Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 6 de 6
Filtrar
Mais filtros

Base de dados
Tipo de documento
Intervalo de ano de publicação
1.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 47: e640, 2021. map, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465491

Resumo

The length–weight relationship (LWR) is an important tool for ichthyology. It is very useful to demonstrate the environmental influence on growth. In this study we estimate the LWR of the Atherinella brasiliensis in the shallow areas of the São Francisco River estuary and compare the growth of this specie in different environments of the Brazilian coast. Specimens of Brazilian silverside (A. brasiliensis, n = 3483), between 2.1 and 13.6 cm in length, were caught in the shallow areas of the São Francisco River estuary between May 2017 and April 2018. The length-weight ratio of the species was represented by the equation y = 0.0047x3.0913. Frequency distribution indicates that the species is present in the studied area in all its ontogenetic stages and apparently reproduces throughout the year with constant input of recruits into the population. Von Bertalanffy’s growth model and longevity were adjusted to reach asymptotic length (L∞) of 14.7 cm, growth coefficient (K) of 0.91 year-1 and longevity (A95) of 3.25 years. The analysis of variance revealed differences for the maximum total length. However, the differences found between the present study and data available in the literature appear to be caused by environmental and methodological differences.


A relação peso-comprimento (LWR) é uma ferramenta importante para a ictiologia, muito utilizada para demonstrar a influência ambiental no crescimento. Neste estudo estimamos o LWR de Atherinella brasiliensis em áreas rasas do estuário do rio São Francisco e comparamos o crescimento desta espécie em diferentes ambientes do litoral brasileiro. Espécimes do peixe-rei (A. brasiliensis, n = 3483), entre 2,1 e 13,6 cm de comprimento, foram capturados nas áreas rasas do estuário do rio São Francisco entre maio de 2017 e abril de 2018. A relação peso-comprimento das espécies foi representada por a equação y = 0,0047x3,0913. A distribuição de frequência indica que a espécie está presente na área estudada em todos os seus estágios ontogenéticos e aparentemente se reproduz ao longo do ano com entrada constante de recrutas na população. Os modelos de crescimento e longevidade de Von Bertalanffy foram ajustados para atingir comprimento assintótico (L∞) de 14,7 cm, coeficiente de crescimento (K) de 0,91 ano-1 e longevidade (A95) de 3,25 anos. A análise de variância revelou diferenças para o comprimento total máximo. No entanto, as diferenças encontradas entre o presente estudo e os dados disponíveis na literatura parecem ser causadas por diferenças ambientais e metodológicas.


Assuntos
Animais , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Peixes/genética
2.
B. Inst. Pesca ; 47: 1-9, 2021. mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-764688

Resumo

The length–weight relationship (LWR) is an important tool for ichthyology. It is very useful to demonstrate the environmental influence on growth. In this study we estimate the LWR of the Atherinella brasiliensis in the shallow areas of the São Francisco River estuary and compare the growth of this specie in different environments of the Brazilian coast. Specimens of Brazilian silverside (A. brasiliensis, n = 3483), between 2.1 and 13.6 cm in length, were caught in the shallow areas of the São Francisco River estuary between May 2017 and April 2018. The length-weight ratio of the species was represented by the equation y = 0.0047x3.0913. Frequency distribution indicates that the species is present in the studied area in all its ontogenetic stages and apparently reproduces throughout the year with constant input of recruits into the population. Von Bertalanffys growth model and longevity were adjusted to reach asymptotic length (L∞) of 14.7 cm, growth coefficient (K) of 0.91 year-1 and longevity (A95) of 3.25 years. The analysis of variance revealed differences for the maximum total length. However, the differences found between the present study and data available in the literature appear to be caused by environmental and methodological differences.(AU)


A relação peso-comprimento (LWR) é uma ferramenta importante para a ictiologia, muito utilizada para demonstrar a influência ambiental no crescimento. Neste estudo estimamos o LWR de Atherinella brasiliensis em áreas rasas do estuário do rio São Francisco e comparamos o crescimento desta espécie em diferentes ambientes do litoral brasileiro. Espécimes do peixe-rei (A. brasiliensis, n = 3483), entre 2,1 e 13,6 cm de comprimento, foram capturados nas áreas rasas do estuário do rio São Francisco entre maio de 2017 e abril de 2018. A relação peso-comprimento das espécies foi representada por a equação y = 0,0047x3,0913. A distribuição de frequência indica que a espécie está presente na área estudada em todos os seus estágios ontogenéticos e aparentemente se reproduz ao longo do ano com entrada constante de recrutas na população. Os modelos de crescimento e longevidade de Von Bertalanffy foram ajustados para atingir comprimento assintótico (L∞) de 14,7 cm, coeficiente de crescimento (K) de 0,91 ano-1 e longevidade (A95) de 3,25 anos. A análise de variância revelou diferenças para o comprimento total máximo. No entanto, as diferenças encontradas entre o presente estudo e os dados disponíveis na literatura parecem ser causadas por diferenças ambientais e metodológicas.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/crescimento & desenvolvimento , Peixes/genética
3.
Bol. Inst. Pesca (Impr.) ; 46(4): e603, 2020. map, graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: biblio-1465478

Resumo

The composition and structure of fish assemblages in the inner continental shelf of the Paraná State are affected by cold fronts and the rainfall regime. Data from fishing activities in this region, as well as the analysis of environmental characteristics, are the main tools available for understanding fish dynamics, under influence of increasing human activities. In order to better understand patterns and temporal variations in fish assemblages in the inner continental shelf of the Paraná State, a total of 24 double trawls were performed with an otter trawl between August 2000 and July 2001, in two sampling areas, the North area in front of the northern mouth of the Paranaguá Estuary Complex, and the South area, in front of the Leste beach. A total of 45,277 fish specimens belonging to 35 families and 97 species were caught. Sciaenidae was the most abundant family, with 37.1% of the total number of individuals caught, and with the highest richness (18 species). Statistical analyses evidenced significant differences in environmental characteristics and in fish fauna, and that both areas disturbances were observed in the fish assemblages during the dry and wet season, being more intense in the Southern area, disturbances that would be related to the shrimp fishing present in the two areas sampled in this study.


A composição e estrutura das assembleias de peixes na plataforma continental interna do Paraná são afetadas pelas frentes meteorológicas frias e pelo regime de chuvas. Os dados das atividades pesqueiras da região, bem como a análise das características ambientais, são a principal ferramenta disponível para o entendimento da dinâmica dos peixes, sob a influência de atividades antropogênicas crescentes. Para melhor entender os padrões de assembleia de peixes e suas variações temporais na plataforma continental interna do Estado do Paraná, foram realizados 24 arrastos duplos com rede de arrasto de porta entre agosto de 2000 e julho de 2001, em duas áreas de amostragem, a área norte em frente da entrada norte do complexo estuarino de Paranaguá e a área sul em frente a praia de Leste. Um total de 45.277 indivíduos de peixes foram capturados, pertencentes a 35 famílias e 97 espécies. Sciaenidae foi a família mais abundante, com 37,1% do número total de indivíduos capturados e com a maior riqueza (18 espécies). As análises estatísticas evidenciaram diferenças significativas nas características ambientais e na fauna de peixes, e em ambas as áreas foram evidenciadas perturbações nas assembleias de peixes durante a estação seca e chuvosa, sendo mais intenso na região sul, perturbações que estariam relacionados com a pesca do camarão presente nas duas áreas amostradas neste estudo.


Assuntos
Animais , Biodiversidade , Indústria Pesqueira , Peixes/classificação , Brasil
4.
B. Inst. Pesca ; 46(4): e603, 2020. mapas, graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30626

Resumo

The composition and structure of fish assemblages in the inner continental shelf of the Paraná State are affected by cold fronts and the rainfall regime. Data from fishing activities in this region, as well as the analysis of environmental characteristics, are the main tools available for understanding fish dynamics, under influence of increasing human activities. In order to better understand patterns and temporal variations in fish assemblages in the inner continental shelf of the Paraná State, a total of 24 double trawls were performed with an otter trawl between August 2000 and July 2001, in two sampling areas, the North area in front of the northern mouth of the Paranaguá Estuary Complex, and the South area, in front of the Leste beach. A total of 45,277 fish specimens belonging to 35 families and 97 species were caught. Sciaenidae was the most abundant family, with 37.1% of the total number of individuals caught, and with the highest richness (18 species). Statistical analyses evidenced significant differences in environmental characteristics and in fish fauna, and that both areas disturbances were observed in the fish assemblages during the dry and wet season, being more intense in the Southern area, disturbances that would be related to the shrimp fishing present in the two areas sampled in this study.(AU)


A composição e estrutura das assembleias de peixes na plataforma continental interna do Paraná são afetadas pelas frentes meteorológicas frias e pelo regime de chuvas. Os dados das atividades pesqueiras da região, bem como a análise das características ambientais, são a principal ferramenta disponível para o entendimento da dinâmica dos peixes, sob a influência de atividades antropogênicas crescentes. Para melhor entender os padrões de assembleia de peixes e suas variações temporais na plataforma continental interna do Estado do Paraná, foram realizados 24 arrastos duplos com rede de arrasto de porta entre agosto de 2000 e julho de 2001, em duas áreas de amostragem, a área norte em frente da entrada norte do complexo estuarino de Paranaguá e a área sul em frente a praia de Leste. Um total de 45.277 indivíduos de peixes foram capturados, pertencentes a 35 famílias e 97 espécies. Sciaenidae foi a família mais abundante, com 37,1% do número total de indivíduos capturados e com a maior riqueza (18 espécies). As análises estatísticas evidenciaram diferenças significativas nas características ambientais e na fauna de peixes, e em ambas as áreas foram evidenciadas perturbações nas assembleias de peixes durante a estação seca e chuvosa, sendo mais intenso na região sul, perturbações que estariam relacionados com a pesca do camarão presente nas duas áreas amostradas neste estudo.(AU)


Assuntos
Animais , Peixes/classificação , Indústria Pesqueira , Biodiversidade , Brasil
5.
Artigo em Português | LILACS-Express | VETINDEX | ID: biblio-1494467

Resumo

Com intuito de caracterizar a ictiofauna de ambientes estuarinos de baixa energia, seis praias distribuídas ao longo do eixo leste-oeste da Baía de Paranaguá, Paraná, foram amostradas mensalmente através de uma rede de arrasto tipo picaré. As amostras revelaram uma composição específica variada, entre espécies tidas como tipicamente estuarinas e outras comuns ao ambiente praial adjacente. As praias foram dominadas por poucas espécies, de pequeno tamanho e hábitos planctofágicos. Padrões temporais provavelmente ligados a atividades reprodutivas foram observados para algumas espécies, ocorrendo saída local de indivíduos de maior porte durante os meses mais quentes. Adicionalmente maiores médias de comprimento padrão foram encontradas nas praias mais externas, o que sugere o uso de praias estuarinas como corredores ecológicos de ligação entre o ambiente estuarino e a área marinha adjacente.

6.
R. bras. Zoo. ; 11(3)2009.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-482761

Resumo

Com intuito de caracterizar a ictiofauna de ambientes estuarinos de baixa energia, seis praias distribuídas ao longo do eixo leste-oeste da Baía de Paranaguá, Paraná, foram amostradas mensalmente através de uma rede de arrasto tipo picaré. As amostras revelaram uma composição específica variada, entre espécies tidas como tipicamente estuarinas e outras comuns ao ambiente praial adjacente. As praias foram dominadas por poucas espécies, de pequeno tamanho e hábitos planctofágicos. Padrões temporais provavelmente ligados a atividades reprodutivas foram observados para algumas espécies, ocorrendo saída local de indivíduos de maior porte durante os meses mais quentes. Adicionalmente maiores médias de comprimento padrão foram encontradas nas praias mais externas, o que sugere o uso de praias estuarinas como corredores ecológicos de ligação entre o ambiente estuarino e a área marinha adjacente.

SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA