Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 1 de 1
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Ano de publicação
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Ciênc. Anim. (Impr.) ; 32(2): 28-37, abr.-jun. 2022. ilus
Artigo em Português | VETINDEX | ID: biblio-1402091

Resumo

A ovariosalpingohisterectomia (OSH), que consiste na retirada cirúrgica de ovários, tubas uterinas e útero, é um dos procedimentos cirúrgicos mais realizados em cadelas na rotina veterinária. É utilizado para evitar prenhez indesejada e no tratamento e profilaxia de enfermidades reprodutivas. Classicamente, na técnica de ligadura do pedículo ovariano e coto uterino na OSH em cadelas e gatas, são empregadas três pinças para expor a área de ligadura, por isso, a técnica é conhecida como técnica das três pinças. Sendo assim, o objetivo deste estudo foi propor uma técnica diferente para executar tais ligaduras, reduzindo o tempo do procedimento por meio da diminuição do número de pinças usadas para a exposição dos locais a serem feitas as ligaduras. Desta forma, o experimento foi conduzido com 20 cadelas hígidas submetidas à OSH. Os animais foram divididos em dois grupos: animais submetidos ao procedimento de ligadura pela técnica das três pinças e animais submetidos a ligadura pela técnica proposta neste estudo. A abertura da cavidade abdominal, para expor as estruturas a serem ligadas, foi a mesma para as duas técnicas (laparotomia mediana ventral). Foi mensurado, por meio de cronômetro digital, o tempo despendido na realização de todas as cirurgias. Não ocorreram óbitos e não houve dificuldades na execução das duas técnicas. Além disso, no transoperatório, não houve intercorrências dignas de nota. Os resultados demonstraram que o tempo de execução foi estatisticamente menor para a técnica proposta, indicando a aplicação preferencial deste procedimento para realização de OSH em cadelas.


The ovariohysterectomy (OH), which consists of the surgical removal of ovaries, uterine tubes, and uterus, is one of the most common surgical procedures performed on bitches in the veterinary routine. It is used to prevent unwanted pregnancy and in the treatment and prophylaxis of reproductive diseases. Classically, in the technique of ligation of the ovarian pedicle and uterine stump in OH in bitches and cats, three clamps are used to expose the ligature area, that is why the technique is known as the three clamps technique. Thus, this study aimed to propose a different technique to perform such ligatures, reducing the procedure time by reducing the number of clamps used to expose the sites to be ligated. Therefore, the experiment was carried out with twenty healthy bitches submitted to OH. The animals were divided into two groups: animals submitted to the ligation procedure using the three clamps technique and animals submitted to ligation using the technique proposed in this study. The opening of the abdominal cavity, to expose the structures to be ligated, was the same for both techniques (ventral median laparotomy). The time spent performing all surgeries was measured using a digital timer. There were no deaths and there were no difficulties in performing both techniques. Besides, in the transoperative period, there were no noteworthy complications. The results demonstrated that the execution time was statistically shorter for the proposed technique, indicating the preferential application of this procedure for performing OH in bitches.


Assuntos
Animais , Feminino , Cães , Instrumentos Cirúrgicos/veterinária , Ovariectomia/métodos , Constrição , Procedimentos Cirúrgicos em Ginecologia/veterinária
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA