e o animal foi considerado como unidade experimental. Os coeficientes de digestibilidade estandardizada dos fosfatos avaliadas pelo método de coleta total, em valores percentuais, foram: PPA = 86,9, PPB = 84,9, PPC = 81,9, MP15 = 89,4, MP45 = 88,8, e MP75 = 92,6. Os coeficientes de digestibilidade total estandardizada dos fosfatos avaliados pelo método do indicador, em valores percentuais foram: PPA = 75,9, PPB = 75,4, PPC = 75,6, MP15 = 84,9, MP45 = 78,0, e MP75 = 79,4. Considerando as duas metodologias avaliadas no presente trabalho, os fosfatos microgranulares constituem a melhor alternativa para a alimentação de suínos em fase de crescimento.(AU)


This study was realized with the objective to determine the apparent and standardized digestibilities of phosphates to pigs in growing phase, employing two methodologies. Forty-two crossbred barrows with an initial weight of 37 ± 1.1kg were used in a randomized-block design in a 2 × 7 factorial arrangement, with two collection methods: total fecal collection and the use of a indicator (acid insoluble ash [AIA]) × seven treatments, which consisted of a control diet (CTR); three diets containing phosphate in powder form (PP): PPA= CTR + powder phosphate A, PPB = CTR + powder phosphate B, and PPC= CTR + powder phosphate C; and another three diets containing the microgranular phosphate (MP): MP15 = CTR + microgranular phosphate 15%, MP45 = CTR + microgranular phosphate 45% and MP75 = CTR + microgranular phosphate 75%). The values of 15, 45, and 75% correspond to the water-solubility of the phosphates. There were six replicates, and the pig was considered as experimental unit. The standardized digestibility coefficients of the phosphates assessed by the total collection method, in percent values, were: PPA = 86.9, PPB = 84.9, PPC = 81.9, MP15 = 89.4, MP45 = 88.8, and MP75 = 92.6. The standardized-digestibility coefficients of the phosphates evaluated by the indicator method (AIA) in percent values were: PPA = 75.9, PPB = 75.4, PPC = 75.6, MP15 = 84.9, MP45 = 78.0, and MP75 = 79.4. Considering the two methodologies evaluated in the present work, the microgranular phosphates constitute the best alternative for feeding pigs in the growth phase.(AU)


Assuntos
Animais , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Fosfatos/metabolismo , Dieta/veterinária , Suplementos Nutricionais , Tamanho da Partícula , Solubilidade , Minerais na Dieta
6.
Rev. bras. saúde prod. anim ; 16(3): 544-557, jul.-set. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1493470

Resumo

Este estudo foi realizado com o objetivo de determinar as digestibilidades aparente e estandardizada de fosfatos para suínos em fase de crescimento, empregando duas metodologias. Foram usados 42 machos castrados, mestiços, com peso inicial de 37 ± 1,1kg em delineamento de blocos casualizados, em esquema fatorial 2 x 7, com dois métodos de coleta: coleta total de fezes e uso de indicador (cinza insolúvel em ácido [AIA ]) × sete tratamentos, que consistiram de uma dieta controle (CTR); três dietas contendo fosfato na forma de pó (PP): PPA = CTR + fosfato pó A, PPB = CTR + fosfato pó B, e PPC = CTR + fosfato pó C; e mais três dietas contendo o fosfato microgranular (MP): MP15 = CTR + fosfato microgranular 15%, MP45 = CTR + fosfato microgranular 45% e MP75 = CTR + fosfato microgranular 75%). Os valores de 15, 45, e 75% correspondem à solubilidade em água dos fosfatos. Foram seis repetições, e o animal foi considerado como unidade experimental. Os coeficientes de digestibilidade estandardizada dos fosfatos avaliadas pelo método de coleta total, em valores percentuais, foram: PPA = 86,9, PPB = 84,9, PPC = 81,9, MP15 = 89,4, MP45 = 88,8, e MP75 = 92,6. Os coeficientes de digestibilidade total estandardizada dos fosfatos avaliados pelo método do indicador, em valores percentuais foram: PPA = 75,9, PPB = 75,4, PPC = 75,6, MP15 = 84,9, MP45 = 78,0, e MP75 = 79,4. Considerando as duas metodologias avaliadas no presente trabalho, os fosfatos microgranulares constituem a melhor alternativa para a alimentação de suínos em fase de crescimento.


This study was realized with the objective to determine the apparent and standardized digestibilities of phosphates to pigs in growing phase, employing two methodologies. Forty-two crossbred barrows with an initial weight of 37 ± 1.1kg were used in a randomized-block design in a 2 × 7 factorial arrangement, with two collection methods: total fecal collection and the use of a indicator (acid insoluble ash [AIA]) × seven treatments, which consisted of a control diet (CTR); three diets containing phosphate in powder form (PP): PPA= CTR + powder phosphate A, PPB = CTR + powder phosphate B, and PPC= CTR + powder phosphate C; and another three diets containing the microgranular phosphate (MP): MP15 = CTR + microgranular phosphate 15%, MP45 = CTR + microgranular phosphate 45% and MP75 = CTR + microgranular phosphate 75%). The values of 15, 45, and 75% correspond to the water-solubility of the phosphates. There were six replicates, and the pig was considered as experimental unit. The standardized digestibility coefficients of the phosphates assessed by the total collection method, in percent values, were: PPA = 86.9, PPB = 84.9, PPC = 81.9, MP15 = 89.4, MP45 = 88.8, and MP75 = 92.6. The standardized-digestibility coefficients of the phosphates evaluated by the indicator method (AIA) in percent values were: PPA = 75.9, PPB = 75.4, PPC = 75.6, MP15 = 84.9, MP45 = 78.0, and MP75 = 79.4. Considering the two methodologies evaluated in the present work, the microgranular phosphates constitute the best alternative for feeding pigs in the growth phase.


Assuntos
Animais , Dieta/veterinária , Fosfatos/metabolismo , Suplementos Nutricionais , Suínos/crescimento & desenvolvimento , Tamanho da Partícula , Minerais na Dieta , Solubilidade
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA